Huawei lança serviço de IoT na nuvem 2.0 para habilitar a IoT industrial, com a combinação de conectividade, nuvem e inteligência

XANGAI, 24 de outubro de 2018 /PRNewswire/ -- Na HUAWEI CONNECT 2018, a Huawei oficialmente lançou o serviço de internet das coisas (IoT, em inglês) na nuvem 2.0 (IoT Cloud Service 2.0) e anunciou sua estratégia de IoT (fornecer infraestrutura de IoT e construir um ecossistema). Por meio de conexões ampliadas, serviços de nuvem e inteligência artificial (IA), a empresa está empenhada em construir uma IoT industrial mais poderosa e permitir a digitalização da indústria.

Segundo o relatório Visão da Indústria Global (Global Industry Vision – GIV) 2025, lançado pela Huawei, o número de dispositivos conectados vai alcançar 100 bilhões em 2025. Um grande número de conexões de alto valor vai surgir nos aplicativos industriais. Dados gerados a partir da consciência e percepção de todas as coisas serão integralmente utilizados por cada indústria para promover a IoT industrial, melhorar a eficiência industrial e impulsionar atualização industrial.

As principais exigências para a construção da infraestrutura de IoT são: expandir conexões, aperfeiçoar serviços de nuvem e desenvolver as capacidades da IA. A Huawei visa tornar real a interconectividade confiável de todas as coisas, fornecer suporte para a rápida implantação dos serviços e alcançabilidade global, através de serviços de nuvem, e desenvolver capacidades de IA para que parceiros industriais monetizem seus aplicativos de IoT. A empresa pode chegar a isso com a tecnologia de comunicação que desenvolveu nos últimos 30 anos.

Expandindo conexões: permitindo a interconectividade confiável de todas as coisas

As conexões são a base da IoT. Para estabelecer uma base segura, a Huawei não somente visa aumentar o número de conexões, mas também ir atrás de conexões administráveis e controláveis, que podem alcançar cobertura contínua, evolução suave, segurança e confiabilidade na rede inteira. A NB-IoT da Huawei é caracterizada pelo seu baixo consumo de energia, ampla cobertura e grande capacidade, além de suportar a evolução suave para 5G. A Huawei constrói um ecossistema aberto e maduro e oferece soluções de segurança ponto a ponto, cobrindo chipsets/OS, transmissão de dados e a plataforma da IoT. O número de dispositivos que atualmente se conectam com a plataforma de IoT da Huawei alcançou 200 milhões em todo o mundo, dos quais 90 milhões de dispositivos de IoT estão conectados com a nuvem de e-Surfing da China Telecom e um milhão de dispositivos de infraestrutura de cidade inteligente (Smart City) estão conectados em todo o mundo.

Melhorando os serviços de nuvem: oferecendo serviços de IoT onipresentes

No futuro, a necessidade de conexões de IoT será imensamente abundante; a chave para melhorar os serviços de nuvem da IoT será torná-los disponíveis a qualquer hora, em qualquer lugar. A colaboração entre a plataforma de IoT OceanConnect e a borda OceanConnect torna possível a cobertura completa, serviços elásticos, gestão unificada, colaboração de serviços e colaboração de dados, ampliando assim os serviços de IoT na nuvem – desde o centro até a borda da rede.

Desenvolvendo a capacidade da IA: remodelando os valores da IoT

A grande quantidade de dados obtida através das conexões requer análise inteligente para gerar valor. Inteligência é a tecnologia essencial para monetizar a IoT. "Inteligência" são os algoritmos no centro e na borda da rede, e a percepção dos dispositivos. Para um sistema inteligente, os dispositivos são o que os órgãos sensoriais são para um ser humano. Os olhos são a mais importante e eficaz ferramenta para que humanos obtenham informações. Portanto, ao fazer o papel dos "olhos" em um mundo inteligente, inteiramente conectado, as câmeras inteligentes se tornarão uma ferramenta valiosa para obter informações para a IoT industrial, levando a indústria a gerar mais valor. A Huawei investiu pesadamente em chipsets de IA, câmeras inteligentes definidas por software, análise de vídeo de borda e IA OceanConnect. Ao desenvolver as capacidades da IA, a Huawei ajuda parceiros industriais a monetizarem seus aplicativos de IoT.

Na HUAWEI CONNECT 2017, a Huawei lançou o serviço de IoT na nuvem 1.0 (DMP e AEP). Para facilitar para clientes industriais o uso das capacidades de infraestrutura de IoT da Huawei (conectividade, nuvem e inteligência), a Huawei então lançou o serviço de IoT na nuvem 2.0, que fez três principais aperfeiçoamentos:

Primeiro, para indústrias que aspiram completar a transformação digital, a Huawei oferece pacotes industriais pré-integrados e serviços de nuvem na plataforma, como veículo conectado (Connected Vehicle), transporte inteligente (Intelligent Transportation), cidade inteligente (Smart City) e campus inteligente (Smart Campus). Parceiros industriais podem desenvolver aplicativos inovadores mais rápida e flexivelmente. Mais cenários podem ser explorados para identificar soluções industriais novas e valiosas, que integrem todas as capacidades de IA.

Segundo, para expandir conexões em mais indústrias, a Huawei lançou um serviço leve de nuvem -- IoT Hub, um seguro e confiável serviço leve de gestão de dispositivo, que permite que dispositivos de IoT se conectem à rede de um jeito mais simples, mais seguro e econômico.

Terceiro, para facilitar parceiros de ecossistema, a Huawei lançou o mercado OceanConnect para inovação de produtos, apresentações e comercialização com desenvolvimento integrado, implantação e ferramentas de O&M.

Michael Ma, presidente da linha dos produtos Cloud Core Network da Huawei, afirmou: "A Huawei espera unir-se aos parceiros para facilitar a IoT industrial e expandir o mercado, ao combinar IoT e inteligência. A Huawei e nossos parceiros podem se juntar para se tornarem os advogados e facilitadores de um mundo totalmente conectado e inteligente".

A HUAWEI CONNECT 2018, como a conferência emblemática global anual da Huawei para o setor da TIC, foi realizada em Xangai de 10 a 12 de outubro de 2018. Esta conferência visa construir uma plataforma aberta, cooperativa e compartilhada, que vai trabalhar com clientes para discutir como aproveitar novas oportunidades e criar um futuro mais inteligente. Para mais informações, visite: https://www.huawei.com/cn/press-events/events/huaweiconnect2018?ic_medium=hwdc&ic_source=corp_banner_allwayson&source=corp_banner

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/774064/Huawei_Michael_Ma.jpg

FONTE Huawei

XANGAI, 24 de outubro de 2018 /PRNewswire/ -- Na HUAWEI CONNECT 2018, a Huawei oficialmente lançou o serviço de internet das coisas (IoT, em inglês) na nuvem 2.0 (IoT Cloud Service 2.0) e anunciou sua estratégia de IoT (fornecer infraestrutura de IoT e construir um ecossistema). Por meio de conexões ampliadas, serviços de nuvem e inteligência artificial (IA), a empresa está empenhada em construir uma IoT industrial mais poderosa e permitir a digitalização da indústria.

Segundo o relatório Visão da Indústria Global (Global Industry Vision – GIV) 2025, lançado pela Huawei, o número de dispositivos conectados vai alcançar 100 bilhões em 2025. Um grande número de conexões de alto valor vai surgir nos aplicativos industriais. Dados gerados a partir da consciência e percepção de todas as coisas serão integralmente utilizados por cada indústria para promover a IoT industrial, melhorar a eficiência industrial e impulsionar atualização industrial.

As principais exigências para a construção da infraestrutura de IoT são: expandir conexões, aperfeiçoar serviços de nuvem e desenvolver as capacidades da IA. A Huawei visa tornar real a interconectividade confiável de todas as coisas, fornecer suporte para a rápida implantação dos serviços e alcançabilidade global, através de serviços de nuvem, e desenvolver capacidades de IA para que parceiros industriais monetizem seus aplicativos de IoT. A empresa pode chegar a isso com a tecnologia de comunicação que desenvolveu nos últimos 30 anos.

Expandindo conexões: permitindo a interconectividade confiável de todas as coisas

As conexões são a base da IoT. Para estabelecer uma base segura, a Huawei não somente visa aumentar o número de conexões, mas também ir atrás de conexões administráveis e controláveis, que podem alcançar cobertura contínua, evolução suave, segurança e confiabilidade na rede inteira. A NB-IoT da Huawei é caracterizada pelo seu baixo consumo de energia, ampla cobertura e grande capacidade, além de suportar a evolução suave para 5G. A Huawei constrói um ecossistema aberto e maduro e oferece soluções de segurança ponto a ponto, cobrindo chipsets/OS, transmissão de dados e a plataforma da IoT. O número de dispositivos que atualmente se conectam com a plataforma de IoT da Huawei alcançou 200 milhões em todo o mundo, dos quais 90 milhões de dispositivos de IoT estão conectados com a nuvem de e-Surfing da China Telecom e um milhão de dispositivos de infraestrutura de cidade inteligente (Smart City) estão conectados em todo o mundo.

Melhorando os serviços de nuvem: oferecendo serviços de IoT onipresentes

No futuro, a necessidade de conexões de IoT será imensamente abundante; a chave para melhorar os serviços de nuvem da IoT será torná-los disponíveis a qualquer hora, em qualquer lugar. A colaboração entre a plataforma de IoT OceanConnect e a borda OceanConnect torna possível a cobertura completa, serviços elásticos, gestão unificada, colaboração de serviços e colaboração de dados, ampliando assim os serviços de IoT na nuvem – desde o centro até a borda da rede.

Desenvolvendo a capacidade da IA: remodelando os valores da IoT

A grande quantidade de dados obtida através das conexões requer análise inteligente para gerar valor. Inteligência é a tecnologia essencial para monetizar a IoT. "Inteligência" são os algoritmos no centro e na borda da rede, e a percepção dos dispositivos. Para um sistema inteligente, os dispositivos são o que os órgãos sensoriais são para um ser humano. Os olhos são a mais importante e eficaz ferramenta para que humanos obtenham informações. Portanto, ao fazer o papel dos "olhos" em um mundo inteligente, inteiramente conectado, as câmeras inteligentes se tornarão uma ferramenta valiosa para obter informações para a IoT industrial, levando a indústria a gerar mais valor. A Huawei investiu pesadamente em chipsets de IA, câmeras inteligentes definidas por software, análise de vídeo de borda e IA OceanConnect. Ao desenvolver as capacidades da IA, a Huawei ajuda parceiros industriais a monetizarem seus aplicativos de IoT.

Na HUAWEI CONNECT 2017, a Huawei lançou o serviço de IoT na nuvem 1.0 (DMP e AEP). Para facilitar para clientes industriais o uso das capacidades de infraestrutura de IoT da Huawei (conectividade, nuvem e inteligência), a Huawei então lançou o serviço de IoT na nuvem 2.0, que fez três principais aperfeiçoamentos:

Primeiro, para indústrias que aspiram completar a transformação digital, a Huawei oferece pacotes industriais pré-integrados e serviços de nuvem na plataforma, como veículo conectado (Connected Vehicle), transporte inteligente (Intelligent Transportation), cidade inteligente (Smart City) e campus inteligente (Smart Campus). Parceiros industriais podem desenvolver aplicativos inovadores mais rápida e flexivelmente. Mais cenários podem ser explorados para identificar soluções industriais novas e valiosas, que integrem todas as capacidades de IA.

Segundo, para expandir conexões em mais indústrias, a Huawei lançou um serviço leve de nuvem -- IoT Hub, um seguro e confiável serviço leve de gestão de dispositivo, que permite que dispositivos de IoT se conectem à rede de um jeito mais simples, mais seguro e econômico.

Terceiro, para facilitar parceiros de ecossistema, a Huawei lançou o mercado OceanConnect para inovação de produtos, apresentações e comercialização com desenvolvimento integrado, implantação e ferramentas de O&M.

Michael Ma, presidente da linha dos produtos Cloud Core Network da Huawei, afirmou: "A Huawei espera unir-se aos parceiros para facilitar a IoT industrial e expandir o mercado, ao combinar IoT e inteligência. A Huawei e nossos parceiros podem se juntar para se tornarem os advogados e facilitadores de um mundo totalmente conectado e inteligente".

A HUAWEI CONNECT 2018, como a conferência emblemática global anual da Huawei para o setor da TIC, foi realizada em Xangai de 10 a 12 de outubro de 2018. Esta conferência visa construir uma plataforma aberta, cooperativa e compartilhada, que vai trabalhar com clientes para discutir como aproveitar novas oportunidades e criar um futuro mais inteligente. Para mais informações, visite: https://www.huawei.com/cn/press-events/events/huaweiconnect2018?ic_medium=hwdc&ic_source=corp_banner_allwayson&source=corp_banner

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/774064/Huawei_Michael_Ma.jpg

FONTE Huawei

Você acabou de ler:

Huawei lança serviço de IoT na nuvem 2.0 para habilitar a IoT industrial, com a combinação de conectividade, nuvem e inteligência

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/huawei-lanca-servico-de-iot-na-nuvem-2-0-para-habilitar-a-iot-industrial-com-a-combinacao-de-conectividade-nuvem-e-inteligencia/