#MaisPróximosMaisFortes intensifica movimento de conscientização sobre mieloma múltiplo

Campanha que reúne Amgen e Bristol Myers Squibb reforça a importância do diagnóstico precoce no tratamento do segundo tipo de câncer de sangue mais frequente no mundo[i]

SÃO PAULO, 26 de maio de 2021 /PRNewswire/ -- Para um indivíduo acima dos 40 anos, uma dor na lombar pode representar muitos quadros. Pode ser apenas o reflexo de uma noite mal dormida, talvez uma postura inadequada, mas também pode ser um sinal do mieloma múltiplo.

Esse é o caso de Bruno May, 40 anos, que foi diagnosticado com a doença após conviver com essas dores por alguns meses. "Fui diagnosticado em dezembro de 2017 e antes disso, passei quase seis meses sentindo fortes dores nas costas e frequentando o pronto atendimento quase que quinzenalmente. Fui tratado com analgésicos e antiinflamatórios, sem um diagnóstico certo", explica.

Desconhecido por grande parte da população, o mieloma múltiplo é o segundo tipo de câncer de sangue mais comum no mundo, perdendo apenas para os linfomas[ii]. O mieloma múltiplo é um tipo de câncer hematológico incurável que tem início na medula óssea - tecido encontrado no interior dos ossos (tutano) e responsável por produzir as células sanguíneas. "Isso ocorre devido a uma proliferação dos plasmócitos malignos (células do mieloma), que se acumulam progressivamente em vários locais do tutano, que leva ao quadro do mieloma múltiplo", explica a Dra. Vânia Hungria, onco-hematologista e co-fundadora da IMF Latin America.

Como os sintomas se confundem com outras condições médicas, muitas vezes o diagnóstico é tardio. "Por não ser uma doença tão conhecida, as pessoas demoram para fazer o diagnóstico. É muito frequente o paciente já estar com sintomas há um, dois anos, quando chega no consultório", aponta Dra. Vânia.

No caso de Bruno, as dores constantes pareciam apenas uma consequência do esforço no ambiente de trabalho na área industrial. "Em um desses episódios, o médico decidiu me internar para fazer outros exames e diagnosticar o que exatamente eu tinha. Foi quando conseguimos chegar ao diagnóstico de mieloma múltiplo e então pude iniciar os tratamentos", conta.

Entre os principais sinais está a dor óssea, principalmente nas costas, ocasionada por micro lesões e que em alguns casos podem levar a ocorrência de fraturas– cerca de 80 a 90% dos pacientes apresentam problemas ósseos ao diagnóstico. "Por infiltrar a medula e atrapalhar a produção de toda a parte vermelha do sangue, os pacientes apresentam também anemia. 20% dos pacientes também podem apresentar insuficiência renal por conta das cadeias leves produzidas pelas células do mieloma", explica a especialista.

Por conta desses sintomas, na maioria dos casos, os pacientes fazem uma primeira consulta com o ortopedista, reumatologista, geriatra ou nefrologista, dependendo da queixa principal. "Quando ele chega no hematologista, que é quem acompanha pacientes com mieloma múltiplo, o quadro em geral já está avançado", complementa.

Ampliar a disseminação sobre o tema auxilia não apenas o conhecimento da população, mas também dos profissionais de saúde que atuam no atendimento multidisciplinar e no acolhimento de centenas de pacientes que convivem com o mieloma múltiplo. De acordo com dados do Observatório da Oncologia, 29% dos pacientes levaram mais de um ano para procurar um médico após os primeiros sintomas.[iii]

Campanha #MaisPróximosMaisFortes

O mês de março, data instituída pela International Myeloma Foundation (IMF) para conscientização do mieloma múltiplo, reuniu uma série de iniciativas que disseminaram informações essenciais sobre esse câncer, pouco conhecido pelos brasileiros.

Para seguir com as discussões em torno do tema neste período de pandemia, em que os pacientes de grupo de risco precisam de maior atenção em sua jornada de tratamento, a Amgen e a Bristol Myers Squibb, com o apoio da ABHH (Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular), do GBRAM (Grupo Brasileiro de Mieloma) e da IMF, se uniram em uma parceria inédita para amplificar o compartilhamento de conhecimento para pacientes, profissionais de saúde e sociedade em geral.

A campanha #MaisPróximosMaisFortes tem como objetivo a conscientização sobre o Mieloma Múltiplo, para ajudar a desmitificar a doença e ampliar o conhecimento sobre esse câncer hematológico.

Apesar de não ter cura e ser relativamente raro, os pacientes diagnosticados encontram uma oportunidade de conviver com a doença com qualidade de vida, por meio da evolução da ciência, que permitiu, nos últimos 10 anos, uma gama de tratamentos e combinações terapêuticas que visam diminuir a progressão e letalidade da enfermidade. As opções de tratamento são individualizadas e variam de acordo com o estágio da doença, sendo que as principais opções são: quimioterapia, drogas imunomoduladoras, inibidores do proteassoma, imunoterapia e transplante de células-tronco hematopoiéticas.[iv]

O acesso às terapias modernas é de suma importância para evitar a progressão desse tipo de câncer. Neste sentido, a disponibilização de um amplo arsenal terapêutico é fundamental para garantir a sobrevida e a melhora na qualidade de vida dos pacientes.[v][vi]

Sobre a Amgen

A Amgen está comprometida em liberar o potencial da biologia para pacientes que sofrem com doenças graves ao descobrir, desenvolver e produzir medicamentos inovadores. Esta abordagem começa ao utilizar ferramentas como genética humana avançada para desvendar as complexidades da doença e entender os fundamentos da biologia humana. A Amgen se concentra em áreas de necessidade médica não atendidas, potencializado a sua experiência na fabricação de produtos biológicos para buscar soluções que melhorem a saúde e a vida das pessoas. Fundada nos Estados Unidos em 1980, a Amgen tornou-se a maior empresa de biotecnologia no mundo, com milhões de pacientes atendidos e com um pipeline de medicamentos com potencial revolucionário em desenvolvimento. A empresa está em constante expansão, oferecendo um portfólio robusto nas áreas de oncologia, hematologia, doenças ósseas, doenças cardiovasculares e nefrologia.

Sobre a Bristol Myers Squibb 

A Bristol Myers Squibb é uma biofarmacêutica global que tem como missão descobrir, desenvolver e disponibilizar medicamentos inovadores que ajudem a transformar a vida de pacientes que enfrentam doenças graves. Para mais informações sobre a Bristol Myers Squibb, visite BMS.com/br ou siga-nos no LinkedIn, Twitter, YouTube, Facebook e Instagram. Celgene e Juno Therapeutics são subsidiárias integrais da Bristol Myers Squibb. Em alguns países, devido às leis locais, Celgene e Juno Therapeutics são referenciadas como Celgene, uma empresa da Bristol Myers Squibb e Juno Therapeutics, uma empresa da Bristol Myers Squibb.

[i] International Myeloma Foundation. Mieloma Múltiplo: segundo tipo de câncer sanguíneo mais frequente no mundo. Disponível em: https://www.myeloma.org.br/conteudo_detalhes.php?conteudo=eventos&id_conteudo=752. Acessado em: 15/03/2021.

[ii] International Myeloma Foundation. Mieloma Múltiplo: segundo tipo de câncer sanguíneo mais frequente no mundo. Disponível em: https://www.myeloma.org.br/conteudo_detalhes.php?conteudo=eventos&id_conteudo=752. Acessado em: 15/03/2021.

[iii] Observatório da Oncologia. Os desafios do mieloma múltiplo no Brasil. Disponível em: https://observatoriodeoncologia.com.br/os-desafios-do-mieloma-multiplo-no-brasil/. Acessado em: 15/03/2021.

[iv] ABRALE. Mieloma múltiplo tem cura? Disponível em: https://www.abrale.org.br/doencas/mieloma-multiplo/tratamento/#1587748264142-687b07ca-80bb. Acessado em: 15/03/2021. https://www.abrale.org.br/doencas/mieloma-multiplo/tratamento/#1587748264142-687b07ca-80bb

[v] Kumar SK, Dispenzieri A, Lacy MQ, Gertz MA, Buadi FK, Pandey S, Kapoor P, Dingli D, Hayman SR, Leung N, Lust J, McCurdy A, Russell SJ, Zeldenrust SR, Kyle RA, Rajkumar SV. Continued improvement in survival in multiple myeloma: changes in early mortality and outcomes in older patients. Leukemia. 2014

[vi] Holstein SA, Suman VJ, McCarthy PL. Update on the role of lenalidomide in patients with multiple myeloma. Ther Adv Hematol. 2018 Jul

 

FONTE Bristol Myers Squibb

Campanha que reúne Amgen e Bristol Myers Squibb reforça a importância do diagnóstico precoce no tratamento do segundo tipo de câncer de sangue mais frequente no mundo[i]

SÃO PAULO, 26 de maio de 2021 /PRNewswire/ -- Para um indivíduo acima dos 40 anos, uma dor na lombar pode representar muitos quadros. Pode ser apenas o reflexo de uma noite mal dormida, talvez uma postura inadequada, mas também pode ser um sinal do mieloma múltiplo.

Esse é o caso de Bruno May, 40 anos, que foi diagnosticado com a doença após conviver com essas dores por alguns meses. "Fui diagnosticado em dezembro de 2017 e antes disso, passei quase seis meses sentindo fortes dores nas costas e frequentando o pronto atendimento quase que quinzenalmente. Fui tratado com analgésicos e antiinflamatórios, sem um diagnóstico certo", explica.

Desconhecido por grande parte da população, o mieloma múltiplo é o segundo tipo de câncer de sangue mais comum no mundo, perdendo apenas para os linfomas[ii]. O mieloma múltiplo é um tipo de câncer hematológico incurável que tem início na medula óssea - tecido encontrado no interior dos ossos (tutano) e responsável por produzir as células sanguíneas. "Isso ocorre devido a uma proliferação dos plasmócitos malignos (células do mieloma), que se acumulam progressivamente em vários locais do tutano, que leva ao quadro do mieloma múltiplo", explica a Dra. Vânia Hungria, onco-hematologista e co-fundadora da IMF Latin America.

Como os sintomas se confundem com outras condições médicas, muitas vezes o diagnóstico é tardio. "Por não ser uma doença tão conhecida, as pessoas demoram para fazer o diagnóstico. É muito frequente o paciente já estar com sintomas há um, dois anos, quando chega no consultório", aponta Dra. Vânia.

No caso de Bruno, as dores constantes pareciam apenas uma consequência do esforço no ambiente de trabalho na área industrial. "Em um desses episódios, o médico decidiu me internar para fazer outros exames e diagnosticar o que exatamente eu tinha. Foi quando conseguimos chegar ao diagnóstico de mieloma múltiplo e então pude iniciar os tratamentos", conta.

Entre os principais sinais está a dor óssea, principalmente nas costas, ocasionada por micro lesões e que em alguns casos podem levar a ocorrência de fraturas– cerca de 80 a 90% dos pacientes apresentam problemas ósseos ao diagnóstico. "Por infiltrar a medula e atrapalhar a produção de toda a parte vermelha do sangue, os pacientes apresentam também anemia. 20% dos pacientes também podem apresentar insuficiência renal por conta das cadeias leves produzidas pelas células do mieloma", explica a especialista.

Por conta desses sintomas, na maioria dos casos, os pacientes fazem uma primeira consulta com o ortopedista, reumatologista, geriatra ou nefrologista, dependendo da queixa principal. "Quando ele chega no hematologista, que é quem acompanha pacientes com mieloma múltiplo, o quadro em geral já está avançado", complementa.

Ampliar a disseminação sobre o tema auxilia não apenas o conhecimento da população, mas também dos profissionais de saúde que atuam no atendimento multidisciplinar e no acolhimento de centenas de pacientes que convivem com o mieloma múltiplo. De acordo com dados do Observatório da Oncologia, 29% dos pacientes levaram mais de um ano para procurar um médico após os primeiros sintomas.[iii]

Campanha #MaisPróximosMaisFortes

O mês de março, data instituída pela International Myeloma Foundation (IMF) para conscientização do mieloma múltiplo, reuniu uma série de iniciativas que disseminaram informações essenciais sobre esse câncer, pouco conhecido pelos brasileiros.

Para seguir com as discussões em torno do tema neste período de pandemia, em que os pacientes de grupo de risco precisam de maior atenção em sua jornada de tratamento, a Amgen e a Bristol Myers Squibb, com o apoio da ABHH (Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular), do GBRAM (Grupo Brasileiro de Mieloma) e da IMF, se uniram em uma parceria inédita para amplificar o compartilhamento de conhecimento para pacientes, profissionais de saúde e sociedade em geral.

A campanha #MaisPróximosMaisFortes tem como objetivo a conscientização sobre o Mieloma Múltiplo, para ajudar a desmitificar a doença e ampliar o conhecimento sobre esse câncer hematológico.

Apesar de não ter cura e ser relativamente raro, os pacientes diagnosticados encontram uma oportunidade de conviver com a doença com qualidade de vida, por meio da evolução da ciência, que permitiu, nos últimos 10 anos, uma gama de tratamentos e combinações terapêuticas que visam diminuir a progressão e letalidade da enfermidade. As opções de tratamento são individualizadas e variam de acordo com o estágio da doença, sendo que as principais opções são: quimioterapia, drogas imunomoduladoras, inibidores do proteassoma, imunoterapia e transplante de células-tronco hematopoiéticas.[iv]

O acesso às terapias modernas é de suma importância para evitar a progressão desse tipo de câncer. Neste sentido, a disponibilização de um amplo arsenal terapêutico é fundamental para garantir a sobrevida e a melhora na qualidade de vida dos pacientes.[v][vi]

Sobre a Amgen

A Amgen está comprometida em liberar o potencial da biologia para pacientes que sofrem com doenças graves ao descobrir, desenvolver e produzir medicamentos inovadores. Esta abordagem começa ao utilizar ferramentas como genética humana avançada para desvendar as complexidades da doença e entender os fundamentos da biologia humana. A Amgen se concentra em áreas de necessidade médica não atendidas, potencializado a sua experiência na fabricação de produtos biológicos para buscar soluções que melhorem a saúde e a vida das pessoas. Fundada nos Estados Unidos em 1980, a Amgen tornou-se a maior empresa de biotecnologia no mundo, com milhões de pacientes atendidos e com um pipeline de medicamentos com potencial revolucionário em desenvolvimento. A empresa está em constante expansão, oferecendo um portfólio robusto nas áreas de oncologia, hematologia, doenças ósseas, doenças cardiovasculares e nefrologia.

Sobre a Bristol Myers Squibb 

A Bristol Myers Squibb é uma biofarmacêutica global que tem como missão descobrir, desenvolver e disponibilizar medicamentos inovadores que ajudem a transformar a vida de pacientes que enfrentam doenças graves. Para mais informações sobre a Bristol Myers Squibb, visite BMS.com/br ou siga-nos no LinkedIn, Twitter, YouTube, Facebook e Instagram. Celgene e Juno Therapeutics são subsidiárias integrais da Bristol Myers Squibb. Em alguns países, devido às leis locais, Celgene e Juno Therapeutics são referenciadas como Celgene, uma empresa da Bristol Myers Squibb e Juno Therapeutics, uma empresa da Bristol Myers Squibb.

[i] International Myeloma Foundation. Mieloma Múltiplo: segundo tipo de câncer sanguíneo mais frequente no mundo. Disponível em: https://www.myeloma.org.br/conteudo_detalhes.php?conteudo=eventos&id_conteudo=752. Acessado em: 15/03/2021.

[ii] International Myeloma Foundation. Mieloma Múltiplo: segundo tipo de câncer sanguíneo mais frequente no mundo. Disponível em: https://www.myeloma.org.br/conteudo_detalhes.php?conteudo=eventos&id_conteudo=752. Acessado em: 15/03/2021.

[iii] Observatório da Oncologia. Os desafios do mieloma múltiplo no Brasil. Disponível em: https://observatoriodeoncologia.com.br/os-desafios-do-mieloma-multiplo-no-brasil/. Acessado em: 15/03/2021.

[iv] ABRALE. Mieloma múltiplo tem cura? Disponível em: https://www.abrale.org.br/doencas/mieloma-multiplo/tratamento/#1587748264142-687b07ca-80bb. Acessado em: 15/03/2021. https://www.abrale.org.br/doencas/mieloma-multiplo/tratamento/#1587748264142-687b07ca-80bb

[v] Kumar SK, Dispenzieri A, Lacy MQ, Gertz MA, Buadi FK, Pandey S, Kapoor P, Dingli D, Hayman SR, Leung N, Lust J, McCurdy A, Russell SJ, Zeldenrust SR, Kyle RA, Rajkumar SV. Continued improvement in survival in multiple myeloma: changes in early mortality and outcomes in older patients. Leukemia. 2014

[vi] Holstein SA, Suman VJ, McCarthy PL. Update on the role of lenalidomide in patients with multiple myeloma. Ther Adv Hematol. 2018 Jul

 

FONTE Bristol Myers Squibb

Você acabou de ler:

#MaisPróximosMaisFortes intensifica movimento de conscientização sobre mieloma múltiplo

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/maisproximosmaisfortes-intensifica-movimento-de-conscientizacao-sobre-mieloma-multiplo/