Mundo das Bases pretende dobrar de tamanho em 2020 oferecendo cosméticos de difícil acesso

Opções escassas em grandes e-commerces brasileiros levaram fundador a enxergar nicho de mercado pouco explorado

RIBEIRÃO PRETO, Brasil, 25 de setembro de 2020 /PRNewswire/ -- Há dois anos, Vitor Herrera começou a atuar no ramo de cosméticos realizando vendas de shampoo para compradoras interessadas em produtos que só eram encontrados no exterior. Eram consumidoras habituadas a viajar e a consumir fora do Brasil, mas que não achavam seus cosméticos favoritos por aqui. "A falta de opções dos sites brasileiros me fizeram perceber um nicho de mercado pouco explorado e muito interessante", afirma ele.

Após realizar algumas pesquisas sobre tendências no universo feminino ligado à beleza – e depois de muitas vendas prósperas nesta área - Herrera decidiu abrir seu próprio negócio: um e-commerce voltado exclusivamente para cosméticos, com foco nos produtos de difícil acesso. Em parceria com sua esposa, Thalita Herrera, nasceu a Mundo das Bases. "No início, vendíamos em marketplaces, mas de um ano para lançamos nosso próprio site. Hoje registramos crescimento médio de 20% ao mês, o que consideramos muito positivo", afirma o sócio-fundador.

Segundo ele, 90% dos produtos disponíveis na loja são importados e dificilmente são encontrados no Brasil. Ele exemplifica que a paleta de cores de uma base chega a ter 25 cores e, normalmente, encontra-se com facilidade apenas cinco, no Brasil. "Minha estratégia no Mundo das Bases é disponibilizarmos a paleta completa, fazendo com que este seja o nosso diferencial", informa Herrera.

Conforme o empreendedor, entre as linhas de difícil acesso que podem ser encontradas no e-commerce estão as veganas de marcas como L'oreal, Elf, Wet N'Wild, entre outras. "As maquiagens anti-idade também são muito procuradas, uma vez que oferecemos muitas opções para quem busca este tipo de cosmético". Herrera revela que atualmente o Mundo das Bases reúne 20 marcas diferentes, entre elas Revlon, Maybelline, Neutrogena e Truss.

Embora praticamente todo o inventário seja importado, Herrera reforça a preocupação do e-commerce em manter os preços acessíveis. Além disso, a loja prima por manter um contato especial com as consumidoras cadastradas, realizando pesquisas sobre novidades e disponibilizando os principais desejos.

Para crescer, Herrera aposta nas campanhas digitais no Google e redes sociais, além de parcerias com influencers. A expectativa do sócio-fundador é dobrar de tamanho em 2020, atingindo 3 mil pessoas cadastradas.

FONTE Mundo das Bases

Opções escassas em grandes e-commerces brasileiros levaram fundador a enxergar nicho de mercado pouco explorado

RIBEIRÃO PRETO, Brasil, 25 de setembro de 2020 /PRNewswire/ -- Há dois anos, Vitor Herrera começou a atuar no ramo de cosméticos realizando vendas de shampoo para compradoras interessadas em produtos que só eram encontrados no exterior. Eram consumidoras habituadas a viajar e a consumir fora do Brasil, mas que não achavam seus cosméticos favoritos por aqui. "A falta de opções dos sites brasileiros me fizeram perceber um nicho de mercado pouco explorado e muito interessante", afirma ele.

Após realizar algumas pesquisas sobre tendências no universo feminino ligado à beleza – e depois de muitas vendas prósperas nesta área - Herrera decidiu abrir seu próprio negócio: um e-commerce voltado exclusivamente para cosméticos, com foco nos produtos de difícil acesso. Em parceria com sua esposa, Thalita Herrera, nasceu a Mundo das Bases. "No início, vendíamos em marketplaces, mas de um ano para lançamos nosso próprio site. Hoje registramos crescimento médio de 20% ao mês, o que consideramos muito positivo", afirma o sócio-fundador.

Segundo ele, 90% dos produtos disponíveis na loja são importados e dificilmente são encontrados no Brasil. Ele exemplifica que a paleta de cores de uma base chega a ter 25 cores e, normalmente, encontra-se com facilidade apenas cinco, no Brasil. "Minha estratégia no Mundo das Bases é disponibilizarmos a paleta completa, fazendo com que este seja o nosso diferencial", informa Herrera.

Conforme o empreendedor, entre as linhas de difícil acesso que podem ser encontradas no e-commerce estão as veganas de marcas como L'oreal, Elf, Wet N'Wild, entre outras. "As maquiagens anti-idade também são muito procuradas, uma vez que oferecemos muitas opções para quem busca este tipo de cosmético". Herrera revela que atualmente o Mundo das Bases reúne 20 marcas diferentes, entre elas Revlon, Maybelline, Neutrogena e Truss.

Embora praticamente todo o inventário seja importado, Herrera reforça a preocupação do e-commerce em manter os preços acessíveis. Além disso, a loja prima por manter um contato especial com as consumidoras cadastradas, realizando pesquisas sobre novidades e disponibilizando os principais desejos.

Para crescer, Herrera aposta nas campanhas digitais no Google e redes sociais, além de parcerias com influencers. A expectativa do sócio-fundador é dobrar de tamanho em 2020, atingindo 3 mil pessoas cadastradas.

FONTE Mundo das Bases