O Instituto de Métricas e Avaliação em Saúde (Institute for Health Metrics and Evaluation, IHME) estende as previsões da COVID-19 até 1º de junho, projetando mais de 3,5 milhões de mortes em todo o mundo

A rápida implementação da vacina e o uso de máscara são cruciais para controlar a sua propagação

SEATTLE, 5 de fevereiro de 2021 /PRNewswire/ -- As últimas projeções da COVID-19 do Instituto de Métricas e Avaliação em Saúde da Faculdade de Medicina da Universidade de Washington estimam mais de 3,5 milhões de mortes em todo o mundo até 1º de junho.

Estima-se que os Estados Unidos registrem 631.000 mortes até 1º de junho. O aumento de uso de máscaras para 95% nos Estados Unidos poderia salvar 44.000 vidas até 1º de junho.

"Há sérias preocupações de que, com a disseminação de novas variantes da COVID-19, conseguir a imunidade do rebanho necessária para acabar com a pandemia pode ser difícil, se não impossível", disse o Dr. Christopher Murray, diretor do IHME. "Pode ser possível controlar a COVID-19 se continuarmos a focar nas estratégias que mantêm a taxa de transmissão baixa – evitando reuniões, usando máscaras e adotando outras medidas – ao mesmo tempo que trabalhamos para vacinar o maior número de pessoas possível."

"As variantes emergentes da COVID-19 estão nos ensinando mais sobre a eficácia das vacinas, bem como a força da imunidade natural a infecções anteriores", declarou Murray. "Estamos monitorando rigorosamente os resultados dos estudos clínicos, uma vez que novos achados podem ter um impacto significativo na trajetória da pandemia, que refletiremos em nosso modelo."

"Embora as infecções anteriores possam não ser eficazes para bloquear a transmissão de variantes emergentes, há indícios claros de que as vacinas ainda podem reduzir pela metade, ou até por dois terços, casos graves e mortes por tais variantes ", disse Murray.

Até 1º de junho, estima-se que 110 países registrarão um nível de estresse elevado ou extremo nas unidades de tratamento intensivo devido à COVID-19. Se as pessoas vacinadas retornarem aos níveis normais de mobilidade, 17 estados nos Estados Unidos e 13 países da Europa poderão observar um aumento nas mortes diárias em abril e maio.

As projeções do IHME baseiam-se em um modelo epidemiológico que inclui dados sobre casos, mortes e prevalência de anticorpos, bem como taxas de teste da COVID-19 específicas por localização, implementação de vacinação, mobilidade, mandados de distanciamento social, uso de máscaras, densidade populacional e estrutura etária, e sazonalidade da pneumonia, que apresenta forte correlação com a trajetória da COVID-19

As novas projeções para todos os países estão disponíveis em https://covid19.healthdata.org/.

Sobre o Instituto de Métricas e Avaliação em Saúde

O Instituto de Métricas e Avaliação em Saúde (Institute for Health Metrics and Evaluation, IHME) é uma organização de pesquisa em saúde global independente da Faculdade de Medicina da Universidade de Washington que fornece medições rigorosas e comparáveis dos problemas de saúde mais importantes do mundo e avalia as estratégias usadas para solucioná-los. O IHME está comprometido com a transparência e disponibiliza amplamente essas informações para que os formuladores de políticas tenham as evidências de que precisam para tomar decisões informadas sobre a alocação de recursos para melhorar a saúde da população

Logotipo - https://mma.prnewswire.com/media/1156878/IHME_Logo.jpg

FONTE Institute for Health Metrics and Evaluation

A rápida implementação da vacina e o uso de máscara são cruciais para controlar a sua propagação

SEATTLE, 5 de fevereiro de 2021 /PRNewswire/ -- As últimas projeções da COVID-19 do Instituto de Métricas e Avaliação em Saúde da Faculdade de Medicina da Universidade de Washington estimam mais de 3,5 milhões de mortes em todo o mundo até 1º de junho.

Estima-se que os Estados Unidos registrem 631.000 mortes até 1º de junho. O aumento de uso de máscaras para 95% nos Estados Unidos poderia salvar 44.000 vidas até 1º de junho.

"Há sérias preocupações de que, com a disseminação de novas variantes da COVID-19, conseguir a imunidade do rebanho necessária para acabar com a pandemia pode ser difícil, se não impossível", disse o Dr. Christopher Murray, diretor do IHME. "Pode ser possível controlar a COVID-19 se continuarmos a focar nas estratégias que mantêm a taxa de transmissão baixa – evitando reuniões, usando máscaras e adotando outras medidas – ao mesmo tempo que trabalhamos para vacinar o maior número de pessoas possível."

"As variantes emergentes da COVID-19 estão nos ensinando mais sobre a eficácia das vacinas, bem como a força da imunidade natural a infecções anteriores", declarou Murray. "Estamos monitorando rigorosamente os resultados dos estudos clínicos, uma vez que novos achados podem ter um impacto significativo na trajetória da pandemia, que refletiremos em nosso modelo."

"Embora as infecções anteriores possam não ser eficazes para bloquear a transmissão de variantes emergentes, há indícios claros de que as vacinas ainda podem reduzir pela metade, ou até por dois terços, casos graves e mortes por tais variantes ", disse Murray.

Até 1º de junho, estima-se que 110 países registrarão um nível de estresse elevado ou extremo nas unidades de tratamento intensivo devido à COVID-19. Se as pessoas vacinadas retornarem aos níveis normais de mobilidade, 17 estados nos Estados Unidos e 13 países da Europa poderão observar um aumento nas mortes diárias em abril e maio.

As projeções do IHME baseiam-se em um modelo epidemiológico que inclui dados sobre casos, mortes e prevalência de anticorpos, bem como taxas de teste da COVID-19 específicas por localização, implementação de vacinação, mobilidade, mandados de distanciamento social, uso de máscaras, densidade populacional e estrutura etária, e sazonalidade da pneumonia, que apresenta forte correlação com a trajetória da COVID-19

As novas projeções para todos os países estão disponíveis em https://covid19.healthdata.org/.

Sobre o Instituto de Métricas e Avaliação em Saúde

O Instituto de Métricas e Avaliação em Saúde (Institute for Health Metrics and Evaluation, IHME) é uma organização de pesquisa em saúde global independente da Faculdade de Medicina da Universidade de Washington que fornece medições rigorosas e comparáveis dos problemas de saúde mais importantes do mundo e avalia as estratégias usadas para solucioná-los. O IHME está comprometido com a transparência e disponibiliza amplamente essas informações para que os formuladores de políticas tenham as evidências de que precisam para tomar decisões informadas sobre a alocação de recursos para melhorar a saúde da população

Logotipo - https://mma.prnewswire.com/media/1156878/IHME_Logo.jpg

FONTE Institute for Health Metrics and Evaluation

Você acabou de ler:

O Instituto de Métricas e Avaliação em Saúde (Institute for Health Metrics and Evaluation, IHME) estende as previsões da COVID-19 até 1º de junho, projetando mais de 3,5 milhões de mortes em todo o mundo

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/o-instituto-de-metricas-e-avaliacao-em-saude-institute-for-health-metrics-and-evaluation-ihme-estende-as-previsoes-da-covid-19-ate-1o-de-junho-projetando-mais-de-35-milhoes-de-mortes-em-todo-o-mu/