Johnson & Johnson MedTech e HC-FMUSP inauguram laboratório de treinamentos em cirurgia minimamente invasiva

Voltado a alunos e residentes de Medicina de todo Brasil, a JJMT trouxe para compor o espaço um modelo de treinamento em cirurgias minimamente invasivas consagrado na Universidade Católica do Chile, e oferecerá treinamentos a cerca de 250 alunos de todo o Brasil.

SÃO PAULO, 2 de junho de 2022 /PRNewswire/ -- Com apoio da Jonhson & Johnson MedTech Brasil, o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP inaugura oficialmente em maio o Laboratório de Ensino, Pesquisa e Inovações em Cirurgia (LEPIC), espaço dedicado ao treinamento de cirurgiões especialistas e médicos residentes em cirurgia minimamente invasiva. A previsão é de que nesse ano, cerca de 250 cirurgiões participem dos cursos, voltados à melhoria da performance.

Inicialmente direcionado aos alunos e residentes da FMUSP, o LEPIC agora oferecerá aulas sobre cirurgias minimamente invasivas nas áreas de cirurgia do fígado, do aparelho digestivo, do pâncreas, do esôfago, do estômago e do intestino abertas à participação de médicos de todo Brasil. Todos terão acesso a treinamentos em procedimentos diagnósticos e terapêuticos de alta complexidade em gastroenterologia.

O laboratório conta com uma estrutura completa de aprendizado, por meio do uso conjunto de plataformas de exercício convencional e feedback digital. Ali, os participantes têm à disposição cursos regulares, que abrangem desde os fundamentos da cirurgia minimamente invasiva até conceitos mais avançados, como o uso de big data e de Inteligência Artificial em cirurgias. Uma das estratégias adotadas para o ensino é o uso de jogos e simuladores, que possibilitam acelerar a curva de aprendizado.

"A parceria com o LEPIC reforça o nosso compromisso com a educação médica continuada e com a inovação. Por meio de uma plataforma digital, a presença do preceptor durante o treinamento não é mais necessária. Desta forma, os residentes podem ter horários flexíveis, adaptados às suas necessidades e personalizar o ritmo do seu treinamento", ressalta Elisabete Murata, diretora de Educação Científica da J&J MedTech para a América Latina. "O LEPIC é a primeira instituição a implementar este sistema no Brasil e estamos felizes em fazer parte deste projeto".

Além de treinar residentes e médicos em cirurgia minimamente invasiva, o espaço visa desenvolver programas de ensino, pesquisa e inovação das áreas cirúrgicas do Hospital das Clínicas nos campos da laparoscopia, videocirurgia, videoendoscopia e cirurgia robótica. Segundo o professor da FMUSP e um dos idealizadores do projeto, Dr. Ivan Cecconello, "o laboratório traz tecnologias que permitem o aprendizado por meio da inovação tecnológica e da criação de metodologias de treinamento cirúrgico", necessidade que cresceu muito, devido ao avanço e desenvolvimento da inteligência artificial dentro da Medicina.

Compromisso com o desenvolvimento de profissionais

A Johnson & Johnson MedTech apoiou o LEPIC com investimento em materiais e equipamentos voltados ao treinamento de cirurgiões. Uma das ferramentas permite o uso de uma metodologia de ensino à distância baseada em um aplicativo, onde os alunos praticam exercícios que ficam salvos em nuvem para serem analisados por uma rede de médicos preceptores. Ao receber feedback e ser avaliado por cirurgiões experientes, ele consegue evoluir tecnicamente, ganhar agilidade e trazer resultados melhores tanto para o paciente como para a instituição onde atua, por exemplo.

Assim, a proposta do LEPIC é aumentar o número de cirurgiões no Brasil habilitados em práticas de cirurgias pouco invasivas com uso de tecnologias digitais, diminuindo o número de complicações cirúrgicas, uma vez que os profissionais podem ter acesso a um volume maior de treinamentos e simulações por meio desses equipamentos e do aplicativo.

"Apoiar o desenvolvimento de profissionais de saúde e ampliar o acesso à educação médica de qualidade para a cirurgia são dois compromissos da Johnson & Johnson MedTech, que fomenta salas de inovação e de educação continuada em todo o mundo.  A inauguração do LEPIC é mais um passo nessa jornada, em prol de resultados cada vez melhores para os pacientes e mais sustentabilidade para o sistema de saúde", comenta Gustavo Galá, presidente da J&J MedTech Brasil.

 "Entendemos que hoje, residentes precisam desenvolver habilidades e receber treinamentos como os que oferecemos, para que exerçam com segurança a sua atividade profissional", conta o vice-presidente do LEPIC e professor Dr. Luiz Carneiro. "A Johnson & Johnson trouxe o modelo consagrado na Universidade Católica do Chile para cá, materializando o sonho de termos um centro que ofereça treinamentos de maneira integral aos nossos residentes."

O livre-docente do Departamento de Gastroenterologia da Disciplina de Cirurgia do Aparelho Digestivo da FMUSP, Ricardo Zugaib Abdalla, completa: "Vamos integrar as tecnologias e mostrar na prática o que elas podem fazer, para que alunos da graduação, residência médica, pós-graduação e até mesmo desenvolvedores de software e games cirúrgicos possam entender o que é uma sala cirúrgica".

Sobre a Johnson & Johnson MedTech

Na Johnson & Johnson MedTech, ajudamos as pessoas a viver da melhor maneira possível. Com mais de um século de experiência, solucionamos os desafios mais urgentes no setor de saúde e damos passos ousados em direção a novos padrões de cuidados, melhorando a experiência de assistência médica das pessoas. Com soluções de cirurgia, ortopedia e intervenção, ajudamos a salvar vidas e preparamos o caminho para um futuro mais saudável para todos, em todos os lugares.

FONTE Johnson & Johnson MedTech

Voltado a alunos e residentes de Medicina de todo Brasil, a JJMT trouxe para compor o espaço um modelo de treinamento em cirurgias minimamente invasivas consagrado na Universidade Católica do Chile, e oferecerá treinamentos a cerca de 250 alunos de todo o Brasil.

SÃO PAULO, 2 de junho de 2022 /PRNewswire/ -- Com apoio da Jonhson & Johnson MedTech Brasil, o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP inaugura oficialmente em maio o Laboratório de Ensino, Pesquisa e Inovações em Cirurgia (LEPIC), espaço dedicado ao treinamento de cirurgiões especialistas e médicos residentes em cirurgia minimamente invasiva. A previsão é de que nesse ano, cerca de 250 cirurgiões participem dos cursos, voltados à melhoria da performance.

Inicialmente direcionado aos alunos e residentes da FMUSP, o LEPIC agora oferecerá aulas sobre cirurgias minimamente invasivas nas áreas de cirurgia do fígado, do aparelho digestivo, do pâncreas, do esôfago, do estômago e do intestino abertas à participação de médicos de todo Brasil. Todos terão acesso a treinamentos em procedimentos diagnósticos e terapêuticos de alta complexidade em gastroenterologia.

O laboratório conta com uma estrutura completa de aprendizado, por meio do uso conjunto de plataformas de exercício convencional e feedback digital. Ali, os participantes têm à disposição cursos regulares, que abrangem desde os fundamentos da cirurgia minimamente invasiva até conceitos mais avançados, como o uso de big data e de Inteligência Artificial em cirurgias. Uma das estratégias adotadas para o ensino é o uso de jogos e simuladores, que possibilitam acelerar a curva de aprendizado.

"A parceria com o LEPIC reforça o nosso compromisso com a educação médica continuada e com a inovação. Por meio de uma plataforma digital, a presença do preceptor durante o treinamento não é mais necessária. Desta forma, os residentes podem ter horários flexíveis, adaptados às suas necessidades e personalizar o ritmo do seu treinamento", ressalta Elisabete Murata, diretora de Educação Científica da J&J MedTech para a América Latina. "O LEPIC é a primeira instituição a implementar este sistema no Brasil e estamos felizes em fazer parte deste projeto".

Além de treinar residentes e médicos em cirurgia minimamente invasiva, o espaço visa desenvolver programas de ensino, pesquisa e inovação das áreas cirúrgicas do Hospital das Clínicas nos campos da laparoscopia, videocirurgia, videoendoscopia e cirurgia robótica. Segundo o professor da FMUSP e um dos idealizadores do projeto, Dr. Ivan Cecconello, "o laboratório traz tecnologias que permitem o aprendizado por meio da inovação tecnológica e da criação de metodologias de treinamento cirúrgico", necessidade que cresceu muito, devido ao avanço e desenvolvimento da inteligência artificial dentro da Medicina.

Compromisso com o desenvolvimento de profissionais

A Johnson & Johnson MedTech apoiou o LEPIC com investimento em materiais e equipamentos voltados ao treinamento de cirurgiões. Uma das ferramentas permite o uso de uma metodologia de ensino à distância baseada em um aplicativo, onde os alunos praticam exercícios que ficam salvos em nuvem para serem analisados por uma rede de médicos preceptores. Ao receber feedback e ser avaliado por cirurgiões experientes, ele consegue evoluir tecnicamente, ganhar agilidade e trazer resultados melhores tanto para o paciente como para a instituição onde atua, por exemplo.

Assim, a proposta do LEPIC é aumentar o número de cirurgiões no Brasil habilitados em práticas de cirurgias pouco invasivas com uso de tecnologias digitais, diminuindo o número de complicações cirúrgicas, uma vez que os profissionais podem ter acesso a um volume maior de treinamentos e simulações por meio desses equipamentos e do aplicativo.

"Apoiar o desenvolvimento de profissionais de saúde e ampliar o acesso à educação médica de qualidade para a cirurgia são dois compromissos da Johnson & Johnson MedTech, que fomenta salas de inovação e de educação continuada em todo o mundo.  A inauguração do LEPIC é mais um passo nessa jornada, em prol de resultados cada vez melhores para os pacientes e mais sustentabilidade para o sistema de saúde", comenta Gustavo Galá, presidente da J&J MedTech Brasil.

 "Entendemos que hoje, residentes precisam desenvolver habilidades e receber treinamentos como os que oferecemos, para que exerçam com segurança a sua atividade profissional", conta o vice-presidente do LEPIC e professor Dr. Luiz Carneiro. "A Johnson & Johnson trouxe o modelo consagrado na Universidade Católica do Chile para cá, materializando o sonho de termos um centro que ofereça treinamentos de maneira integral aos nossos residentes."

O livre-docente do Departamento de Gastroenterologia da Disciplina de Cirurgia do Aparelho Digestivo da FMUSP, Ricardo Zugaib Abdalla, completa: "Vamos integrar as tecnologias e mostrar na prática o que elas podem fazer, para que alunos da graduação, residência médica, pós-graduação e até mesmo desenvolvedores de software e games cirúrgicos possam entender o que é uma sala cirúrgica".

Sobre a Johnson & Johnson MedTech

Na Johnson & Johnson MedTech, ajudamos as pessoas a viver da melhor maneira possível. Com mais de um século de experiência, solucionamos os desafios mais urgentes no setor de saúde e damos passos ousados em direção a novos padrões de cuidados, melhorando a experiência de assistência médica das pessoas. Com soluções de cirurgia, ortopedia e intervenção, ajudamos a salvar vidas e preparamos o caminho para um futuro mais saudável para todos, em todos os lugares.

FONTE Johnson & Johnson MedTech

Você acabou de ler:

Johnson & Johnson MedTech e HC-FMUSP inauguram laboratório de treinamentos em cirurgia minimamente invasiva

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/johnson-johnson-medtech-e-hc-fmusp-inauguram-laboratorio-de-treinamentos-em-cirurgia-minimamente-invasiva/