GOL Atualização Mensal ao Investidor: Capacidade, Consumo de Caixa e Liquidez

A GOL mantém sólida posição de liquidez, sem vencimentos significativos de dívida até 2024; A Companhia acompanhou o crescimento na demanda de passageiros aumentando capacidade para um pico de 260 voos/dia; Operações confiáveis, de baixo custo, flexíveis e eficientes posicionam a GOL para aumentar sua liderança de mercado no Brasil.

SÃO PAULO, 10 de setembro de 2020 /PRNewswire/ -- A GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A. (B3: GOLL4 e NYSE: GOL) (GOL ou "Companhia"), a maior companhia aérea doméstica do Brasil, divulga sua Atualização ao Investidor para agosto de 2020. Todas as informações são apresentadas em reais (R$). As informações abaixo, são preliminares e não auditadas.

Desde a última atualização em 31/07/20, a GOL aumentou a sua oferta para uma média de 190 voos/dia visando servir o aumento de 20% na demanda por transporte aéreo em agosto. No mês, as vendas brutas consolidadas da Companhia excederam R$500 milhões e a taxa de ocupação média superou 79%.

"O modelo operacional flexível e eficiente da GOL nos permite rapidamente adicionar rotas onde são requeridas pela demanda, adequando nossa malha de forma quase simultânea às variações de mercado", afirma Paulo Kakinoff, Diretor Presidente. "Também temos disciplina de balanço e liquidez suficientes para cumprir nossas obrigações de dívida, financiar nossas operações, acelerar o nosso crescimento com rentabilidade e ratificar nossas vantagens competitivas."

A administração continuará a manter, diligentemente, o equilíbrio no fluxo de caixa da Companhia, casando recursos limitados com os patamares de demanda. A administração acredita que a capacidade de execução da GOL é excepcional no mercado de aviação da América do Sul devido aos seguintes fatores: sua estrutura de alta eficiência com preponderância em custos variáveis; seu foco em operações domésticas no Brasil; o apoio contínuo de seus stakeholders e parceiros; e seu uso de um único tipo de aeronave que propicia significativa flexibilidade operacional e de gerenciamento da frota.

Kakinoff acrescenta: "Nos últimos seis meses, a indústria global de empresas aéreas enfrentou desafios sem paralelo. No entanto, o modelo diferenciado de negócios da GOL, os investimentos em tecnologia, o forte balanço patrimonial e a confiança de nossos Clientes nos deram uma vantagem excepcional para enfrentar tais desafios. Momentos como esse propiciam à GOL a oportunidade de se provar. Acreditamos, firmemente, que a Companhia fortalecerá sua posição no mercado de aviação sul-americano".

Aumentando a Capacidade da GOL para Atender a Demanda

A Companhia encerrou agosto/20 com uma frota total de 130 B737s, das quais 60 aeronaves operavam na malha. As operações foram 26% do realizado no mesmo mês do ano passado e aumentaram 7% sobre julho/20, em decorrência da reabertura planejada de quatro bases e do aumento de voos entre São Paulo e Rio de Janeiro. Durante o mês, a GOL elevou sua oferta para um pico de 260 voos diários, aumentando as frequências nos hubs de Guarulhos, Galeão e Brasília.

Com o incremento para aproximadamente 300 voos por dia, as operações de setembro/20 devem alcançar cerca de 40% do realizado no mesmo mês do ano passado. Ainda neste mês de setembro/20, a GOL terá 74 aeronaves operacionais na malha e planeja a reabertura de mais três bases.

Até o final de agosto/20, a Companhia reduziu sua frota em nove aeronaves B737 arrendadas, e planeja devolver outros sete aviões até o fim desse ano. A GOL pode reduzir sua frota em até outras 30 aeronaves em 2021-2022 se necessário, com a flexibilidade de devolver um número superior se a demanda estiver desaquecida. Além disso, a Companhia cortou 47 aviões dos recebimentos do Boeing 737 MAX previstos para 2020-2022, com planos de financiar totalmente o CAPEX e a revisão de motores remanescentes em 2020.

A GOL não possui aeronaves financiadas no mercado de capitais, EETCs ou arrendamentos financeiros. Sua frota é composta 100% por arrendamentos operacionais e a Companhia tem recebido apoio de seus parceiros na forma de diferimentos, descontos e pagamentos variáveis por hora de voo (Power by the Hour) em determinadas aeronaves. Os acordos garantem pagamentos mensais de arrendamento em linha com a recuperação da demanda em 2020 e 2021 e não impactarão a estrutura de custos pós-pandemia da Companhia com caros acordos de apenas diferimentos. A GOL também assegura a manutenção de sua frota de classe mundial, os importantes relacionamentos com lessores e a liderança de mercado, como uma Companhia aérea confiável, eficiente e de baixo custo.

Mantendo uma Projeção Conservadora das Reservas de Caixa

O início da crise da COVID-19 atingiu a GOL no momento que a empresa dispunha do mais forte balanço entre seus pares da América do Sul, assim como os menores custos e o modelo de negócios mais flexível. E desde então, a Companhia se concentra, incansavelmente, na redução de custos, na flexibilização operacional e na manutenção da sua liquidez para financiamento das operações.

A GOL foi a primeira e única empresa aérea na América do Sul a anunciar acordos para preservar o emprego dos seus 16.000 Colaboradores, além de oferecer um Programa de incentivo para Desligamento Voluntário (PDV) e aposentadoria que resultou na redução de nosso quadro em aproximadamente 1.000 pessoas. Essas medidas permitem à Companhia adequar os custos com pessoal ao crescimento das operações, proporcionando flexibilidade significativa de custos variáveis para aumentar sua malha de maneira mais eficiente, tanto neste como no próximo ano. Para o 3T20, a GOL espera manter o custo com pessoal em aproximadamente 50% do patamar pré-pandemia.

A adequação da capacidade à demanda tem sido sempre um diferencial competitivo da gestão de frota da Companhia. Com melhor visibilidade quanto à recuperação, o cenário atual de planejamento de capacidade da GOL assume +300% no 3T20 sobre 2T20 e +120% no 4T20 sobre 3T20, esperando terminar 2020 em 80% da sua capacidade doméstica, mantendo significativa flexibilidade para responder às tendências preponderantes da demanda.

Com tais premissas conservadoras, a Companhia estima possuir a liquidez suficiente para financiar suas atividades, e pagar despesas e dívidas. Com base nos atuais níveis de liquidez, assim como nos seus contratos de trabalho flexíveis e no seu modelo de gestão da frota, que permite que a empresa continue operando com as mais baixas e confiáveis estruturas de custo variável entre seus pares, e sua malha consolidada e concentrada no Brasil, a GOL acredita ter uma grande vantagem em relação aos seus concorrentes diretos na recuperação do mercado.

Essa vantagem competitiva fica ainda mais evidenciada pela atuação dos seus stakeholders que têm apoiado a Companhia durante a crise global. Isso contribuiu para que a administração da Companhia honrasse totalmente seus compromissos com o mercado global de capitais, incluindo a amortização previamente anunciada de seus Unsecured Bonds de 2022 e, mais recentemente, o pagamento integral dos US$300 milhões de seu Term Loan B. A GOL espera que suas iniciativas continuem a defini-la, e ela conta com o apoio e a confiança contínuos de seus stakeholders e parceiros que investem na recuperação do mercado brasileiro.

Entregando Consumo de Caixa como Planejado

O mês de agosto/20 foi marcado pelo crescimento de 28% sobre julho/20 nos indicadores de busca por passagens aéreas GOL. Como reflexo desse maior interesse, a Companhia registrou um aumento de 34% nas vendas de bilhetes, em todos os seus canais de venda, comparativamente a julho/20. Com os voos adicionais durante o mês, a receita de passageiros transportados aumentou 19% sobre julho/20, com melhor eficiência de yield frente a seus competidores, decorrente da gestão racional da capacidade da GOL.

Desconsiderando os pagamentos relacionados ao serviço de dívida, o consumo líquido de caixa foi de R$6 milhões/dia, incluindo aproximadamente R$14 milhões/dia de entradas operacionais (vendas e recebíveis).

Para o restante de 2020 (setembro-dezembro), considerando as receitas estimadas, sem reembolsos de TAE, os resultados dos acordos com Colaboradores, lessores e fornecedores, e com o pagamento integral de despesas financeiras, a GOL prevê um consumo líquido de caixa da ordem de R$3 milhões/dia.

Preservando a Liquidez no Balanço da Companhia

Em 31 de agosto, a GOL cumpriu suas obrigações quanto ao Term Loan B, sua principal dívida de curto prazo, no valor de US$300 milhões mais juros acruados, e encerrou o mês com aproximadamente R$2,1 bilhões em liquidez total. O prazo médio de vencimento da dívida de longo prazo da Companhia, após a amortização do Term Loan B, excluindo arrendamento de aeronaves e notas perpétuas, é de quase quatro anos.

"Não temos vencimentos significativos de dívida até 2024", afirmou Richard Lark, CFO. "Isso é um reflexo do compromisso da GOL em fortalecer seu balanço patrimonial nos últimos quatro anos."

Em agosto/20, a Companhia efetuou transações com sua carteira de hedge de combustível, liberando cerca de R$300 milhões de depósitos de margem. Contemplando os valores financiáveis de depósitos e ativos não onerados, as fontes de liquidez da GOL totalizam mais de R$5 bilhões.

O desempenho da GOL durante essa pandemia é uma afirmação do trabalho realizado sobre liquidez e balanço patrimonial nos últimos anos. A Companhia continua trabalhando em várias iniciativas com Colaboradores, lessores, bancos, fornecedores e o governo brasileiro.

Construindo a Confiança com o Reinício das Viagens

Durante o 1T20 e o 2T20, a Companhia obteve a melhor avaliação no portal Consumidor.gov.br, liderando nos quesitos Índice de Solução, Índice de Satisfação e Prazo Médio de Resposta. Em resposta à pandemia, a GOL reforçou todos os procedimentos para garantir a Saúde e a Segurança de seus Clientes e Colaboradores, com atenção redobrada à limpeza das aeronaves, incluindo o uso de desinfetante de grau hospitalar para as galerias de serviço e todas as áreas de uso intenso no interior da aeronave e na cabine dos pilotos. As aeronaves da GOL dispõem do filtro de ar HEPA, que elimina 99,9% de partículas como bactérias, vírus e outras impurezas a bordo, permitindo a circulação de ar puro.

Antes da pandemia de COVID-19, aproximadamente 70% dos processos para viajar com a GOL já aconteciam sem interação humana, pois a Companhia fez investimentos significativos em tecnologia nos últimos anos. O aplicativo de voo da GOL permite que os Clientes comprem passagens, realizem o check-in, despachem a bagagem e embarquem, inclusive por meio do reconhecimento facial. Em julho/20, a GOL lançou um novo serviço via WhatsApp, no qual muitos de seus Clientes efetuam check-ins sem a necessidade de interação humana, além de consultas de status de voo, informações relacionadas à pandemia e gerenciamento da reserva, proporcionado uma experiência simples e inteligente. Desde o início dessa pandemia, 95% desses processos na Companhia acontecem sem contato humano.

A GOL também equipou seus Colaboradores com luvas e máscaras, além de deixar à disposição, nas aeronaves, álcool em gel para a tripulação e os Clientes. Desde 10 de maio, o uso de máscaras a bordo é obrigatório, com plena aceitação pelos Clientes. Como resultado do cuidado com sua base de Colaboradores e atenção à Segurança da saúde, em média os Colaboradores ativos da GOL testaram positivamente para COVID-19 apenas uma vez em cada 1.129 voos, uma taxa surpreendentemente baixa, da qual a Companhia se orgulha.

Kakinoff conclui: "Por meio dos nossos valores de Serviço e Segurança, os nossos Clientes estão cada dia mais confiantes em voar. Estamos atuando em cada frente, desde a compra do bilhete e atendimento ao Cliente, até o embarque, serviços em voo e desembarque, para que nossos passageiros estejam confortáveis com toda a experiência de voo."

Principais Métricas – Agosto 2020 (preliminares e não auditadas)

Liquidez

Agosto/2020

∆ Julho/2020

Liquidez total

Depósitos

Ativos não onerados

R$2,1 bilhões

R$2,4 bilhões

R$1,2 bilhão

 -17%

-1%

-7%

Consumo Líquido de Caixa¹

Agosto/2020

∆ Julho/2020

Consumo bruto de caixa

Entradas de caixa

Consumo líquido de caixa

R$(20) MM/dia

 R$14 MM/dia 

R$(6) MM/dia

-73%

+19%

-91%

Frota

Agosto/2020

∆ Julho/2020

Total (média)

Aeronaves paradas (média)

Aeronaves em operação (média)

Voos por dia (média)

Destinos

130

70

60

190 (26% de 2019)

57 (21% de 2019)

-

-3

+3

+7%

+12% 

Resultados Operacionais

Agosto/2020

∆ Julho/2020

Assentos (000)

ASK (milhões)

Taxa de ocupação

Venda bruta consolidada (R$MM)

Receita bruta consolidada (R$MM)

1.020

1.247

79%

523

293

+11%

+18%

+1,3p.p.

+27%

+15%

1- Desconsidera os pagamentos relacionados ao serviço de dívida.

Relações com Investidores

ri@voegol.com.br 

www.voegol.com.br/ri 

+55(11) 2128-4700

Sobre a GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A.

A GOL é uma companhia brasileira e transporta mais de 36 milhões de passageiros anualmente. Com a maior malha de transporte aéreo no país, a GOL oferece aos seus Clientes mais de 750 voos diários para mais de 100 destinos no Brasil, América do Sul, Caribe e Estados Unidos. A GOLLOG é líder no negócio de logística e transporte de cargas, e atende mais de 3.400 municípios brasileiros e chega a mais que 200 destinos internacionais em 95 países. Por sua vez, a controlada SMILES permite que mais de 16 milhões de participantes cadastrados acumulem milhas e resgatem passagens aéreas para mais de 700 localidades em todo o mundo na malha de parceiros da GOL. Com sede em São Paulo, a GOL conta com uma equipe de mais de 16 mil profissionais altamente qualificados, e opera uma frota padronizada de 130 aeronaves Boeing 737, sendo a companhia aérea líder no mercado doméstico e com um histórico de segurança de 19 anos. A GOL investiu bilhões de reais em instalações, produtos e serviços e tecnologia para melhorar a experiência do cliente no ar e em terra. As ações da GOL são negociadas na B3 (GOLL4) e na NYSE (GOL). Para mais informações, visite www.voegol.com.br/ri.

Aviso Legal

As informações contidas neste comunicado não foram submetidas a qualquer auditoria independente ou revisão e contêm declarações prospectivas, estimativas e projeções relacionadas a eventos futuros, e que são, por natureza, sujeitas a riscos significativos e incertezas. Exceto pelas declarações de fatos históricos, todas as declarações contidas neste comunicado, inclusive, sem qualquer tipo de limitação, as declarações referentes à situação financeira futura da GOL e os resultados operacionais, estratégia, planos, objetivos e metas, eventos futuros nos mercados em que a GOL opera ou busca operar e quaisquer declarações precedidas de, seguidas de ou que incluam as palavras "acredita", "espera", "pretende", "tem a intenção de", "fará", "deve", "projeta", "estima", "antecipa", "almeja", "prevê" ou palavras e expressões similares, são declarações prospectivas. Os eventos futuros referidos nessas declarações prospectivas envolvem riscos conhecidos e desconhecidos, incertezas, contingências e outros fatores, muitos dos quais estão além do controle da GOL, que podem fazer com que os resultados, performances ou eventos sejam substancialmente diferentes daqueles expressos ou implícitos nessas declarações. Essas declarações prospectivas são baseadas em inúmeras premissas relacionadas às estratégias de negócio atuais e futuras da GOL e ao ambiente no qual a GOL atuará no futuro e não são garantia de performance futura. Tais declarações prospectivas se aplicam tão somente à data na qual elas foram dadas. Nem a GOL ou qualquer de suas afiliadas, diretores, conselheiros, empregados e representantes assume qualquer dever ou obrigação de atualizar ou revisar qualquer declaração prospectiva, seja em função de novas informações, eventos futuros ou qualquer outro motivo, exceto conforme exigido por lei. Nem a GOL ou qualquer de suas afiliadas, diretores, conselheiros, empregados e representantes emitem qualquer declaração, garantia ou previsão de que os resultados antecipados pelas declarações prospectivas serão alcançados, e que tais declarações prospectivas representam, em cada caso, apenas uma dentre muitos possíveis cenários e não deveriam ser vistos como o cenário padrão ou o cenário mais provável de se concretizar. Ainda que a GOL acredite que as estimativas e projeções nessas declarações prospectivas sejam razoáveis, elas poderão se mostrar incorretas e os resultados finais podem se mostrar diferentes das estimativas e projeções. Sendo assim, você não deverá se basear nessas declarações prospectivas.

Medidas Não Contábeis

Consistentemente com práticas de mercado, a GOL divulga medidas não contábeis (não-GAAP) que não são reconhecidas sob IFRS ou outros padrões contábeis, inclusive "Dívida Líquida", "Dívida Líquida Ajustada", "Liquidez Total" e "EBITDA". A administração da Companhia acredita que a divulgação destas medidas não contábeis fornece informações úteis para seus investidores, analistas de mercado e o público em geral para comparar seu desempenho operacional com o de outras companhias no mesmo e em outros setores. Entretanto, estas medidas não contábeis não tem significados e metodologias padronizados e podem não ser diretamente comparáveis com métricas de nome igual ou similar publicadas por outras companhias. Potenciais investidores não devem basear sua decisão de investimento em informações não contábeis como um substituto para as medidas contábeis como rentabilidade ou liquidez.

 

FONTE GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A.

A GOL mantém sólida posição de liquidez, sem vencimentos significativos de dívida até 2024; A Companhia acompanhou o crescimento na demanda de passageiros aumentando capacidade para um pico de 260 voos/dia; Operações confiáveis, de baixo custo, flexíveis e eficientes posicionam a GOL para aumentar sua liderança de mercado no Brasil.

SÃO PAULO, 10 de setembro de 2020 /PRNewswire/ -- A GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A. (B3: GOLL4 e NYSE: GOL) (GOL ou "Companhia"), a maior companhia aérea doméstica do Brasil, divulga sua Atualização ao Investidor para agosto de 2020. Todas as informações são apresentadas em reais (R$). As informações abaixo, são preliminares e não auditadas.

Desde a última atualização em 31/07/20, a GOL aumentou a sua oferta para uma média de 190 voos/dia visando servir o aumento de 20% na demanda por transporte aéreo em agosto. No mês, as vendas brutas consolidadas da Companhia excederam R$500 milhões e a taxa de ocupação média superou 79%.

"O modelo operacional flexível e eficiente da GOL nos permite rapidamente adicionar rotas onde são requeridas pela demanda, adequando nossa malha de forma quase simultânea às variações de mercado", afirma Paulo Kakinoff, Diretor Presidente. "Também temos disciplina de balanço e liquidez suficientes para cumprir nossas obrigações de dívida, financiar nossas operações, acelerar o nosso crescimento com rentabilidade e ratificar nossas vantagens competitivas."

A administração continuará a manter, diligentemente, o equilíbrio no fluxo de caixa da Companhia, casando recursos limitados com os patamares de demanda. A administração acredita que a capacidade de execução da GOL é excepcional no mercado de aviação da América do Sul devido aos seguintes fatores: sua estrutura de alta eficiência com preponderância em custos variáveis; seu foco em operações domésticas no Brasil; o apoio contínuo de seus stakeholders e parceiros; e seu uso de um único tipo de aeronave que propicia significativa flexibilidade operacional e de gerenciamento da frota.

Kakinoff acrescenta: "Nos últimos seis meses, a indústria global de empresas aéreas enfrentou desafios sem paralelo. No entanto, o modelo diferenciado de negócios da GOL, os investimentos em tecnologia, o forte balanço patrimonial e a confiança de nossos Clientes nos deram uma vantagem excepcional para enfrentar tais desafios. Momentos como esse propiciam à GOL a oportunidade de se provar. Acreditamos, firmemente, que a Companhia fortalecerá sua posição no mercado de aviação sul-americano".

Aumentando a Capacidade da GOL para Atender a Demanda

A Companhia encerrou agosto/20 com uma frota total de 130 B737s, das quais 60 aeronaves operavam na malha. As operações foram 26% do realizado no mesmo mês do ano passado e aumentaram 7% sobre julho/20, em decorrência da reabertura planejada de quatro bases e do aumento de voos entre São Paulo e Rio de Janeiro. Durante o mês, a GOL elevou sua oferta para um pico de 260 voos diários, aumentando as frequências nos hubs de Guarulhos, Galeão e Brasília.

Com o incremento para aproximadamente 300 voos por dia, as operações de setembro/20 devem alcançar cerca de 40% do realizado no mesmo mês do ano passado. Ainda neste mês de setembro/20, a GOL terá 74 aeronaves operacionais na malha e planeja a reabertura de mais três bases.

Até o final de agosto/20, a Companhia reduziu sua frota em nove aeronaves B737 arrendadas, e planeja devolver outros sete aviões até o fim desse ano. A GOL pode reduzir sua frota em até outras 30 aeronaves em 2021-2022 se necessário, com a flexibilidade de devolver um número superior se a demanda estiver desaquecida. Além disso, a Companhia cortou 47 aviões dos recebimentos do Boeing 737 MAX previstos para 2020-2022, com planos de financiar totalmente o CAPEX e a revisão de motores remanescentes em 2020.

A GOL não possui aeronaves financiadas no mercado de capitais, EETCs ou arrendamentos financeiros. Sua frota é composta 100% por arrendamentos operacionais e a Companhia tem recebido apoio de seus parceiros na forma de diferimentos, descontos e pagamentos variáveis por hora de voo (Power by the Hour) em determinadas aeronaves. Os acordos garantem pagamentos mensais de arrendamento em linha com a recuperação da demanda em 2020 e 2021 e não impactarão a estrutura de custos pós-pandemia da Companhia com caros acordos de apenas diferimentos. A GOL também assegura a manutenção de sua frota de classe mundial, os importantes relacionamentos com lessores e a liderança de mercado, como uma Companhia aérea confiável, eficiente e de baixo custo.

Mantendo uma Projeção Conservadora das Reservas de Caixa

O início da crise da COVID-19 atingiu a GOL no momento que a empresa dispunha do mais forte balanço entre seus pares da América do Sul, assim como os menores custos e o modelo de negócios mais flexível. E desde então, a Companhia se concentra, incansavelmente, na redução de custos, na flexibilização operacional e na manutenção da sua liquidez para financiamento das operações.

A GOL foi a primeira e única empresa aérea na América do Sul a anunciar acordos para preservar o emprego dos seus 16.000 Colaboradores, além de oferecer um Programa de incentivo para Desligamento Voluntário (PDV) e aposentadoria que resultou na redução de nosso quadro em aproximadamente 1.000 pessoas. Essas medidas permitem à Companhia adequar os custos com pessoal ao crescimento das operações, proporcionando flexibilidade significativa de custos variáveis para aumentar sua malha de maneira mais eficiente, tanto neste como no próximo ano. Para o 3T20, a GOL espera manter o custo com pessoal em aproximadamente 50% do patamar pré-pandemia.

A adequação da capacidade à demanda tem sido sempre um diferencial competitivo da gestão de frota da Companhia. Com melhor visibilidade quanto à recuperação, o cenário atual de planejamento de capacidade da GOL assume +300% no 3T20 sobre 2T20 e +120% no 4T20 sobre 3T20, esperando terminar 2020 em 80% da sua capacidade doméstica, mantendo significativa flexibilidade para responder às tendências preponderantes da demanda.

Com tais premissas conservadoras, a Companhia estima possuir a liquidez suficiente para financiar suas atividades, e pagar despesas e dívidas. Com base nos atuais níveis de liquidez, assim como nos seus contratos de trabalho flexíveis e no seu modelo de gestão da frota, que permite que a empresa continue operando com as mais baixas e confiáveis estruturas de custo variável entre seus pares, e sua malha consolidada e concentrada no Brasil, a GOL acredita ter uma grande vantagem em relação aos seus concorrentes diretos na recuperação do mercado.

Essa vantagem competitiva fica ainda mais evidenciada pela atuação dos seus stakeholders que têm apoiado a Companhia durante a crise global. Isso contribuiu para que a administração da Companhia honrasse totalmente seus compromissos com o mercado global de capitais, incluindo a amortização previamente anunciada de seus Unsecured Bonds de 2022 e, mais recentemente, o pagamento integral dos US$300 milhões de seu Term Loan B. A GOL espera que suas iniciativas continuem a defini-la, e ela conta com o apoio e a confiança contínuos de seus stakeholders e parceiros que investem na recuperação do mercado brasileiro.

Entregando Consumo de Caixa como Planejado

O mês de agosto/20 foi marcado pelo crescimento de 28% sobre julho/20 nos indicadores de busca por passagens aéreas GOL. Como reflexo desse maior interesse, a Companhia registrou um aumento de 34% nas vendas de bilhetes, em todos os seus canais de venda, comparativamente a julho/20. Com os voos adicionais durante o mês, a receita de passageiros transportados aumentou 19% sobre julho/20, com melhor eficiência de yield frente a seus competidores, decorrente da gestão racional da capacidade da GOL.

Desconsiderando os pagamentos relacionados ao serviço de dívida, o consumo líquido de caixa foi de R$6 milhões/dia, incluindo aproximadamente R$14 milhões/dia de entradas operacionais (vendas e recebíveis).

Para o restante de 2020 (setembro-dezembro), considerando as receitas estimadas, sem reembolsos de TAE, os resultados dos acordos com Colaboradores, lessores e fornecedores, e com o pagamento integral de despesas financeiras, a GOL prevê um consumo líquido de caixa da ordem de R$3 milhões/dia.

Preservando a Liquidez no Balanço da Companhia

Em 31 de agosto, a GOL cumpriu suas obrigações quanto ao Term Loan B, sua principal dívida de curto prazo, no valor de US$300 milhões mais juros acruados, e encerrou o mês com aproximadamente R$2,1 bilhões em liquidez total. O prazo médio de vencimento da dívida de longo prazo da Companhia, após a amortização do Term Loan B, excluindo arrendamento de aeronaves e notas perpétuas, é de quase quatro anos.

"Não temos vencimentos significativos de dívida até 2024", afirmou Richard Lark, CFO. "Isso é um reflexo do compromisso da GOL em fortalecer seu balanço patrimonial nos últimos quatro anos."

Em agosto/20, a Companhia efetuou transações com sua carteira de hedge de combustível, liberando cerca de R$300 milhões de depósitos de margem. Contemplando os valores financiáveis de depósitos e ativos não onerados, as fontes de liquidez da GOL totalizam mais de R$5 bilhões.

O desempenho da GOL durante essa pandemia é uma afirmação do trabalho realizado sobre liquidez e balanço patrimonial nos últimos anos. A Companhia continua trabalhando em várias iniciativas com Colaboradores, lessores, bancos, fornecedores e o governo brasileiro.

Construindo a Confiança com o Reinício das Viagens

Durante o 1T20 e o 2T20, a Companhia obteve a melhor avaliação no portal Consumidor.gov.br, liderando nos quesitos Índice de Solução, Índice de Satisfação e Prazo Médio de Resposta. Em resposta à pandemia, a GOL reforçou todos os procedimentos para garantir a Saúde e a Segurança de seus Clientes e Colaboradores, com atenção redobrada à limpeza das aeronaves, incluindo o uso de desinfetante de grau hospitalar para as galerias de serviço e todas as áreas de uso intenso no interior da aeronave e na cabine dos pilotos. As aeronaves da GOL dispõem do filtro de ar HEPA, que elimina 99,9% de partículas como bactérias, vírus e outras impurezas a bordo, permitindo a circulação de ar puro.

Antes da pandemia de COVID-19, aproximadamente 70% dos processos para viajar com a GOL já aconteciam sem interação humana, pois a Companhia fez investimentos significativos em tecnologia nos últimos anos. O aplicativo de voo da GOL permite que os Clientes comprem passagens, realizem o check-in, despachem a bagagem e embarquem, inclusive por meio do reconhecimento facial. Em julho/20, a GOL lançou um novo serviço via WhatsApp, no qual muitos de seus Clientes efetuam check-ins sem a necessidade de interação humana, além de consultas de status de voo, informações relacionadas à pandemia e gerenciamento da reserva, proporcionado uma experiência simples e inteligente. Desde o início dessa pandemia, 95% desses processos na Companhia acontecem sem contato humano.

A GOL também equipou seus Colaboradores com luvas e máscaras, além de deixar à disposição, nas aeronaves, álcool em gel para a tripulação e os Clientes. Desde 10 de maio, o uso de máscaras a bordo é obrigatório, com plena aceitação pelos Clientes. Como resultado do cuidado com sua base de Colaboradores e atenção à Segurança da saúde, em média os Colaboradores ativos da GOL testaram positivamente para COVID-19 apenas uma vez em cada 1.129 voos, uma taxa surpreendentemente baixa, da qual a Companhia se orgulha.

Kakinoff conclui: "Por meio dos nossos valores de Serviço e Segurança, os nossos Clientes estão cada dia mais confiantes em voar. Estamos atuando em cada frente, desde a compra do bilhete e atendimento ao Cliente, até o embarque, serviços em voo e desembarque, para que nossos passageiros estejam confortáveis com toda a experiência de voo."

Principais Métricas – Agosto 2020 (preliminares e não auditadas)

Liquidez

Agosto/2020

∆ Julho/2020

Liquidez total

Depósitos

Ativos não onerados

R$2,1 bilhões

R$2,4 bilhões

R$1,2 bilhão

 -17%

-1%

-7%

Consumo Líquido de Caixa¹

Agosto/2020

∆ Julho/2020

Consumo bruto de caixa

Entradas de caixa

Consumo líquido de caixa

R$(20) MM/dia

 R$14 MM/dia 

R$(6) MM/dia

-73%

+19%

-91%

Frota

Agosto/2020

∆ Julho/2020

Total (média)

Aeronaves paradas (média)

Aeronaves em operação (média)

Voos por dia (média)

Destinos

130

70

60

190 (26% de 2019)

57 (21% de 2019)

-

-3

+3

+7%

+12% 

Resultados Operacionais

Agosto/2020

∆ Julho/2020

Assentos (000)

ASK (milhões)

Taxa de ocupação

Venda bruta consolidada (R$MM)

Receita bruta consolidada (R$MM)

1.020

1.247

79%

523

293

+11%

+18%

+1,3p.p.

+27%

+15%

1- Desconsidera os pagamentos relacionados ao serviço de dívida.

Relações com Investidores

ri@voegol.com.br 

www.voegol.com.br/ri 

+55(11) 2128-4700

Sobre a GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A.

A GOL é uma companhia brasileira e transporta mais de 36 milhões de passageiros anualmente. Com a maior malha de transporte aéreo no país, a GOL oferece aos seus Clientes mais de 750 voos diários para mais de 100 destinos no Brasil, América do Sul, Caribe e Estados Unidos. A GOLLOG é líder no negócio de logística e transporte de cargas, e atende mais de 3.400 municípios brasileiros e chega a mais que 200 destinos internacionais em 95 países. Por sua vez, a controlada SMILES permite que mais de 16 milhões de participantes cadastrados acumulem milhas e resgatem passagens aéreas para mais de 700 localidades em todo o mundo na malha de parceiros da GOL. Com sede em São Paulo, a GOL conta com uma equipe de mais de 16 mil profissionais altamente qualificados, e opera uma frota padronizada de 130 aeronaves Boeing 737, sendo a companhia aérea líder no mercado doméstico e com um histórico de segurança de 19 anos. A GOL investiu bilhões de reais em instalações, produtos e serviços e tecnologia para melhorar a experiência do cliente no ar e em terra. As ações da GOL são negociadas na B3 (GOLL4) e na NYSE (GOL). Para mais informações, visite www.voegol.com.br/ri.

Aviso Legal

As informações contidas neste comunicado não foram submetidas a qualquer auditoria independente ou revisão e contêm declarações prospectivas, estimativas e projeções relacionadas a eventos futuros, e que são, por natureza, sujeitas a riscos significativos e incertezas. Exceto pelas declarações de fatos históricos, todas as declarações contidas neste comunicado, inclusive, sem qualquer tipo de limitação, as declarações referentes à situação financeira futura da GOL e os resultados operacionais, estratégia, planos, objetivos e metas, eventos futuros nos mercados em que a GOL opera ou busca operar e quaisquer declarações precedidas de, seguidas de ou que incluam as palavras "acredita", "espera", "pretende", "tem a intenção de", "fará", "deve", "projeta", "estima", "antecipa", "almeja", "prevê" ou palavras e expressões similares, são declarações prospectivas. Os eventos futuros referidos nessas declarações prospectivas envolvem riscos conhecidos e desconhecidos, incertezas, contingências e outros fatores, muitos dos quais estão além do controle da GOL, que podem fazer com que os resultados, performances ou eventos sejam substancialmente diferentes daqueles expressos ou implícitos nessas declarações. Essas declarações prospectivas são baseadas em inúmeras premissas relacionadas às estratégias de negócio atuais e futuras da GOL e ao ambiente no qual a GOL atuará no futuro e não são garantia de performance futura. Tais declarações prospectivas se aplicam tão somente à data na qual elas foram dadas. Nem a GOL ou qualquer de suas afiliadas, diretores, conselheiros, empregados e representantes assume qualquer dever ou obrigação de atualizar ou revisar qualquer declaração prospectiva, seja em função de novas informações, eventos futuros ou qualquer outro motivo, exceto conforme exigido por lei. Nem a GOL ou qualquer de suas afiliadas, diretores, conselheiros, empregados e representantes emitem qualquer declaração, garantia ou previsão de que os resultados antecipados pelas declarações prospectivas serão alcançados, e que tais declarações prospectivas representam, em cada caso, apenas uma dentre muitos possíveis cenários e não deveriam ser vistos como o cenário padrão ou o cenário mais provável de se concretizar. Ainda que a GOL acredite que as estimativas e projeções nessas declarações prospectivas sejam razoáveis, elas poderão se mostrar incorretas e os resultados finais podem se mostrar diferentes das estimativas e projeções. Sendo assim, você não deverá se basear nessas declarações prospectivas.

Medidas Não Contábeis

Consistentemente com práticas de mercado, a GOL divulga medidas não contábeis (não-GAAP) que não são reconhecidas sob IFRS ou outros padrões contábeis, inclusive "Dívida Líquida", "Dívida Líquida Ajustada", "Liquidez Total" e "EBITDA". A administração da Companhia acredita que a divulgação destas medidas não contábeis fornece informações úteis para seus investidores, analistas de mercado e o público em geral para comparar seu desempenho operacional com o de outras companhias no mesmo e em outros setores. Entretanto, estas medidas não contábeis não tem significados e metodologias padronizados e podem não ser diretamente comparáveis com métricas de nome igual ou similar publicadas por outras companhias. Potenciais investidores não devem basear sua decisão de investimento em informações não contábeis como um substituto para as medidas contábeis como rentabilidade ou liquidez.

 

FONTE GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A.

Você acabou de ler:

GOL Atualização Mensal ao Investidor: Capacidade, Consumo de Caixa e Liquidez

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/gol-atualizacao-mensal-ao-investidor-capacidade-consumo-de-caixa-e-liquidez/