Hangzhou, no leste da China, realiza exposição on-line para mostrar produtos culturais e criativos do mundo inteiro

HANGZHOU, China, 2 de novembro de 2020 /PRNewswire/ -- A 14ª Exposição do setor criativo e cultural de Hangzhou foi realizada em Hangzhou, capital da Província de Zhejiang, no sudeste da China, de 29 de outubro a 1º de novembro. A exposição atraiu mais de 4 mil instituições culturais e empresas de mais de 60 países e regiões para participar on-line e offline. O número total de marcas participantes aumentou 60% em comparação com a exposição anterior. A área de exposição de marcas estrangeiras manteve-se em 40% da área total da exposição. Durante a exposição, o local principal recebeu mais de 60 mil visitantes, os outros dois sites on-line receberam mais de 930 milhões de cliques e realizaram transações no local e contratos de projeto no valor de 2,19 bilhões de yuans.

   

Nos últimos 14 anos, em meio a uma nova cultura, um novo consumo e uma nova vida, a exposição não só se tornou uma das quatro principais atividades de exibição cultural da China, mas também um marco cultural de Hangzhou e uma plataforma importante para a construção de um centro cultural e criativo internacional.

A exposição on-line permanece aberta durante todo o ano

Com o rápido desenvolvimento da nova economia chinesa, cada vez mais consumidores estão usando a internet para se comunicar, e as compras on-line passaram a ser uma tendência. A exposição deste ano também apresenta dois outros locais on-line, para as pessoas visitarem a exposição sem sair de casa.

Como um dos locais on-line da expo, o app Dongjia é uma plataforma de compras on-line especialmente criada para excelentes artesãos tradicionais nacionais e internacionais. Segundo Meng Wenbo, presidente do app, mais de 2 mil expositores nacionais e internacionais "transferiram" seus trabalhos offline para o app, apresentando suas obras de forma tridimensional e diversificada por meio de fotos, vídeos e transmissões ao vivo. Os tecidos de Alexandre Turpault da França, roupas infantis do Knit Planet do Reino Unido, bicicletas Festka da República Checa, entre outros. Os visitantes podem encontrar todos os produtos criativos do mundo inteiro na plataforma, fazer um pedido com apenas alguns cliques e recebê-los em casa.

"A exposição costumava ser realizada offline por um período relativamente curto. Com a digitalização do evento, a exposição on-line abriu mais possibilidades para as pessoas navegarem, se comunicarem e comprarem pelo celular a qualquer hora e em qualquer lugar, criando um evento anual que funciona 24 horas por dia," acrescentou Meng.

Produtos culturais e criativos ganham vida

Com a exposição on-line, que permite fácil compra e entrega, os produtos culturais e criativos ficam mais acessíveis. No entanto, Meng acredita que a parte mais charmosa do setor cultural de Hangzhou reside no fato de que os trabalhos criativos de muitos designers se baseiam na integração da essência da cultura tradicional oriental na vida diária das pessoas modernas.

Nascido em 1990, Liu Weixue é um designer de guarda-chuvas de papel que se concentra em inovar a superfície do guarda-chuva. "Somente por meio de inovações com base em uma compreensão completa do núcleo tecnológico do sistema antigo é que as técnicas tradicionais podem ser melhor protegidas e transmitidas." Para dar nova vitalidade à tecnologia do guarda-chuva de papel, Liu está tentando desenvolver diferentes derivados do guarda-chuva de papel.

Yao Yuting, que cresceu em uma oficina de seda, é herdeira da herança cultural intangível do cetim de Hangzhou (um tecido de seda espesso, liso e brilhante feito em Hangzhou).

"Espero deixar o cetim de Hangzhou ainda mais vivo. Afinal, o cetim Hangzhou tem uma história de milhares de anos. Para herdar e desenvolver ainda mais este produto, mais pessoas precisam conhecê-lo, entendê-lo e senti-lo", disse ela. Graças aos seus esforços, os produtos produzidos pela fábrica de tecelagem agora combinam seda com paisagens, decoração de casa, arquitetura e outros elementos.

Uma exposição de ideias para impulsionar o crescimento industrial

Em 2018, a exposição propôs o objetivo de se tornar um evento inspirador. Isso não significa apenas exibir produtos criativos do mundo inteiro, mas também fazer intercâmbios profundos no setor cultural global para levar a inovação cultural e criativa a um novo nível.

A exposição atraiu centenas de especialistas e acadêmicos de universidades conhecidas no país e no exterior, como a Universidade Alemã de Lueneburg, o British Schumacher College, a Universidade Tsinghua e a Universidade de Zhejiang. Enquanto isso, mais de 100 instituições culturais e criativas conhecidas nacional e internacionalmente, como o Alibaba, se reuniram para realizar mais de 20 atividades profissionais, como uma cúpula do setor e o lançamento do índice anual do setor para discutir as últimas tendências no desenvolvimento das indústrias culturais.

Após 14 anos de desenvolvimento, a "Hangzhou Cultural and Creative Industry Expo" não apenas reúne produtos criativos com sabor estético oriental tradicional e elementos da vida moderna, mas também atrai cada vez mais produtos culturais e criativos feitos no exterior para entrar no mercado chinês e inovar os padrões de consumo local. Assim como Hangzhou, cidade tradicional antiga no sul do rio Yangtze, tornou-se uma cidade moderna e inteligente, a exposição sempre demonstra nova vitalidade e vigor.

Links das imagens: 

  Link: http://asianetnews.net/view-attachment?attach-id=375647 

  Legenda: Visitantes da 14ª Exposição do Setor Criativo e Cultural de Hangzhou

  Link: http://asianetnews.net/view-attachment?attach-id=375656 

  Legenda: Visitantes da 14ª Exposição do Setor Criativo e Cultural de Hangzhou

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1325129/1_Hangzhou_Cultural_and_Creative_Industry_Expo.jpg

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1325130/2_Visitors_at_the_Expo.jpg

 

FONTE Hangzhou Cultural & Creative Industry Expo Organizing Committee Office

HANGZHOU, China, 2 de novembro de 2020 /PRNewswire/ -- A 14ª Exposição do setor criativo e cultural de Hangzhou foi realizada em Hangzhou, capital da Província de Zhejiang, no sudeste da China, de 29 de outubro a 1º de novembro. A exposição atraiu mais de 4 mil instituições culturais e empresas de mais de 60 países e regiões para participar on-line e offline. O número total de marcas participantes aumentou 60% em comparação com a exposição anterior. A área de exposição de marcas estrangeiras manteve-se em 40% da área total da exposição. Durante a exposição, o local principal recebeu mais de 60 mil visitantes, os outros dois sites on-line receberam mais de 930 milhões de cliques e realizaram transações no local e contratos de projeto no valor de 2,19 bilhões de yuans.

   

Nos últimos 14 anos, em meio a uma nova cultura, um novo consumo e uma nova vida, a exposição não só se tornou uma das quatro principais atividades de exibição cultural da China, mas também um marco cultural de Hangzhou e uma plataforma importante para a construção de um centro cultural e criativo internacional.

A exposição on-line permanece aberta durante todo o ano

Com o rápido desenvolvimento da nova economia chinesa, cada vez mais consumidores estão usando a internet para se comunicar, e as compras on-line passaram a ser uma tendência. A exposição deste ano também apresenta dois outros locais on-line, para as pessoas visitarem a exposição sem sair de casa.

Como um dos locais on-line da expo, o app Dongjia é uma plataforma de compras on-line especialmente criada para excelentes artesãos tradicionais nacionais e internacionais. Segundo Meng Wenbo, presidente do app, mais de 2 mil expositores nacionais e internacionais "transferiram" seus trabalhos offline para o app, apresentando suas obras de forma tridimensional e diversificada por meio de fotos, vídeos e transmissões ao vivo. Os tecidos de Alexandre Turpault da França, roupas infantis do Knit Planet do Reino Unido, bicicletas Festka da República Checa, entre outros. Os visitantes podem encontrar todos os produtos criativos do mundo inteiro na plataforma, fazer um pedido com apenas alguns cliques e recebê-los em casa.

"A exposição costumava ser realizada offline por um período relativamente curto. Com a digitalização do evento, a exposição on-line abriu mais possibilidades para as pessoas navegarem, se comunicarem e comprarem pelo celular a qualquer hora e em qualquer lugar, criando um evento anual que funciona 24 horas por dia," acrescentou Meng.

Produtos culturais e criativos ganham vida

Com a exposição on-line, que permite fácil compra e entrega, os produtos culturais e criativos ficam mais acessíveis. No entanto, Meng acredita que a parte mais charmosa do setor cultural de Hangzhou reside no fato de que os trabalhos criativos de muitos designers se baseiam na integração da essência da cultura tradicional oriental na vida diária das pessoas modernas.

Nascido em 1990, Liu Weixue é um designer de guarda-chuvas de papel que se concentra em inovar a superfície do guarda-chuva. "Somente por meio de inovações com base em uma compreensão completa do núcleo tecnológico do sistema antigo é que as técnicas tradicionais podem ser melhor protegidas e transmitidas." Para dar nova vitalidade à tecnologia do guarda-chuva de papel, Liu está tentando desenvolver diferentes derivados do guarda-chuva de papel.

Yao Yuting, que cresceu em uma oficina de seda, é herdeira da herança cultural intangível do cetim de Hangzhou (um tecido de seda espesso, liso e brilhante feito em Hangzhou).

"Espero deixar o cetim de Hangzhou ainda mais vivo. Afinal, o cetim Hangzhou tem uma história de milhares de anos. Para herdar e desenvolver ainda mais este produto, mais pessoas precisam conhecê-lo, entendê-lo e senti-lo", disse ela. Graças aos seus esforços, os produtos produzidos pela fábrica de tecelagem agora combinam seda com paisagens, decoração de casa, arquitetura e outros elementos.

Uma exposição de ideias para impulsionar o crescimento industrial

Em 2018, a exposição propôs o objetivo de se tornar um evento inspirador. Isso não significa apenas exibir produtos criativos do mundo inteiro, mas também fazer intercâmbios profundos no setor cultural global para levar a inovação cultural e criativa a um novo nível.

A exposição atraiu centenas de especialistas e acadêmicos de universidades conhecidas no país e no exterior, como a Universidade Alemã de Lueneburg, o British Schumacher College, a Universidade Tsinghua e a Universidade de Zhejiang. Enquanto isso, mais de 100 instituições culturais e criativas conhecidas nacional e internacionalmente, como o Alibaba, se reuniram para realizar mais de 20 atividades profissionais, como uma cúpula do setor e o lançamento do índice anual do setor para discutir as últimas tendências no desenvolvimento das indústrias culturais.

Após 14 anos de desenvolvimento, a "Hangzhou Cultural and Creative Industry Expo" não apenas reúne produtos criativos com sabor estético oriental tradicional e elementos da vida moderna, mas também atrai cada vez mais produtos culturais e criativos feitos no exterior para entrar no mercado chinês e inovar os padrões de consumo local. Assim como Hangzhou, cidade tradicional antiga no sul do rio Yangtze, tornou-se uma cidade moderna e inteligente, a exposição sempre demonstra nova vitalidade e vigor.

Links das imagens: 

  Link: http://asianetnews.net/view-attachment?attach-id=375647 

  Legenda: Visitantes da 14ª Exposição do Setor Criativo e Cultural de Hangzhou

  Link: http://asianetnews.net/view-attachment?attach-id=375656 

  Legenda: Visitantes da 14ª Exposição do Setor Criativo e Cultural de Hangzhou

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1325129/1_Hangzhou_Cultural_and_Creative_Industry_Expo.jpg

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1325130/2_Visitors_at_the_Expo.jpg

 

FONTE Hangzhou Cultural & Creative Industry Expo Organizing Committee Office