Guo Ping da Huawei: remodelar o paradigma tecnológico em três áreas para garantir competitividade de médio a longo prazo

BARCELONA, Espanha, 1º de março de 2022 /PRNewswire/ -- Durante o MWC Barcelona 2022, o presidente interino da Huawei, Guo Ping, discursou sobre o plano da empresa de continuar sua estratégia de globalização e aumentar seu investimento estratégico em tecnologias fundamentais. Por meio desse investimento, a Huawei espera remodelar as teorias, arquitetura e software fundamentais que sustentam seu setor, aumentar sua competitividade de médio a longo prazo e garantir a sustentabilidade de longo prazo do setor de TIC.

No discurso de abertura que ele fez on-line, intitulado "Basta olhar para cima, vamos iluminar o futuro", Guo se concentrou em duas principais fontes de desafio e oportunidade no mundo: digitalização e neutralidade de carbono.

Teorias e arquiteturas existentes são incapazes de suportar um crescimento explosivo na demanda digital. 

As previsões mostram que mais de 50% do PIB global será digitalizado em 2022. À medida que a economia digital global se desenvolve rapidamente, a demanda por produtos e serviços digitais superou as expectativas. Guo explicou que, como o teorema de Shannon e a arquitetura von Neumann continuam a atingir gargalos graves, o setor precisa explorar novas teorias e arquiteturas para remodelar o paradigma tecnológico para alcançar a sustentabilidade digital.

A redução de carbono afeta a vitalidade de longo prazo da economia digital. 

Sobre a neutralidade de carbono, Guo disse: "A densidade de conectividade e a capacidade de computação determinam a força da economia digital, mas também devem manter a vitalidade de longo prazo. Portanto, precisamos considerar uma nova dimensão, a redução de carbono."

Atualmente, a Huawei adota uma estratégia "mais Bits, menos Watts" nesta área. Além de melhorar seus recursos digitais fundamentais, a Huawei se comprometeu a tornar seus produtos 2,7 vezes mais eficientes em termos de eficiência energética, ao fazer avanços em áreas como teorias, materiais e algoritmos. Por meio de avanços como esses, o setor de TIC é capaz de ajudar outros setores a reduzir suas próprias pegadas de carbono. Na verdade, essa redução será 10 vezes maior do que a pegada de carbono do próprio setor de TIC.

  • A Huawei está aumentando o investimento estratégico em tecnologias fundamentais para remodelar o paradigma tecnológico. 

Guo também disse que a Huawei está aumentando significativamente o investimento estratégico em tecnologias fundamentais e trabalhando com seus parceiros para remodelar o paradigma tecnológico em três áreas: teorias fundamentais, arquitetura e software. Esse investimento se refletirá gradualmente na competitividade dos produtos da empresa, que eles esperam apoiar o desenvolvimento sustentável e de longo prazo da empresa e do setor de TIC como um todo.

Esse investimento também está particularmente focado em ajudar a empresa a se aproximar e, talvez, superar o limite de Shannon. Ao explorar novas teorias e tecnologias, como MIMO de última geração e IA sem fio, a Huawei é capaz de impulsionar suas tecnologias cada vez mais perto do limite de Shannon. Ao mesmo tempo, a pesquisa da Huawei sobre novas teorias, como as comunicações semânticas, oferecerá ao setor orientação sobre novas teorias fundamentais.

A Huawei também está desenvolvendo novas arquiteturas interessantes. Atualmente, a Huawei está integrando tecnologias fotônicas e eletrônicas e projetando arquiteturas ponto a ponto para resolver desafios tecnológicos ou gargalos técnicos.

Em termos de software, a Huawei está construindo software full-stack centrado em IA e um novo ecossistema de software para atender à demanda drasticamente crescente pela capacidade de computação causada pelo crescimento explosivo da IA.

  • "As sinergias de software-hardware" será o caminho a seguir. 

Guo finalmente explicou que a excelente experiência do usuário vem de sinergias de software-hardware. Ele usou dois exemplos para mostrar como a Huawei aplica esse conceito ao desenvolvimento de produtos de TIC e inovação tecnológica para a evolução da rede. Em primeiro lugar, os algoritmos otimizados para Turbos AHR estão ajudando a MetaAAUs a consumir menos energia e melhorar o desempenho. Em segundo lugar, os avanços do algoritmo em óptica holográfica permitiram que a OXCs atingisse conexões de um hop.

  • A Huawei é a empresa com o conjunto mais completo de recursos de TIC no setor digital. 

Nos últimos 10 anos, a evolução da rede tem sido um processo de introdução das mais recentes práticas de TI à CT, que vão desde IP, à nuvem e, hoje, à IA. Como a empresa com o conjunto mais completo de recursos de TIC no setor digital, Guo disse que a Huawei está confiante de que será capaz de obter uma vantagem na evolução em direção às futuras redes nativas de IA.

Ao concluir seu discurso, Guo disse: "A Huawei continuará sua estratégia de globalização, em padrões, talento, cadeia de suprimentos e muito mais. A Huawei está empenhada em ajudar os clientes que o escolherem a alcançar o maior sucesso nos negócios."

O MWC22 Barcelona será realizado de 28 de fevereiro a 3 de março em Barcelona, na Espanha. A Huawei apresentará seus produtos e soluções no estande 1H50 na Fira Gran Via Salão 1. Juntamente com operadoras globais, profissionais do setor e líderes de opinião, aprofundaremos tópicos como tendências do setor, GUIDE para o Futuro e desenvolvimento verde para visualizar o futuro das redes digitais. Para mais informações, visite: https://carrier.huawei.com/en/events/mwc2022

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1756989/BEN_Just_look_up_en.jpg

FONTE Huawei

BARCELONA, Espanha, 1º de março de 2022 /PRNewswire/ -- Durante o MWC Barcelona 2022, o presidente interino da Huawei, Guo Ping, discursou sobre o plano da empresa de continuar sua estratégia de globalização e aumentar seu investimento estratégico em tecnologias fundamentais. Por meio desse investimento, a Huawei espera remodelar as teorias, arquitetura e software fundamentais que sustentam seu setor, aumentar sua competitividade de médio a longo prazo e garantir a sustentabilidade de longo prazo do setor de TIC.

No discurso de abertura que ele fez on-line, intitulado "Basta olhar para cima, vamos iluminar o futuro", Guo se concentrou em duas principais fontes de desafio e oportunidade no mundo: digitalização e neutralidade de carbono.

Teorias e arquiteturas existentes são incapazes de suportar um crescimento explosivo na demanda digital. 

As previsões mostram que mais de 50% do PIB global será digitalizado em 2022. À medida que a economia digital global se desenvolve rapidamente, a demanda por produtos e serviços digitais superou as expectativas. Guo explicou que, como o teorema de Shannon e a arquitetura von Neumann continuam a atingir gargalos graves, o setor precisa explorar novas teorias e arquiteturas para remodelar o paradigma tecnológico para alcançar a sustentabilidade digital.

A redução de carbono afeta a vitalidade de longo prazo da economia digital. 

Sobre a neutralidade de carbono, Guo disse: "A densidade de conectividade e a capacidade de computação determinam a força da economia digital, mas também devem manter a vitalidade de longo prazo. Portanto, precisamos considerar uma nova dimensão, a redução de carbono."

Atualmente, a Huawei adota uma estratégia "mais Bits, menos Watts" nesta área. Além de melhorar seus recursos digitais fundamentais, a Huawei se comprometeu a tornar seus produtos 2,7 vezes mais eficientes em termos de eficiência energética, ao fazer avanços em áreas como teorias, materiais e algoritmos. Por meio de avanços como esses, o setor de TIC é capaz de ajudar outros setores a reduzir suas próprias pegadas de carbono. Na verdade, essa redução será 10 vezes maior do que a pegada de carbono do próprio setor de TIC.

  • A Huawei está aumentando o investimento estratégico em tecnologias fundamentais para remodelar o paradigma tecnológico. 

Guo também disse que a Huawei está aumentando significativamente o investimento estratégico em tecnologias fundamentais e trabalhando com seus parceiros para remodelar o paradigma tecnológico em três áreas: teorias fundamentais, arquitetura e software. Esse investimento se refletirá gradualmente na competitividade dos produtos da empresa, que eles esperam apoiar o desenvolvimento sustentável e de longo prazo da empresa e do setor de TIC como um todo.

Esse investimento também está particularmente focado em ajudar a empresa a se aproximar e, talvez, superar o limite de Shannon. Ao explorar novas teorias e tecnologias, como MIMO de última geração e IA sem fio, a Huawei é capaz de impulsionar suas tecnologias cada vez mais perto do limite de Shannon. Ao mesmo tempo, a pesquisa da Huawei sobre novas teorias, como as comunicações semânticas, oferecerá ao setor orientação sobre novas teorias fundamentais.

A Huawei também está desenvolvendo novas arquiteturas interessantes. Atualmente, a Huawei está integrando tecnologias fotônicas e eletrônicas e projetando arquiteturas ponto a ponto para resolver desafios tecnológicos ou gargalos técnicos.

Em termos de software, a Huawei está construindo software full-stack centrado em IA e um novo ecossistema de software para atender à demanda drasticamente crescente pela capacidade de computação causada pelo crescimento explosivo da IA.

  • "As sinergias de software-hardware" será o caminho a seguir. 

Guo finalmente explicou que a excelente experiência do usuário vem de sinergias de software-hardware. Ele usou dois exemplos para mostrar como a Huawei aplica esse conceito ao desenvolvimento de produtos de TIC e inovação tecnológica para a evolução da rede. Em primeiro lugar, os algoritmos otimizados para Turbos AHR estão ajudando a MetaAAUs a consumir menos energia e melhorar o desempenho. Em segundo lugar, os avanços do algoritmo em óptica holográfica permitiram que a OXCs atingisse conexões de um hop.

  • A Huawei é a empresa com o conjunto mais completo de recursos de TIC no setor digital. 

Nos últimos 10 anos, a evolução da rede tem sido um processo de introdução das mais recentes práticas de TI à CT, que vão desde IP, à nuvem e, hoje, à IA. Como a empresa com o conjunto mais completo de recursos de TIC no setor digital, Guo disse que a Huawei está confiante de que será capaz de obter uma vantagem na evolução em direção às futuras redes nativas de IA.

Ao concluir seu discurso, Guo disse: "A Huawei continuará sua estratégia de globalização, em padrões, talento, cadeia de suprimentos e muito mais. A Huawei está empenhada em ajudar os clientes que o escolherem a alcançar o maior sucesso nos negócios."

O MWC22 Barcelona será realizado de 28 de fevereiro a 3 de março em Barcelona, na Espanha. A Huawei apresentará seus produtos e soluções no estande 1H50 na Fira Gran Via Salão 1. Juntamente com operadoras globais, profissionais do setor e líderes de opinião, aprofundaremos tópicos como tendências do setor, GUIDE para o Futuro e desenvolvimento verde para visualizar o futuro das redes digitais. Para mais informações, visite: https://carrier.huawei.com/en/events/mwc2022

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1756989/BEN_Just_look_up_en.jpg

FONTE Huawei

Você acabou de ler:

Guo Ping da Huawei: remodelar o paradigma tecnológico em três áreas para garantir competitividade de médio a longo prazo

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/guo-ping-da-huawei-remodelar-o-paradigma-tecnologico-em-tres-areas-para-garantir-competitividade-de-medio-a-longo-prazo/