Hannah Getachew, a mensageira da juventude da Iniciativa Cinturão e Rota, disse que Nanjing é a cidade da bibliofilia

NANJING, China, 6 de maio de 2019 /PRNewswire/ -- De 3 a 6 de abril, Hannah Getachew visitou novamente Nanjing com mais de 100 representantes de 85 países para o Terceiro Fórum da Juventude sobre Criatividade e Herança ao longo da Rota da Seda. Desta vez, ela teve mais tempo para apreciar a beleza literária desta "Cidade da Bibliofilia" oriental.

No ano passado, a resposta do Presidente Xi tornou Hannah famosa na China. Naquela ocasião, Hannah Getachew, que fazia mestrado em direito internacional na Universidade de Pequim, participou do Segundo Fórum da Juventude sobre Criatividade e Herança ao longo da Rota da Seda. Em Nanjing ela escreveu uma carta para o Presidente Xi com seu nome chinês "Wu Hanna".

Hannah disse que escreveu para o Presidente Xi porque foi "contagiada pela atmosfera da cidade, pelo entusiasmo dos representantes da juventude e pelo seu desejo por intercâmbios internacionais".

Hannah disse que poderia receber uma resposta e gostaria de agradecer a Nanjing por sua linda papelaria. O papel de carta para o Presidente Xi foi um presente que ganhou durante sua participação no fórum em Nanjing -- um papel de carta desenhado com as pinturas da "Shizhuzhai Art Design" de Nanjing. "Escolhi esse papel de carta porque ele tem uma longa história com esta cidade. Relembrarei as lindas memórias de Nanjing quando olhar para estes maravilhosos desenhos".

Hannah usou três palavras para descrever Nanjing -- antiga, literária e criativa. "O que mais me impressiona é o entusiasmo de Nanjing pela literatura", Hanna relatou aos jornalistas. "Sentimos uma forte atmosfera literária na Librairie Avant-Garde e na Biblioteca de Nanjing".

"A literatura pode se tornar a maior área de cooperação com a perspectiva de desenvolvimento para Nanjing e para a Etiópia no futuro", disse Hannah. "O grupo de escritores da Etiópia cresceu rapidamente. Em minha opinião, ambos os lados deveriam intensificar os intercâmbios literários. Estou muito feliz com meus próprios esforços para ter um papel no intercâmbio literário e cultural".

FONTE The Organizing Committee of the 3rd Youth Forum on Creativity and Heritage along the Silk Road

NANJING, China, 6 de maio de 2019 /PRNewswire/ -- De 3 a 6 de abril, Hannah Getachew visitou novamente Nanjing com mais de 100 representantes de 85 países para o Terceiro Fórum da Juventude sobre Criatividade e Herança ao longo da Rota da Seda. Desta vez, ela teve mais tempo para apreciar a beleza literária desta "Cidade da Bibliofilia" oriental.

No ano passado, a resposta do Presidente Xi tornou Hannah famosa na China. Naquela ocasião, Hannah Getachew, que fazia mestrado em direito internacional na Universidade de Pequim, participou do Segundo Fórum da Juventude sobre Criatividade e Herança ao longo da Rota da Seda. Em Nanjing ela escreveu uma carta para o Presidente Xi com seu nome chinês "Wu Hanna".

Hannah disse que escreveu para o Presidente Xi porque foi "contagiada pela atmosfera da cidade, pelo entusiasmo dos representantes da juventude e pelo seu desejo por intercâmbios internacionais".

Hannah disse que poderia receber uma resposta e gostaria de agradecer a Nanjing por sua linda papelaria. O papel de carta para o Presidente Xi foi um presente que ganhou durante sua participação no fórum em Nanjing -- um papel de carta desenhado com as pinturas da "Shizhuzhai Art Design" de Nanjing. "Escolhi esse papel de carta porque ele tem uma longa história com esta cidade. Relembrarei as lindas memórias de Nanjing quando olhar para estes maravilhosos desenhos".

Hannah usou três palavras para descrever Nanjing -- antiga, literária e criativa. "O que mais me impressiona é o entusiasmo de Nanjing pela literatura", Hanna relatou aos jornalistas. "Sentimos uma forte atmosfera literária na Librairie Avant-Garde e na Biblioteca de Nanjing".

"A literatura pode se tornar a maior área de cooperação com a perspectiva de desenvolvimento para Nanjing e para a Etiópia no futuro", disse Hannah. "O grupo de escritores da Etiópia cresceu rapidamente. Em minha opinião, ambos os lados deveriam intensificar os intercâmbios literários. Estou muito feliz com meus próprios esforços para ter um papel no intercâmbio literário e cultural".

FONTE The Organizing Committee of the 3rd Youth Forum on Creativity and Heritage along the Silk Road