Manoel Valente apoia estudos sobre nova econômica e tecnologias e chancela evento com a expertise de Fernando Nakagawa

CAXIAS DO SUL , Brazil, 7 de julho de 2020 /PRNewswire/ -- Na última terça-feira, o jurista, professor e visionário Manoel Valente contribuiu, mais uma vez, para a recuperação do cenário socioeconômico brasileiro. Dr. Valente promoveu, por meio de sua startup SMV, a videoconferência 'A mão invisível da nova economia', protagonizada por Fernando Nakagawa, diretor da CNN Business. Ainda nesta oportunidade, chancelou-se os 25 anos da Interface Eventos.

A discussão tratou de relevantes temas como: Sua empresa é uma Startup; Intuição vs Planejamento; Dívidas e dúvidas no cenário político e econômico. Além de Nakagawa, a transmissão teve como debatedor Joarez José Piccinini, diretor do Banco Randon, Randon Consórcios e da CIC, e como mediador José Paulo Soares, economista e diretor da CIC.

Na formação do elenco para o rico debate empreendido, Manoel Valente não poupou esforços em aglutinar alguns dos principais nomes da economia no País. Fernando Nakagawa tem vinte anos de experiência como jornalista da área econômica, com MBA em Finanças. Foi correspondente internacional em Londres, com coberturas de quatro edições do Fórum Econômico Mundial de Davos na Suíça, reuniões do G-20 e BRICS na Austrália, China, Rússia e Turquia. Para a retomada pós-crise, o especialista destacou em sua fala o que chama de "preparar a decolagem". O especialista sublinhou a importância de desafiar velhos conceitos e processos, pensando de forma colaborativa. O evento gratuito, que foi transmitido ao vivo, está disponível no seguinte link: https://www.youtube.com/watch?v=rCQLB2pYxKQ

A trajetória de Dr. Manoel Valente não deixa dúvidas sobre seu próprio padrão de qualidade, evidenciado na escolha dos convidados da videoconferência promovida. O jurista, professor e visionário conta com livros publicados, que já foram catalogados pelas mais importantes universidades do planeta, incluindo as norte-americanas Harvard e Yale e a britânica Oxford. Além disso, o trabalho de Valente foi referenciado pela Biblioteca Nacional da Alemanha, a maior e mais importante catalogação germânica, com mais de 23 milhões de obras.

O jurista defende a propriedade privada como condição humana e direito natural, sob o prisma da manifestação jurídica. Na área universitária, atualmente, Manoel Valente atua como docente no mestrado e doutorado da Universidade de Caxias do Sul.

Em sua visão acerca do cenário do empreendedorismo em 2020, Dr. Valente afirma que "o cenário econômico se encontra afetado perante as recomendações de distanciamento; o empreendedorismo teve que forçosamente se reinventar e a nos juristas cabe a contribuição com a regulação jurídica nesse novo normal". Em sua visão, ele observa que "a tecnologia exerce cada vez mais um papel primordial na vida das pessoas, não se trata mais de luxo, mas de necessidades comunicacionais."

Questionado sobre a queda no faturamento dos pequenos negócios devido à pandemia do Covid-19, Manoel Valente explica que "a crise não é apenas de saúde pública, ela impacta em todas as áreas da sociedade. Não é fácil descobrir quais as novas necessidades que surgem em meio ao que se chama 'novo normal' e 'nova economia'. Para o jurista, "nesse cenário, é necessário o jurista se reinventar para como continuar contribuindo com mudanças nas organizações com segurança jurídica e inovação."

Valente é jurista, professor e escritor. Dentro desta visão ampla que possui devido à sua formação e atuação, ele compartilha algumas diretrizes para a superação do momento pelo qual passamos. Para Manoel Valente, "o mercado atual necessita de profissionais que entendam as demandas da nova economia, que compreendam a transição de produtos para serviços, que saibam dominar os recursos da tecnologia. Eles devem ter no eixo da colaboração toda a vertente do trabalho em equipe, estabelecendo parcerias com os demais empreendedores com quem se relacionam."

Questionado sobre como as startups estão se saindo nesse cenário atípico de pandemia mundial, Valente ratifica a importância de um levantamento nesse sentido, devido ao cenário de crise econômica e desemprego mesmo antes do advento da COVID-19. Para ele, "os empresários de pequeno e médio porte, que no passado priorizavam investimento em franquias, têm migrado para as startups e a evolução do Direito contribuiu muito para isso". O jurista destaca ainda que empresas que se configuram hoje como grades corporações, como Netflix e Google, tiveram seu início como startups.

Valente observa que muitas empresas estão surgindo no formato e concepção das startups. Em sua síntese, ele afirma: "a ideia significa não de criar um novo negócio, mas sim um novo modelo de negócio; e esse modelo é tudo que preconiza a nova economia: escalável e com inovação".

No intuito de fortalecer as interações e oferecer informações online neste momento de distanciamento social, Manoel Valente tem utilizado as redes sociais para compartilhar conhecimentos, leituras e experiências. Em seu perfil @manoelvalentefn, o jurista compartilha suas rotinas profissional e pessoal, se aproximando de pesquisadores e alunos.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1200322/IMG_0365.jpg 

Contato: Assessoria Trilha Cultural |Conteúdo e Cultura - WhatsApp: + 1 940 218-8355/ + 55 11-98184-0571

FONTE Manoel Valente

CAXIAS DO SUL , Brazil, 7 de julho de 2020 /PRNewswire/ -- Na última terça-feira, o jurista, professor e visionário Manoel Valente contribuiu, mais uma vez, para a recuperação do cenário socioeconômico brasileiro. Dr. Valente promoveu, por meio de sua startup SMV, a videoconferência 'A mão invisível da nova economia', protagonizada por Fernando Nakagawa, diretor da CNN Business. Ainda nesta oportunidade, chancelou-se os 25 anos da Interface Eventos.

A discussão tratou de relevantes temas como: Sua empresa é uma Startup; Intuição vs Planejamento; Dívidas e dúvidas no cenário político e econômico. Além de Nakagawa, a transmissão teve como debatedor Joarez José Piccinini, diretor do Banco Randon, Randon Consórcios e da CIC, e como mediador José Paulo Soares, economista e diretor da CIC.

Na formação do elenco para o rico debate empreendido, Manoel Valente não poupou esforços em aglutinar alguns dos principais nomes da economia no País. Fernando Nakagawa tem vinte anos de experiência como jornalista da área econômica, com MBA em Finanças. Foi correspondente internacional em Londres, com coberturas de quatro edições do Fórum Econômico Mundial de Davos na Suíça, reuniões do G-20 e BRICS na Austrália, China, Rússia e Turquia. Para a retomada pós-crise, o especialista destacou em sua fala o que chama de "preparar a decolagem". O especialista sublinhou a importância de desafiar velhos conceitos e processos, pensando de forma colaborativa. O evento gratuito, que foi transmitido ao vivo, está disponível no seguinte link: https://www.youtube.com/watch?v=rCQLB2pYxKQ

A trajetória de Dr. Manoel Valente não deixa dúvidas sobre seu próprio padrão de qualidade, evidenciado na escolha dos convidados da videoconferência promovida. O jurista, professor e visionário conta com livros publicados, que já foram catalogados pelas mais importantes universidades do planeta, incluindo as norte-americanas Harvard e Yale e a britânica Oxford. Além disso, o trabalho de Valente foi referenciado pela Biblioteca Nacional da Alemanha, a maior e mais importante catalogação germânica, com mais de 23 milhões de obras.

O jurista defende a propriedade privada como condição humana e direito natural, sob o prisma da manifestação jurídica. Na área universitária, atualmente, Manoel Valente atua como docente no mestrado e doutorado da Universidade de Caxias do Sul.

Em sua visão acerca do cenário do empreendedorismo em 2020, Dr. Valente afirma que "o cenário econômico se encontra afetado perante as recomendações de distanciamento; o empreendedorismo teve que forçosamente se reinventar e a nos juristas cabe a contribuição com a regulação jurídica nesse novo normal". Em sua visão, ele observa que "a tecnologia exerce cada vez mais um papel primordial na vida das pessoas, não se trata mais de luxo, mas de necessidades comunicacionais."

Questionado sobre a queda no faturamento dos pequenos negócios devido à pandemia do Covid-19, Manoel Valente explica que "a crise não é apenas de saúde pública, ela impacta em todas as áreas da sociedade. Não é fácil descobrir quais as novas necessidades que surgem em meio ao que se chama 'novo normal' e 'nova economia'. Para o jurista, "nesse cenário, é necessário o jurista se reinventar para como continuar contribuindo com mudanças nas organizações com segurança jurídica e inovação."

Valente é jurista, professor e escritor. Dentro desta visão ampla que possui devido à sua formação e atuação, ele compartilha algumas diretrizes para a superação do momento pelo qual passamos. Para Manoel Valente, "o mercado atual necessita de profissionais que entendam as demandas da nova economia, que compreendam a transição de produtos para serviços, que saibam dominar os recursos da tecnologia. Eles devem ter no eixo da colaboração toda a vertente do trabalho em equipe, estabelecendo parcerias com os demais empreendedores com quem se relacionam."

Questionado sobre como as startups estão se saindo nesse cenário atípico de pandemia mundial, Valente ratifica a importância de um levantamento nesse sentido, devido ao cenário de crise econômica e desemprego mesmo antes do advento da COVID-19. Para ele, "os empresários de pequeno e médio porte, que no passado priorizavam investimento em franquias, têm migrado para as startups e a evolução do Direito contribuiu muito para isso". O jurista destaca ainda que empresas que se configuram hoje como grades corporações, como Netflix e Google, tiveram seu início como startups.

Valente observa que muitas empresas estão surgindo no formato e concepção das startups. Em sua síntese, ele afirma: "a ideia significa não de criar um novo negócio, mas sim um novo modelo de negócio; e esse modelo é tudo que preconiza a nova economia: escalável e com inovação".

No intuito de fortalecer as interações e oferecer informações online neste momento de distanciamento social, Manoel Valente tem utilizado as redes sociais para compartilhar conhecimentos, leituras e experiências. Em seu perfil @manoelvalentefn, o jurista compartilha suas rotinas profissional e pessoal, se aproximando de pesquisadores e alunos.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1200322/IMG_0365.jpg 

Contato: Assessoria Trilha Cultural |Conteúdo e Cultura - WhatsApp: + 1 940 218-8355/ + 55 11-98184-0571

FONTE Manoel Valente