Natura &Co registra forte lucro líquido e melhora da margem no quarto trimestre; vendas crescem no acumulado do ano, com lucro líquido atingindo R$ 1 bilhão

Vendas habilitadas digitalmente atingem 52% do total; captura de sinergias na Avon está à frente do previsto

Natura &Co e suas quatro marcas doam R$ 3 milhões para ajudar vítimas da guerra na Ucrânia

SÃO PAULO, 9 de março de 2022 /PRNewswire/ -- O lucro líquido de Natura &Co (NYSE – NTCO; B3 – NTCO3) no quarto trimestre mais do que triplicou e atingiu R$ 1 bilhão em 2021, apesar das pressões de custo de curto prazo, revertendo a perda do ano anterior. O forte direcionamento do grupo à disciplina de custos permitiu um ganho de margem EBITDA de 90 pontos-base no quarto trimestre de 2021, a despeito de uma ligeira queda nas vendas no período.

Em um ambiente operacional desafiador, Natura &Co continuou a avançar, no trimestre, nas principais iniciativas estratégicas que impulsionarão o crescimento futuro. Um destaque importante é o progresso feito na transformação da Avon, com a implementação de seu novo modelo comercial em vários mercados-chave, tanto na América Latina como na Avon Internacional, com sinais iniciais positivos, e uma aceleração de ferramentas digitais. As sinergias planejadas estão à frente do previsto, com cerca de 50% da meta já alcançada no fim do ano, ajudando Natura &Co a compensar a inflação de matérias-primas e os efeitos desfavoráveis do câmbio.

Diante da guerra na Ucrânia, Natura &Co já realizou doações significativas para organizações humanitárias que atuam em território ucraniano, principalmente para a Cruz Vermelha, e está doando produtos aos refugiados. Os dois mercados são importantes para a Avon, mas representam menos de 5% da receita total do grupo. Enquanto estamos suspendendo as operações de The Body Shop e Aesop na Rússia por meio de nossos principais franqueados, Avon também está suspendendo as exportações, mas continua a dar suporte às operações de venda direta de suas representantes por meio de sua planta local, fornecendo-lhes suporte financeiro. O grupo continuará a avaliar a instável e dramática situação da região.

Roberto Marques, presidente executivo do Conselho de Administração e CEO do grupo, declarou: "Em um momento em que o conflito está novamente impactando milhões de pessoas, nossos pensamentos estão com nossos times na Ucrânia e na Rússia, e com todos aqueles que se encontram em perigo".

O cenário geopolítico adiciona novos desafios aos nossos negócios, para além das disrupções nas cadeias de suprimentos, da inflação em alta, de novas restrições por conta da pandemia e do consumo enfraquecido no Brasil, que tem forte efeito sobre o mercado de CFT. No entanto, nosso foco em custos e em contínuas mudanças transformacionais nos permitiram expandir significativamente nossa margem EBITDA e o lucro líquido no quarto trimestre de 2021. No acumulado do ano, registramos crescimento de vendas líquidas e lucro líquido acima de R$ 1 bilhão, e terminamos o ano com uma forte posição de caixa de R$ 6 bilhões.

Esse desempenho reflete não apenas a notável mobilização de nossas equipes em prol da rentabilidade, mas também a força de nosso modelo omnicanal e a profunda reinvenção do modelo de venda por relações, por meio das vendas habilitadas digitalmente. Em Natura &Co América Latina, o desempenho da marca Natura superou o mercado CFT, com forte crescimento nos países hispânicos no quarto trimestre, o que ajudou a quase compensar o ambiente complicado do Brasil.  A Avon Internacional apresentou ganhos relevantes na margem EBITDA no quarto trimestre, na medida em que acelerou a racionalização de seu modelo operacional e se beneficiou da sazonalidade do fim do ano. A The Body Shop demonstrou sua capacidade de adaptação pela melhora de sua oferta multicanal e pelo apelo crescente da marca. E a Aesop continua a apresentar crescimento de dois dígitos ano após ano, superando marcas globais de luxo.

Nossa expectativa é que continuaremos a enfrentar desafios, principalmente no primeiro semestre de 2022. Estamos focados em entregar nossas prioridades, implementando disciplina financeira ainda mais robusta para impulsionar o crescimento lucrativo sustentável este ano e à frente.

No quarto trimestre, a receita líquida consolidada de Natura &Co foi de R$ 11,6 bilhões, queda de 3% em relação ao mesmo período do ano passado em reais (-5,3% em moeda constante). A margem EBITDA ajustada foi de 13,3%, um ganho de 90 pontos-base, refletindo disciplina financeira, mudanças estruturais principalmente na Avon Internacional e uma captura de sinergias mais rápida que o esperado, apesar da forte pressão de custos. O lucro líquido alcançou R$ 695,4 milhões, um aumento de 292% sobre o resultado do ano anterior, de R$ 177,4 milhões.

No acumulado do ano, a receita líquida consolidada atingiu R$ 40,1 bilhões, uma alta de 8,8% em reais e de 3,8% em moeda constante, puxada pelo crescimento dos mercados hispânicos e da Avon. As vendas habilitadas digitalmente, que incluem as vendas online (e-commerce + social selling) e vendas por relação por meio de nossos principais aplicativos digitais, alcançaram 52% da receita total. A margem EBTIDA ajustada caiu 110 pontos-base na comparação interanual, para 10,3%. O lucro líquido foi de R$ 1 bilhão, revertendo uma perda líquida de R$ 650,2 milhões no ano anterior. O grupo fechou o ano com uma forte posição de caixa de R$ 6 bilhões, tendo executado cerca de 27% do plano de recompra de ações até o final de fevereiro de 2022.

Desempenho por unidade de negócio

A receita líquida de Natura &Co América Latina caiu 2,8% em reais no quarto trimestre, mas cresceu 9,1% no acumulado do ano. No trimestre, os mercados hispânicos responderam por mais da metade da receita líquida na região pela primeira vez, com 52%. A marca Natura apresentou crescimento de 3,5% no trimestre e de 10,5% no ano. No quarto trimestre, as vendas nos mercados hispânicos cresceram 22,4%, compensando uma queda de 6,4% no Brasil, que ainda assim superou o mercado CFT no país. A receita da marca Avon caiu 12,3% em reais no quarto trimestre, mas teve alta de 6,6% no ano, com sólido crescimento nos mercados hispânicos no acumulado do ano. As vendas online de Natura alcançaram 7,9% no quarto trimestre, acima do nível de 4,3% pré-pandemia. Nossa solução de pagamentos, &Co Pay, alcançou 340.000 contas, chegando a um Volume Total de Pagamentos de R$ 6,5 bilhões no acumulado do ano, bem acima da estimativa de R$ 4 bilhões para o período. A margem EBITDA ajustada de Natura &Co Latam foi de 12,1% (-10 pontos-base) no quarto trimestre e de 11,2% (-70 pontos-base) no acumulado do ano.

A receita líquida da Avon Internacional caiu 5,6% em reais no quarto trimestre, mas cresceu 2,5% no acumulado do ano. A satisfação geral das representantes ganhou impulso na comparação com o ano anterior, devido a taxas recordes no nível de serviço prestado e à implementação do novo modelo comercial em seus nove mercados mais importantes. A adoção do social selling atingiu 15%, nível três vezes superior ao período pré-pandêmico. A participação das vendas online, em 4,2% do total, também triplicou frente ao registrado antes da pandemia. A margem EBITDA ajustada foi de 10,7% (+660 pontos-base) no quarto trimestre e de 6% (+80 pontos-base) no acumulado do ano.

A receita líquida da The Body Shop caiu 8,8% em reais no quarto trimestre, mas cresceu 9,2% no acumulado do ano. O desempenho no quarto trimestre foi afetado pela onda da variante Ômicron durante o período de festas de fim de ano, principalmente no Reino Unido. A The Body Shop teve uma forte campanha de Natal, com 12% de crescimento ante o ano anterior. Os canais online e At Home ainda estão 1,5 vez acima dos níveis pré-pandêmicos, apesar do reequilíbrio de canais com a reabertura das lojas. A margem EBITDA foi de 22,2% (-150 bps) no quarto trimestre e de 17,6% (-260 pontos-base) no acumulado do ano.

A Aesop registrou mais um excelente trimestre, com receita líquida crescendo 22,8% em reais no quarto trimestre e 33,4% no acumulado do ano. A Aesop continua a mostrar forte impulso, apresentando crescimento de receita principalmente na Ásia e na América do Norte. A participação das vendas online permanece 1,5 vez acima dos níveis pré-pandêmicos, em 24%. A margem EBITDA foi de 26,7% (-1,040 pontos-base) no quarto trimestre, e de 24% (-710 pontos-base) no acumulado do ano, refletindo maiores investimentos planejados para o digital, categorias e expansão geográfica para acelerar o crescimento.

Sobre Natura &Co

Natura &Co é um grupo global guiado por propósito e composto por quatro marcas icônicas, Avon, Natura, The Body Shop e Aesop. Operando em mais de 100 países, com mais de 2 900 lojas, 35 000 colaboradores e mais de 7,6 milhões de representantes e consultoras, acreditamos em desafiar o status quo para promover impacto econômico, social e ambiental positivos. Natura &Co registrou receita líquida de R$ 40,1 bilhões em 2021. Acreditamos no poder da cooperação, da cocriação e da colaboração. Somos orgulhosos por ser a maior B Corp do mundo. Há 135 anos, a Avon tem apoiado o público feminino, oferecendo produtos de beleza inovadores e de qualidade, que são vendidos principalmente para mulheres, por mulheres. Fundada em 1969, a Natura é uma multinacional brasileira do segmento de cosméticos e higiene pessoal, líder em venda direta. Criada por Anita Roddick em 1976 em Brighton, na Inglaterra, The Body Shop é uma marca global de beleza que busca fazer diferença positiva no mundo. A marca australiana de beleza Aesop foi fundada em 1987 com o desafio de criar produtos superlativos para a pele, o cabelo e o corpo.

Contato

Brunswick Group

+55 11 3076-7620

natura@brunswickgroup.com 

FONTE Natura &Co

Vendas habilitadas digitalmente atingem 52% do total; captura de sinergias na Avon está à frente do previsto

Natura &Co e suas quatro marcas doam R$ 3 milhões para ajudar vítimas da guerra na Ucrânia

SÃO PAULO, 9 de março de 2022 /PRNewswire/ -- O lucro líquido de Natura &Co (NYSE – NTCO; B3 – NTCO3) no quarto trimestre mais do que triplicou e atingiu R$ 1 bilhão em 2021, apesar das pressões de custo de curto prazo, revertendo a perda do ano anterior. O forte direcionamento do grupo à disciplina de custos permitiu um ganho de margem EBITDA de 90 pontos-base no quarto trimestre de 2021, a despeito de uma ligeira queda nas vendas no período.

Em um ambiente operacional desafiador, Natura &Co continuou a avançar, no trimestre, nas principais iniciativas estratégicas que impulsionarão o crescimento futuro. Um destaque importante é o progresso feito na transformação da Avon, com a implementação de seu novo modelo comercial em vários mercados-chave, tanto na América Latina como na Avon Internacional, com sinais iniciais positivos, e uma aceleração de ferramentas digitais. As sinergias planejadas estão à frente do previsto, com cerca de 50% da meta já alcançada no fim do ano, ajudando Natura &Co a compensar a inflação de matérias-primas e os efeitos desfavoráveis do câmbio.

Diante da guerra na Ucrânia, Natura &Co já realizou doações significativas para organizações humanitárias que atuam em território ucraniano, principalmente para a Cruz Vermelha, e está doando produtos aos refugiados. Os dois mercados são importantes para a Avon, mas representam menos de 5% da receita total do grupo. Enquanto estamos suspendendo as operações de The Body Shop e Aesop na Rússia por meio de nossos principais franqueados, Avon também está suspendendo as exportações, mas continua a dar suporte às operações de venda direta de suas representantes por meio de sua planta local, fornecendo-lhes suporte financeiro. O grupo continuará a avaliar a instável e dramática situação da região.

Roberto Marques, presidente executivo do Conselho de Administração e CEO do grupo, declarou: "Em um momento em que o conflito está novamente impactando milhões de pessoas, nossos pensamentos estão com nossos times na Ucrânia e na Rússia, e com todos aqueles que se encontram em perigo".

O cenário geopolítico adiciona novos desafios aos nossos negócios, para além das disrupções nas cadeias de suprimentos, da inflação em alta, de novas restrições por conta da pandemia e do consumo enfraquecido no Brasil, que tem forte efeito sobre o mercado de CFT. No entanto, nosso foco em custos e em contínuas mudanças transformacionais nos permitiram expandir significativamente nossa margem EBITDA e o lucro líquido no quarto trimestre de 2021. No acumulado do ano, registramos crescimento de vendas líquidas e lucro líquido acima de R$ 1 bilhão, e terminamos o ano com uma forte posição de caixa de R$ 6 bilhões.

Esse desempenho reflete não apenas a notável mobilização de nossas equipes em prol da rentabilidade, mas também a força de nosso modelo omnicanal e a profunda reinvenção do modelo de venda por relações, por meio das vendas habilitadas digitalmente. Em Natura &Co América Latina, o desempenho da marca Natura superou o mercado CFT, com forte crescimento nos países hispânicos no quarto trimestre, o que ajudou a quase compensar o ambiente complicado do Brasil.  A Avon Internacional apresentou ganhos relevantes na margem EBITDA no quarto trimestre, na medida em que acelerou a racionalização de seu modelo operacional e se beneficiou da sazonalidade do fim do ano. A The Body Shop demonstrou sua capacidade de adaptação pela melhora de sua oferta multicanal e pelo apelo crescente da marca. E a Aesop continua a apresentar crescimento de dois dígitos ano após ano, superando marcas globais de luxo.

Nossa expectativa é que continuaremos a enfrentar desafios, principalmente no primeiro semestre de 2022. Estamos focados em entregar nossas prioridades, implementando disciplina financeira ainda mais robusta para impulsionar o crescimento lucrativo sustentável este ano e à frente.

No quarto trimestre, a receita líquida consolidada de Natura &Co foi de R$ 11,6 bilhões, queda de 3% em relação ao mesmo período do ano passado em reais (-5,3% em moeda constante). A margem EBITDA ajustada foi de 13,3%, um ganho de 90 pontos-base, refletindo disciplina financeira, mudanças estruturais principalmente na Avon Internacional e uma captura de sinergias mais rápida que o esperado, apesar da forte pressão de custos. O lucro líquido alcançou R$ 695,4 milhões, um aumento de 292% sobre o resultado do ano anterior, de R$ 177,4 milhões.

No acumulado do ano, a receita líquida consolidada atingiu R$ 40,1 bilhões, uma alta de 8,8% em reais e de 3,8% em moeda constante, puxada pelo crescimento dos mercados hispânicos e da Avon. As vendas habilitadas digitalmente, que incluem as vendas online (e-commerce + social selling) e vendas por relação por meio de nossos principais aplicativos digitais, alcançaram 52% da receita total. A margem EBTIDA ajustada caiu 110 pontos-base na comparação interanual, para 10,3%. O lucro líquido foi de R$ 1 bilhão, revertendo uma perda líquida de R$ 650,2 milhões no ano anterior. O grupo fechou o ano com uma forte posição de caixa de R$ 6 bilhões, tendo executado cerca de 27% do plano de recompra de ações até o final de fevereiro de 2022.

Desempenho por unidade de negócio

A receita líquida de Natura &Co América Latina caiu 2,8% em reais no quarto trimestre, mas cresceu 9,1% no acumulado do ano. No trimestre, os mercados hispânicos responderam por mais da metade da receita líquida na região pela primeira vez, com 52%. A marca Natura apresentou crescimento de 3,5% no trimestre e de 10,5% no ano. No quarto trimestre, as vendas nos mercados hispânicos cresceram 22,4%, compensando uma queda de 6,4% no Brasil, que ainda assim superou o mercado CFT no país. A receita da marca Avon caiu 12,3% em reais no quarto trimestre, mas teve alta de 6,6% no ano, com sólido crescimento nos mercados hispânicos no acumulado do ano. As vendas online de Natura alcançaram 7,9% no quarto trimestre, acima do nível de 4,3% pré-pandemia. Nossa solução de pagamentos, &Co Pay, alcançou 340.000 contas, chegando a um Volume Total de Pagamentos de R$ 6,5 bilhões no acumulado do ano, bem acima da estimativa de R$ 4 bilhões para o período. A margem EBITDA ajustada de Natura &Co Latam foi de 12,1% (-10 pontos-base) no quarto trimestre e de 11,2% (-70 pontos-base) no acumulado do ano.

A receita líquida da Avon Internacional caiu 5,6% em reais no quarto trimestre, mas cresceu 2,5% no acumulado do ano. A satisfação geral das representantes ganhou impulso na comparação com o ano anterior, devido a taxas recordes no nível de serviço prestado e à implementação do novo modelo comercial em seus nove mercados mais importantes. A adoção do social selling atingiu 15%, nível três vezes superior ao período pré-pandêmico. A participação das vendas online, em 4,2% do total, também triplicou frente ao registrado antes da pandemia. A margem EBITDA ajustada foi de 10,7% (+660 pontos-base) no quarto trimestre e de 6% (+80 pontos-base) no acumulado do ano.

A receita líquida da The Body Shop caiu 8,8% em reais no quarto trimestre, mas cresceu 9,2% no acumulado do ano. O desempenho no quarto trimestre foi afetado pela onda da variante Ômicron durante o período de festas de fim de ano, principalmente no Reino Unido. A The Body Shop teve uma forte campanha de Natal, com 12% de crescimento ante o ano anterior. Os canais online e At Home ainda estão 1,5 vez acima dos níveis pré-pandêmicos, apesar do reequilíbrio de canais com a reabertura das lojas. A margem EBITDA foi de 22,2% (-150 bps) no quarto trimestre e de 17,6% (-260 pontos-base) no acumulado do ano.

A Aesop registrou mais um excelente trimestre, com receita líquida crescendo 22,8% em reais no quarto trimestre e 33,4% no acumulado do ano. A Aesop continua a mostrar forte impulso, apresentando crescimento de receita principalmente na Ásia e na América do Norte. A participação das vendas online permanece 1,5 vez acima dos níveis pré-pandêmicos, em 24%. A margem EBITDA foi de 26,7% (-1,040 pontos-base) no quarto trimestre, e de 24% (-710 pontos-base) no acumulado do ano, refletindo maiores investimentos planejados para o digital, categorias e expansão geográfica para acelerar o crescimento.

Sobre Natura &Co

Natura &Co é um grupo global guiado por propósito e composto por quatro marcas icônicas, Avon, Natura, The Body Shop e Aesop. Operando em mais de 100 países, com mais de 2 900 lojas, 35 000 colaboradores e mais de 7,6 milhões de representantes e consultoras, acreditamos em desafiar o status quo para promover impacto econômico, social e ambiental positivos. Natura &Co registrou receita líquida de R$ 40,1 bilhões em 2021. Acreditamos no poder da cooperação, da cocriação e da colaboração. Somos orgulhosos por ser a maior B Corp do mundo. Há 135 anos, a Avon tem apoiado o público feminino, oferecendo produtos de beleza inovadores e de qualidade, que são vendidos principalmente para mulheres, por mulheres. Fundada em 1969, a Natura é uma multinacional brasileira do segmento de cosméticos e higiene pessoal, líder em venda direta. Criada por Anita Roddick em 1976 em Brighton, na Inglaterra, The Body Shop é uma marca global de beleza que busca fazer diferença positiva no mundo. A marca australiana de beleza Aesop foi fundada em 1987 com o desafio de criar produtos superlativos para a pele, o cabelo e o corpo.

Contato

Brunswick Group

+55 11 3076-7620

natura@brunswickgroup.com 

FONTE Natura &Co

Você acabou de ler:

Natura &Co registra forte lucro líquido e melhora da margem no quarto trimestre; vendas crescem no acumulado do ano, com lucro líquido atingindo R$ 1 bilhão

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/natura-vendas-crescem-no-acumulado-do-ano-com-lucro-liquido-atingindo-r-1-bilhao/