Grupo Maire Tecnimont inicia trabalho preliminar em planta de fertilizantes com energia renovável no Quênia

MILÃO, 19 de maio de 2021 /PRNewswire/ -- O Grupo Maire Tecnimont S.p.A. anuncia que suas subsidiárias MET Development, Stamicarbon e NextChem começaram os trabalhos relacionados à implantação de uma planta de fertilizantes com energia renovável no Quênia. A MET Development assinou um acordo com a Oserian Development Company para o desenvolvimento da planta no parque industrial Oserian Two Lakes, localizado 100 km ao norte de Nairobi, na margem sul do Lago Naivasha.

A planta estará próxima à maior bacia de energia geotérmica do país e será parcialmente alimentada por fontes de energia solar produzidas no local, dispensando a necessidade de combustíveis fósseis, e eliminando a geração de carbono na produção. A instalação reduzirá as emissões de carbono em aproximadamente 100 mil toneladas de CO2 por ano, em comparação com uma planta de fertilizantes alimentada a gás. O projeto também reduzirá a dependência de fertilizantes de nitrogênio importados e substituirá cerca de 25% da demanda total, em cerca de 800 kt/a.

A Stamicarbon, subsidiária do Grupo Maire Tecnimont, empresa de inovação e licenciamento líder no mercado mundial de fertilizantes, fornecerá sua tecnologia Stami Green Ammonia para produzir amônia e sua tecnologia de ácido nítrico, como um pacote integrado de tecnologia para a produção de fertilizantes de nitrato. A configuração da tecnologia, que é caracterizada por uma abordagem modularizada, ideal para instalações de menor porte, será a primeira do gênero, embora seja baseada em tecnologia já comprovada.

Os trabalhos preliminares de engenharia do projeto foram iniciados e a NextChem pretende iniciar o FEED (Front-End Engineering Design) no final de 2021. O objetivo é iniciar a operação comercial da planta, que será dedicada ao agronegócio queniano, em 2025.

O projeto, que irá utilizar aproximadamente 70 MW de energia renovável, será o ponto de partida para a produção de fertilizantes no Quênia, e deverá gerar mais de 100 empregos diretos na região, ao mesmo tempo em que apoiará a economia em geral e os agricultores locais.

Pierroberto FolgieroCEO do Grupo Maire Tecnimont, comentou: "Temos o prazer de anunciar o início deste fascinante projeto com um parceiro pioneiro como a Oserian Development Company. Com esta iniciativa estratégica, nosso objetivo é promover o potencial de descarbonização do setor de fertilizantes usando a energia renovável como matéria-prima. Com esta iniciativa inicial muito promissora, confirmamos nossa habilidade no desenvolvimento de projetos com energia renovável, atuando como desenvolvedor e integrador tecnológico de ponta a ponta, capazes de conectar os fatores-chave que são necessários para industrializar a economia sustentável em todo o mundo."

Logotipo - https://mma.prnewswire.com/media/1322292/Maire_Tecnimont_Logo.jpg  

FONTE Maire Tecnimont S.p.A.

MILÃO, 19 de maio de 2021 /PRNewswire/ -- O Grupo Maire Tecnimont S.p.A. anuncia que suas subsidiárias MET Development, Stamicarbon e NextChem começaram os trabalhos relacionados à implantação de uma planta de fertilizantes com energia renovável no Quênia. A MET Development assinou um acordo com a Oserian Development Company para o desenvolvimento da planta no parque industrial Oserian Two Lakes, localizado 100 km ao norte de Nairobi, na margem sul do Lago Naivasha.

A planta estará próxima à maior bacia de energia geotérmica do país e será parcialmente alimentada por fontes de energia solar produzidas no local, dispensando a necessidade de combustíveis fósseis, e eliminando a geração de carbono na produção. A instalação reduzirá as emissões de carbono em aproximadamente 100 mil toneladas de CO2 por ano, em comparação com uma planta de fertilizantes alimentada a gás. O projeto também reduzirá a dependência de fertilizantes de nitrogênio importados e substituirá cerca de 25% da demanda total, em cerca de 800 kt/a.

A Stamicarbon, subsidiária do Grupo Maire Tecnimont, empresa de inovação e licenciamento líder no mercado mundial de fertilizantes, fornecerá sua tecnologia Stami Green Ammonia para produzir amônia e sua tecnologia de ácido nítrico, como um pacote integrado de tecnologia para a produção de fertilizantes de nitrato. A configuração da tecnologia, que é caracterizada por uma abordagem modularizada, ideal para instalações de menor porte, será a primeira do gênero, embora seja baseada em tecnologia já comprovada.

Os trabalhos preliminares de engenharia do projeto foram iniciados e a NextChem pretende iniciar o FEED (Front-End Engineering Design) no final de 2021. O objetivo é iniciar a operação comercial da planta, que será dedicada ao agronegócio queniano, em 2025.

O projeto, que irá utilizar aproximadamente 70 MW de energia renovável, será o ponto de partida para a produção de fertilizantes no Quênia, e deverá gerar mais de 100 empregos diretos na região, ao mesmo tempo em que apoiará a economia em geral e os agricultores locais.

Pierroberto FolgieroCEO do Grupo Maire Tecnimont, comentou: "Temos o prazer de anunciar o início deste fascinante projeto com um parceiro pioneiro como a Oserian Development Company. Com esta iniciativa estratégica, nosso objetivo é promover o potencial de descarbonização do setor de fertilizantes usando a energia renovável como matéria-prima. Com esta iniciativa inicial muito promissora, confirmamos nossa habilidade no desenvolvimento de projetos com energia renovável, atuando como desenvolvedor e integrador tecnológico de ponta a ponta, capazes de conectar os fatores-chave que são necessários para industrializar a economia sustentável em todo o mundo."

Logotipo - https://mma.prnewswire.com/media/1322292/Maire_Tecnimont_Logo.jpg  

FONTE Maire Tecnimont S.p.A.

Você acabou de ler:

Grupo Maire Tecnimont inicia trabalho preliminar em planta de fertilizantes com energia renovável no Quênia

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/grupo-maire-tecnimont-inicia-trabalho-preliminar-em-planta-de-fertilizantes-com-energia-renovavel-no-quenia/