Medicom anuncia fábrica de máscaras no Reino Unido em aliança com o governo britânico

MONTREAL, 25 de junho de 2020 /PRNewswire/ -- O Grupo Medicom ("Medicom"), "), um dos principais fabricantes de máscaras clínicas e respiratórias do mundo, anunciou uma nova expansão de sua presença global, com o plano de abrir uma fábrica de máscaras no Reino Unido neste ano.

Estabelecida como Medicom HealthPro Limited, a fábrica irá produzir centenas de milhões de máscaras respiratórias e clínicas, sob a proeminente marca europeia Kolmi, para atender necessidades locais no Reino Unido. A pandemia de COVID-19 em andamento tem destacado a importância de assegurar o suprimento local de equipamentos de proteção pessoal e o governo britânico é o último de um número crescente de países que busca fazer parceria diretamente com a Medicom.

A nova parceria com o Reino Unido se segue ao anúncio do primeiro-ministro canadense Justin Trudeau de que seu governo fortaleceu a cadeia de suprimento de equipamento de proteção pessoal (PPE – personal protective equipment), ao entrar em um acordo plurianual com a Medicom. A fábrica de Montreal está programada para abrir em poucas semanas.

Na França, o presidente Emmanuel Macron visitou recentemente a fábrica Kolmi-Hopen e aproveitou a oportunidade para confirmar sua disposição de proteger a indústria francesa e a independência da cadeia de suprimento francesa de equipamentos de proteção pessoal. O estabelecimento de uma segunda fábrica de máscaras na França foi anunciado pela Medicom no início deste mês. Ela será aberta em tempo recorde, em 29 de junho. Com 11 linhas novas e uma programação de produção otimizada, a fabricação de máscaras clínicas nas duas unidades em Angers será triplicada em cinco meses.

A Medicom está trabalhando em parceria com a principal produtora do mundo de tecidos não-trançados, a Berry Global Group Inc. ("Berry"), para projetar a solução de fabricação. A Berry irá garantir o suprimento dos materiais de proteção, críticos para a fabricação de máscaras, dentro do período do contrato.

A nova fábrica no Reino Unido irá incluir dezenas de linhas de produção, que irão fabricar mais de 100 milhões de máscaras respiratórias FFP3, equivalentes à N-99, e mais de 500 milhões de máscaras clínicas do tipo IIR, para atender as necessidades locais no Reino Unido e irá criar pelo menos 75 novos empregos qualificados, de tempo integral. Como anunciado hoje, o governo britânico viabilizou o investimento através de um compromisso contratual de longo prazo com a Medicom.

"Estamos orgulhosos de nossa parceria com o governo do Reino Unido, com o objetivo de estabelecer essa fábrica local, muito necessária, que irá produzir milhões de máscaras respiratórias e clínicas, para assegurar o suprimento contínuo na Grã-Bretanha", declarou o presidente-executivo e fundador da Medicom, Ronald Reuben.

"Com o anúncio de uma quarta expansão de sua presença global nas últimas semanas, a Medicom está exibindo os recursos profundos e ágeis dentro de sua rede. Através de parcerias com governos locais e órgãos de saúde, podemos ajudar a ampliar o suprimento, enquanto estabelecemos nossa produção local, o que nos torna uma parceira atraente", acrescentou o diretor de Operações Globais, Guillaume Laverdure. "Trabalhar com o Grupo Medicom é uma das maneiras mais eficazes para os governos assegurarem o suprimento contínuo localmente, o que é fundamental durante uma pandemia, mas nossa convicção é a de que isso é sempre criticamente importante".

Com operações de fabricação estrategicamente distribuídas em três continentes e uma extensa rede global de fornecedores, a Medicom está posicionada, de forma única, para atender a exponencial demanda por produtos de proteção pessoal, como máscaras faciais, durante a atual crise.

Sobre o Grupo Medicom  

O Grupo Medicom é um dos principais fabricantes e distribuidores do mundo de produtos de alta qualidade, de uso único, para prevenção e controle de infecções, para os mercados médico, odontológico, industrial, de saúde do animal, laboratorial, de varejo, saúde e bem-estar. O Grupo Medicom distribui produtos de controle de infecções sob as marcas Medicom, Ritmed, Kolmi, Hopen e Ocean Pacific, bem como sob a marca recentemente adquirida Hedy. Empresas subsidiárias do Grupo Medicom incluem a Kolmi-Hopen na França, a Medicom Asia em Hong Kong, a United Medical Enterprise nos EUA, a KHM Engineering em Singapura e a Medicom HealthPro Limited no Reino Unido.

O Grupo Medicom tem uma extensa experiência em atender a demanda por equipamentos de proteção pessoal em casos de pandemias. Para obter mais informações sobre o Grupo Medicom e seu portfólio completo de soluções de controle de infecções, incluindo uma ampla variedade de máscaras faciais médicas, visite Medicom.com.

Sobre a Berry

A Berry Global Group, Inc. (NYSE:BERY), sediada em Evansville, Indiana, está comprometida com sua missão de "Always Advancing to Protect What's Important" (Avançar sempre para proteger o que é importante) e faz, orgulhosamente, parceria com seus clientes, para fornecer a eles soluções de proteção com valor agregado, que são progressivamente mais leves e fáceis de reciclar ou reutilizar. A empresa é a principal fornecedora global de uma ampla variedade de produtos não-trançados inovadores, rígidos e flexíveis, usados todos os dias nos mercados finais de consumo e industrial. A Berry, empresa listada na Fortune 500, tem mais de 48.000 empregados. Ela gerou mais de $ 12,6 bilhões em vendas líquidas pro forma no ano fiscal de 2019, de operações que se espalham por mais de 290 localidades, em seis continentes. Mais informações podem ser obtidas no website da Berry em berryglobal.com.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1196658/AMD_Medicom_Inc__Medicom_Announces_UK_Mask_Manufacturing_Facilit.jpg

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1196659/AMD_Medicom_Inc__Medicom_Announces_UK_Mask_Manufacturing_Facilit.jpg

 

Contato com a mídia: Gayle Padvaiskas, vice-presidente de Marketing da AMD Medicom Inc., gpadvaiskas@medicom.ca.

FONTE AMD Medicom Inc.

MONTREAL, 25 de junho de 2020 /PRNewswire/ -- O Grupo Medicom ("Medicom"), "), um dos principais fabricantes de máscaras clínicas e respiratórias do mundo, anunciou uma nova expansão de sua presença global, com o plano de abrir uma fábrica de máscaras no Reino Unido neste ano.

Estabelecida como Medicom HealthPro Limited, a fábrica irá produzir centenas de milhões de máscaras respiratórias e clínicas, sob a proeminente marca europeia Kolmi, para atender necessidades locais no Reino Unido. A pandemia de COVID-19 em andamento tem destacado a importância de assegurar o suprimento local de equipamentos de proteção pessoal e o governo britânico é o último de um número crescente de países que busca fazer parceria diretamente com a Medicom.

A nova parceria com o Reino Unido se segue ao anúncio do primeiro-ministro canadense Justin Trudeau de que seu governo fortaleceu a cadeia de suprimento de equipamento de proteção pessoal (PPE – personal protective equipment), ao entrar em um acordo plurianual com a Medicom. A fábrica de Montreal está programada para abrir em poucas semanas.

Na França, o presidente Emmanuel Macron visitou recentemente a fábrica Kolmi-Hopen e aproveitou a oportunidade para confirmar sua disposição de proteger a indústria francesa e a independência da cadeia de suprimento francesa de equipamentos de proteção pessoal. O estabelecimento de uma segunda fábrica de máscaras na França foi anunciado pela Medicom no início deste mês. Ela será aberta em tempo recorde, em 29 de junho. Com 11 linhas novas e uma programação de produção otimizada, a fabricação de máscaras clínicas nas duas unidades em Angers será triplicada em cinco meses.

A Medicom está trabalhando em parceria com a principal produtora do mundo de tecidos não-trançados, a Berry Global Group Inc. ("Berry"), para projetar a solução de fabricação. A Berry irá garantir o suprimento dos materiais de proteção, críticos para a fabricação de máscaras, dentro do período do contrato.

A nova fábrica no Reino Unido irá incluir dezenas de linhas de produção, que irão fabricar mais de 100 milhões de máscaras respiratórias FFP3, equivalentes à N-99, e mais de 500 milhões de máscaras clínicas do tipo IIR, para atender as necessidades locais no Reino Unido e irá criar pelo menos 75 novos empregos qualificados, de tempo integral. Como anunciado hoje, o governo britânico viabilizou o investimento através de um compromisso contratual de longo prazo com a Medicom.

"Estamos orgulhosos de nossa parceria com o governo do Reino Unido, com o objetivo de estabelecer essa fábrica local, muito necessária, que irá produzir milhões de máscaras respiratórias e clínicas, para assegurar o suprimento contínuo na Grã-Bretanha", declarou o presidente-executivo e fundador da Medicom, Ronald Reuben.

"Com o anúncio de uma quarta expansão de sua presença global nas últimas semanas, a Medicom está exibindo os recursos profundos e ágeis dentro de sua rede. Através de parcerias com governos locais e órgãos de saúde, podemos ajudar a ampliar o suprimento, enquanto estabelecemos nossa produção local, o que nos torna uma parceira atraente", acrescentou o diretor de Operações Globais, Guillaume Laverdure. "Trabalhar com o Grupo Medicom é uma das maneiras mais eficazes para os governos assegurarem o suprimento contínuo localmente, o que é fundamental durante uma pandemia, mas nossa convicção é a de que isso é sempre criticamente importante".

Com operações de fabricação estrategicamente distribuídas em três continentes e uma extensa rede global de fornecedores, a Medicom está posicionada, de forma única, para atender a exponencial demanda por produtos de proteção pessoal, como máscaras faciais, durante a atual crise.

Sobre o Grupo Medicom  

O Grupo Medicom é um dos principais fabricantes e distribuidores do mundo de produtos de alta qualidade, de uso único, para prevenção e controle de infecções, para os mercados médico, odontológico, industrial, de saúde do animal, laboratorial, de varejo, saúde e bem-estar. O Grupo Medicom distribui produtos de controle de infecções sob as marcas Medicom, Ritmed, Kolmi, Hopen e Ocean Pacific, bem como sob a marca recentemente adquirida Hedy. Empresas subsidiárias do Grupo Medicom incluem a Kolmi-Hopen na França, a Medicom Asia em Hong Kong, a United Medical Enterprise nos EUA, a KHM Engineering em Singapura e a Medicom HealthPro Limited no Reino Unido.

O Grupo Medicom tem uma extensa experiência em atender a demanda por equipamentos de proteção pessoal em casos de pandemias. Para obter mais informações sobre o Grupo Medicom e seu portfólio completo de soluções de controle de infecções, incluindo uma ampla variedade de máscaras faciais médicas, visite Medicom.com.

Sobre a Berry

A Berry Global Group, Inc. (NYSE:BERY), sediada em Evansville, Indiana, está comprometida com sua missão de "Always Advancing to Protect What's Important" (Avançar sempre para proteger o que é importante) e faz, orgulhosamente, parceria com seus clientes, para fornecer a eles soluções de proteção com valor agregado, que são progressivamente mais leves e fáceis de reciclar ou reutilizar. A empresa é a principal fornecedora global de uma ampla variedade de produtos não-trançados inovadores, rígidos e flexíveis, usados todos os dias nos mercados finais de consumo e industrial. A Berry, empresa listada na Fortune 500, tem mais de 48.000 empregados. Ela gerou mais de $ 12,6 bilhões em vendas líquidas pro forma no ano fiscal de 2019, de operações que se espalham por mais de 290 localidades, em seis continentes. Mais informações podem ser obtidas no website da Berry em berryglobal.com.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1196658/AMD_Medicom_Inc__Medicom_Announces_UK_Mask_Manufacturing_Facilit.jpg

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1196659/AMD_Medicom_Inc__Medicom_Announces_UK_Mask_Manufacturing_Facilit.jpg

 

Contato com a mídia: Gayle Padvaiskas, vice-presidente de Marketing da AMD Medicom Inc., gpadvaiskas@medicom.ca.

FONTE AMD Medicom Inc.

Você acabou de ler:

Medicom anuncia fábrica de máscaras no Reino Unido em aliança com o governo britânico

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/medicom-anuncia-fabrica-de-mascaras-no-reino-unido-em-alianca-com-o-governo-britanico/