Ian Schrager Relança Sua Transformadora Nova Marca Public para um Novo Começo para o Hotel e a Cidade de Nova York

NOVA YORK, 8 de junho de 2021 /PRNewswire/ -- Não costuma acontecer muito na vida (se chegar a acontecer) que você tenha uma oportunidade única de se envolver em algo realmente especial e ainda ter uma segunda chance de repensar, refinar e aprimorar o que foi feito anteriormente. Esse período de loucura sem precedentes proporcionou a Ian Schrager exatamente isso…. uma segunda chance.

O PUBLIC, que Schrager considera sua ideia mais importante até o momento, é um hotel que transpira um bom gosto impecável e oferece ótimo estilo, ótima diversão, ótimo serviço e um novo tipo de luxo e acessibilidade financeira a todos que quiserem. No ano passado, Schrager reimaginou e repensou todas as comodidades e opções no PUBLIC à procura da excelência, em sua busca por fazer um hotel o mais próximo possível da perfeição.

"Estou em uma missão para criar uma obra-prima. Posso nunca chegar lá, mas vou morrer tentando", afirmou Schrager.

Quando o PUBLIC foi inaugurado em 2017, sua nova e radical ideia era LUXURY FOR ALL (LUXO PARA TODOS). Schrager está aproveitando essa segunda chance para esclarecer e desmistificar a ideia (para que as pessoas possam entendê-la) e o que ele está tentando realizar.

O primeiro hotel de Schrager, o Morgans, criado juntamente com seu falecido sócio e amigo Steve Rubell, foi um profundo divisor de águas. O Morgans e o Royalton criaram um novo gênero de hotel ("o hotel estilo de vida/hotel boutique") e cada hotel desde então foi construído com base nesse estilo. Agora há milhares de versões deles em praticamente cada cidade do mundo.

Simplificando, sua intenção era fazer um tipo inteiramente novo de hotel. Um hotel para sua geração, que refletisse seu estilo de vida, sua cultura popular, gostos e o espírito dos tempos — e que fosse moderno. Ele não se destinava às gerações anteriores, porque as coisas haviam mudado, como sempre ocorre.

Exatamente da mesma forma, o PUBLIC e LUXURY FOR ALL são uma nova ideia para uma nova era. Essa ideia se destina a refletir um novo tempo, uma nova realidade e uma nova forma pela qual as pessoas vivem. Se vier ao PUBLIC esperando o luxo tradicional que seus pais ou avós esperariam, você não o encontrará aqui. A ideia antiga de luxo precisava de uma atualização… uma revisão para refletir aquilo que as pessoas realmente querem hoje.

"Tudo muda… os tempos mudam e as pessoas mudam. A mudança é a única constante na vida. O luxo, como o conhecíamos, também mudou, e continuará a mudar. A noção de luxo não pode simplesmente ser estática e igual ao que era no passado. Ela tem que acompanhar a forma como as pessoas modernas vivem. Não se pode ter uma definição analógica de luxo em um mundo digital.

A ideia antiga e ultrapassada de luxo era definida com base no quanto você era rico, onde você morava, que carro você dirigia e que marcas da moda você vestia. O luxo não tem mais nada a ver com esses símbolos de status irrelevantes e sem sentido, posses materiais ou o preço de algo. Não é meramente uma classificação comercial para os marqueteiros venderem para você.

LUXO É HUMANIDADE. O luxo agora está acessível para todos que o querem… e deve estar. É igualitário e democratizado. O luxo hoje tem a ver com a forma como algo faz você se sentir, é emocional e visceral, e tem a ver com conforto, tranquilidade e conveniência, assim como estar livre de distrações e problemas e ter mais tempo livre para fazer as coisas que realmente importam para você. É o LUXO MÁXIMO… a LIBERDADE DE TEMPO.

A liberdade absoluta, para mim, é contentamento, bem-estar emocional, sentir-se bem, protegido e cuidado. É possível juntar os pontos desde o Studio 54 até o PUBLIC: essa liberdade de ser você mesmo, ser feliz e se sentir bem e protegido que buscávamos no Studio 54, que acho que foi um dos principais motivos de seu sucesso, é a mesma que buscamos no PUBLIC", comentou Schrager.

Schrager percebeu que havia coisas que as pessoas simplesmente não precisavam ou não queriam mais em um hotel: serviços e comodidades sem sentido, que não importam mais ou que não pertencem mais ao mundo de hoje. As pessoas modernas simplesmente mudaram. Os viajantes hoje em dia querem uma cama realmente confortável e uma ótima noite de sono e não se importam mais com a ideia pretensiosa de número de fios dos lençóis. De forma similar, eles querem um excelente café, mas servido rapidamente e quente, não em xícaras de porcelana fina ou em um bule de prata de lei e servido por alguém com luvas brancas.

O LUXURY FOR ALL se baseia em quatro pilares fundamentais: serviço moderno, repensado e reeditado, estilo sofisticado, uma experiência única, divertida e elevada que faz seu coração bater acelerado e valor. Schrager buscou tornar essa nova noção de luxo financeiramente acessível e ao alcance de todos os que a queiram, não apenas pessoas ricas. Essa é a coisa certa a fazer, e ela é perfeitamente adequada para o momento atual e o futuro.

Dois imperativos para assegurar uma execução bem-sucedida do LUXURY FOR ALL foi repensar toda a abordagem dos serviços e do uso da tecnologia. No PUBLIC, a tecnologia é inteligente, intuitiva, fácil, amigável, bem pensada e sem complicações. Não é tecnologia puramente pela tecnologia.

"Nossa abordagem em relação à tecnologia foi similar à de Steve Jobs. Começamos com a necessidade e com o que tornava as coisas mais fáceis, rápidas, baratas e convenientes e, depois, buscamos a tecnologia, ao invés de começar com a tecnologia e procurar um uso para ela, o que normalmente acaba por ser inútil, sem sentido e pretensioso — como painéis interativos desnecessários em um lobby", afirmou Schrager.

Cada interação foi considerada com relação à facilidade, velocidade máxima, eficiência e eficácia. O check-in e o check-out devem ser completamente invisíveis, e a experiência de chegada/partida deve ser impecável e holística. Você pode ir para seu quarto usando seu dispositivo móvel tão rapidamente quanto se fosse para sua casa ou escritório… o que, para o PUBLIC, é o ideal e o futuro. Não há mais necessidade de conversa fiada ou de se sentar e tomar uma taça de champanhe enquanto é feito o check-in ou o check-out. As pessoas não querem mais isso. Elas querem ir para seus quartos o mais rapidamente possível e não ter que parar na recepção. Há muitas oportunidades de contatos pessoais com membros da equipe de inúmeras formas e momentos mais importantes. Outras opções de tecnologia que facilitam a estadia incluem um aplicativo de ponta, chat ao vivo, chat pela web, chave móvel e compartilhamento de chaves, além de importantes melhorias da tecnologia de check-in por iPad.

PUBLIC SERVICE (SERVIÇO DO PUBLIC), um novíssimo departamento, foi criado unicamente para apoiar e ajudar os hóspedes quando eles precisam. O serviço será humanizado, cordial, atencioso, emocional, acolhedor e empático, com um feroz acompanhamento. O foco estará em um serviço universalmente atraente, como ser tratado de forma genuína. Não será um serviço subserviente, mas sim atencioso, improvisado e sob medida para a pessoa, porque o serviço não é de "tamanho único".

"Criamos outra nova ideia para o hotel, chamada de "PUBLIC SERVICE (SERVIÇO DO PUBLIC)". Eu queria assegurar que quando viesse ao hotel e durante toda a sua estadia, você se sentisse como se estivesse na casa de um amigo ou familiar que realmente se importasse com você e tentasse ser um anfitrião agradável — que você se sentisse bem, cuidado, digno e em casa. Trata-se de conforto personalizado. Estamos genuinamente preocupados em cuidar de você. A inspiração veio das empresas de tecnologia, como a Amazon e a Apple, e de como elas dominaram o serviço ao cliente e o apoio e orientação, quando necessário, em um instante. No PUBLIC, assim como elas, somos obcecados pelo cliente e pelo produto", disse Schrager.

Schrager repensou tudo no PUBLIC e lançou muitas novas iniciativas e opções. O popular oásis Chrystie Park foi cuidadosamente reformado com um novo paisagismo de Madison Cox. Esse magnífico e viçoso parque verde na cidade, com sua abundante variedade de árvores, flores, plantas e gramados, agora estará disponível para jantar, beber, fazer festas ao ar livre, piqueniques, instalações de esculturas e eventos privados. É a microversão do PUBLIC do Central Park, no centro da cidade de Nova York.

Ao entrar no hotel e passar pelo brilho âmbar das escadas rolantes, rostos familiares e amigos do PUBLIC observarão um LOUIS completamente reinventado e um novo restaurante e bar. As novas opções de alimentos e bebidas são resultado da colaboração entre dois excepcionais chefs premiados de classe mundial, Diego Muñoz e John Fraser. É a primeira vez que dois chefs desse calibre se reúnem (cada um com sua própria função) em um único projeto.

"Dois chefs trabalhando juntos dessa forma é uma colaboração sem precedentes. Ninguém está mais capacitado para interpretar a intenção culinária de um grande chef do que outro grande chef. É a primeira vez em que algo assim acontece, com o Chef Diego na cozinha e o Chef John cuidando do salão, o que torna isso tão exclusivo e assegura uma experiência holística", disse Schrager."

"Anteriormente, fomos os primeiros a reconhecer que os bares e restaurantes do hotel devem visar, antes de tudo, a população da cidade, e os visitantes vão querer ir aonde vão as pessoas bem informadas daquela cidade. Estamos levando isso a um novo nível com o Chef Diego e o Chef John. Com os muitos outlets e a variedade de experiências culinárias do PUBLIC, estamos criando um bazar de alimentos imersivo como nunca visto antes. Além disso, há um aspecto global, já que a cozinha peruana, com suas influências multiculturais, é um microcosmo da melhor comida do mundo", comentou Schrager.

No Popular, as pessoas que forem jantar terão uma oportunidade especial de usufruir de da cozinha peruana autêntica, original, saudável e de inspiração global do Chef Diego Muñoz, que comandou o melhor restaurante latino-americano da lista The World's 50 Best Restaurants, o Astrid y Gaston, em Lima. O Chef Diego, um raro talento, orgulhosamente traz à cidade de Nova York, o supremo refúgio internacional, o melhor da cozinha multicultural de sua terra natal, o Peru, que é um microcosmo de algumas das maiores tradições culinárias do mundo: inca, espanhola, moura, italiana, chinesa e japonesa. Seus pratos exclusivos incluem ceviches sublimes, o Pollo a la Brasa assado na lenha e o Duck Leg Fried Rice, clássicos americanos como o Prime New York Strip Steak e uma abundância de legumes frescos. O íntimo Bowery Garden, o espaço ao ar livre para refeições do restaurante, será ideal para jantares al fresco e um brunch de fim de semana especial.

O Cantina and Pisco Bar, mais acelerado, casual, jovial e menos dispendioso, se transformará em uma calorosa boate latina, completa com seu próprio menu exclusivo do Chef Muñoz, uma extensa seleção de pisco (a bebida alcoólica aromática feita de uvas e lendária aguardente não envelhecida peruana), os melhores coquetéis e música ao vivo e entretenimento selecionados. Esse novo local será perfeito para harmonizações de champanhe e ostras, um deleite antes do jantar ou coquetéis e entretenimento após o jantar. Os menus do Popular e do Cantina and Pisco Bar serão realçados pelos mais frescos frutos do mar do dia do novo Ceviche and Raw Bar, o único bar de ceviches independente de seu tipo na cidade de Nova York, que apresentará ceviches "ao vivo" feitos na frente do cliente e à la minute.

"A comida é realmente saudável. O bar de ceviches e mariscos crus é totalmente autêntico e proporcionará às pessoas uma experiência especial e única. A preparação, bem em frente a todos, é a primeira na cidade de Nova York. Tudo isso se soma não apenas a uma excelente comida, mas a um jantar do tipo teatro", comentou Schrager.

A cultura dos coquetéis será levada a novos níveis de criatividade e originalidade por ambos os chefs. Os coquetéis virão "da cozinha", ao invés de virem do bar.

"Em relação a coquetéis, as melhores pessoas a criá-los são os chefs. Os chefs se concentram nos melhores sabores possíveis em sua comida e, por isso, podem criar os melhores coquetéis com os melhores sabores. Todo o hotel levará os coquetéis a um novo nível", afirmou Schrager.

O LOUIS é o bazar de alimentos gourmet rápidos global, padaria e um sofisticado bar de cafés e chás do PUBLIC, com opções domésticas e internacionais escolhidas a dedo. Ele apresenta uma variedade eclética de iguarias preparadas, criadas pelo Chef Diego Muñoz, do Popular, com favoritos e comida de rua da cidade de Nova York preparados pelo Chef John Fraser, premiado com estrelas Michelin. Essa combinação de alto e baixo cria uma experiência e uma variedade combustíveis… como sempre acontece.

Apresentando o novo padrão em mercados de alimentos gourmet, o LOUIS serve pães, bagels e outros itens de padaria caseiros saídos do forno, pizzas feitas no forno a lenha, saladas, cafés finos locais e globais, chás, vinhos, cervejas, refrescos e coquetéis caseiros engarrafados. O Chef Diego, do Popular, prepara empanadas artesanais, tigelas de ceviches e sanduíches triplos de estilo peruano, enquanto que o Chef John destaca a comida de rua reimaginada da cidade de Nova York, como cachorros quentes e pretzels kosher com mostarda picante, misturando refinamento e cultura pop em cada deliciosa mordida.

Outras opções de alimentos, bebidas e entretenimento no hotel incluirão o PUBLIC EXPRESS para o melhor dos favoritos para o café da manhã de dois chefs de nível mundial entregues em seu quarto à velocidade da luz em menos de 10 minutos (você não tem mais que esperar 45 minutos pelo seu café da manhã e pagar uma fortuna); um minibar repleto de delícias personalizadas preparadas espera por você em sua chegada — "Faça do seu jeito" — as opções incluem junk food, comida saudável, bebidas e uma opção especialmente preparada pelo chef; menus saudável, vegano e de bem-estar por Diego Muñoz e John Fraser, para você poder "vir para NY para se curar" e realmente voltar para casa se sentindo melhor do que quando veio; brunch nos finais de semana; churrascos e danças do chá no The Roof, com sua vista de 360 graus da cidade; um bar Diego reimaginado com os mais seletos coquetéis do Chef John Fraser; e uma grande surpresa para o espaço de teatro e performances interativas multimídia. Tanto o Diego quanto o novo teatro abrirão em setembro.

O Lobby será um novo destino para PESSOAS CRIATIVAS SEM ESCRITÓRIO E SEM MESA, que virão trabalhar mas também se divertir. Como lazer e trabalho se combinam cada vez mais, e as fronteiras entre casa, escritório e hotel estão ficando pouco nítidas, Schrager vê mais pessoas desejando um espaço social para trabalhar, se divertir, relaxar e criar um senso de comunidade. É um conceito de SOCIALIZAR "POR DEMANDA".

O refinamento tecnológico também estará aparente com os equipamentos audiovisuais de ponta para as reuniões virtuais mais progressistas no espaço para banquetes reprojetado no 17o. andar. Além disso, uma instalação multimídia no térreo empolgará com arte e vídeo preparados por grandes talentos e artistas de todo o mundo.

"Finalmente estou chegando perto de realizar totalmente meu sonho com o PUBLIC: é uma nova classe de hotel, e o melhor ainda está por vir. Tenho uma incrível equipe administrativa completamente nova, para me apoiar em cada etapa do caminho para realizar essa nova ideia. Tenho tanta sorte de morar na cidade de Nova York e de estarmos voltando a ter nossas vidas de volta. O PUBLIC e a cidade de Nova York juntos são a tempestade perfeita para o inevitável renascimento da cidade. O futuro reserva uma grande prosperidade e criatividade inovadora, e sou tão grato por fazer parte disso com o PUBLIC", disse Schrager.

SOBRE O PUBLIC

A premissa fundamental do PUBLIC é LUXURY FOR ALL (LUXO PARA TODOS). Ela se baseia em quatro pilares fundamentais: serviço, estilo, experiência única e valor. Entretanto, não se trata de luxo como tradicionalmente o conhecemos, mas luxo refletindo uma nova definição. O luxo não tem mais nada a ver com coisas ou o preço de algo. Não é uma classificação comercial, um nível de preços ou baseado em sua escassez. O luxo agora se trata de experiências e de como algo faz você se sentir. O luxo está sendo democratizado e agora é para todos. Os três bares (Diego, The Roof e Lobby Bar) têm sua própria vibração e personalidade exclusivas; então, em função do seu tempo, você pode acabar indo aos três na mesma noite ou a apenas um, dependendo de seu humor. Jardins com um magnífico paisagismo, múltiplos espaços de trabalho comunais e salas de eventos privadas, tanto dentro quanto fora do prédio com uma vista desimpedida de 360 graus da cidade de cair o queixo, fazem com que esses espaços proporcionem a última palavra em socialização, entretenimento, trabalho e, até mesmo, simplesmente observar as pessoas.

 

Photo - https://mma.prnewswire.com/media/1526452/Chrystie_Park_at_PUBLIC.jpg

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/1526401/PUBLIC_Logo.jpg  

 

FONTE PUBLIC

NOVA YORK, 8 de junho de 2021 /PRNewswire/ -- Não costuma acontecer muito na vida (se chegar a acontecer) que você tenha uma oportunidade única de se envolver em algo realmente especial e ainda ter uma segunda chance de repensar, refinar e aprimorar o que foi feito anteriormente. Esse período de loucura sem precedentes proporcionou a Ian Schrager exatamente isso…. uma segunda chance.

O PUBLIC, que Schrager considera sua ideia mais importante até o momento, é um hotel que transpira um bom gosto impecável e oferece ótimo estilo, ótima diversão, ótimo serviço e um novo tipo de luxo e acessibilidade financeira a todos que quiserem. No ano passado, Schrager reimaginou e repensou todas as comodidades e opções no PUBLIC à procura da excelência, em sua busca por fazer um hotel o mais próximo possível da perfeição.

"Estou em uma missão para criar uma obra-prima. Posso nunca chegar lá, mas vou morrer tentando", afirmou Schrager.

Quando o PUBLIC foi inaugurado em 2017, sua nova e radical ideia era LUXURY FOR ALL (LUXO PARA TODOS). Schrager está aproveitando essa segunda chance para esclarecer e desmistificar a ideia (para que as pessoas possam entendê-la) e o que ele está tentando realizar.

O primeiro hotel de Schrager, o Morgans, criado juntamente com seu falecido sócio e amigo Steve Rubell, foi um profundo divisor de águas. O Morgans e o Royalton criaram um novo gênero de hotel ("o hotel estilo de vida/hotel boutique") e cada hotel desde então foi construído com base nesse estilo. Agora há milhares de versões deles em praticamente cada cidade do mundo.

Simplificando, sua intenção era fazer um tipo inteiramente novo de hotel. Um hotel para sua geração, que refletisse seu estilo de vida, sua cultura popular, gostos e o espírito dos tempos — e que fosse moderno. Ele não se destinava às gerações anteriores, porque as coisas haviam mudado, como sempre ocorre.

Exatamente da mesma forma, o PUBLIC e LUXURY FOR ALL são uma nova ideia para uma nova era. Essa ideia se destina a refletir um novo tempo, uma nova realidade e uma nova forma pela qual as pessoas vivem. Se vier ao PUBLIC esperando o luxo tradicional que seus pais ou avós esperariam, você não o encontrará aqui. A ideia antiga de luxo precisava de uma atualização… uma revisão para refletir aquilo que as pessoas realmente querem hoje.

"Tudo muda… os tempos mudam e as pessoas mudam. A mudança é a única constante na vida. O luxo, como o conhecíamos, também mudou, e continuará a mudar. A noção de luxo não pode simplesmente ser estática e igual ao que era no passado. Ela tem que acompanhar a forma como as pessoas modernas vivem. Não se pode ter uma definição analógica de luxo em um mundo digital.

A ideia antiga e ultrapassada de luxo era definida com base no quanto você era rico, onde você morava, que carro você dirigia e que marcas da moda você vestia. O luxo não tem mais nada a ver com esses símbolos de status irrelevantes e sem sentido, posses materiais ou o preço de algo. Não é meramente uma classificação comercial para os marqueteiros venderem para você.

LUXO É HUMANIDADE. O luxo agora está acessível para todos que o querem… e deve estar. É igualitário e democratizado. O luxo hoje tem a ver com a forma como algo faz você se sentir, é emocional e visceral, e tem a ver com conforto, tranquilidade e conveniência, assim como estar livre de distrações e problemas e ter mais tempo livre para fazer as coisas que realmente importam para você. É o LUXO MÁXIMO… a LIBERDADE DE TEMPO.

A liberdade absoluta, para mim, é contentamento, bem-estar emocional, sentir-se bem, protegido e cuidado. É possível juntar os pontos desde o Studio 54 até o PUBLIC: essa liberdade de ser você mesmo, ser feliz e se sentir bem e protegido que buscávamos no Studio 54, que acho que foi um dos principais motivos de seu sucesso, é a mesma que buscamos no PUBLIC", comentou Schrager.

Schrager percebeu que havia coisas que as pessoas simplesmente não precisavam ou não queriam mais em um hotel: serviços e comodidades sem sentido, que não importam mais ou que não pertencem mais ao mundo de hoje. As pessoas modernas simplesmente mudaram. Os viajantes hoje em dia querem uma cama realmente confortável e uma ótima noite de sono e não se importam mais com a ideia pretensiosa de número de fios dos lençóis. De forma similar, eles querem um excelente café, mas servido rapidamente e quente, não em xícaras de porcelana fina ou em um bule de prata de lei e servido por alguém com luvas brancas.

O LUXURY FOR ALL se baseia em quatro pilares fundamentais: serviço moderno, repensado e reeditado, estilo sofisticado, uma experiência única, divertida e elevada que faz seu coração bater acelerado e valor. Schrager buscou tornar essa nova noção de luxo financeiramente acessível e ao alcance de todos os que a queiram, não apenas pessoas ricas. Essa é a coisa certa a fazer, e ela é perfeitamente adequada para o momento atual e o futuro.

Dois imperativos para assegurar uma execução bem-sucedida do LUXURY FOR ALL foi repensar toda a abordagem dos serviços e do uso da tecnologia. No PUBLIC, a tecnologia é inteligente, intuitiva, fácil, amigável, bem pensada e sem complicações. Não é tecnologia puramente pela tecnologia.

"Nossa abordagem em relação à tecnologia foi similar à de Steve Jobs. Começamos com a necessidade e com o que tornava as coisas mais fáceis, rápidas, baratas e convenientes e, depois, buscamos a tecnologia, ao invés de começar com a tecnologia e procurar um uso para ela, o que normalmente acaba por ser inútil, sem sentido e pretensioso — como painéis interativos desnecessários em um lobby", afirmou Schrager.

Cada interação foi considerada com relação à facilidade, velocidade máxima, eficiência e eficácia. O check-in e o check-out devem ser completamente invisíveis, e a experiência de chegada/partida deve ser impecável e holística. Você pode ir para seu quarto usando seu dispositivo móvel tão rapidamente quanto se fosse para sua casa ou escritório… o que, para o PUBLIC, é o ideal e o futuro. Não há mais necessidade de conversa fiada ou de se sentar e tomar uma taça de champanhe enquanto é feito o check-in ou o check-out. As pessoas não querem mais isso. Elas querem ir para seus quartos o mais rapidamente possível e não ter que parar na recepção. Há muitas oportunidades de contatos pessoais com membros da equipe de inúmeras formas e momentos mais importantes. Outras opções de tecnologia que facilitam a estadia incluem um aplicativo de ponta, chat ao vivo, chat pela web, chave móvel e compartilhamento de chaves, além de importantes melhorias da tecnologia de check-in por iPad.

PUBLIC SERVICE (SERVIÇO DO PUBLIC), um novíssimo departamento, foi criado unicamente para apoiar e ajudar os hóspedes quando eles precisam. O serviço será humanizado, cordial, atencioso, emocional, acolhedor e empático, com um feroz acompanhamento. O foco estará em um serviço universalmente atraente, como ser tratado de forma genuína. Não será um serviço subserviente, mas sim atencioso, improvisado e sob medida para a pessoa, porque o serviço não é de "tamanho único".

"Criamos outra nova ideia para o hotel, chamada de "PUBLIC SERVICE (SERVIÇO DO PUBLIC)". Eu queria assegurar que quando viesse ao hotel e durante toda a sua estadia, você se sentisse como se estivesse na casa de um amigo ou familiar que realmente se importasse com você e tentasse ser um anfitrião agradável — que você se sentisse bem, cuidado, digno e em casa. Trata-se de conforto personalizado. Estamos genuinamente preocupados em cuidar de você. A inspiração veio das empresas de tecnologia, como a Amazon e a Apple, e de como elas dominaram o serviço ao cliente e o apoio e orientação, quando necessário, em um instante. No PUBLIC, assim como elas, somos obcecados pelo cliente e pelo produto", disse Schrager.

Schrager repensou tudo no PUBLIC e lançou muitas novas iniciativas e opções. O popular oásis Chrystie Park foi cuidadosamente reformado com um novo paisagismo de Madison Cox. Esse magnífico e viçoso parque verde na cidade, com sua abundante variedade de árvores, flores, plantas e gramados, agora estará disponível para jantar, beber, fazer festas ao ar livre, piqueniques, instalações de esculturas e eventos privados. É a microversão do PUBLIC do Central Park, no centro da cidade de Nova York.

Ao entrar no hotel e passar pelo brilho âmbar das escadas rolantes, rostos familiares e amigos do PUBLIC observarão um LOUIS completamente reinventado e um novo restaurante e bar. As novas opções de alimentos e bebidas são resultado da colaboração entre dois excepcionais chefs premiados de classe mundial, Diego Muñoz e John Fraser. É a primeira vez que dois chefs desse calibre se reúnem (cada um com sua própria função) em um único projeto.

"Dois chefs trabalhando juntos dessa forma é uma colaboração sem precedentes. Ninguém está mais capacitado para interpretar a intenção culinária de um grande chef do que outro grande chef. É a primeira vez em que algo assim acontece, com o Chef Diego na cozinha e o Chef John cuidando do salão, o que torna isso tão exclusivo e assegura uma experiência holística", disse Schrager."

"Anteriormente, fomos os primeiros a reconhecer que os bares e restaurantes do hotel devem visar, antes de tudo, a população da cidade, e os visitantes vão querer ir aonde vão as pessoas bem informadas daquela cidade. Estamos levando isso a um novo nível com o Chef Diego e o Chef John. Com os muitos outlets e a variedade de experiências culinárias do PUBLIC, estamos criando um bazar de alimentos imersivo como nunca visto antes. Além disso, há um aspecto global, já que a cozinha peruana, com suas influências multiculturais, é um microcosmo da melhor comida do mundo", comentou Schrager.

No Popular, as pessoas que forem jantar terão uma oportunidade especial de usufruir de da cozinha peruana autêntica, original, saudável e de inspiração global do Chef Diego Muñoz, que comandou o melhor restaurante latino-americano da lista The World's 50 Best Restaurants, o Astrid y Gaston, em Lima. O Chef Diego, um raro talento, orgulhosamente traz à cidade de Nova York, o supremo refúgio internacional, o melhor da cozinha multicultural de sua terra natal, o Peru, que é um microcosmo de algumas das maiores tradições culinárias do mundo: inca, espanhola, moura, italiana, chinesa e japonesa. Seus pratos exclusivos incluem ceviches sublimes, o Pollo a la Brasa assado na lenha e o Duck Leg Fried Rice, clássicos americanos como o Prime New York Strip Steak e uma abundância de legumes frescos. O íntimo Bowery Garden, o espaço ao ar livre para refeições do restaurante, será ideal para jantares al fresco e um brunch de fim de semana especial.

O Cantina and Pisco Bar, mais acelerado, casual, jovial e menos dispendioso, se transformará em uma calorosa boate latina, completa com seu próprio menu exclusivo do Chef Muñoz, uma extensa seleção de pisco (a bebida alcoólica aromática feita de uvas e lendária aguardente não envelhecida peruana), os melhores coquetéis e música ao vivo e entretenimento selecionados. Esse novo local será perfeito para harmonizações de champanhe e ostras, um deleite antes do jantar ou coquetéis e entretenimento após o jantar. Os menus do Popular e do Cantina and Pisco Bar serão realçados pelos mais frescos frutos do mar do dia do novo Ceviche and Raw Bar, o único bar de ceviches independente de seu tipo na cidade de Nova York, que apresentará ceviches "ao vivo" feitos na frente do cliente e à la minute.

"A comida é realmente saudável. O bar de ceviches e mariscos crus é totalmente autêntico e proporcionará às pessoas uma experiência especial e única. A preparação, bem em frente a todos, é a primeira na cidade de Nova York. Tudo isso se soma não apenas a uma excelente comida, mas a um jantar do tipo teatro", comentou Schrager.

A cultura dos coquetéis será levada a novos níveis de criatividade e originalidade por ambos os chefs. Os coquetéis virão "da cozinha", ao invés de virem do bar.

"Em relação a coquetéis, as melhores pessoas a criá-los são os chefs. Os chefs se concentram nos melhores sabores possíveis em sua comida e, por isso, podem criar os melhores coquetéis com os melhores sabores. Todo o hotel levará os coquetéis a um novo nível", afirmou Schrager.

O LOUIS é o bazar de alimentos gourmet rápidos global, padaria e um sofisticado bar de cafés e chás do PUBLIC, com opções domésticas e internacionais escolhidas a dedo. Ele apresenta uma variedade eclética de iguarias preparadas, criadas pelo Chef Diego Muñoz, do Popular, com favoritos e comida de rua da cidade de Nova York preparados pelo Chef John Fraser, premiado com estrelas Michelin. Essa combinação de alto e baixo cria uma experiência e uma variedade combustíveis… como sempre acontece.

Apresentando o novo padrão em mercados de alimentos gourmet, o LOUIS serve pães, bagels e outros itens de padaria caseiros saídos do forno, pizzas feitas no forno a lenha, saladas, cafés finos locais e globais, chás, vinhos, cervejas, refrescos e coquetéis caseiros engarrafados. O Chef Diego, do Popular, prepara empanadas artesanais, tigelas de ceviches e sanduíches triplos de estilo peruano, enquanto que o Chef John destaca a comida de rua reimaginada da cidade de Nova York, como cachorros quentes e pretzels kosher com mostarda picante, misturando refinamento e cultura pop em cada deliciosa mordida.

Outras opções de alimentos, bebidas e entretenimento no hotel incluirão o PUBLIC EXPRESS para o melhor dos favoritos para o café da manhã de dois chefs de nível mundial entregues em seu quarto à velocidade da luz em menos de 10 minutos (você não tem mais que esperar 45 minutos pelo seu café da manhã e pagar uma fortuna); um minibar repleto de delícias personalizadas preparadas espera por você em sua chegada — "Faça do seu jeito" — as opções incluem junk food, comida saudável, bebidas e uma opção especialmente preparada pelo chef; menus saudável, vegano e de bem-estar por Diego Muñoz e John Fraser, para você poder "vir para NY para se curar" e realmente voltar para casa se sentindo melhor do que quando veio; brunch nos finais de semana; churrascos e danças do chá no The Roof, com sua vista de 360 graus da cidade; um bar Diego reimaginado com os mais seletos coquetéis do Chef John Fraser; e uma grande surpresa para o espaço de teatro e performances interativas multimídia. Tanto o Diego quanto o novo teatro abrirão em setembro.

O Lobby será um novo destino para PESSOAS CRIATIVAS SEM ESCRITÓRIO E SEM MESA, que virão trabalhar mas também se divertir. Como lazer e trabalho se combinam cada vez mais, e as fronteiras entre casa, escritório e hotel estão ficando pouco nítidas, Schrager vê mais pessoas desejando um espaço social para trabalhar, se divertir, relaxar e criar um senso de comunidade. É um conceito de SOCIALIZAR "POR DEMANDA".

O refinamento tecnológico também estará aparente com os equipamentos audiovisuais de ponta para as reuniões virtuais mais progressistas no espaço para banquetes reprojetado no 17o. andar. Além disso, uma instalação multimídia no térreo empolgará com arte e vídeo preparados por grandes talentos e artistas de todo o mundo.

"Finalmente estou chegando perto de realizar totalmente meu sonho com o PUBLIC: é uma nova classe de hotel, e o melhor ainda está por vir. Tenho uma incrível equipe administrativa completamente nova, para me apoiar em cada etapa do caminho para realizar essa nova ideia. Tenho tanta sorte de morar na cidade de Nova York e de estarmos voltando a ter nossas vidas de volta. O PUBLIC e a cidade de Nova York juntos são a tempestade perfeita para o inevitável renascimento da cidade. O futuro reserva uma grande prosperidade e criatividade inovadora, e sou tão grato por fazer parte disso com o PUBLIC", disse Schrager.

SOBRE O PUBLIC

A premissa fundamental do PUBLIC é LUXURY FOR ALL (LUXO PARA TODOS). Ela se baseia em quatro pilares fundamentais: serviço, estilo, experiência única e valor. Entretanto, não se trata de luxo como tradicionalmente o conhecemos, mas luxo refletindo uma nova definição. O luxo não tem mais nada a ver com coisas ou o preço de algo. Não é uma classificação comercial, um nível de preços ou baseado em sua escassez. O luxo agora se trata de experiências e de como algo faz você se sentir. O luxo está sendo democratizado e agora é para todos. Os três bares (Diego, The Roof e Lobby Bar) têm sua própria vibração e personalidade exclusivas; então, em função do seu tempo, você pode acabar indo aos três na mesma noite ou a apenas um, dependendo de seu humor. Jardins com um magnífico paisagismo, múltiplos espaços de trabalho comunais e salas de eventos privadas, tanto dentro quanto fora do prédio com uma vista desimpedida de 360 graus da cidade de cair o queixo, fazem com que esses espaços proporcionem a última palavra em socialização, entretenimento, trabalho e, até mesmo, simplesmente observar as pessoas.

 

Photo - https://mma.prnewswire.com/media/1526452/Chrystie_Park_at_PUBLIC.jpg

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/1526401/PUBLIC_Logo.jpg  

 

FONTE PUBLIC

Você acabou de ler:

Ian Schrager Relança Sua Transformadora Nova Marca Public para um Novo Começo para o Hotel e a Cidade de Nova York

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/ian-schrager-relanca-sua-transformadora-nova-marca-public-para-um-novo-comeco-para-o-hotel-e-a-cidade-de-nova-york/