Hisun Pharmaceutical: COVID-19 Controlada na China com Favipiravir Apresentando Excelentes Resultados Clínicos

TAIZHOU, China, 23 de junho de 2020 /PRNewswire/ -- A COVID-19 tornou-se uma pandemia global. Como um país em desenvolvimento, o controlo bem sucedido pela China constituiu um bom exemplo para outros países. Muitos seguiram a China para tomar medidas eficazes, como aplicação de lockdowns e uso de máscaras. A capacidade da China para utilizar recursos limitados de saúde pública é uma das principais razões para o sucesso na luta contra a epidemia. Como parte das abordagens de tratamento validadas da China, Favipiravir é o epítome da sua resposta ao vírus.

O Favipiravir é um agente antiviral de largo espectro que inibe a RNA polimerase dependente do RNA viral, tem eficácia contra Ebola, gripe e COVID-19, e não foram encontradas reações adversas desde a introdução no mercado. Ao contrário dos medicamentos antivíricos tradicionais, Favipiravir pode impedir directamente a replicação do vírus, sendo semelhante ao Remdesivir.

Desenvolvido originalmente pela Toyama Chemical, Favipiravir foi aprovado como reserva estratégica no Japão. Em 2016, a patente do Favipiravir foi exclusivamente franqueada à HISUN que cooperou com a CMAM para desenvolver e lançar Favipiravir no mercado chinês em Fevereiro de 2020. Dados de ensaios do Favipiravir publicados pelo Ministério da Ciência e Tecnologia na conferência de imprensa, em 17 de Março, indicam que o Favipiravir demonstrou uma boa eficácia clínica. Foi incluído nos principais materiais anti-pandémicos pelo Conselho do Estado chinês, tendo o Governo chinês unificado a distribuição. O medicamento foi utilizado para apoiar mais de 30 países e obteve bons resultados. O Favipiravir na China é fabricado pela HISUN, que foi homenageada como a "Ordnance Factory" em resposta à COVID-19.

Dados clínicos dos ensaios globais multicêntricos em curso mostram que Favipiravir pode eliminar o vírus rapidamente e aliviar o sintoma de pneumonia dos doentes com elevada tolerância e poucas reações adversas.

Os resultados do ensaio pelo Terceiro Hospital Popular de Shenzhen, Favipiravir versus Kaletra mostraram: no que respeita à recuperação da febre em 2 dias, 72,41% no grupo Favipiravir versus 26,30% no grupo Kaletra; no que respeita ao tempo de resposta negativa nos testes do ácido nucleico viral, 4 dias versus 11 dias; no que respeita à taxa de melhoria na radiografia do tórax, 91,43% versus 62,22%; no que respeita à taxa de reacções adversas, 11,43% versus 55,56%.

No teste clínico do Hospital Zhongnan da Universidade de Wuhan, utilizando Arbidol como grupo de controlo, os doentes normais tratados com Favipiravir tiveram uma taxa de recuperação clínica mais elevada (71,43%), comparando com 55,86% do Arbidol. A taxa de oxigenoterapia auxiliar ou ventilação mecânica não-invasiva foi de 8,16% no grupo Favipiravir e de 17,12% no grupo Arbidol. Os sintomas de tosse melhoraram em 4,57 dias, 1,41 dias menos do que os pacientes tratados com Arbidol.

YouTube: https://youtu.be/xnO2gmBUVP4

Foto: https://mma.prnewswire.com/media/1195178/HISUN_Favipiravir_Tablets.jpg  

Foto: https://mma.prnewswire.com/media/1195179/HISUN_Favipiravir_China_Turkey.jpg

Pessoa de Contacto:

Sra. Li Huimin

Telemóvel: +86-13718025966

Email: hisun-haisheng@hisunpharm.com

Twitter: @HuiminLi12

FONTE Zhejiang Hisun Pharmaceutical Co. Ltd.

TAIZHOU, China, 23 de junho de 2020 /PRNewswire/ -- A COVID-19 tornou-se uma pandemia global. Como um país em desenvolvimento, o controlo bem sucedido pela China constituiu um bom exemplo para outros países. Muitos seguiram a China para tomar medidas eficazes, como aplicação de lockdowns e uso de máscaras. A capacidade da China para utilizar recursos limitados de saúde pública é uma das principais razões para o sucesso na luta contra a epidemia. Como parte das abordagens de tratamento validadas da China, Favipiravir é o epítome da sua resposta ao vírus.

O Favipiravir é um agente antiviral de largo espectro que inibe a RNA polimerase dependente do RNA viral, tem eficácia contra Ebola, gripe e COVID-19, e não foram encontradas reações adversas desde a introdução no mercado. Ao contrário dos medicamentos antivíricos tradicionais, Favipiravir pode impedir directamente a replicação do vírus, sendo semelhante ao Remdesivir.

Desenvolvido originalmente pela Toyama Chemical, Favipiravir foi aprovado como reserva estratégica no Japão. Em 2016, a patente do Favipiravir foi exclusivamente franqueada à HISUN que cooperou com a CMAM para desenvolver e lançar Favipiravir no mercado chinês em Fevereiro de 2020. Dados de ensaios do Favipiravir publicados pelo Ministério da Ciência e Tecnologia na conferência de imprensa, em 17 de Março, indicam que o Favipiravir demonstrou uma boa eficácia clínica. Foi incluído nos principais materiais anti-pandémicos pelo Conselho do Estado chinês, tendo o Governo chinês unificado a distribuição. O medicamento foi utilizado para apoiar mais de 30 países e obteve bons resultados. O Favipiravir na China é fabricado pela HISUN, que foi homenageada como a "Ordnance Factory" em resposta à COVID-19.

Dados clínicos dos ensaios globais multicêntricos em curso mostram que Favipiravir pode eliminar o vírus rapidamente e aliviar o sintoma de pneumonia dos doentes com elevada tolerância e poucas reações adversas.

Os resultados do ensaio pelo Terceiro Hospital Popular de Shenzhen, Favipiravir versus Kaletra mostraram: no que respeita à recuperação da febre em 2 dias, 72,41% no grupo Favipiravir versus 26,30% no grupo Kaletra; no que respeita ao tempo de resposta negativa nos testes do ácido nucleico viral, 4 dias versus 11 dias; no que respeita à taxa de melhoria na radiografia do tórax, 91,43% versus 62,22%; no que respeita à taxa de reacções adversas, 11,43% versus 55,56%.

No teste clínico do Hospital Zhongnan da Universidade de Wuhan, utilizando Arbidol como grupo de controlo, os doentes normais tratados com Favipiravir tiveram uma taxa de recuperação clínica mais elevada (71,43%), comparando com 55,86% do Arbidol. A taxa de oxigenoterapia auxiliar ou ventilação mecânica não-invasiva foi de 8,16% no grupo Favipiravir e de 17,12% no grupo Arbidol. Os sintomas de tosse melhoraram em 4,57 dias, 1,41 dias menos do que os pacientes tratados com Arbidol.

YouTube: https://youtu.be/xnO2gmBUVP4

Foto: https://mma.prnewswire.com/media/1195178/HISUN_Favipiravir_Tablets.jpg  

Foto: https://mma.prnewswire.com/media/1195179/HISUN_Favipiravir_China_Turkey.jpg

Pessoa de Contacto:

Sra. Li Huimin

Telemóvel: +86-13718025966

Email: hisun-haisheng@hisunpharm.com

Twitter: @HuiminLi12

FONTE Zhejiang Hisun Pharmaceutical Co. Ltd.

Você acabou de ler:

Hisun Pharmaceutical: COVID-19 Controlada na China com Favipiravir Apresentando Excelentes Resultados Clínicos

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/hisun-pharmaceutical-covid-19-controlada-na-china-com-favipiravir-apresentando-excelentes-resultados-clinicos/