Nespresso investe CHF 160 milhões na expansão de seu centro de produção Romont, na Suíça, para atender à crescente demanda de consumo no mundo todo

Serão criados 300 novos empregos nos próximos 10 anos em um centro de produção de alto nível "sustentável por design"

LAUSANNE, Suíça, 8 de julho de 2020 /PRNewswire/ --  Hoje, a Nespresso anunciou o investimento de CHF 160 milhões para expandir o seu centro de produção em Romont, na Suíça, para atender à crescente procura dos consumidores pelos seus cafés premium de alta qualidade e apoiar o desenvolvimento internacional nos próximos anos.

"Apesar dos tempos difíceis em que vivemos, este investimento estratégico de longo prazo reafirma o sucesso do negócio da Nespresso e a liderança no segmento de café em capsula, pioneiro em 1986", disse Guillaume Le Cunff, diretor executivo da Nespresso. "Isso também demonstra o compromisso contínuo com as nossas raízes suíças e o desenvolvimento econômico de longo prazo da região e do país, com o qual compartilhamos valores de qualidade, inovação e conhecimento".

"Este é o tipo de anúncio bom em época de crise. A Nespresso confirma que grandes grupos internacionais podem produzir competitivamente na nossa região. É também um investimento que fortalece a região na área da bioeconomia, com o qual estou muito satisfeito", disse Olivier Curty, conselheiro de estado e diretor de assuntos económicos e emprego do distrito de Friburgo.

A construção do segundo local de produção está prevista para começar em Junho de 2021 e resultará no aumento da capacidade de 10 novas linhas de produção dedicadas à produção de cafés Nespresso para as gamas Vertuo e Professional e na criação de 300 novos empregos diretos, nos próximos 10 anos, enquanto aumenta o emprego de terceiros e o desenvolvimento de negócios locais e regionais. Espera-se que as novas primeiras linhas de produção estejam totalmente operacionais em junho de 2022.

A fábrica de Romont, inaugurada em 2015, é o centro de excelência para a produção dos cafés Vertuo da Nespresso, agora disponíveis em 21 países da América do Norte, Europa e Ásia. O Vertuo é um sistema versátil que faz café em 5 tamanhos diferentes, usando a inovadora tecnologia Centrifusion™ que reconhece o código de barras da cápsula e ajusta a quantidade de água, a velocidade de extração e a temperatura para criar o café perfeito.

Nos últimos dois anos, a Nespresso fortaleceu as suas operações em Romont, com a inclusão de 4 novas linhas de produção e a criação de 50 novos empregos, ao inaugurar um novo centro de desenvolvimento de produtos e um campus do café, em 2018, promovendo a inovação e o conhecimento do café.

Impacto positivo na economia local

Todos os cafés Nespresso distribuídos no mundo são produzidos na Suíça. Nos últimos 10 anos, além dos investimentos em andamento em seus negócios, a Nespresso investiu CHF 700 milhões nos seus três centros de produção na Suíça, nos distritos de Vaud e Fribourg. Os grãos de café cultivados de maneira sustentável são transformados em cafés da mais alta qualidade através do conhecimento e da paixão de mais de 1.000 funcionários qualificados da fábrica.

"Graças à Nespresso, Romont  tornou-se a referência em café. O novo investimento é um presente para toda a região e a busca de uma aventura extraordinária. Cabe a nós, líderes políticos, garantir que todos encontrem o seu lugar no desenvolvimento saudável e sustentável. Com os pequenos e médios negócios e empresas como a Nespresso, se o "Pequeno Príncipe" fosse de Glâne, ele certamente diria "Sempre amei esta região. Sentamos na colina, fechamos os olhos, tomamos café, adivinhamos os sabores e algo brilha em silêncio", disse Willy Schorderet, prefeito de Glâne.

"Boas notícias para a nossa cidade, pois vemos os objetivos que a Nespresso nos deu no início do projeto serem alcançados. Romont poderá posicionar-se como uma cidade de influência e excelência internacional. Romont, a cidade especializada em vidro e café, aqui está um slogan que poderíamos usar para a promover", disse Jean Denis Cornu, vice-administrador da cidade de Romont.

Nos últimos 10 anos, a Nestlé investiu, em média, CHF 300 milhões por ano em infraestrutura e operações na Suíça. Fortemente enraizada em seu país de origem, a Nestlé tem 11 centros de produção e 4 locais de pesquisa e desenvolvimento localizados na Suíça.

O primeiro centro de produção com certificação LEED® Gold na Suíça

Ao investir no apoio às suas operações, a Nespresso também está comprometida com sua ambição de sustentabilidade, de que cada xícara de café Nespresso tenha um impacto positivo no mundo. Os três centros de produção da Nespresso são "zero desperdício para o aterro", e os processos de produção foram otimizados para garantir que o calor e a água sejam recuperados e reutilizados sempre que possível. Nas instalações existentes em Romont, o calor das torrefadoras de café é recuperado e usado para pré-aquecer o café verde e a própria fábrica. Todo excesso de calor é redistribuído para a comunidade local.

Romont foi o primeiro centro de produção na Suíça e, portanto, a primeira fábrica da Nestlé, na Suíça, a obter a certificação LEED® Gold (liderança em energia e design ambiental) em 2015. O novo local de produção anunciado hoje será construído com base nos mesmos princípios LEED® que orientaram a construção do centro de produção Romont em 2015.

Essa certificação não inclui apenas a eficiência energética e hídrica de uma construção industrial, mas também aspectos como a saúde e o bem-estar dos funcionários no ambiente de trabalho e a infraestrutura para a mobilidade ecológica. Alguns exemplos das várias iniciativas realizadas pela Nespresso para atender aos requisitos LEED® incluem o uso de 20% de materiais de construção reciclados e a diminuição de 18% no consumo de energia do local, graças à recuperação de calor das torrefadoras, vidros triplos e ao uso de iluminação em LED. A certificação LEED® estende os compromissos de sustentabilidade da Nespresso e faz parte de sua estratégia global de sustentabilidade, The Positive Cup.

Fatos e números sobre o centro de produção Nespresso em Romont 

  • Terceiro centro de produção da Nespresso na Suíça (2015), depois de Orbe (2002) e Avenches (2008) – produção mundial na Suíça
  • Investimento total em infraestruturas e operações (desde a criação): CHF 445 milhões
  • Investimento total em instalações de produção na Suíça desde 2010: CHF 700 milhões
  • Área total do site: 11 hectares (15 campos de futebol)
  • Area de superfície do novo salão de produção: 1 hectare ou 10.000 m2 (1,5 campos de futebol) para linhas de enchimento e embalagem, torrefação e logística
  • Duração da construção: 1 ano
  • Número atual de funcionários da Nespresso no local: 368
  • Produção de cafés Vertuo e Professional
  • Primeiro centro de produção com certificação LEED® Gold, na Suíça, primeiro centro de produção da Nestlé com certificação LEED® na Suíça

Sobre a Nestlé Nespresso 

A Nestlé Nespresso SA é pioneira e referência para café em porções da mais alta qualidade. A empresa trabalha com mais de 110.000 agricultores em 14 países pelo programa AAA Sustainable Quality™ para incorporar práticas de sustentabilidade em fazendas e nas áreas ao redor. Lançado em 2003, em colaboração com a ONG The Rainforest Alliance, o programa ajuda a melhorar o rendimento e a qualidade das colheitas, protegendo o meio ambiente e melhorando a subsistência dos agricultores e de suas comunidades. Sediada em Lausanne, Suíça, a Nespresso tem atividades em 84 países e emprega 14.250 funcionários. Em 2019, operava uma rede global de varejo de 810 boutiques. Atualmente, a marca tem mais de 100.000 pontos globais de coleta de suas cápsulas usadas, possibilitando a reciclagem de 91% de seus itens consumidos.

Para obter mais informações, visite o site corporativo da Nespresso www.nestle-nespresso.com.

FONTE Nespresso

Serão criados 300 novos empregos nos próximos 10 anos em um centro de produção de alto nível "sustentável por design"

LAUSANNE, Suíça, 8 de julho de 2020 /PRNewswire/ --  Hoje, a Nespresso anunciou o investimento de CHF 160 milhões para expandir o seu centro de produção em Romont, na Suíça, para atender à crescente procura dos consumidores pelos seus cafés premium de alta qualidade e apoiar o desenvolvimento internacional nos próximos anos.

"Apesar dos tempos difíceis em que vivemos, este investimento estratégico de longo prazo reafirma o sucesso do negócio da Nespresso e a liderança no segmento de café em capsula, pioneiro em 1986", disse Guillaume Le Cunff, diretor executivo da Nespresso. "Isso também demonstra o compromisso contínuo com as nossas raízes suíças e o desenvolvimento econômico de longo prazo da região e do país, com o qual compartilhamos valores de qualidade, inovação e conhecimento".

"Este é o tipo de anúncio bom em época de crise. A Nespresso confirma que grandes grupos internacionais podem produzir competitivamente na nossa região. É também um investimento que fortalece a região na área da bioeconomia, com o qual estou muito satisfeito", disse Olivier Curty, conselheiro de estado e diretor de assuntos económicos e emprego do distrito de Friburgo.

A construção do segundo local de produção está prevista para começar em Junho de 2021 e resultará no aumento da capacidade de 10 novas linhas de produção dedicadas à produção de cafés Nespresso para as gamas Vertuo e Professional e na criação de 300 novos empregos diretos, nos próximos 10 anos, enquanto aumenta o emprego de terceiros e o desenvolvimento de negócios locais e regionais. Espera-se que as novas primeiras linhas de produção estejam totalmente operacionais em junho de 2022.

A fábrica de Romont, inaugurada em 2015, é o centro de excelência para a produção dos cafés Vertuo da Nespresso, agora disponíveis em 21 países da América do Norte, Europa e Ásia. O Vertuo é um sistema versátil que faz café em 5 tamanhos diferentes, usando a inovadora tecnologia Centrifusion™ que reconhece o código de barras da cápsula e ajusta a quantidade de água, a velocidade de extração e a temperatura para criar o café perfeito.

Nos últimos dois anos, a Nespresso fortaleceu as suas operações em Romont, com a inclusão de 4 novas linhas de produção e a criação de 50 novos empregos, ao inaugurar um novo centro de desenvolvimento de produtos e um campus do café, em 2018, promovendo a inovação e o conhecimento do café.

Impacto positivo na economia local

Todos os cafés Nespresso distribuídos no mundo são produzidos na Suíça. Nos últimos 10 anos, além dos investimentos em andamento em seus negócios, a Nespresso investiu CHF 700 milhões nos seus três centros de produção na Suíça, nos distritos de Vaud e Fribourg. Os grãos de café cultivados de maneira sustentável são transformados em cafés da mais alta qualidade através do conhecimento e da paixão de mais de 1.000 funcionários qualificados da fábrica.

"Graças à Nespresso, Romont  tornou-se a referência em café. O novo investimento é um presente para toda a região e a busca de uma aventura extraordinária. Cabe a nós, líderes políticos, garantir que todos encontrem o seu lugar no desenvolvimento saudável e sustentável. Com os pequenos e médios negócios e empresas como a Nespresso, se o "Pequeno Príncipe" fosse de Glâne, ele certamente diria "Sempre amei esta região. Sentamos na colina, fechamos os olhos, tomamos café, adivinhamos os sabores e algo brilha em silêncio", disse Willy Schorderet, prefeito de Glâne.

"Boas notícias para a nossa cidade, pois vemos os objetivos que a Nespresso nos deu no início do projeto serem alcançados. Romont poderá posicionar-se como uma cidade de influência e excelência internacional. Romont, a cidade especializada em vidro e café, aqui está um slogan que poderíamos usar para a promover", disse Jean Denis Cornu, vice-administrador da cidade de Romont.

Nos últimos 10 anos, a Nestlé investiu, em média, CHF 300 milhões por ano em infraestrutura e operações na Suíça. Fortemente enraizada em seu país de origem, a Nestlé tem 11 centros de produção e 4 locais de pesquisa e desenvolvimento localizados na Suíça.

O primeiro centro de produção com certificação LEED® Gold na Suíça

Ao investir no apoio às suas operações, a Nespresso também está comprometida com sua ambição de sustentabilidade, de que cada xícara de café Nespresso tenha um impacto positivo no mundo. Os três centros de produção da Nespresso são "zero desperdício para o aterro", e os processos de produção foram otimizados para garantir que o calor e a água sejam recuperados e reutilizados sempre que possível. Nas instalações existentes em Romont, o calor das torrefadoras de café é recuperado e usado para pré-aquecer o café verde e a própria fábrica. Todo excesso de calor é redistribuído para a comunidade local.

Romont foi o primeiro centro de produção na Suíça e, portanto, a primeira fábrica da Nestlé, na Suíça, a obter a certificação LEED® Gold (liderança em energia e design ambiental) em 2015. O novo local de produção anunciado hoje será construído com base nos mesmos princípios LEED® que orientaram a construção do centro de produção Romont em 2015.

Essa certificação não inclui apenas a eficiência energética e hídrica de uma construção industrial, mas também aspectos como a saúde e o bem-estar dos funcionários no ambiente de trabalho e a infraestrutura para a mobilidade ecológica. Alguns exemplos das várias iniciativas realizadas pela Nespresso para atender aos requisitos LEED® incluem o uso de 20% de materiais de construção reciclados e a diminuição de 18% no consumo de energia do local, graças à recuperação de calor das torrefadoras, vidros triplos e ao uso de iluminação em LED. A certificação LEED® estende os compromissos de sustentabilidade da Nespresso e faz parte de sua estratégia global de sustentabilidade, The Positive Cup.

Fatos e números sobre o centro de produção Nespresso em Romont 

  • Terceiro centro de produção da Nespresso na Suíça (2015), depois de Orbe (2002) e Avenches (2008) – produção mundial na Suíça
  • Investimento total em infraestruturas e operações (desde a criação): CHF 445 milhões
  • Investimento total em instalações de produção na Suíça desde 2010: CHF 700 milhões
  • Área total do site: 11 hectares (15 campos de futebol)
  • Area de superfície do novo salão de produção: 1 hectare ou 10.000 m2 (1,5 campos de futebol) para linhas de enchimento e embalagem, torrefação e logística
  • Duração da construção: 1 ano
  • Número atual de funcionários da Nespresso no local: 368
  • Produção de cafés Vertuo e Professional
  • Primeiro centro de produção com certificação LEED® Gold, na Suíça, primeiro centro de produção da Nestlé com certificação LEED® na Suíça

Sobre a Nestlé Nespresso 

A Nestlé Nespresso SA é pioneira e referência para café em porções da mais alta qualidade. A empresa trabalha com mais de 110.000 agricultores em 14 países pelo programa AAA Sustainable Quality™ para incorporar práticas de sustentabilidade em fazendas e nas áreas ao redor. Lançado em 2003, em colaboração com a ONG The Rainforest Alliance, o programa ajuda a melhorar o rendimento e a qualidade das colheitas, protegendo o meio ambiente e melhorando a subsistência dos agricultores e de suas comunidades. Sediada em Lausanne, Suíça, a Nespresso tem atividades em 84 países e emprega 14.250 funcionários. Em 2019, operava uma rede global de varejo de 810 boutiques. Atualmente, a marca tem mais de 100.000 pontos globais de coleta de suas cápsulas usadas, possibilitando a reciclagem de 91% de seus itens consumidos.

Para obter mais informações, visite o site corporativo da Nespresso www.nestle-nespresso.com.

FONTE Nespresso

Você acabou de ler:

Nespresso investe CHF 160 milhões na expansão de seu centro de produção Romont, na Suíça, para atender à crescente demanda de consumo no mundo todo

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/nespresso-investe-chf-160-milhoes-na-expansao-de-seu-centro-de-producao-romont-na-suica-para-atender-a-crescente-demanda-de-consumo-no-mundo-todo/