NDB anuncia ampliação de sócios; expande alcance global

Banco de desenvolvimento estabelecido pelo BRICS terá Emirados Árabes, Uruguai e Bangladesh como novos membros

XANGAI, 2 de setembro de 2021 /PRNewswire/ -- O Novo Banco de Desenvolvimento (NDB, na sigla em inglês) -- estabelecido pelo BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) em 2015 -- deu início à expansão de seu quadro de países-membros.

A Assembleia de Governadores do NDB autorizou o Banco a conduzir negociações formais com potenciais novos sócios em fins de 2020. Após rodada bem-sucedida de negociações, o NDB aprovou a entrada de Emirados Árabes Unidos (EAU), Uruguai e Bangladesh como novos membros.

"É uma satisfação dar as boas-vindas a Emirados Árabes, Uruguai e Bangladesh como membros da família NDB. Os novos sócios terão no NDB importante plataforma para fomentar cooperação em infraestrutura e desenvolvimento sustentável", disse Marcos Troyjo, presidente do NDB. "Continuaremos a expandir o número de sócios de maneira gradual e equilibrada."

"A admissão dos Emirados Árabes Unidos ao NDB representa um novo passo em direção à ampliação do papel dos Emirados Árabes no cenário global, especialmente à luz da ampla capacidade e experiência que o país possui no apoio a projetos de infraestrutura e desenvolvimento sustentável. Esse passo significativo não teria sido possível sem a visão e orientações da liderança dos Emirados Árabes, que acredita na importância de apoiar projetos de desenvolvimento em todo o mundo, principalmente em economias emergentes", disse Obaid Humaid Al Tayer, Ministro de Estado para Assuntos Financeiros dos Emirados Árabes Unidos.

"O Urugai vê no NDB uma grande oportunidade de cooperação com seus países-membros, buscando melhor inserção internacional para o comércio e investimentos do país", disse Azucena Arbeleche, Ministra de Economia e Finanças do Uruguai.

"A admissão de Bangladesh ao NDB abriu caminho para uma nova parceria no importante momento da celebração dos 50 anos da nossa independência. Tornar-se membro do NDB é um passo crucial rumo a visão de desenvolvimento de nossa Primeira-Ministra Sheikh Hasina. Esperamos trabalhar em estreita colaboração com o NDB para construirmos juntos um mundo mais próspero e justo para a nossa próxima geração, conforme sonhou o Pai da Nação, Bangabandhu Sheikh Mujibur Rahman", disse Mustafa Kamal, Ministro de Finanças de Bangladesh.

A entrada de países admitidos ao NDB se torna efetiva após a conclusão de procedimentos internos e depósito do instrumento de acessão.

Desde o início das operações há seis anos, o NDB já aprovou cerca de 80 projetos em todos os seus países-membros, totalizando uma carteira de investimentos na ordem de US$ 30 bilhões (aproximadamente R$ 160 bilhões). Áreas como transporte, água e saneamento, energia limpa, infraestrutura digital, infraestrutura social e desenvolvimento urbano estão no escopo do Banco.

A expansão do quadro societário do NDB encontra-se em linha com a estratégia do Banco de posicionar-se como instituição de referência para o desenvolvimento de economias emergentes.

Informações de contexto

O NDB foi instituído por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, com o objetivo de mobilizar recursos para projetos de infraestrutura e desenvolvimento sustentável nos BRICS e em outras economias emergentes e países em desenvolvimento, complementando os esforços existentes das instituições financeiras multilaterais e regionais para o crescimento e desenvolvimento global. O NDB tem capital autorizado de US$ 100 bilhões, aberto à subscrição de membros da ONU (Organização das Nações Unidas).

FONTE NDB

Banco de desenvolvimento estabelecido pelo BRICS terá Emirados Árabes, Uruguai e Bangladesh como novos membros

XANGAI, 2 de setembro de 2021 /PRNewswire/ -- O Novo Banco de Desenvolvimento (NDB, na sigla em inglês) -- estabelecido pelo BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) em 2015 -- deu início à expansão de seu quadro de países-membros.

A Assembleia de Governadores do NDB autorizou o Banco a conduzir negociações formais com potenciais novos sócios em fins de 2020. Após rodada bem-sucedida de negociações, o NDB aprovou a entrada de Emirados Árabes Unidos (EAU), Uruguai e Bangladesh como novos membros.

"É uma satisfação dar as boas-vindas a Emirados Árabes, Uruguai e Bangladesh como membros da família NDB. Os novos sócios terão no NDB importante plataforma para fomentar cooperação em infraestrutura e desenvolvimento sustentável", disse Marcos Troyjo, presidente do NDB. "Continuaremos a expandir o número de sócios de maneira gradual e equilibrada."

"A admissão dos Emirados Árabes Unidos ao NDB representa um novo passo em direção à ampliação do papel dos Emirados Árabes no cenário global, especialmente à luz da ampla capacidade e experiência que o país possui no apoio a projetos de infraestrutura e desenvolvimento sustentável. Esse passo significativo não teria sido possível sem a visão e orientações da liderança dos Emirados Árabes, que acredita na importância de apoiar projetos de desenvolvimento em todo o mundo, principalmente em economias emergentes", disse Obaid Humaid Al Tayer, Ministro de Estado para Assuntos Financeiros dos Emirados Árabes Unidos.

"O Urugai vê no NDB uma grande oportunidade de cooperação com seus países-membros, buscando melhor inserção internacional para o comércio e investimentos do país", disse Azucena Arbeleche, Ministra de Economia e Finanças do Uruguai.

"A admissão de Bangladesh ao NDB abriu caminho para uma nova parceria no importante momento da celebração dos 50 anos da nossa independência. Tornar-se membro do NDB é um passo crucial rumo a visão de desenvolvimento de nossa Primeira-Ministra Sheikh Hasina. Esperamos trabalhar em estreita colaboração com o NDB para construirmos juntos um mundo mais próspero e justo para a nossa próxima geração, conforme sonhou o Pai da Nação, Bangabandhu Sheikh Mujibur Rahman", disse Mustafa Kamal, Ministro de Finanças de Bangladesh.

A entrada de países admitidos ao NDB se torna efetiva após a conclusão de procedimentos internos e depósito do instrumento de acessão.

Desde o início das operações há seis anos, o NDB já aprovou cerca de 80 projetos em todos os seus países-membros, totalizando uma carteira de investimentos na ordem de US$ 30 bilhões (aproximadamente R$ 160 bilhões). Áreas como transporte, água e saneamento, energia limpa, infraestrutura digital, infraestrutura social e desenvolvimento urbano estão no escopo do Banco.

A expansão do quadro societário do NDB encontra-se em linha com a estratégia do Banco de posicionar-se como instituição de referência para o desenvolvimento de economias emergentes.

Informações de contexto

O NDB foi instituído por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, com o objetivo de mobilizar recursos para projetos de infraestrutura e desenvolvimento sustentável nos BRICS e em outras economias emergentes e países em desenvolvimento, complementando os esforços existentes das instituições financeiras multilaterais e regionais para o crescimento e desenvolvimento global. O NDB tem capital autorizado de US$ 100 bilhões, aberto à subscrição de membros da ONU (Organização das Nações Unidas).

FONTE NDB

Você acabou de ler:

NDB anuncia ampliação de sócios; expande alcance global

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/ndb-anuncia-ampliacao-de-socios-expande-alcance-global/