Jovens marcam 20º aniversário do retorno de Macau à China com cânticos para celebrar a união entre Macau e Zhuhai

ZHUHAI, China, 20 de dezembro de 2019 /PRNewswire/ -- O 20º aniversário do retorno de Macau à China foi comemorado no dia 20 de dezembro com o flashmob "Unindo Zhuhai e Macau, Perseguindo Sonhos na Área da Grande Baía". As atividades ocorreram em locais como a região portuária de Hengqin em Zhuhai, uma cidade da vizinha província de Guangdong na China. Segundo o Gabinete de Comunicação do Governo Popular do Município de Zhuhai, mais de 700 jovens de Macau e Zhuhai participaram e comemoraram com coros e dança de rua o retorno de Macau e o seu desenvolvimento integrado.

Zhuhai, que fica ao lado de Macau, tornou-se a porta de entrada e foi pioneira na cooperação com o restante do país. Nos últimos anos, Macau integrou-se ativamente no desenvolvimento global da China e obteve um progresso econômico moderadamente diversificado. A nova área de Hengqin, que fica em Zhuhai e é separada de Macau por um rio com distância mínima de 187 metros, é considerada uma importante plataforma e apoiadora.

Em fevereiro deste ano, o governo chinês publicou a Síntese do Plano de Desenvolvimento para a Área da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau com o objetivo de aprofundar continuamente a cooperação mutuamente benéfica e promover o desenvolvimento coordenado da economia regional. O advogado Lei Wun Kong, de Macau, testemunhou o aprofundamento da cooperação entre estes três locais. Em julho de 2016, o escritório de advocacia de Lei firmou uma parceria na nova área de Hengqin com outros escritórios de Hong Kong e da porção continental do país. Desde então, ele começou a se deslocar diariamente entre Zhuhai e Macau.

O que torna possível o trabalho de Lei entre as duas cidades é a conectividade da infraestrutura e o desembaraço aduaneiro conveniente e eficiente. "Levo apenas meia hora do escritório de Macau para o de Hengqin." Mais importante ainda, Guangdong, Hong Kong e Macau têm aprofundado continuamente a cooperação em matéria de investimento, comércio, serviços financeiros, educação científica e tecnológica e serviços sociais, proporcionando a sociedades advocatícias a possibilidade de uma maior cooperação em serviços jurídicos.

Hoje em dia, viajar entre as duas cidades a trabalho ou a lazer tornou-se uma escolha para muitos em Macau. Como importante vetor de cooperação inter-regional, a Innovalley HQ já incubou 375 projetos de diferentes tamanhos desde 2015. Do total, 199 foram provenientes de Macau e 23 obtiveram financiamento de capital de risco, alcançando o valor de 433 milhões de yuans.

Em 2018, Neildo Choi, um jovem empreendedor de Macau, abriu com sua equipe uma empresa na Innovalley e lançou a Descubra Macau, uma plataforma de viagens on-line que oferece 1.700 produtos turísticos, representando 90% de todo o setor turístico de Macau. A Área da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau representa 62% dos seus usuários registrados. "Hengqin oferece uma estrutura diversificada de RH, espaço físico e apoio industrial às empresas de Macau", diz Choi.

Como cada vez mais residentes de Macau optam por viver ou trabalhar em Hengqin, a prefeitura de Zhuhai elaborou algumas políticas de facilitação. Desde 1º de julho deste ano, por exemplo, os residentes de Macau que vivem permanentemente em Zhuhai podem ter acesso ao seguro médico básico local, o que facilita a educação, o emprego, o empreendedorismo e a moradia. "Agora é mais conveniente consultar um médico, e tenho mais hospitais para escolher entre duas cidades quando fico doente", disse Wu Liqing, um residente de Macau que obteve o cartão de seguro médico de Zhuhai no início de julho.

Um pouco antes do 20º aniversário do retorno de Macau à China, a nova área de Hengqin também celebrou o seu décimo aniversário. Desde a sua criação, a fim de ajudar a expandir o desenvolvimento industrial de Macau, Hengqin desenvolveu seis setores centrais em parceria: inovação tecnológica, finanças, medicina e saúde, turismo e exposições culturais, comércio e logística, e serviços profissionais.

A sempre crescente cooperação entre Macau e Zhuhai também ajudará empresas internacionais a entrarem no enorme mercado chinês, o que é o seu maior interesse segundo Yang Chuan, diretor do Comitê de Administração da Nova Área de Hengqin. Com localização singular na Área da Grande Baía, Hengqin conecta Hong Kong e Macau e proporciona assim um fácil acesso ao intercâmbio internacional para empresas estrangeiras.

 

 

FONTE The Information Office of the People's Government of Zhuhai Municipality

ZHUHAI, China, 20 de dezembro de 2019 /PRNewswire/ -- O 20º aniversário do retorno de Macau à China foi comemorado no dia 20 de dezembro com o flashmob "Unindo Zhuhai e Macau, Perseguindo Sonhos na Área da Grande Baía". As atividades ocorreram em locais como a região portuária de Hengqin em Zhuhai, uma cidade da vizinha província de Guangdong na China. Segundo o Gabinete de Comunicação do Governo Popular do Município de Zhuhai, mais de 700 jovens de Macau e Zhuhai participaram e comemoraram com coros e dança de rua o retorno de Macau e o seu desenvolvimento integrado.

Zhuhai, que fica ao lado de Macau, tornou-se a porta de entrada e foi pioneira na cooperação com o restante do país. Nos últimos anos, Macau integrou-se ativamente no desenvolvimento global da China e obteve um progresso econômico moderadamente diversificado. A nova área de Hengqin, que fica em Zhuhai e é separada de Macau por um rio com distância mínima de 187 metros, é considerada uma importante plataforma e apoiadora.

Em fevereiro deste ano, o governo chinês publicou a Síntese do Plano de Desenvolvimento para a Área da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau com o objetivo de aprofundar continuamente a cooperação mutuamente benéfica e promover o desenvolvimento coordenado da economia regional. O advogado Lei Wun Kong, de Macau, testemunhou o aprofundamento da cooperação entre estes três locais. Em julho de 2016, o escritório de advocacia de Lei firmou uma parceria na nova área de Hengqin com outros escritórios de Hong Kong e da porção continental do país. Desde então, ele começou a se deslocar diariamente entre Zhuhai e Macau.

O que torna possível o trabalho de Lei entre as duas cidades é a conectividade da infraestrutura e o desembaraço aduaneiro conveniente e eficiente. "Levo apenas meia hora do escritório de Macau para o de Hengqin." Mais importante ainda, Guangdong, Hong Kong e Macau têm aprofundado continuamente a cooperação em matéria de investimento, comércio, serviços financeiros, educação científica e tecnológica e serviços sociais, proporcionando a sociedades advocatícias a possibilidade de uma maior cooperação em serviços jurídicos.

Hoje em dia, viajar entre as duas cidades a trabalho ou a lazer tornou-se uma escolha para muitos em Macau. Como importante vetor de cooperação inter-regional, a Innovalley HQ já incubou 375 projetos de diferentes tamanhos desde 2015. Do total, 199 foram provenientes de Macau e 23 obtiveram financiamento de capital de risco, alcançando o valor de 433 milhões de yuans.

Em 2018, Neildo Choi, um jovem empreendedor de Macau, abriu com sua equipe uma empresa na Innovalley e lançou a Descubra Macau, uma plataforma de viagens on-line que oferece 1.700 produtos turísticos, representando 90% de todo o setor turístico de Macau. A Área da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau representa 62% dos seus usuários registrados. "Hengqin oferece uma estrutura diversificada de RH, espaço físico e apoio industrial às empresas de Macau", diz Choi.

Como cada vez mais residentes de Macau optam por viver ou trabalhar em Hengqin, a prefeitura de Zhuhai elaborou algumas políticas de facilitação. Desde 1º de julho deste ano, por exemplo, os residentes de Macau que vivem permanentemente em Zhuhai podem ter acesso ao seguro médico básico local, o que facilita a educação, o emprego, o empreendedorismo e a moradia. "Agora é mais conveniente consultar um médico, e tenho mais hospitais para escolher entre duas cidades quando fico doente", disse Wu Liqing, um residente de Macau que obteve o cartão de seguro médico de Zhuhai no início de julho.

Um pouco antes do 20º aniversário do retorno de Macau à China, a nova área de Hengqin também celebrou o seu décimo aniversário. Desde a sua criação, a fim de ajudar a expandir o desenvolvimento industrial de Macau, Hengqin desenvolveu seis setores centrais em parceria: inovação tecnológica, finanças, medicina e saúde, turismo e exposições culturais, comércio e logística, e serviços profissionais.

A sempre crescente cooperação entre Macau e Zhuhai também ajudará empresas internacionais a entrarem no enorme mercado chinês, o que é o seu maior interesse segundo Yang Chuan, diretor do Comitê de Administração da Nova Área de Hengqin. Com localização singular na Área da Grande Baía, Hengqin conecta Hong Kong e Macau e proporciona assim um fácil acesso ao intercâmbio internacional para empresas estrangeiras.

 

 

FONTE The Information Office of the People's Government of Zhuhai Municipality