Huawei sedia a Energy Summit -- Energia digital, impulsionando a era do baixo carbono

SHENZHEN, China, 24 de setembro de 2021 /PRNewswire/ -- A Huawei sediou a Energy Summit on-line, que foi realizada dentro da estrutura da HUAWEI CONNECT 2021 e com o tema "Energia Digital, impulsionando a era do baixo carbono". Durante a cúpula, clientes e parceiros discutiram as melhores práticas no uso de novas tecnologias para fazer a transição do setor de energia em direção à neutralidade de carbono. A Huawei também lançou o informe técnico Transição de Energia Global e Desenvolvimento para o Carbono Zero e compartilhou sua estratégia Energy Trans-Cube.

Energy Trans-Cube, criando novo valor para o setor

Após a assinatura do Acordo de Paris em 2015, mais países do que nunca estão comprometidos com a neutralidade de carbono e estão tomando medidas positivas para enfrentar a mudança climática. Cada um segue um caminho diferente, adequado ao seu perfil de recursos, energia e meio ambiente. "Apesar da forte vontade de nos tornarmos neutro em carbono, precisamos levar em consideração três desafios: desenvolvimento verde e de baixo carbono, desenvolvimento econômico, bem como segurança e continuidade do fornecimento de energia. A convergência da transformação energética e da transformação digital abrirá o caminho digital para a neutralidade de carbono", disse David Sun, vice-presidente da Huawei Enterprise BG e presidente da unidade de negócios de energia global. Ele acrescentou: "A Huawei desenvolveu uma metodologia Trans-Cube. Ela sugere que para nos aproximarmos de um sistema de energia inteligente de carbono zero e alcançar o desenvolvimento global de carbono zero, devemos desenvolver três competências centrais — transformação para chegar a nenhuma emissão líquida de carbono, transformação de energia e transformação digital."

A primeira competência — transformação para zerar as emissões líquidas de carbono — ajudará vários setores a gerenciar seus ativos de carbono e a implementar ações de descarbonização adequadas a seus contextos específicos. No processo, eles passarão de carbono baixo para carbono quase zero e, finalmente, alcançarão a neutralidade de carbono.

Em seguida, a transformação energética tornará a produção e o consumo de energia mais confiáveis, seguros e eficientes, passando de um único sistema centralizado para um diversificado, distribuído e integrado. O objetivo final é alcançar a coordenação multi-energia e otimizar a eficiência.

Por último, mas não menos importante, é a transformação digital. Com dados em seu núcleo, a transformação digital habilitará a transformação para zerar as emissões líquidas de carbono e a transformação de energia.

Publicação do informe técnico — Novas ideias para liderar o setor

De acordo com Guo Xiaobo, especialista em energia da Deloitte China, tornar-se neutro em carbono significa alcançar a transformação energética e o desenvolvimento para o carbono zero o mais rápido possível, usando mais recursos renováveis, mudando a forma como usamos energia e usando novas tecnologias para reduzir as emissões. Com base nisso, o informe técnicoTransição de Energia Global e Desenvolvimento para o Carbono Zero analisa os fatores-chave que afetam a transição energética e propõem um novo plano para o setor de energia — construindo um sistema de energia inteligente líquido zero.

O sistema mencionado se concentra na interconexão dos sistemas de petróleo, gás, eletricidade, calor e hidrogênio, e tem como objetivo obter energia segura, confiável, eficiente, econômica e limpa. Anthony Hu, representante-chefe da transição energética (neutralidade de carbono) da unidade global de negócios de energia da Huawei Enterprise BG, disse: "A arquitetura do sistema de energia inteligente zero líquido irá interligar o sistema de energia, o sistema de carbono e a infraestrutura de TIC, além de convergir energia, carbono, informação e fluxos de valor. Gradualmente, ele formará um sistema com dados em seu núcleo, promovendo a digitalização do setor de energia."

Alavanque dados para avançar rapidamente, adote a inteligência para crescer

A transformação digital e o desenvolvimento inteligente do setor de petróleo e gás ainda estão em seu começo. De acordo com Lv Gongxun, consultor sênior da Huawei e ex-gerente geral da Corporação Nacional de Petróleo da China (CNPC), a transformação digital sinaliza quatro oportunidades para o setor: reconstruir modelos de negócios, transformar modelos de gestão, inovar modelos de negócios e acelerar a transformação e o aumento de valor.

Lv Gongxun também discutiu o valor da nuvem para o setor de petróleo e gás: "As tecnologias da nuvem permitem o planejamento centralizado de recursos de informação, gerenciamento e controle inteligentes, provisionamento flexível, serviços convenientes e alta segurança e eficiência. Eles transformarão os modelos de negócios existentes."

As redes de energia são outra área importante na área de transformação energética, evoluindo rapidamente com novas tecnologias. Nesse contexto, Felix Chifwaila, gerente sênior de serviços eletrotécnicos da ZESCO, apresentou o papel do vídeo e IA na melhoria dos recursos de O&M da rede. Por exemplo, visualizar os dados do canal reflete em menos riscos operacionais e torna a inspeção 80 vezes mais eficiente. O vídeo e a IA também ajudam a detectar possíveis falhas em tempo hábil, ajudando a eliminar 90% das interrupções de energia todos os anos. Ter uma plataforma e aplicativos de inspeção inteligente resulta em uma resposta e manutenção de emergência 30% mais eficientes. O Sr. Chifwaila observou: "A ZESCO espera continuar a cooperação com a Huawei, ajudando a ZESCO a tornar-se um centro de energia regional na transformação digital."

TIC e OT impulsionam a transformação digital de energia

"Como provedor de serviços de sistema de Tecnologia Operacional (TO), a DFE colabora ativamente com fornecedores de TIC, incluindo a Huawei, para complementar os pontos fortes uns dos outros, promover a transformação digital de energia e construir soluções inteligentes e inovadoras," afirmou Fang Zhengji, gerente geral da DFE. Ele apresentou as soluções inovadoras da DFE desenvolvidas com a Huawei — sistema inteligente de inspeção de subestação e sistema automático de inspeção da linha de transmissão. Impulsionadas pela tecnologias da DFE e da Huawei, as duas soluções ajudam as empresas a promoverem a sua transformação digital e inteligente.

Como muitas outras, a Huawei começou como uma empresa nativa não digital. Isso significa que a empresa acumulou ampla experiência e lições aprendidas por meio de projetos internos e práticas do setor. Ela tem uma compreensão em primeira mão dos desafios que as empresas tradicionais enfrentam durante a transformação digital e traçou um "caminho digital" para a transformação e o desenvolvimento do setor de energia.

A Huawei sedia a HUAWEI CONNECT 2021 on-line de 23 de setembro a 31 de outubro. O tema do evento deste ano é Mergulhar no Digital. Vamos mergulhar fundo na aplicação prática de tecnologias como nuvem, IA e 5G em todos os setores e como elas podem tornar as organizações de todas as formas e tamanhos mais eficientes, mais versáteis e, em última análise, mais resilientes à medida que avançamos em direção à recuperação econômica. Para mais informações, entre em contato com nossa equipe local ou acesse https://www.huawei.com/en/events/huaweiconnect

Para mais informações sobre o informe técnico Transição de Energia Global e Desenvolvimento para o Carbono Zero, clique em Informe Técnico Transição de Energia Global e Desenvolvimento para o Carbono Zero

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1633800/image.jpg

 

FONTE Huawei

SHENZHEN, China, 24 de setembro de 2021 /PRNewswire/ -- A Huawei sediou a Energy Summit on-line, que foi realizada dentro da estrutura da HUAWEI CONNECT 2021 e com o tema "Energia Digital, impulsionando a era do baixo carbono". Durante a cúpula, clientes e parceiros discutiram as melhores práticas no uso de novas tecnologias para fazer a transição do setor de energia em direção à neutralidade de carbono. A Huawei também lançou o informe técnico Transição de Energia Global e Desenvolvimento para o Carbono Zero e compartilhou sua estratégia Energy Trans-Cube.

Energy Trans-Cube, criando novo valor para o setor

Após a assinatura do Acordo de Paris em 2015, mais países do que nunca estão comprometidos com a neutralidade de carbono e estão tomando medidas positivas para enfrentar a mudança climática. Cada um segue um caminho diferente, adequado ao seu perfil de recursos, energia e meio ambiente. "Apesar da forte vontade de nos tornarmos neutro em carbono, precisamos levar em consideração três desafios: desenvolvimento verde e de baixo carbono, desenvolvimento econômico, bem como segurança e continuidade do fornecimento de energia. A convergência da transformação energética e da transformação digital abrirá o caminho digital para a neutralidade de carbono", disse David Sun, vice-presidente da Huawei Enterprise BG e presidente da unidade de negócios de energia global. Ele acrescentou: "A Huawei desenvolveu uma metodologia Trans-Cube. Ela sugere que para nos aproximarmos de um sistema de energia inteligente de carbono zero e alcançar o desenvolvimento global de carbono zero, devemos desenvolver três competências centrais — transformação para chegar a nenhuma emissão líquida de carbono, transformação de energia e transformação digital."

A primeira competência — transformação para zerar as emissões líquidas de carbono — ajudará vários setores a gerenciar seus ativos de carbono e a implementar ações de descarbonização adequadas a seus contextos específicos. No processo, eles passarão de carbono baixo para carbono quase zero e, finalmente, alcançarão a neutralidade de carbono.

Em seguida, a transformação energética tornará a produção e o consumo de energia mais confiáveis, seguros e eficientes, passando de um único sistema centralizado para um diversificado, distribuído e integrado. O objetivo final é alcançar a coordenação multi-energia e otimizar a eficiência.

Por último, mas não menos importante, é a transformação digital. Com dados em seu núcleo, a transformação digital habilitará a transformação para zerar as emissões líquidas de carbono e a transformação de energia.

Publicação do informe técnico — Novas ideias para liderar o setor

De acordo com Guo Xiaobo, especialista em energia da Deloitte China, tornar-se neutro em carbono significa alcançar a transformação energética e o desenvolvimento para o carbono zero o mais rápido possível, usando mais recursos renováveis, mudando a forma como usamos energia e usando novas tecnologias para reduzir as emissões. Com base nisso, o informe técnicoTransição de Energia Global e Desenvolvimento para o Carbono Zero analisa os fatores-chave que afetam a transição energética e propõem um novo plano para o setor de energia — construindo um sistema de energia inteligente líquido zero.

O sistema mencionado se concentra na interconexão dos sistemas de petróleo, gás, eletricidade, calor e hidrogênio, e tem como objetivo obter energia segura, confiável, eficiente, econômica e limpa. Anthony Hu, representante-chefe da transição energética (neutralidade de carbono) da unidade global de negócios de energia da Huawei Enterprise BG, disse: "A arquitetura do sistema de energia inteligente zero líquido irá interligar o sistema de energia, o sistema de carbono e a infraestrutura de TIC, além de convergir energia, carbono, informação e fluxos de valor. Gradualmente, ele formará um sistema com dados em seu núcleo, promovendo a digitalização do setor de energia."

Alavanque dados para avançar rapidamente, adote a inteligência para crescer

A transformação digital e o desenvolvimento inteligente do setor de petróleo e gás ainda estão em seu começo. De acordo com Lv Gongxun, consultor sênior da Huawei e ex-gerente geral da Corporação Nacional de Petróleo da China (CNPC), a transformação digital sinaliza quatro oportunidades para o setor: reconstruir modelos de negócios, transformar modelos de gestão, inovar modelos de negócios e acelerar a transformação e o aumento de valor.

Lv Gongxun também discutiu o valor da nuvem para o setor de petróleo e gás: "As tecnologias da nuvem permitem o planejamento centralizado de recursos de informação, gerenciamento e controle inteligentes, provisionamento flexível, serviços convenientes e alta segurança e eficiência. Eles transformarão os modelos de negócios existentes."

As redes de energia são outra área importante na área de transformação energética, evoluindo rapidamente com novas tecnologias. Nesse contexto, Felix Chifwaila, gerente sênior de serviços eletrotécnicos da ZESCO, apresentou o papel do vídeo e IA na melhoria dos recursos de O&M da rede. Por exemplo, visualizar os dados do canal reflete em menos riscos operacionais e torna a inspeção 80 vezes mais eficiente. O vídeo e a IA também ajudam a detectar possíveis falhas em tempo hábil, ajudando a eliminar 90% das interrupções de energia todos os anos. Ter uma plataforma e aplicativos de inspeção inteligente resulta em uma resposta e manutenção de emergência 30% mais eficientes. O Sr. Chifwaila observou: "A ZESCO espera continuar a cooperação com a Huawei, ajudando a ZESCO a tornar-se um centro de energia regional na transformação digital."

TIC e OT impulsionam a transformação digital de energia

"Como provedor de serviços de sistema de Tecnologia Operacional (TO), a DFE colabora ativamente com fornecedores de TIC, incluindo a Huawei, para complementar os pontos fortes uns dos outros, promover a transformação digital de energia e construir soluções inteligentes e inovadoras," afirmou Fang Zhengji, gerente geral da DFE. Ele apresentou as soluções inovadoras da DFE desenvolvidas com a Huawei — sistema inteligente de inspeção de subestação e sistema automático de inspeção da linha de transmissão. Impulsionadas pela tecnologias da DFE e da Huawei, as duas soluções ajudam as empresas a promoverem a sua transformação digital e inteligente.

Como muitas outras, a Huawei começou como uma empresa nativa não digital. Isso significa que a empresa acumulou ampla experiência e lições aprendidas por meio de projetos internos e práticas do setor. Ela tem uma compreensão em primeira mão dos desafios que as empresas tradicionais enfrentam durante a transformação digital e traçou um "caminho digital" para a transformação e o desenvolvimento do setor de energia.

A Huawei sedia a HUAWEI CONNECT 2021 on-line de 23 de setembro a 31 de outubro. O tema do evento deste ano é Mergulhar no Digital. Vamos mergulhar fundo na aplicação prática de tecnologias como nuvem, IA e 5G em todos os setores e como elas podem tornar as organizações de todas as formas e tamanhos mais eficientes, mais versáteis e, em última análise, mais resilientes à medida que avançamos em direção à recuperação econômica. Para mais informações, entre em contato com nossa equipe local ou acesse https://www.huawei.com/en/events/huaweiconnect

Para mais informações sobre o informe técnico Transição de Energia Global e Desenvolvimento para o Carbono Zero, clique em Informe Técnico Transição de Energia Global e Desenvolvimento para o Carbono Zero

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1633800/image.jpg

 

FONTE Huawei

Você acabou de ler:

Huawei sedia a Energy Summit -- Energia digital, impulsionando a era do baixo carbono

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/huawei-sedia-a-energy-summit-energia-digital-impulsionando-a-era-do-baixo-carbono/