IFF 2021: economia global crescerá 5,9% em 2021 devido ao estímulo fiscal e à acomodação monetária em meio à pandemia

GUANGZHOU, China, 4 de dezembro de 2021 /PRNewswire/ -- O Fórum Internacional de Finanças (IFF) lançou hoje seu primeiro "Relatório Global de Finanças e Desenvolvimento do IFF", com o objetivo de analisar, delinear e prever prioridades econômicas, riscos e políticas globais. O relatório mostra que a economia global viu uma recuperação graças à expansão da cobertura de vacinação, estímulo fiscal contínuo e acomodação monetária.

Especificamente, o IFF estima que a economia global cresça 5,9% este ano, recuperando-se ao nível pré-pandemia de 2019. A economia global teve uma forte recuperação no primeiro semestre deste ano, mas o impulso de crescimento diminuiu no segundo semestre, à medida que surtos mais contagiosos da variante delta ocorriam em muitas partes do mundo. A recuperação continua no caminho certo, embora o ritmo continue a variar de um país para outro.

No entanto, a forte recuperação fez com que os preços aumentassem em muitos países. A inflação global dos preços ao consumidor deverá atingir 4,5% este ano, e reduzir para 3,8% em 2022, à medida que as lacunas de oferta e demanda se estreitarem, de acordo com as estimativas do IFF.

"Apesar do impulso da recuperação econômica global, ainda existem riscos graves significativos no próximo ano", disse Zhuang Juzhong, economista-chefe do IFF e ex-economista-chefe adjunto do Banco de Desenvolvimento Asiático. "A implementação de vacinas mais lenta do que a esperada, especialmente no mundo em desenvolvimento, e mais mutações no vírus podem levar a novos surtos em todo o mundo, fazendo com que os governos imponham novamente medidas rigorosas de contenção, reduzindo assim o crescimento."

Em 2022, estima-se que a economia global cresça 4,7%, conforme mostra o relatório do IFF, apoiado por políticas fiscais e monetárias contínuas com a expansão da cobertura da vacinação. No entanto, a inflação mais alta e persistente poderia estimular ajustes abruptos na direção da política monetária em países avançados, segundo o alerta do IFF, acrescentando que as tensões geopolíticas também poderiam causar impacto na recuperação.

O IFF também destacou no relatório que a pandemia está deixando cicatrizes duradouras no desenvolvimento social e humano em todo o mundo, uma vez que interrompeu a luta global contra a pobreza extrema e aumentou a desigualdade de renda.

Para abordar as questões em andamento e garantir uma perspectiva estável, o IFF insistiu que a comunidade internacional deveria trabalhar em conjunto para acelerar a tomada da vacina, garantir a estabilidade das políticas monetárias, eliminar as tensões comerciais, impulsionar o desenvolvimento das finanças verdes e acelerar o apoio às nações de baixa renda.

Para obter o relatório completo, acesse: http://iff.org.cn/uploads/2021GAM/GFAD-report20211202.pdf

 

FONTE International Finance Forum (IFF)

GUANGZHOU, China, 4 de dezembro de 2021 /PRNewswire/ -- O Fórum Internacional de Finanças (IFF) lançou hoje seu primeiro "Relatório Global de Finanças e Desenvolvimento do IFF", com o objetivo de analisar, delinear e prever prioridades econômicas, riscos e políticas globais. O relatório mostra que a economia global viu uma recuperação graças à expansão da cobertura de vacinação, estímulo fiscal contínuo e acomodação monetária.

Especificamente, o IFF estima que a economia global cresça 5,9% este ano, recuperando-se ao nível pré-pandemia de 2019. A economia global teve uma forte recuperação no primeiro semestre deste ano, mas o impulso de crescimento diminuiu no segundo semestre, à medida que surtos mais contagiosos da variante delta ocorriam em muitas partes do mundo. A recuperação continua no caminho certo, embora o ritmo continue a variar de um país para outro.

No entanto, a forte recuperação fez com que os preços aumentassem em muitos países. A inflação global dos preços ao consumidor deverá atingir 4,5% este ano, e reduzir para 3,8% em 2022, à medida que as lacunas de oferta e demanda se estreitarem, de acordo com as estimativas do IFF.

"Apesar do impulso da recuperação econômica global, ainda existem riscos graves significativos no próximo ano", disse Zhuang Juzhong, economista-chefe do IFF e ex-economista-chefe adjunto do Banco de Desenvolvimento Asiático. "A implementação de vacinas mais lenta do que a esperada, especialmente no mundo em desenvolvimento, e mais mutações no vírus podem levar a novos surtos em todo o mundo, fazendo com que os governos imponham novamente medidas rigorosas de contenção, reduzindo assim o crescimento."

Em 2022, estima-se que a economia global cresça 4,7%, conforme mostra o relatório do IFF, apoiado por políticas fiscais e monetárias contínuas com a expansão da cobertura da vacinação. No entanto, a inflação mais alta e persistente poderia estimular ajustes abruptos na direção da política monetária em países avançados, segundo o alerta do IFF, acrescentando que as tensões geopolíticas também poderiam causar impacto na recuperação.

O IFF também destacou no relatório que a pandemia está deixando cicatrizes duradouras no desenvolvimento social e humano em todo o mundo, uma vez que interrompeu a luta global contra a pobreza extrema e aumentou a desigualdade de renda.

Para abordar as questões em andamento e garantir uma perspectiva estável, o IFF insistiu que a comunidade internacional deveria trabalhar em conjunto para acelerar a tomada da vacina, garantir a estabilidade das políticas monetárias, eliminar as tensões comerciais, impulsionar o desenvolvimento das finanças verdes e acelerar o apoio às nações de baixa renda.

Para obter o relatório completo, acesse: http://iff.org.cn/uploads/2021GAM/GFAD-report20211202.pdf

 

FONTE International Finance Forum (IFF)

Você acabou de ler:

IFF 2021: economia global crescerá 5,9% em 2021 devido ao estímulo fiscal e à acomodação monetária em meio à pandemia

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/iff-2021-economia-global-crescera-59-em-2021-devido-ao-estimulo-fiscal-e-a-acomodacao-monetaria-em-meio-a-pandemia/