O melhor bartender do mundo foi coroado

CANADENSE JAMES GRANT CONQUISTA O PRIMEIRO LUGAR COMO BARTENDER DO ANO NA FINAL GLOBAL DA DIAGEO WORLD CLASS DE 2021

LONDRES, 9 de julho de 2021 /PRNewswire/ -- James Grant, representando o Canadá, foi designado como o melhor bartender do mundo para 2021, na primeira final global totalmente virtual da World Class.

Ao longo de cinco dias, James e 49 outros bartenders extraordinários foram transmitidos ao vivo de seus países de origem enquanto competiam entre si virtualmente em uma série de desafios únicos que testaram suas habilidades, criatividade e apresentação.

James disse: "Não acredito que venci! Todos os bartenders foram incríveis, e é inacreditável ser escolhido como o vencedor deste ano, depois do ano que todos nós tivemos. Quando comecei minha jornada na coquetelaria, nunca pensei que isso me traria até aqui. Eu simplesmente me inspirei na comunidade e na criatividade de todos ao meu redor, foi contagiante, e logo me apaixonei pelo ofício e oportunidades. Isso me deu a motivação e a determinação para buscar o que havia de melhor no setor para aprender, e foi isso que me trouxe até aqui hoje. Quero agradecer a todos que fizeram parte dessa jornada e agora quero inspirar bartenders a encontrar uma carreira e uma saída criativa no mundo extraordinário da coquetelaria."

Uma competição virtual não significava que os desafios fossem menos ambiciosos, com os finalistas incumbidos de criar um highball de Johnnie Walker que refletisse os sabores e a cultura de sua cidade natal; apresentar uma masterclass para fazer em casa um coquetel World Class Tanqueray Nº 10, projetar um coquetel de vodca Ketel One que tivesse um impacto ambiental positivo e uma sensação comunitária em sua essência e produzir um drinque original e secreto com Don Julio. A semana foi encerrada com uma edição especial de desafio de velocidade "Maltes" usando The Singleton e Talisker, que não só testou a eficiência dos finalistas, mas também a qualidade e a apresentação visual de seus coquetéis.

Simon Earley, diretor global da Diageo World Class, disse: "Nossa primeira final mundial virtual da World Class foi um grande sucesso e resultou em uma das competições mais inovadoras e criativas que já vimos. Os juízes ficaram encantados com a criatividade e originalidade de James, criando drinques que eram experiências incríveis visualmente, virtualmente e pessoalmente. Ele é merecidamente um vencedor e estou realmente animado para começar a trabalhar com ele como um embaixador do World Class no próximo ano."

A inovação foi a essência desta competição totalmente virtual, com um centro de produção e transmissão baseado em um estúdio de Londres junto com uma seleção de nossos juízes locais e avatares de bartenders designados para misturar os coquetéis de cada concorrente, enquanto o finalista na tela preparava e apresentava os drinques aos juízes ao vivo de seu próprio país. Esta nova ideia permitiu que o painel de jurados especialistas formado por vencedores anteriores, mixologistas premiados e escritores e jornalistas especializados em bebidas experimentassem e avaliassem os coquetéis em tempo real, além de vivenciar estas criações exatamente como fariam em um evento da vida real.

Durante a semana, além de uma transmissão ao vivo da competição, houve um itinerário repleto de experiências virtuais imersivas com as quais os espectadores puderam interagir on-line. O conteúdo incluiu desde o ator e parceiro global do Tanqueray Nº 10, Stanley Tucci, apresentando seu desafio World Class com o juiz e diretor de mixologia da World Class na Connaught, Ago Perrone, até um painel de discussão dinâmica entre alguns dos principais líderes do setor sobre o futuro da socialização, apresentando o diretor global de inovação digital da Diageo, Benjamim Lickfett e o pioneiro de drinques Ryan Chetiyawardana, vulgo Mr. Lyan.

Pedro Mendonça, diretor de reserva global da Diageo, disse: "O World Class é um festival extraordinário de criatividade e experiências. Dos concorrentes ao sabor virtual das experiências do futuro, pudemos ver como a cultura dos drinques está evoluindo e é empolgante. Também foi fantástico ver o compromisso de nossos finalistas, juízes e amigos em defender o "beber positivo", um foco importante para a Diageo e todas suas marcas, em tudo o que fazemos."

O vencedor deste ano, James, é o décimo segundo bartender a entrar no Hall da Fama da World Class, e hoje marca o início de empolgantes 12 meses, nos quais ele julgará as competições nacionais da World Class, inspirando os esperançosos competidores de 2022 e coroando os campeões regionais.

Simon Earley acrescentou: "Por mais de 12 meses, o setor da hospitalidade tem sido um dos mais atingidos, mas este ano mostrou que a criatividade, inovação e camaradagem vivem em nossa comunidade de coquetelaria e estamos muito satisfeitos por termos sido capazes de mostrar uma parte deste espírito na competição da World Class.

Desde seu lançamento em 2009, a Diageo World Class desempenhou um papel significativo para inspirar o beber melhor e transformar a cultura da coquetelaria em todo o mundo. Mais de 400 mil bartenders em todo o mundo foram apoiados, treinados e inspirados pela World Class desde seu início.

Para mais informações sobre a World Class e para se manter atualizado sobre os últimos drinques, tendências e treinamentos, acesse www.diageobaracademy.com/en_zz/world-class-/ e siga @WorldClass

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1560519/Canada_James_Grant.jpg  

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1560520/James_Grant_Canada.jpg

 

FONTE Diageo World Class Bartender of the Year Global Finals

CANADENSE JAMES GRANT CONQUISTA O PRIMEIRO LUGAR COMO BARTENDER DO ANO NA FINAL GLOBAL DA DIAGEO WORLD CLASS DE 2021

LONDRES, 9 de julho de 2021 /PRNewswire/ -- James Grant, representando o Canadá, foi designado como o melhor bartender do mundo para 2021, na primeira final global totalmente virtual da World Class.

Ao longo de cinco dias, James e 49 outros bartenders extraordinários foram transmitidos ao vivo de seus países de origem enquanto competiam entre si virtualmente em uma série de desafios únicos que testaram suas habilidades, criatividade e apresentação.

James disse: "Não acredito que venci! Todos os bartenders foram incríveis, e é inacreditável ser escolhido como o vencedor deste ano, depois do ano que todos nós tivemos. Quando comecei minha jornada na coquetelaria, nunca pensei que isso me traria até aqui. Eu simplesmente me inspirei na comunidade e na criatividade de todos ao meu redor, foi contagiante, e logo me apaixonei pelo ofício e oportunidades. Isso me deu a motivação e a determinação para buscar o que havia de melhor no setor para aprender, e foi isso que me trouxe até aqui hoje. Quero agradecer a todos que fizeram parte dessa jornada e agora quero inspirar bartenders a encontrar uma carreira e uma saída criativa no mundo extraordinário da coquetelaria."

Uma competição virtual não significava que os desafios fossem menos ambiciosos, com os finalistas incumbidos de criar um highball de Johnnie Walker que refletisse os sabores e a cultura de sua cidade natal; apresentar uma masterclass para fazer em casa um coquetel World Class Tanqueray Nº 10, projetar um coquetel de vodca Ketel One que tivesse um impacto ambiental positivo e uma sensação comunitária em sua essência e produzir um drinque original e secreto com Don Julio. A semana foi encerrada com uma edição especial de desafio de velocidade "Maltes" usando The Singleton e Talisker, que não só testou a eficiência dos finalistas, mas também a qualidade e a apresentação visual de seus coquetéis.

Simon Earley, diretor global da Diageo World Class, disse: "Nossa primeira final mundial virtual da World Class foi um grande sucesso e resultou em uma das competições mais inovadoras e criativas que já vimos. Os juízes ficaram encantados com a criatividade e originalidade de James, criando drinques que eram experiências incríveis visualmente, virtualmente e pessoalmente. Ele é merecidamente um vencedor e estou realmente animado para começar a trabalhar com ele como um embaixador do World Class no próximo ano."

A inovação foi a essência desta competição totalmente virtual, com um centro de produção e transmissão baseado em um estúdio de Londres junto com uma seleção de nossos juízes locais e avatares de bartenders designados para misturar os coquetéis de cada concorrente, enquanto o finalista na tela preparava e apresentava os drinques aos juízes ao vivo de seu próprio país. Esta nova ideia permitiu que o painel de jurados especialistas formado por vencedores anteriores, mixologistas premiados e escritores e jornalistas especializados em bebidas experimentassem e avaliassem os coquetéis em tempo real, além de vivenciar estas criações exatamente como fariam em um evento da vida real.

Durante a semana, além de uma transmissão ao vivo da competição, houve um itinerário repleto de experiências virtuais imersivas com as quais os espectadores puderam interagir on-line. O conteúdo incluiu desde o ator e parceiro global do Tanqueray Nº 10, Stanley Tucci, apresentando seu desafio World Class com o juiz e diretor de mixologia da World Class na Connaught, Ago Perrone, até um painel de discussão dinâmica entre alguns dos principais líderes do setor sobre o futuro da socialização, apresentando o diretor global de inovação digital da Diageo, Benjamim Lickfett e o pioneiro de drinques Ryan Chetiyawardana, vulgo Mr. Lyan.

Pedro Mendonça, diretor de reserva global da Diageo, disse: "O World Class é um festival extraordinário de criatividade e experiências. Dos concorrentes ao sabor virtual das experiências do futuro, pudemos ver como a cultura dos drinques está evoluindo e é empolgante. Também foi fantástico ver o compromisso de nossos finalistas, juízes e amigos em defender o "beber positivo", um foco importante para a Diageo e todas suas marcas, em tudo o que fazemos."

O vencedor deste ano, James, é o décimo segundo bartender a entrar no Hall da Fama da World Class, e hoje marca o início de empolgantes 12 meses, nos quais ele julgará as competições nacionais da World Class, inspirando os esperançosos competidores de 2022 e coroando os campeões regionais.

Simon Earley acrescentou: "Por mais de 12 meses, o setor da hospitalidade tem sido um dos mais atingidos, mas este ano mostrou que a criatividade, inovação e camaradagem vivem em nossa comunidade de coquetelaria e estamos muito satisfeitos por termos sido capazes de mostrar uma parte deste espírito na competição da World Class.

Desde seu lançamento em 2009, a Diageo World Class desempenhou um papel significativo para inspirar o beber melhor e transformar a cultura da coquetelaria em todo o mundo. Mais de 400 mil bartenders em todo o mundo foram apoiados, treinados e inspirados pela World Class desde seu início.

Para mais informações sobre a World Class e para se manter atualizado sobre os últimos drinques, tendências e treinamentos, acesse www.diageobaracademy.com/en_zz/world-class-/ e siga @WorldClass

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1560519/Canada_James_Grant.jpg  

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1560520/James_Grant_Canada.jpg

 

FONTE Diageo World Class Bartender of the Year Global Finals

Você acabou de ler:

O melhor bartender do mundo foi coroado

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/o-melhor-bartender-do-mundo-foi-coroado/