Novo relatório da Federação Dentária Internacional da FDI aborda desigualdades e apresenta estratégias para melhorar a saúde bucal nos próximos dez anos

- Os problemas bucais como cáries, doenças da gengiva, perda de dentes e câncer de boca são as doenças não transmissíveis mais disseminadas em todo o mundo - impactando 3,5 bilhões de pessoas - e apresentam graves e significativos impactos na saúde, na sociedade e na economia. - Os profissionais de saúde bucal devem ser ativamente incluídos em todos os esforços para melhorar a saúde para todos, de modo que os esforços de prevenção em nível populacional sejam eficazes e que as pessoas com necessidade recebam atendimento de qualidade. - A foto está disponível no site da AP Images (http://www.apimages.com) -

GENEBRA, 18 de janeiro de 2021 /PRNewswire/ -- Coincidindo com a 148ª sessão do Conselho Executivo da Organização Mundial de Saúde, na qual uma resolução de saúde bucal está na agenda para adoção dos governos, a FDI lança o Vision 2030: Delivering Optimal Oral Health for All, um relatório oportuno que oferece um guia abrangente e interdisciplinar sobre como impactar as políticas de saúde e enfrentar os desafios para melhorar a saúde bucal e reduzir as desigualdades de saúde bucal na próxima década.

O Vision 2030 recomenda estratégias para abordar a sobrecarga das doenças bucais que as comunidades podem adaptar às suas próprias necessidades e circunstâncias, permitindo-lhes implementar soluções relevantes. O relatório também considera como mudanças amplas na sociedade, como o envelhecimento das populações, exigirão que a força de trabalho de saúde bucal se adapte e permaneça equipada para oferecer atendimento consistente.

"O Vision 2030 descreve as maneiras pelas quais podemos integrar nossa profissão nas agendas de desenvolvimento global, incluindo os objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU e a implementação da cobertura universal de saúde, que determinam prioridades importantes de saúde", disse o prof. David Williams, co-presidente do grupo de trabalho do Vision 2030 da FDI.

O Prof. Michael Glick, co-presidente do grupo de trabalho do Vision 2030 da FDI acrescentou: "Como membros da comunidade de saúde bucal, de que maneira podemos antecipar mudanças e tendências transformadoras no ambiente de saúde global? Como aproveitamos as oportunidades para nos tornar membros produtivos de equipes de saúde que prestam atendimento centrado na pessoa? Estas são algumas das amplas perguntas que nos esforçamos para responder por meio do Vision 2030."

Atingir a saúde bucal ideal para todos exige fortes defensores que estejam prontos para enfrentar este grande desafio de saúde pública. Por meio das etapas estabelecidas no Vision 2030, a profissão de saúde bucal estará bem equipada para defender a melhor integração da saúde bucal com a saúde geral, unida em torno de um conjunto de objetivos comuns.

Os autores do relatório Vision 2030, uma equipe especializada de profissionais de diversos setores da comunidade de saúde, enfatizaram a necessidade de interagir com o público e com diversas outras partes interessadas. O Vision 2030 pede que os próprios pacientes sejam defensores bem informados da sua própria saúde bucal e que possam assumir um papel ativo em suas decisões de tratamento. Do paciente ao profissional, o Vision 2030 transmite a mensagem de que não há saúde sem saúde bucal.

Sobre a Federação Dentária Internacional da FDI 

Fundada em 1900, a Federação Dentária Internacional da FDI é uma organização internacional baseada em membros que atua como principal órgão representativo para mais de um milhão de dentistas em todo o mundo, atuando em cerca de 200 associações odontológicas nacionais e grupos especializados em cerca de 130 países. Com sede em Genebra, Suíça, a missão da FDI é conduzir o mundo à saúde bucal ideal.

Grupo de trabalho do Vision 2030: Michael Glick (co-presidente), David M. Williams (co-presidente), Ihsane Ben Yahya, William W. M. Cheung, Enzo Bondioni, Pam Clark, Stefan Listl, Manu Raj Mathur, Peter Mossey, Hiroshi Ogawa, Gerhard K. Seeberger, Michael Sereny.

Contato para a mídia 

Charanjit Jagait, diretora de comunicações da FDI 

cjagait@fdiworlddental.org | Tel.: +41 797967613

FONTE FDI World Dental Federation

- Os problemas bucais como cáries, doenças da gengiva, perda de dentes e câncer de boca são as doenças não transmissíveis mais disseminadas em todo o mundo - impactando 3,5 bilhões de pessoas - e apresentam graves e significativos impactos na saúde, na sociedade e na economia. - Os profissionais de saúde bucal devem ser ativamente incluídos em todos os esforços para melhorar a saúde para todos, de modo que os esforços de prevenção em nível populacional sejam eficazes e que as pessoas com necessidade recebam atendimento de qualidade. - A foto está disponível no site da AP Images (http://www.apimages.com) -

GENEBRA, 18 de janeiro de 2021 /PRNewswire/ -- Coincidindo com a 148ª sessão do Conselho Executivo da Organização Mundial de Saúde, na qual uma resolução de saúde bucal está na agenda para adoção dos governos, a FDI lança o Vision 2030: Delivering Optimal Oral Health for All, um relatório oportuno que oferece um guia abrangente e interdisciplinar sobre como impactar as políticas de saúde e enfrentar os desafios para melhorar a saúde bucal e reduzir as desigualdades de saúde bucal na próxima década.

O Vision 2030 recomenda estratégias para abordar a sobrecarga das doenças bucais que as comunidades podem adaptar às suas próprias necessidades e circunstâncias, permitindo-lhes implementar soluções relevantes. O relatório também considera como mudanças amplas na sociedade, como o envelhecimento das populações, exigirão que a força de trabalho de saúde bucal se adapte e permaneça equipada para oferecer atendimento consistente.

"O Vision 2030 descreve as maneiras pelas quais podemos integrar nossa profissão nas agendas de desenvolvimento global, incluindo os objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU e a implementação da cobertura universal de saúde, que determinam prioridades importantes de saúde", disse o prof. David Williams, co-presidente do grupo de trabalho do Vision 2030 da FDI.

O Prof. Michael Glick, co-presidente do grupo de trabalho do Vision 2030 da FDI acrescentou: "Como membros da comunidade de saúde bucal, de que maneira podemos antecipar mudanças e tendências transformadoras no ambiente de saúde global? Como aproveitamos as oportunidades para nos tornar membros produtivos de equipes de saúde que prestam atendimento centrado na pessoa? Estas são algumas das amplas perguntas que nos esforçamos para responder por meio do Vision 2030."

Atingir a saúde bucal ideal para todos exige fortes defensores que estejam prontos para enfrentar este grande desafio de saúde pública. Por meio das etapas estabelecidas no Vision 2030, a profissão de saúde bucal estará bem equipada para defender a melhor integração da saúde bucal com a saúde geral, unida em torno de um conjunto de objetivos comuns.

Os autores do relatório Vision 2030, uma equipe especializada de profissionais de diversos setores da comunidade de saúde, enfatizaram a necessidade de interagir com o público e com diversas outras partes interessadas. O Vision 2030 pede que os próprios pacientes sejam defensores bem informados da sua própria saúde bucal e que possam assumir um papel ativo em suas decisões de tratamento. Do paciente ao profissional, o Vision 2030 transmite a mensagem de que não há saúde sem saúde bucal.

Sobre a Federação Dentária Internacional da FDI 

Fundada em 1900, a Federação Dentária Internacional da FDI é uma organização internacional baseada em membros que atua como principal órgão representativo para mais de um milhão de dentistas em todo o mundo, atuando em cerca de 200 associações odontológicas nacionais e grupos especializados em cerca de 130 países. Com sede em Genebra, Suíça, a missão da FDI é conduzir o mundo à saúde bucal ideal.

Grupo de trabalho do Vision 2030: Michael Glick (co-presidente), David M. Williams (co-presidente), Ihsane Ben Yahya, William W. M. Cheung, Enzo Bondioni, Pam Clark, Stefan Listl, Manu Raj Mathur, Peter Mossey, Hiroshi Ogawa, Gerhard K. Seeberger, Michael Sereny.

Contato para a mídia 

Charanjit Jagait, diretora de comunicações da FDI 

cjagait@fdiworlddental.org | Tel.: +41 797967613

FONTE FDI World Dental Federation

Você acabou de ler:

Novo relatório da Federação Dentária Internacional da FDI aborda desigualdades e apresenta estratégias para melhorar a saúde bucal nos próximos dez anos

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/novo-relatorio-da-federacao-dentaria-internacional-da-fdi-aborda-desigualdades-e-apresenta-estrategias-para-melhorar-a-saude-bucal-nos-proximos-dez-anos/