No 3T18, a maior companhia aérea do Brasil cresce a receita líquida em 8% e CASK ex-combustível reduz 3,4% no terceiro trimestre

SÃO PAULO, 1 de novembro de 2018 /PRNewswire/ -- A GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A. ("GOL" ou "Companhia"), (B3: GOLL4 e NYSE: GOL), a maior companhia aérea doméstica do Brasil, anuncia o resultado consolidado do terceiro trimestre de 2018 (3T18) e do acumulado do ano de 2018 (9M18). Todas as informações são apresentadas em IFRS, em Reais (R$) e as comparações referem-se ao terceiro trimestre de 2017 (3T17) e do acumulado do ano de 2017 (9M17), exceto quando especificado de outra forma.

Destaques Financeiros e Operacionais:

- Melhoria contínua de indicadores operacionais: o RPK aumentou 2,2% para 9,9 bilhões no 3T18, principalmente devido ao crescimento de 4,5% no número de passageiros transportados. A forte demanda e o foco contínuo da GOL em gerenciamento de receitas possibilitou (i) um yield médio por passageiro de 27,44 centavos (R$), um aumento de 6,5% na comparação trimestral, (ii) uma taxa de ocupação média de 79,1%, uma redução de 1,1 p.p. comparada ao 3T17, e (iii) uma pontualidade de 92,1% no 3T18, de acordo com a Infraero.

- Forte crescimento da receita: a combinação de maior demanda com otimização na precificação resultou em R$2,9 bilhões de receita líquida trimestral, um crescimento de 8,3% comparativamente ao 3T17. O RASK líquido foi de 23,22 centavos (R$) no 3T18, aumento de 4,5% em comparação ao 3T17. O PRASK líquido aumentou 5,0% em relação ao 3T17, atingindo 21,70 centavos (R$). A tarifa média aumentou 4,2%, de R$299 para R$312. A projeção de receita líquida em 2018 é da ordem de R$11,5 bilhões.

- Cenário de custo controlado: devido aos aumentos no preço de combustível, o CASK total no 3T18 aumentou 11,5% para 21,77 centavos (R$). Em base ex-combustível, o CASK reduziu em 3,4%. A GOL permanece na liderança de custo na América do Sul pelo 17º ano consecutivo.

- Margem EBIT, EBITDA e EBITDAR: Mesmo com o aumento no preço médio do combustível de aviação de 3,7% no 3T18 em comparação com o 2T18, a combinação de melhores preços, maior demanda, e resultado operacional de R$10,4 milhões com hedge permitiu que a margem EBIT da GOL atingisse 6,2%, o nono trimestre consecutivo com lucro operacional, que representa redução de 6,0 p.p. na comparação trimestral. O lucro operacional (EBIT) foi de R$180,5 milhões no trimestre, uma redução de 44,5% em relação ao 3T17 (R$325,4 milhões). A margem EBITDA atingiu 12,3% no 3T18, um decréscimo de 5,0 p.p. na comparação trimestral. A margem EBITDAR foi de 22,5% no 3T18, inferior em 3,4 p.p. em relação ao 3T17. Para 2018, a projeção da GOL para margem EBIT é da ordem de 11%.

- Fortalecimento do balanço: Enquanto a depreciação do Real frente ao dólar foi de 3,8% no 3T18 (final do período), causando perdas de R$187,3 milhões com variações cambiais e monetárias, a relação dívida líquida (excluindo os bônus perpétuos) sobre EBITDA UDM foi de 3,2x em 30/9/2018, maior em relação a 30/6/2018 (2,9x) e melhor em relação a 30/9/2017 (3,4x). A liquidez total, incluindo caixa, aplicações financeiras, caixa restrito e contas a receber, totalizou R$3,0 bilhões, estável em comparação com 30/6/2018 e um aumento de R$871,6 milhões ante um ano atrás. A combinação da geração de fluxo de caixa operacional de R$460,8 milhões no trimestre e manutenção da liquidez melhorou a flexibilidade financeira da Companhia.

- IFRS 16 (PRELIMINAR): Em decorrência da adoção obrigatória do IFRS 16 a partir de 1 de janeiro de 2019, nossa avaliação preliminar demonstra uma estimativa de redução significativa na dívida líquida ajustada, bem como a melhora da relação dívida líquida ajustada sobre EBITDA UDM.

"Esperamos continuar a impulsionar a nossa eficiência operacional e racionalização da oferta. Em agosto, recebemos nossa segunda aeronave 737 MAX 8. O MAX 8 permitirá à GOL servir o grande mercado endereçável de passageiros viajando entre o Centro-oeste/Nordeste brasileiro e o Estado da Florida", comentou Paulo Kakinoff, presidente.

Acesse release de resultado, vídeos da administração, apresentação e demonstrações financeiras completas em: www.voegol.com.br/ri

Teleconferência 3T18: 1 de novembro de 2018, 13h30 (Brasil), Telefone: (11) 3193-1001, Código: GOL

Relações com Investidores: ri@voegol.com.br, (11) 2128-4700

Sobre a GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A. (www.voegol.com.br): O maior grupo de serviços de transporte e viagens aéreas do Brasil, com atuação em transporte de passageiros, transporte de carga e programas de fidelidade de coalizão.

FONTE GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A.

SÃO PAULO, 1 de novembro de 2018 /PRNewswire/ -- A GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A. ("GOL" ou "Companhia"), (B3: GOLL4 e NYSE: GOL), a maior companhia aérea doméstica do Brasil, anuncia o resultado consolidado do terceiro trimestre de 2018 (3T18) e do acumulado do ano de 2018 (9M18). Todas as informações são apresentadas em IFRS, em Reais (R$) e as comparações referem-se ao terceiro trimestre de 2017 (3T17) e do acumulado do ano de 2017 (9M17), exceto quando especificado de outra forma.

Destaques Financeiros e Operacionais:

- Melhoria contínua de indicadores operacionais: o RPK aumentou 2,2% para 9,9 bilhões no 3T18, principalmente devido ao crescimento de 4,5% no número de passageiros transportados. A forte demanda e o foco contínuo da GOL em gerenciamento de receitas possibilitou (i) um yield médio por passageiro de 27,44 centavos (R$), um aumento de 6,5% na comparação trimestral, (ii) uma taxa de ocupação média de 79,1%, uma redução de 1,1 p.p. comparada ao 3T17, e (iii) uma pontualidade de 92,1% no 3T18, de acordo com a Infraero.

- Forte crescimento da receita: a combinação de maior demanda com otimização na precificação resultou em R$2,9 bilhões de receita líquida trimestral, um crescimento de 8,3% comparativamente ao 3T17. O RASK líquido foi de 23,22 centavos (R$) no 3T18, aumento de 4,5% em comparação ao 3T17. O PRASK líquido aumentou 5,0% em relação ao 3T17, atingindo 21,70 centavos (R$). A tarifa média aumentou 4,2%, de R$299 para R$312. A projeção de receita líquida em 2018 é da ordem de R$11,5 bilhões.

- Cenário de custo controlado: devido aos aumentos no preço de combustível, o CASK total no 3T18 aumentou 11,5% para 21,77 centavos (R$). Em base ex-combustível, o CASK reduziu em 3,4%. A GOL permanece na liderança de custo na América do Sul pelo 17º ano consecutivo.

- Margem EBIT, EBITDA e EBITDAR: Mesmo com o aumento no preço médio do combustível de aviação de 3,7% no 3T18 em comparação com o 2T18, a combinação de melhores preços, maior demanda, e resultado operacional de R$10,4 milhões com hedge permitiu que a margem EBIT da GOL atingisse 6,2%, o nono trimestre consecutivo com lucro operacional, que representa redução de 6,0 p.p. na comparação trimestral. O lucro operacional (EBIT) foi de R$180,5 milhões no trimestre, uma redução de 44,5% em relação ao 3T17 (R$325,4 milhões). A margem EBITDA atingiu 12,3% no 3T18, um decréscimo de 5,0 p.p. na comparação trimestral. A margem EBITDAR foi de 22,5% no 3T18, inferior em 3,4 p.p. em relação ao 3T17. Para 2018, a projeção da GOL para margem EBIT é da ordem de 11%.

- Fortalecimento do balanço: Enquanto a depreciação do Real frente ao dólar foi de 3,8% no 3T18 (final do período), causando perdas de R$187,3 milhões com variações cambiais e monetárias, a relação dívida líquida (excluindo os bônus perpétuos) sobre EBITDA UDM foi de 3,2x em 30/9/2018, maior em relação a 30/6/2018 (2,9x) e melhor em relação a 30/9/2017 (3,4x). A liquidez total, incluindo caixa, aplicações financeiras, caixa restrito e contas a receber, totalizou R$3,0 bilhões, estável em comparação com 30/6/2018 e um aumento de R$871,6 milhões ante um ano atrás. A combinação da geração de fluxo de caixa operacional de R$460,8 milhões no trimestre e manutenção da liquidez melhorou a flexibilidade financeira da Companhia.

- IFRS 16 (PRELIMINAR): Em decorrência da adoção obrigatória do IFRS 16 a partir de 1 de janeiro de 2019, nossa avaliação preliminar demonstra uma estimativa de redução significativa na dívida líquida ajustada, bem como a melhora da relação dívida líquida ajustada sobre EBITDA UDM.

"Esperamos continuar a impulsionar a nossa eficiência operacional e racionalização da oferta. Em agosto, recebemos nossa segunda aeronave 737 MAX 8. O MAX 8 permitirá à GOL servir o grande mercado endereçável de passageiros viajando entre o Centro-oeste/Nordeste brasileiro e o Estado da Florida", comentou Paulo Kakinoff, presidente.

Acesse release de resultado, vídeos da administração, apresentação e demonstrações financeiras completas em: www.voegol.com.br/ri

Teleconferência 3T18: 1 de novembro de 2018, 13h30 (Brasil), Telefone: (11) 3193-1001, Código: GOL

Relações com Investidores: ri@voegol.com.br, (11) 2128-4700

Sobre a GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A. (www.voegol.com.br): O maior grupo de serviços de transporte e viagens aéreas do Brasil, com atuação em transporte de passageiros, transporte de carga e programas de fidelidade de coalizão.

FONTE GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A.

Você acabou de ler:

No 3T18, a maior companhia aérea do Brasil cresce a receita líquida em 8% e CASK ex-combustível reduz 3,4% no terceiro trimestre

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/no-3t18-a-maior-companhia-aerea-do-brasil-cresce-a-receita-liquida-em-8-e-cask-ex-combustivel-reduz-34-no-terceiro-trimestre/