Menarini Ricerche anuncia novos resultados positivos do MEN1112/OBT357 em linhagens celulares da leucemia mieloide aguda no ''60o Encontro Anual da SIC''

ROMA, Itália, 19 de setembro de 2018 /PRNewswire/ -- A Menarini Ricerche vai apresentar amanhã, 20 de setembro, durante o 60o Encontro Anual da Sociedade Italiana do Câncer (60th Annual Meeting of the Italian Cancer Society – SIC), novos dados pré-clínicos que mostram que o pré-tratamento com 5-Azacitidina e Decitabina melhora a citotoxicidade celular dependente de anticorpos (antibody-dependent cellular cytotoxicity – ADCC) do candidato clínico MEN1112/OBT357 em diversas linhagens celulares da leucemia mieloide aguda (LMA).

O MEN1112/OBT357 é um anticorpo monoclonal que visa o CD157, um marcador da mieloide presente nas células de leucemia. A Menarini fez parceria com a Oxford BioTherapeutics para conduzir o desenvolvimento do composto. Um trabalho abrangente de caracterização pré-clínica já foi realizado e o MEN1112/OBT357 está, atualmente, na fase I de um estudo clínico, para o tratamento de pacientes com leucemia mieloide aguda (LMA) recidivada/refratária (R/R).

Os resultados experimentais que serão apresentados sugerem firmemente que o tratamento com 5-Azacitidina e Decitabina melhora a atividade de destruição das células pelo MEN1112/OBT357 nas linhagens celulares SKNO-1, HL60 e K052.

"Observamos um sinergismo estatisticamente significativo entre doses diferentes do MEN1112/OBT357 e da 5-Azacitidina e Decitabina em diversas linhagens celulares da LMA", disse a diretora do Departamento de Oncologia Pré-clínica e Translacional da Menarini Ricerche, Monica Binaschi, PhD. "Esses resultados parecem confirmar o papel imune-modulador da 5-Azacitidina e Decitabina, que podem aumentar a sensibilidade das células da leucemia ao MEN1112/OBT357. Essas novas descobertas sugerem que o pré-tratamento com esses dois agentes pode promover e melhorar a atividade da destruição das células tumorais pelo MEN1112/OBT357 e fornecer um forte fundamento lógico para avaliar essas combinações em estudos clínicos".

O pôster, "A atividade mediada pela ADCC do anticorpo monoclonal desfucosilado MEN1112/OBT357 é aumentada pelo pré-tratamento com 5-Azacitidina e Decitabina em linhagens celulares da leucemia mieloide aguda", será apresentado em 20 de setembro de 2018, das 12h às 13h, e em 21 de setembro de 2018, das 12h às 13h.

Sobre o Grupo Menarini

O Grupo Menarini é uma empesa farmacêutica italiana, a 13a entre 5.345 empresas da Europa, e a 35a entre 21.587 empresas do mundo, com um volume de negócios de 3,6 bilhões de euros e 17.000 empregados. O Grupo Menarini sempre perseguiu dois objetivos estratégicos: pesquisa e internacionalização. E tem um forte compromisso com a pesquisa e desenvolvimento na área de oncologia. Como parte desse compromisso com a oncologia, a Menarini está desenvolvendo quatro novos medicamentos oncológicos investigacionais. Dois deles são biológicos, um é o MEN1112 mencionado acima, e outro é o MEN 1309, um anticorpo conjugado a toxinas contra o CD205. Além disso, o Grupo Menarini adicionou recentemente duas pequenas moléculas a seu fluxo oncológico, o MEN 1703, inibidor duplo das cinases PIM e FLT3, e o MEN 1611, inibidor da PI3K, em desenvolvimento clínico para o tratamento de uma variedade de tumores hematológicos e/ou sólidos. O Grupo Menarini está ativo comercialmente nas áreas terapêuticas mais importantes, com produtos para cardiologia, gastrenterologia, pneumologia, doenças infecciosas, diabetologia, inflamação e analgesia.

Com 16 unidades de produção e 7 centros de pesquisa e desenvolvimento, o Grupo Menarini tem forte presença na Europa, Ásia, África, América Central e América do Sul. Os produtos do Grupo Menarini estão disponíveis em 136 países.

Para obter mais informações, visite www.menarini.com.

Logo: http://mma.prnewswire.com/media/520214/Menarini_Ricerche_Logo.jpg

 

FONTE Menarini Ricerche

ROMA, Itália, 19 de setembro de 2018 /PRNewswire/ -- A Menarini Ricerche vai apresentar amanhã, 20 de setembro, durante o 60o Encontro Anual da Sociedade Italiana do Câncer (60th Annual Meeting of the Italian Cancer Society – SIC), novos dados pré-clínicos que mostram que o pré-tratamento com 5-Azacitidina e Decitabina melhora a citotoxicidade celular dependente de anticorpos (antibody-dependent cellular cytotoxicity – ADCC) do candidato clínico MEN1112/OBT357 em diversas linhagens celulares da leucemia mieloide aguda (LMA).

O MEN1112/OBT357 é um anticorpo monoclonal que visa o CD157, um marcador da mieloide presente nas células de leucemia. A Menarini fez parceria com a Oxford BioTherapeutics para conduzir o desenvolvimento do composto. Um trabalho abrangente de caracterização pré-clínica já foi realizado e o MEN1112/OBT357 está, atualmente, na fase I de um estudo clínico, para o tratamento de pacientes com leucemia mieloide aguda (LMA) recidivada/refratária (R/R).

Os resultados experimentais que serão apresentados sugerem firmemente que o tratamento com 5-Azacitidina e Decitabina melhora a atividade de destruição das células pelo MEN1112/OBT357 nas linhagens celulares SKNO-1, HL60 e K052.

"Observamos um sinergismo estatisticamente significativo entre doses diferentes do MEN1112/OBT357 e da 5-Azacitidina e Decitabina em diversas linhagens celulares da LMA", disse a diretora do Departamento de Oncologia Pré-clínica e Translacional da Menarini Ricerche, Monica Binaschi, PhD. "Esses resultados parecem confirmar o papel imune-modulador da 5-Azacitidina e Decitabina, que podem aumentar a sensibilidade das células da leucemia ao MEN1112/OBT357. Essas novas descobertas sugerem que o pré-tratamento com esses dois agentes pode promover e melhorar a atividade da destruição das células tumorais pelo MEN1112/OBT357 e fornecer um forte fundamento lógico para avaliar essas combinações em estudos clínicos".

O pôster, "A atividade mediada pela ADCC do anticorpo monoclonal desfucosilado MEN1112/OBT357 é aumentada pelo pré-tratamento com 5-Azacitidina e Decitabina em linhagens celulares da leucemia mieloide aguda", será apresentado em 20 de setembro de 2018, das 12h às 13h, e em 21 de setembro de 2018, das 12h às 13h.

Sobre o Grupo Menarini

O Grupo Menarini é uma empesa farmacêutica italiana, a 13a entre 5.345 empresas da Europa, e a 35a entre 21.587 empresas do mundo, com um volume de negócios de 3,6 bilhões de euros e 17.000 empregados. O Grupo Menarini sempre perseguiu dois objetivos estratégicos: pesquisa e internacionalização. E tem um forte compromisso com a pesquisa e desenvolvimento na área de oncologia. Como parte desse compromisso com a oncologia, a Menarini está desenvolvendo quatro novos medicamentos oncológicos investigacionais. Dois deles são biológicos, um é o MEN1112 mencionado acima, e outro é o MEN 1309, um anticorpo conjugado a toxinas contra o CD205. Além disso, o Grupo Menarini adicionou recentemente duas pequenas moléculas a seu fluxo oncológico, o MEN 1703, inibidor duplo das cinases PIM e FLT3, e o MEN 1611, inibidor da PI3K, em desenvolvimento clínico para o tratamento de uma variedade de tumores hematológicos e/ou sólidos. O Grupo Menarini está ativo comercialmente nas áreas terapêuticas mais importantes, com produtos para cardiologia, gastrenterologia, pneumologia, doenças infecciosas, diabetologia, inflamação e analgesia.

Com 16 unidades de produção e 7 centros de pesquisa e desenvolvimento, o Grupo Menarini tem forte presença na Europa, Ásia, África, América Central e América do Sul. Os produtos do Grupo Menarini estão disponíveis em 136 países.

Para obter mais informações, visite www.menarini.com.

Logo: http://mma.prnewswire.com/media/520214/Menarini_Ricerche_Logo.jpg

 

FONTE Menarini Ricerche

Você acabou de ler:

Menarini Ricerche anuncia novos resultados positivos do MEN1112/OBT357 em linhagens celulares da leucemia mieloide aguda no ''60o Encontro Anual da SIC''

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/menarini-ricerche-anuncia-novos-resultados-positivos-do-men1112-obt357-em-linhagens-celulares-da-leucemia-mieloide-aguda-no-60o-encontro-anual-da-sic/