Jornal Science and Technology Daily: especialistas identificam o que a China fez para proteger a sua população em meio à pandemia da COVID-19

PEQUIM, 12 de junho de 2020 /PRNewswire/ -- Artigo do Science and Technology Daily:

O presidente Xi Jinping presidiu um simpósio, no dia 2 de junho, com a participação de especialistas e estudiosos. Após essa importante reunião, alguns especialistas em medicina, governança pública e direito discutiram como a resposta multidimensional da China à epidemia alcançou a vitória inicial.

Zhong Nanshan, um acadêmico da Academia Chinesa de Engenharia e professor de medicina respiratória da Universidade Médica de Guangzhou, disse ao Science and Technology Daily: "Ao combater a epidemia, a China pressionou a tecla 'pausa' da economia. Todos os profissionais da área de saúde se esforçaram para salvar todos os pacientes e nunca desistir, trabalhando tão meticulosamente quanto alguém que faz um bordado".

No tratamento médico de pacientes com COVID-19, a China mobilizou quantidade inigualável de recursos nacionais para oferecer tratamento médico em grande escala, sem perder nenhum caso infectado ou desistir de um único paciente. O tratamento de casos graves tem sido uma das maiores preocupações dos principais líderes da China.

Tong Zhaohui, vice-presidente e médico-chefe do Hospital Chao-Yang de Pequim, afiliado à Capital Medical University, e integrante da equipe médica enviada a Hubei, lembrou que, após ouvir seu relatório, o presidente perguntou sobre o custo do tratamento de pacientes graves e pacientes comuns e observou que a combinação da medicina tradicional chinesa e da medicina ocidental é uma das principais características da resposta da China à COVID-19.

O país inteiro está lutando contra a epidemia como se estivesse jogando xadrez, contando com o planejamento e a coordenação gerais e, especialmente, o sistema de comando, afirmaram os especialistas.

Xue Lan, decano do Schwarzman College e professor da Escola de Políticas Públicas e Administração da Universidade de Tsinghua, acredita que o sistema de comando da China tem sido muito forte no combate à epidemia de COVID-19. O Grupo Central de Prevenção e Controle de Novos Coronavírus e o Mecanismo Conjunto de Prevenção e Controle do Conselho de Estado desempenharam um papel fundamental na mobilização rápida de todas as forças do país e na coordenação de vários recursos.

A China também valorizou muito a popularização de leis e regulamentos de segurança da saúde pública e prevenção e controle de epidemias, além de estimular toda a sociedade a agir de acordo com a lei.

Wang Chenguang, professor da Faculdade de Direito da Universidade de Tsinghua e vice-presidente executivo da Sociedade Chinesa de Direito da Saúde, disse que a China elevou a estratégia da China saudável ao nível jurídico. Também criou um sistema jurídico de saúde pública com a Lei básica de assistência médica e promoção da saúde como base e várias leis como órgão principal, como a Lei de prevenção e tratamento de doenças infecciosas, a Lei de resposta a emergências, a Lei da quarentena e da saúde da fronteira, e a Lei da administração de fármacos. Esse sistema garantiu que a prevenção e o controle de epidemias sejam conduzidos em conformidade com a lei.

Além disso, a combinação da medicina tradicional chinesa e da medicina ocidental é um exemplo claro de inovação, enquanto também executa as melhores práticas da medicina tradicional chinesa.

Zhang Boli, um acadêmico da Academia Chinesa de Engenharia e presidente da Universidade de Medicina Tradicional Chinesa, em Tianjin, disse que o presidente apresentou uma série de requisitos para a criação do sistema nacional de saúde pública. Isso inclui a criação de um sistema de prevenção e controle de doenças, fortalecendo as capacidades de monitoramento e alerta precoce, aperfeiçoando ainda mais as habilidades para tratar as principais doenças infecciosas, aprimorando a organização e a liderança do trabalho da medicina tradicional chinesa, popularizando as leis e regulamentos de segurança em saúde pública e prevenção de epidemias, aumentando o investimento em ciência e tecnologia na área da saúde e continuando a cumprir ativamente as obrigações internacionais. Ele também mostrou a direção para futuros trabalhos.

 

FONTE Science and Technology Daily

PEQUIM, 12 de junho de 2020 /PRNewswire/ -- Artigo do Science and Technology Daily:

O presidente Xi Jinping presidiu um simpósio, no dia 2 de junho, com a participação de especialistas e estudiosos. Após essa importante reunião, alguns especialistas em medicina, governança pública e direito discutiram como a resposta multidimensional da China à epidemia alcançou a vitória inicial.

Zhong Nanshan, um acadêmico da Academia Chinesa de Engenharia e professor de medicina respiratória da Universidade Médica de Guangzhou, disse ao Science and Technology Daily: "Ao combater a epidemia, a China pressionou a tecla 'pausa' da economia. Todos os profissionais da área de saúde se esforçaram para salvar todos os pacientes e nunca desistir, trabalhando tão meticulosamente quanto alguém que faz um bordado".

No tratamento médico de pacientes com COVID-19, a China mobilizou quantidade inigualável de recursos nacionais para oferecer tratamento médico em grande escala, sem perder nenhum caso infectado ou desistir de um único paciente. O tratamento de casos graves tem sido uma das maiores preocupações dos principais líderes da China.

Tong Zhaohui, vice-presidente e médico-chefe do Hospital Chao-Yang de Pequim, afiliado à Capital Medical University, e integrante da equipe médica enviada a Hubei, lembrou que, após ouvir seu relatório, o presidente perguntou sobre o custo do tratamento de pacientes graves e pacientes comuns e observou que a combinação da medicina tradicional chinesa e da medicina ocidental é uma das principais características da resposta da China à COVID-19.

O país inteiro está lutando contra a epidemia como se estivesse jogando xadrez, contando com o planejamento e a coordenação gerais e, especialmente, o sistema de comando, afirmaram os especialistas.

Xue Lan, decano do Schwarzman College e professor da Escola de Políticas Públicas e Administração da Universidade de Tsinghua, acredita que o sistema de comando da China tem sido muito forte no combate à epidemia de COVID-19. O Grupo Central de Prevenção e Controle de Novos Coronavírus e o Mecanismo Conjunto de Prevenção e Controle do Conselho de Estado desempenharam um papel fundamental na mobilização rápida de todas as forças do país e na coordenação de vários recursos.

A China também valorizou muito a popularização de leis e regulamentos de segurança da saúde pública e prevenção e controle de epidemias, além de estimular toda a sociedade a agir de acordo com a lei.

Wang Chenguang, professor da Faculdade de Direito da Universidade de Tsinghua e vice-presidente executivo da Sociedade Chinesa de Direito da Saúde, disse que a China elevou a estratégia da China saudável ao nível jurídico. Também criou um sistema jurídico de saúde pública com a Lei básica de assistência médica e promoção da saúde como base e várias leis como órgão principal, como a Lei de prevenção e tratamento de doenças infecciosas, a Lei de resposta a emergências, a Lei da quarentena e da saúde da fronteira, e a Lei da administração de fármacos. Esse sistema garantiu que a prevenção e o controle de epidemias sejam conduzidos em conformidade com a lei.

Além disso, a combinação da medicina tradicional chinesa e da medicina ocidental é um exemplo claro de inovação, enquanto também executa as melhores práticas da medicina tradicional chinesa.

Zhang Boli, um acadêmico da Academia Chinesa de Engenharia e presidente da Universidade de Medicina Tradicional Chinesa, em Tianjin, disse que o presidente apresentou uma série de requisitos para a criação do sistema nacional de saúde pública. Isso inclui a criação de um sistema de prevenção e controle de doenças, fortalecendo as capacidades de monitoramento e alerta precoce, aperfeiçoando ainda mais as habilidades para tratar as principais doenças infecciosas, aprimorando a organização e a liderança do trabalho da medicina tradicional chinesa, popularizando as leis e regulamentos de segurança em saúde pública e prevenção de epidemias, aumentando o investimento em ciência e tecnologia na área da saúde e continuando a cumprir ativamente as obrigações internacionais. Ele também mostrou a direção para futuros trabalhos.

 

FONTE Science and Technology Daily

Você acabou de ler:

Jornal Science and Technology Daily: especialistas identificam o que a China fez para proteger a sua população em meio à pandemia da COVID-19

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/jornal-science-and-technology-daily-especialistas-identificam-o-que-a-china-fez-para-proteger-a-sua-populacao-em-meio-a-pandemia-da-covid-19/