Instituto Souza Cruz: 20 anos incentivando o empreendedorismo jovem

Nas últimas duas décadas, mais de 2 milhões de pessoas foram apoiadas pela instituição

SÃO PAULO, 11 de agosto de 2020 /PRNewswire/ -- O Instituto Souza Cruz chega ao seu vigésimo aniversário com vários motivos para celebrar. Referência na formação de jovens empreendedores, a instituição, criada a partir das  ações sociais promovidas pela empresa Souza Cruz, tem como objetivo reduzir as desigualdades sociais, capacitando e incentivando os participantes a tirarem suas ideias do papel. Em 20 anos de atuação, mais de 2 milhões de pessoas foram beneficiadas.

A atuação do Instituto se dá no campo e na cidade. No meio rural, o programa Novos Rurais desperta o empreendedorismo ainda no Ensino Médio, ministrado de forma complementar às disciplinas. Os participantes aprendem a criar um plano de negócios para investir na zona rural, seja com projetos agrícolas ou não. Isto torna o ambiente do campo mais atrativo para as novas gerações, evitando a evasão para a cidade. Ao final da capacitação, o Instituto Souza Cruz e as organizações parceiras fazem uma curadoria e os projetos selecionados recebem ajuda financeira, consultoria e acompanhamento.

No meio urbano, o programa Decola Jovem, desenvolvido em parceria com a Agência Besouro de Fomento Social, prioriza os jovens de famílias de baixa renda, em sua maior parte moradores de regiões vulneráveis. A primeira cidade contemplada foi Duque de Caxias, na Baixada Fluminense do Rio de Janeiro, por meio do programa de capacitação empreendedora voltado para jovens de 18 a 35 anos.

Os próximos passos da Instituição revelam uma estratégia crucial para o país: contribuir ainda mais para a redução da desigualdade social, expandindo os seus programas para as regiões onde a empresa Souza Cruz tem atuação.

A primeira ação já está em andamento. O Instituto está trabalhando no desenvolvimento de uma plataforma de aprendizado, que será uma ferramenta de apoio aos alunos do programa Novos Rurais. Dinâmica e completa, a plataforma estará disponível para acesso em diferentes dispositivos (smartfone, tablet ou computador), além de concentrar todas as funcionalidades que acompanharão o jovem ao longo do seu trajeto empreendedor. Além dela, o Novos Rurais ganhará novas metodologias de ensino e uma atualização do conteúdo programático.

Para o Decola Jovem, o Instituto também prepara novidades. Novos municípios receberão o programa ainda este ano e o foco da capacitação estará na criatividade empreendedora para enfrentar a crise econômica pós-pandemia da Covid-19.

"Sabemos que ainda há muito trabalho a ser feito, mas temos como motivação a força de vontade e a criatividade dos jovens, que continuam acreditando em seus potenciais e representam o futuro da nossa geração", afirma Regina Maia, Presidente do Instituto Souza Cruz.

CASOS DE SUCESSO

Participante do programa Novos Rurais em 2018, na cidade de Canguçu/RS, Letícia Schiavon Camargo, de 30 anos,  desenvolveu o empreendimento "Sítio das Ervas", transformando a propriedade da família em um espaço com hortas orgânicas, pomares de frutas, trilhas ecológicas, café colonial e um centro de terapias holísticas que, futuramente, abrigará uma pousada. Todo o projeto foi pensado de forma sustentável, aproveitando estruturas já existentes, como galpões e estufas.

O Decola Jovem foi iniciado em 2019, mas, apesar do curto tempo,  já garantiu casos de sucesso, como o da empresária Lohanny Machado, de 23 anos, proprietária da Pipolovers Gourmet (@pipoloversgourmet). Desde a participação no curso, ela desenvolveu a sua marca, investiu nos seus produtos e conseguiu quintuplicar o seu faturamento, mesmo durante o isolamento provocado pela Covid-19. Este ano, o curso Decola Jovem foi oferecido virtualmente, com foco no empreendedorismo em tempos de crise. Cerca de 100 jovens participaram e 24 estão sendo acompanhados em seus projetos. 

"Estamos desenvolvendo uma estratégia mais eficiente de ensino desses jovens, por meio de metodologias mais dinâmicas, que aprimorem a capacidade empreendedora de cada participante. Estamos muito felizes com os nossos resultados. Nosso investimento é para que as próximas décadas sejam ainda melhores", conclui Regina Maia.

SOBRE O INSTITUTO SOUZA CRUZ

Há 20 anos, o Instituto Souza Cruz investe no empreendedorismo como ferramenta de autonomia e geração de renda para jovens que vivem em territórios rurais. Em 2019, o Instituto Souza Cruz amplia seu escopo de atuação, levando para o meio urbano esta experiência de formação empreendedora, contribuindo para a redução da desigualdade através da inclusão social, autonomia e geração de renda da juventude urbana.

FONTE Instituto Souza Cruz

Nas últimas duas décadas, mais de 2 milhões de pessoas foram apoiadas pela instituição

SÃO PAULO, 11 de agosto de 2020 /PRNewswire/ -- O Instituto Souza Cruz chega ao seu vigésimo aniversário com vários motivos para celebrar. Referência na formação de jovens empreendedores, a instituição, criada a partir das  ações sociais promovidas pela empresa Souza Cruz, tem como objetivo reduzir as desigualdades sociais, capacitando e incentivando os participantes a tirarem suas ideias do papel. Em 20 anos de atuação, mais de 2 milhões de pessoas foram beneficiadas.

A atuação do Instituto se dá no campo e na cidade. No meio rural, o programa Novos Rurais desperta o empreendedorismo ainda no Ensino Médio, ministrado de forma complementar às disciplinas. Os participantes aprendem a criar um plano de negócios para investir na zona rural, seja com projetos agrícolas ou não. Isto torna o ambiente do campo mais atrativo para as novas gerações, evitando a evasão para a cidade. Ao final da capacitação, o Instituto Souza Cruz e as organizações parceiras fazem uma curadoria e os projetos selecionados recebem ajuda financeira, consultoria e acompanhamento.

No meio urbano, o programa Decola Jovem, desenvolvido em parceria com a Agência Besouro de Fomento Social, prioriza os jovens de famílias de baixa renda, em sua maior parte moradores de regiões vulneráveis. A primeira cidade contemplada foi Duque de Caxias, na Baixada Fluminense do Rio de Janeiro, por meio do programa de capacitação empreendedora voltado para jovens de 18 a 35 anos.

Os próximos passos da Instituição revelam uma estratégia crucial para o país: contribuir ainda mais para a redução da desigualdade social, expandindo os seus programas para as regiões onde a empresa Souza Cruz tem atuação.

A primeira ação já está em andamento. O Instituto está trabalhando no desenvolvimento de uma plataforma de aprendizado, que será uma ferramenta de apoio aos alunos do programa Novos Rurais. Dinâmica e completa, a plataforma estará disponível para acesso em diferentes dispositivos (smartfone, tablet ou computador), além de concentrar todas as funcionalidades que acompanharão o jovem ao longo do seu trajeto empreendedor. Além dela, o Novos Rurais ganhará novas metodologias de ensino e uma atualização do conteúdo programático.

Para o Decola Jovem, o Instituto também prepara novidades. Novos municípios receberão o programa ainda este ano e o foco da capacitação estará na criatividade empreendedora para enfrentar a crise econômica pós-pandemia da Covid-19.

"Sabemos que ainda há muito trabalho a ser feito, mas temos como motivação a força de vontade e a criatividade dos jovens, que continuam acreditando em seus potenciais e representam o futuro da nossa geração", afirma Regina Maia, Presidente do Instituto Souza Cruz.

CASOS DE SUCESSO

Participante do programa Novos Rurais em 2018, na cidade de Canguçu/RS, Letícia Schiavon Camargo, de 30 anos,  desenvolveu o empreendimento "Sítio das Ervas", transformando a propriedade da família em um espaço com hortas orgânicas, pomares de frutas, trilhas ecológicas, café colonial e um centro de terapias holísticas que, futuramente, abrigará uma pousada. Todo o projeto foi pensado de forma sustentável, aproveitando estruturas já existentes, como galpões e estufas.

O Decola Jovem foi iniciado em 2019, mas, apesar do curto tempo,  já garantiu casos de sucesso, como o da empresária Lohanny Machado, de 23 anos, proprietária da Pipolovers Gourmet (@pipoloversgourmet). Desde a participação no curso, ela desenvolveu a sua marca, investiu nos seus produtos e conseguiu quintuplicar o seu faturamento, mesmo durante o isolamento provocado pela Covid-19. Este ano, o curso Decola Jovem foi oferecido virtualmente, com foco no empreendedorismo em tempos de crise. Cerca de 100 jovens participaram e 24 estão sendo acompanhados em seus projetos. 

"Estamos desenvolvendo uma estratégia mais eficiente de ensino desses jovens, por meio de metodologias mais dinâmicas, que aprimorem a capacidade empreendedora de cada participante. Estamos muito felizes com os nossos resultados. Nosso investimento é para que as próximas décadas sejam ainda melhores", conclui Regina Maia.

SOBRE O INSTITUTO SOUZA CRUZ

Há 20 anos, o Instituto Souza Cruz investe no empreendedorismo como ferramenta de autonomia e geração de renda para jovens que vivem em territórios rurais. Em 2019, o Instituto Souza Cruz amplia seu escopo de atuação, levando para o meio urbano esta experiência de formação empreendedora, contribuindo para a redução da desigualdade através da inclusão social, autonomia e geração de renda da juventude urbana.

FONTE Instituto Souza Cruz

Você acabou de ler:

Instituto Souza Cruz: 20 anos incentivando o empreendedorismo jovem

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/instituto-souza-cruz-20-anos-incentivando-o-empreendedorismo-jovem/