''Nós temos ídolos no setor, mas precisamos ampliar esse a cadeia como um todo'', afirma Bernardinho na live do 7º Fórum LIDE do Esporte

Evento remoto reuniu atletas, empreendedores e empresários para debater o esporte de base como elemento de saúde pública.

SÃO PAULO, 5 de agosto de 2020 /PRNewswire/ -- A segunda live do 7º Fórum LIDE do Esporte reuniu Bernardinho, empreendedor, técnico de vôlei e medalhista olímpico; Flávio Canto, judoca e fundador-presidente do Instituto Reação; e Rogério Melzi, diretor-presidente da rede Hospital Care para falar sobre "Esporte de base e saúde pública". O evento foi transmitido na terça-feira (3), em cumprimento às regras de isolamento social.

Participaram da mediação o chairman do LIDE, Luiz Fernando Furlan, o presidente do LIDE Esporte, Lars Grael, e João Doria Neto, diretor-executivo do Grupo Doria. Além da transmissão pela plataforma LIDE DIGITAL, o evento também esteve ao vivo ao vivo no canal da TV LIDE, no Youtube - a gravação na íntegra está disponível na mesma plataforma.

O técnico Bernadinho defendeu a prática esportiva desde a infância para propiciar não apenas uma vida saudável, mas com propósito e equilíbrio. "Qual o nosso modelo? Tem clubes, ONGs, escolas. E qual o habitat das crianças? A escola. Não propiciar esporte na escola significa privar o jovem da prática, valores do esporte, ferramentas de vida e de saúde", afirmou.

Segundo ele, também é preciso ficar atento às questões de renda e o acesso da população ao setor. "Primeiro, precisamos criar uma base maior de praticantes, para as pessoas viverem a realidade do esporte, com mais serviços, produtos, profissionais e consumidores. Nós temos ídolos no setor, mas precisamos ampliar esse a cadeia como um todo", ponderou.

No mesmo contexto, Flávio Canto relembrou os ensinamentos enquanto atleta. "No judô, ressaltamos o conceito de cair e levantar mais forte, que é algo constante na vida. O esporte é periférico em todas as escolas do Brasil, não só no ensino público. E precisamos construir um novo paradigma do esporte", disse durante debate com os demais participantes.

"É preciso criar novas regras e um movimento de valorização do histórico esportivo no currículo de estudantes e profissionais. Sempre me perguntei sobre como promover o desenvolvimento humano pelo esporte. Foi assim que construímos uma metodologia para 'tangibilizar' melhor essa transferência dos valores do esporte para a vida das pessoas", contou.

O diretor-presidente do Hospital Care, Rogério Melzi, acredita ser preciso ampliar a discussão sobre o tema. "O Brasil tem o que chamamos de "cultura da doença". Precisamos falar de prevenção. E não podemos nos ausentar das discussões sobre políticas públicas para a saúde, educação, e outros tantos assuntos", falou.

O evento teve o patrocínio de patrocínio da Clearsale e da Cosan, e apoio do Atletas pelo Brasil e Pacto pelo Esporte. O fornecedor oficial foi a RCE.

Investimentos

A primeira live do 7º Fórum LIDE do Esporte, também disponível no canal da TV LIDE no YouTube ocorreu em 10 de junho e reuniu o nadador e medalhista olímpico, Gustavo Borges; o presidente do Comitê Paraolímpico internacional, Andrew Parsons; e o empresário entusiasta dos esportes, João Paulo Diniz. Os participantes debateram sobre a retomada e os investimentos do setor. 

FONTE LIDE

Evento remoto reuniu atletas, empreendedores e empresários para debater o esporte de base como elemento de saúde pública.

SÃO PAULO, 5 de agosto de 2020 /PRNewswire/ -- A segunda live do 7º Fórum LIDE do Esporte reuniu Bernardinho, empreendedor, técnico de vôlei e medalhista olímpico; Flávio Canto, judoca e fundador-presidente do Instituto Reação; e Rogério Melzi, diretor-presidente da rede Hospital Care para falar sobre "Esporte de base e saúde pública". O evento foi transmitido na terça-feira (3), em cumprimento às regras de isolamento social.

Participaram da mediação o chairman do LIDE, Luiz Fernando Furlan, o presidente do LIDE Esporte, Lars Grael, e João Doria Neto, diretor-executivo do Grupo Doria. Além da transmissão pela plataforma LIDE DIGITAL, o evento também esteve ao vivo ao vivo no canal da TV LIDE, no Youtube - a gravação na íntegra está disponível na mesma plataforma.

O técnico Bernadinho defendeu a prática esportiva desde a infância para propiciar não apenas uma vida saudável, mas com propósito e equilíbrio. "Qual o nosso modelo? Tem clubes, ONGs, escolas. E qual o habitat das crianças? A escola. Não propiciar esporte na escola significa privar o jovem da prática, valores do esporte, ferramentas de vida e de saúde", afirmou.

Segundo ele, também é preciso ficar atento às questões de renda e o acesso da população ao setor. "Primeiro, precisamos criar uma base maior de praticantes, para as pessoas viverem a realidade do esporte, com mais serviços, produtos, profissionais e consumidores. Nós temos ídolos no setor, mas precisamos ampliar esse a cadeia como um todo", ponderou.

No mesmo contexto, Flávio Canto relembrou os ensinamentos enquanto atleta. "No judô, ressaltamos o conceito de cair e levantar mais forte, que é algo constante na vida. O esporte é periférico em todas as escolas do Brasil, não só no ensino público. E precisamos construir um novo paradigma do esporte", disse durante debate com os demais participantes.

"É preciso criar novas regras e um movimento de valorização do histórico esportivo no currículo de estudantes e profissionais. Sempre me perguntei sobre como promover o desenvolvimento humano pelo esporte. Foi assim que construímos uma metodologia para 'tangibilizar' melhor essa transferência dos valores do esporte para a vida das pessoas", contou.

O diretor-presidente do Hospital Care, Rogério Melzi, acredita ser preciso ampliar a discussão sobre o tema. "O Brasil tem o que chamamos de "cultura da doença". Precisamos falar de prevenção. E não podemos nos ausentar das discussões sobre políticas públicas para a saúde, educação, e outros tantos assuntos", falou.

O evento teve o patrocínio de patrocínio da Clearsale e da Cosan, e apoio do Atletas pelo Brasil e Pacto pelo Esporte. O fornecedor oficial foi a RCE.

Investimentos

A primeira live do 7º Fórum LIDE do Esporte, também disponível no canal da TV LIDE no YouTube ocorreu em 10 de junho e reuniu o nadador e medalhista olímpico, Gustavo Borges; o presidente do Comitê Paraolímpico internacional, Andrew Parsons; e o empresário entusiasta dos esportes, João Paulo Diniz. Os participantes debateram sobre a retomada e os investimentos do setor. 

FONTE LIDE