O Four Seasons Hotel George V, Paris, junta-se à luta contra o desperdício alimentar e revela uma horta com um biossistema virtuoso

PARIS, 18 de setembro de 2018 /PRNewswire/ -- Em Versalhes, situa-se o Domaine de Madame Elisabeth, 8 hectares oferecidos por Luís XVI à sua irmã, a princesa Elisabeth de França, que cultivava lá a sua horta oferecendo os frutos aos desfavorecidos. O Departamento de Yvelines e Simone Zanoni, chefe do George, o restaurante mediterrâneo estrelado do Four Seasons Hotel George V, Paris revelam hoje uma horta com base na agricultura racional, social e com um biossistema virtuoso.

Para visualizar o Comunicado à Imprensa Multimídia, favor clicar em: https://www.multivu.com/players/uk/8313951-four-seasons-george-v-paris-food-waste/

Um Palácio comprometido

Após ter marcado os espíritos ao tornar-se o primeiro Palácio a ser premiado com 5 estrelas Michelin no âmbito dos seus 3 restaurantes Le Cinq***, Le George* e o Orangerie*, o Four Seasons Hotel George V, Paris compromete-se agora com a gastronomia de amanhã.

Simone Zanoni comenta "Quando se abre a via da excelência, é necessário imaginar a gastronomia de amanhã. E esta última só evoluirá através de uma responsabilidade ambiental exemplar. Não sou perfeito mas estou convencido de que, se cada um de nós der o seu contributo, poderemos ter um impacto real nas gerações futuras. Enquanto chefes, temos um dever de educação e de exemplo.»

A 15km de Paris, uma horta com base na agricultura racional

Os 1800 m² de terreno postos à disposição do George são cultivados numa abordagem respeitadora das estações, com um rendimento ponderado e uma taxa carbono reduzida, uma vez que a horta está apenas a 15 km do restaurante.

"Durante mais de 10 anos, nenhum produto químico veio perturbar a evolução das plantas ou dos animais no parque. Gestão diferenciada, ecopastagem, agricultura biodinâmica, os jardineiros souberam fazer evoluir o seu modo de gestão e, desde abril de 2016, a produção de frutos e produtos hortícolas é fabulosa." - comenta Mickaël Duval, Responsável Espaços Verdes do Departamento de Yvelines e chefe de orquestra dos "Esquadrões verdes", uma equipa de vinte pessoas em reinserção profissional que contribuem com a sua especialização no projeto.

Lutar contra o desperdício alimentar.

O Palácio da gastronomia estabeleceu uma parceria com a start-up parisiense "Les Alchimistes" que coleta e transforma os resíduos orgânicos dos restaurantes do hotel em compostagem "made in Paris". Este último alimenta os solos da horta de Versalhes, cujos frutos e produtos hortícolas acabam nos pratos estrelados do restaurante George. O George V oferece assim um novo biossistema virtuoso que fecha o ciclo do prato ao prato.

Foto: https://mma.prnewswire.com/media/745212/The_Four_Seasons_Hotel_George_V_Biosystem_Infographic.jpg

Contato: Samuelle Dorol, +33-149-527-169

FONTE Four Seasons Hotel George V Paris

PARIS, 18 de setembro de 2018 /PRNewswire/ -- Em Versalhes, situa-se o Domaine de Madame Elisabeth, 8 hectares oferecidos por Luís XVI à sua irmã, a princesa Elisabeth de França, que cultivava lá a sua horta oferecendo os frutos aos desfavorecidos. O Departamento de Yvelines e Simone Zanoni, chefe do George, o restaurante mediterrâneo estrelado do Four Seasons Hotel George V, Paris revelam hoje uma horta com base na agricultura racional, social e com um biossistema virtuoso.

Para visualizar o Comunicado à Imprensa Multimídia, favor clicar em: https://www.multivu.com/players/uk/8313951-four-seasons-george-v-paris-food-waste/

Um Palácio comprometido

Após ter marcado os espíritos ao tornar-se o primeiro Palácio a ser premiado com 5 estrelas Michelin no âmbito dos seus 3 restaurantes Le Cinq***, Le George* e o Orangerie*, o Four Seasons Hotel George V, Paris compromete-se agora com a gastronomia de amanhã.

Simone Zanoni comenta "Quando se abre a via da excelência, é necessário imaginar a gastronomia de amanhã. E esta última só evoluirá através de uma responsabilidade ambiental exemplar. Não sou perfeito mas estou convencido de que, se cada um de nós der o seu contributo, poderemos ter um impacto real nas gerações futuras. Enquanto chefes, temos um dever de educação e de exemplo.»

A 15km de Paris, uma horta com base na agricultura racional

Os 1800 m² de terreno postos à disposição do George são cultivados numa abordagem respeitadora das estações, com um rendimento ponderado e uma taxa carbono reduzida, uma vez que a horta está apenas a 15 km do restaurante.

"Durante mais de 10 anos, nenhum produto químico veio perturbar a evolução das plantas ou dos animais no parque. Gestão diferenciada, ecopastagem, agricultura biodinâmica, os jardineiros souberam fazer evoluir o seu modo de gestão e, desde abril de 2016, a produção de frutos e produtos hortícolas é fabulosa." - comenta Mickaël Duval, Responsável Espaços Verdes do Departamento de Yvelines e chefe de orquestra dos "Esquadrões verdes", uma equipa de vinte pessoas em reinserção profissional que contribuem com a sua especialização no projeto.

Lutar contra o desperdício alimentar.

O Palácio da gastronomia estabeleceu uma parceria com a start-up parisiense "Les Alchimistes" que coleta e transforma os resíduos orgânicos dos restaurantes do hotel em compostagem "made in Paris". Este último alimenta os solos da horta de Versalhes, cujos frutos e produtos hortícolas acabam nos pratos estrelados do restaurante George. O George V oferece assim um novo biossistema virtuoso que fecha o ciclo do prato ao prato.

Foto: https://mma.prnewswire.com/media/745212/The_Four_Seasons_Hotel_George_V_Biosystem_Infographic.jpg

Contato: Samuelle Dorol, +33-149-527-169

FONTE Four Seasons Hotel George V Paris

Você acabou de ler:

O Four Seasons Hotel George V, Paris, junta-se à luta contra o desperdício alimentar e revela uma horta com um biossistema virtuoso

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/o-four-seasons-hotel-george-v-paris-junta-se-a-luta-contra-o-desperdicio-alimentar-e-revela-uma-horta-com-um-biossistema-virtuoso/