Novo aplicativo da Vendah gera renda extra para mais de 3 mil empreendedoras que revendem pelo whatsapp em São Paulo

Vendas por whatsapp é alternativa para pessoas desempregadas ou em transição de carreira. Conheça a história da mãe empreendedora que mudou a  vida profissional aos 39 anos.

SÃO PAULO, 1 de agosto de 2022 /PRNewswire/ -- No ano passado, em plena pandemia, nascia uma startup focada em distribuição de rendas para a classe C, a Vendah. A empresa possui um time experiente de executivos idealizadores  e recebeu mais de R$ 8 milhões para investir em um aplicativo de revenda de produtos. Nos últimos dois meses, o aplicativo virou um sucesso e dobrou o número de revendedoras. Passou de 1.500 para 3 mil empreendedoras e está ajudando muitas pessoas desempregadas ou que precisam de uma renda extra no momento.

Por conta da crise causada pela pandemia, mais de 1,4 milhão de empresas fecharam no ano passado, segundo dados do Ministério da Economia. Para completar, o número de trabalhadores em regime CLT reduziu em 2,8 milhões entre 2014 e 2022. Muitas dessas milhares de pessoas que estão sem um trabalho formal têm apenas um celular na mão, mas isso já é o suficiente para que a tecnologia seja uma aliada na procura da renda extra.

Revenda por aplicativo e artesanato online são alguns exemplos de uso de recursos tecnológicos que têm dado certo para complementar a renda de mulheres dos mais diversos perfis. Uma delas é Renata Dias, moradora da Zona Sul de São Paulo, que precisou encerrar as operações da microempresa do setor alimentício. Motivada pelo desejo de ter a própria empresa, aos 39 anos, Renata não desistiu do empreendedorismo.

Em outubro de 2021, ela estava procurando um novo negócio, mas não tinha capital para iniciar. Foi aí que descobriu o aplicativo de vendas diretas Vendah, que opera pelo celular, de qualquer lugar e a qualquer hora, sem a necessidade de qualquer investimento para começar. Com uma filha de apenas 4 anos para cuidar, Renata encontrou a opção perfeita para conciliar trabalho e maternidade.

Em pouco tempo, ela se tornou uma das empreendedoras "VIPs" - o seleto grupo das que mais vendem na plataforma. "A renda extra da Vendah me ajudou bastante, porque posso trabalhar de casa e continuar cuidando da minha filha pequena. Mais do que o retorno financeiro, sinto uma realização pessoal enorme, porque eu amo empreender e ver meus clientes satisfeitos", comenta.

Empreendedorismo de impacto

Para Ilana Nasser, sócia fundadora e Diretora de Experiência da Vendah, a plataforma é uma startup de impacto social, porque permite que pessoas empreendam com zero de investimento e gera renda extra dois dias úteis depois que o cliente pagou o pedido pelo link enviado. Além do dinheiro rápido na conta, a Vendah realizar entregas em regiões de difícil acesso, como comunidades periféricas, por exemplo.

"O aplicativo que criamos é uma alternativa segura, muito fácil de usar e possível para qualquer pessoa com um celular Android. Inclusive, aqui, o pedido é fechado com o pagamento do cliente via link. Isso faz com que a revendedora não tenha que mexer com dinheiro, só intermediar a venda. Por não exigir conhecimentos técnicos, é um negócio acessível para muitas pessoas. Vendemos muito além do que os conhecidos cosméticos da venda direta. São mais de 500 produtos em diversas categorias, como casa, cozinha e bebê, que são o nosso forte", explica.

Qualquer pessoa que more na Grande São Paulo, Americana, Campinas, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Nova Odessa, Osasco, Paulínia, Santa Bárbara d'Oeste, Sumaré, Valinhos e Vinhedo pode revender Vendah. Basta se cadastrar no site e baixar o aplicativo na Play Store. Assim que a conta for validada, a pessoa já pode começar a vender - sem qualquer tipo de investimento ou exigência, como pedido mínimo, por exemplo.

Para o mercado, a Vendah tem o papel social de oferecer o acesso a produtos diversificados e gerar renda extra para a classe C, sendo uma opção para empreender com zero investimento, além de garantir a entrega em regiões onde os Correios não atuam.

Fundada em maio de 2021 por Ilana Nasser (ex- Endeavor), Luis Felipe Franco (ex- Endeavor), Marcelo Canovas (ex-Liv Up) e Pedro Pedruzzi (ex-Amazon), a Vendah já tem mais de mil e quinhentas empreendedoras ativas e atua em toda a cidade de São Paulo e nos municípios de Americana, Campinas, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Nova Odessa, Osasco, Paulínia, Santa Bárbara d'Oeste, Sumaré, Valinhos e Vinhedo. Para saber mais visite https://vendah.com.br

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1869472/Aplicativo_Vendah_gera_renda_extra_para_mulheres.jpg

 

FONTE Vendah

Vendas por whatsapp é alternativa para pessoas desempregadas ou em transição de carreira. Conheça a história da mãe empreendedora que mudou a  vida profissional aos 39 anos.

SÃO PAULO, 1 de agosto de 2022 /PRNewswire/ -- No ano passado, em plena pandemia, nascia uma startup focada em distribuição de rendas para a classe C, a Vendah. A empresa possui um time experiente de executivos idealizadores  e recebeu mais de R$ 8 milhões para investir em um aplicativo de revenda de produtos. Nos últimos dois meses, o aplicativo virou um sucesso e dobrou o número de revendedoras. Passou de 1.500 para 3 mil empreendedoras e está ajudando muitas pessoas desempregadas ou que precisam de uma renda extra no momento.

Por conta da crise causada pela pandemia, mais de 1,4 milhão de empresas fecharam no ano passado, segundo dados do Ministério da Economia. Para completar, o número de trabalhadores em regime CLT reduziu em 2,8 milhões entre 2014 e 2022. Muitas dessas milhares de pessoas que estão sem um trabalho formal têm apenas um celular na mão, mas isso já é o suficiente para que a tecnologia seja uma aliada na procura da renda extra.

Revenda por aplicativo e artesanato online são alguns exemplos de uso de recursos tecnológicos que têm dado certo para complementar a renda de mulheres dos mais diversos perfis. Uma delas é Renata Dias, moradora da Zona Sul de São Paulo, que precisou encerrar as operações da microempresa do setor alimentício. Motivada pelo desejo de ter a própria empresa, aos 39 anos, Renata não desistiu do empreendedorismo.

Em outubro de 2021, ela estava procurando um novo negócio, mas não tinha capital para iniciar. Foi aí que descobriu o aplicativo de vendas diretas Vendah, que opera pelo celular, de qualquer lugar e a qualquer hora, sem a necessidade de qualquer investimento para começar. Com uma filha de apenas 4 anos para cuidar, Renata encontrou a opção perfeita para conciliar trabalho e maternidade.

Em pouco tempo, ela se tornou uma das empreendedoras "VIPs" - o seleto grupo das que mais vendem na plataforma. "A renda extra da Vendah me ajudou bastante, porque posso trabalhar de casa e continuar cuidando da minha filha pequena. Mais do que o retorno financeiro, sinto uma realização pessoal enorme, porque eu amo empreender e ver meus clientes satisfeitos", comenta.

Empreendedorismo de impacto

Para Ilana Nasser, sócia fundadora e Diretora de Experiência da Vendah, a plataforma é uma startup de impacto social, porque permite que pessoas empreendam com zero de investimento e gera renda extra dois dias úteis depois que o cliente pagou o pedido pelo link enviado. Além do dinheiro rápido na conta, a Vendah realizar entregas em regiões de difícil acesso, como comunidades periféricas, por exemplo.

"O aplicativo que criamos é uma alternativa segura, muito fácil de usar e possível para qualquer pessoa com um celular Android. Inclusive, aqui, o pedido é fechado com o pagamento do cliente via link. Isso faz com que a revendedora não tenha que mexer com dinheiro, só intermediar a venda. Por não exigir conhecimentos técnicos, é um negócio acessível para muitas pessoas. Vendemos muito além do que os conhecidos cosméticos da venda direta. São mais de 500 produtos em diversas categorias, como casa, cozinha e bebê, que são o nosso forte", explica.

Qualquer pessoa que more na Grande São Paulo, Americana, Campinas, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Nova Odessa, Osasco, Paulínia, Santa Bárbara d'Oeste, Sumaré, Valinhos e Vinhedo pode revender Vendah. Basta se cadastrar no site e baixar o aplicativo na Play Store. Assim que a conta for validada, a pessoa já pode começar a vender - sem qualquer tipo de investimento ou exigência, como pedido mínimo, por exemplo.

Para o mercado, a Vendah tem o papel social de oferecer o acesso a produtos diversificados e gerar renda extra para a classe C, sendo uma opção para empreender com zero investimento, além de garantir a entrega em regiões onde os Correios não atuam.

Fundada em maio de 2021 por Ilana Nasser (ex- Endeavor), Luis Felipe Franco (ex- Endeavor), Marcelo Canovas (ex-Liv Up) e Pedro Pedruzzi (ex-Amazon), a Vendah já tem mais de mil e quinhentas empreendedoras ativas e atua em toda a cidade de São Paulo e nos municípios de Americana, Campinas, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Nova Odessa, Osasco, Paulínia, Santa Bárbara d'Oeste, Sumaré, Valinhos e Vinhedo. Para saber mais visite https://vendah.com.br

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1869472/Aplicativo_Vendah_gera_renda_extra_para_mulheres.jpg

 

FONTE Vendah

Você acabou de ler:

Novo aplicativo da Vendah gera renda extra para mais de 3 mil empreendedoras que revendem pelo whatsapp em São Paulo

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/novo-aplicativo-da-vendah-gera-renda-extra-para-mais-de-3-mil-empreendedoras-que-revendem-pelo-whatsapp-em-sao-paulo/