O presidente da Trina Solar, Jifan Gao, fala sobre o contínuo crescimento estável da fabricante de energia fotovoltaica em 2018

CHANGZHOU, China, 22 de agosto de 2018 /PRNewswire/ -- A Trina Solar está sob os holofotes desde março de 2017, quando a empresa saiu da bolsa de valores dos EUA e se tornou uma empresa privada. Embora a maioria dos participantes do setor fotovoltaico tenha recentemente enfrentado obstáculos, o presidente da Trina Solar, Jifan Gao, disse recentemente em uma entrevista que o caixa da empresa permanece em nível elevado. A empresa vendeu mais de 4 GW em volume de vendas, dentre eles, módulos e usinas solares, no primeiro semestre de 2018, gerando mais de 2,04 bilhões de dólares em receita, mais de 13% a mais em comparação com o mesmo período do ano anterior. Para o ano de 2018, é bem provável que a receita total de vendas da empresa exceda os valores registrados em 2017.

Uma estratégia de globalização sensata reduz riscos

Atualmente, a Trina Solar está presente em 103 países e regiões, com escritórios em cerca de 40 países e funcionários de 38 países. As estatísticas mostram que a empresa vendeu mais de 9 GW em cobertura global. Jifan Gao acredita que estabelecer um sistema empresarial globalizado reforça a capacidade da Trina Solar de suportar a volatilidade do mercado. Quando ocorre volatilidade em um mercado, os demais podem fornecer equilíbrio.

"Mesmo quando o mercado está no seu melhor, tanto na China como no exterior, ainda conseguimos garantir o fornecimento no exterior. Em 2017, as vendas internacionais da Trina Solar ultrapassaram as vendas na China. Do ponto de vista da oferta, o mercado externo contribuiu com mais de 55%. Por esse motivo a Trina Solar permanece inalterada pelas flutuações do mercado e também forma a base para a confiança em alcançar crescimento anual em relação às perspectivas de mercado", disse Jifan Gao.

A Trina Solar tem 6 grandes centros de gerenciamento na China, no Japão, em Cingapura, nos EUA, na Europa e América Latina. O objetivo é não apenas alcançar a globalização, mas, gradualmente, também alcançar a localização. Além dos mercados maduros, como os EUA, a Europa e o Japão, a Trina Solar começou a explorar mercados emergentes desde 2016, incluindo aqueles onde a empresa cresceu rapidamente, como a Ucrânia, o Oriente Médio, o Vietnã, a Tailândia, as Filipinas e a Malásia. A Trina Solar atingiu mais de 60% de participação de mercado em alguns países emergentes e, pelo menos, 20% a 30% de participação de mercado em outros países.

Como manter-se em curso com fluxo de caixa saudável

Jifan Gao revela que, no primeiro semestre do ano, a Trina Solar vendeu algumas usinas solares. A capacidade total delas era de cerca de 900 MW. Isso ajudou a Trina Solar a levantar muito dinheiro e reduzir efetivamente o índice de endividamento da empresa. "Além disso, continuaremos a fornecer serviços de gerenciamento de médio e longo prazos, para ajudar a operar essas usinas solares".

A proporção da dívida da Trina Solar foi reduzida para 62%, a partir de meados do ano, em comparação com 67,5% no início do ano. As reservas de caixa da empresa também foram mantidas em nível relativamente saudável. No final do ano passado, as reservas de caixa eram de 643 milhões de dólares e, em 30 de junho de 2018, haviam crescido para 687 milhões de dólares.

Ao mesmo tempo, o limite total de crédito da Trina Solar ultrapassou os 2,9 bilhões de dólares. A empresa ainda tem saldo de 1 bilhão de dólares. Diante de alguns ajustes no setor, a Trina Solar ainda pode crescer com facilidade.

Sob a sólida gestão de Jifan Gao, a empresa estabeleceu, há muito tempo, um comitê de gestão de risco. "Avaliamos os principais riscos previstos e os gerenciamos cuidadosamente", disse Jifan Gao.

Como manter-se firme com atualizações de capacidade e iterações

O aumento das barreiras comerciais internacionais está acontecendo em total contradição com a tendência de globalização do desenvolvimento de negócios. Há alguns anos, a Trina Solar, fabricante de energia fotovoltaica, levou os dois em consideração, quando começou a esboçar planos para a globalização de sua capacidade. Depois de colocar 1 GW de capacidade de célula e 1 GW de capacidade de módulo em produção na Tailândia, a fábrica de células de 1 GW da Trina Solar, no Vietnã, e a fábrica de módulos de 700 MW, na Malásia, recentemente se tornaram operacionais. A empresa também tem parceiros de fabricação de módulos na Turquia. Combinado com a capacidade doméstica, a capacidade global do módulo e da célula da empresa alcançaram aproximadamente 8,5 GW e 8,5 GW, respectivamente.

"Em termos de capacidade, decidimos ter um portfólio de produção estruturalmente significativo, em vez de simplesmente buscar escala, já que precisamos manter a competitividade e a liderança da nossa própria capacidade", disse Jifan Gao. A colaboração, em termos de capacidade com parceiros externos, deve estar sempre em estrita conformidade com o sistema de qualidade da Trina Solar, incluindo os requisitos para materiais e fornecedores, a fim de reduzir a nossa lacuna de capacidade e, ao mesmo tempo, manter a qualidade do produto.

Enquanto planejava o portfólio estrutural, a Trina Solar manteve o foco nas iterações de capacidade. Este ano, após uma análise geral da capacidade de oferta do mercado e do roteiro de tecnologia, a Trina Solar elevou e transformou sua capacidade. Atualmente, a capacidade de 2 GW está passando por uma conversão para o processo MCCE de alta eficiência policristalino. A empresa concluirá a conversão para PERC e PERT de, aproximadamente, 3,5 GW de capacidade até o final do ano, seguida por 3 GW adicionais, em meados de 2019, elevando a capacidade total de PERC e PERT para 6,5 GW.

Além disso, a Trina Solar também está buscando expandir ainda mais a capacidade, enquanto reduz a mão de obra, por meio da automação e modernização inteligente. Em 2010, a Trina Solar tinha 16.000 funcionários, gerenciando 1,5 GW de capacidade. A força de trabalho da empresa foi reduzida para 15.000 funcionários, enquanto a capacidade está sendo repetidamente aumentada para mais de 8,5 GW. A empresa também está envolvida em soluções fotovoltaicas inteligentes e integradas e na internet de energia, dentre outras novas áreas de desenvolvimento.

A maneira de enfrentar os desafios é por meio da transformação do negócio em grande escala

Ao enfrentar os desafios da era digital, a Trina Solar está experimentando profunda inovação e revolução, tanto no âmbito da gestão interna quanto externamente, no âmbito do produto. A empresa passou do modelo de gerente profissional anterior para um modelo semelhante a uma parceria de negócios. Desde 2017, a Trina Solar decidiu conduzir de forma agressiva as unidades de negócios e plataformas, incluindo os setores de produção, vendas e, também, cobrir as soluções de módulo solar downstream e os aspectos da internet da energia.

Do ponto de vista externo, outro exemplo que melhor demonstra o direcionamento das reformas da Trina Solar, além dos sistemas de gerenciamento supramencionados, é o lançamento, em março de 2018, das soluções fotovoltaicas inteligentes "TrinaPro".

Jifan Gao afirma que o TrinaPro é um sistema solar inteligente "multifuncional", que inclui componentes premium, integração otimizada de sistemas e interconexão inteligente de peças originais. "O sistema TrinaPro pode detectar todo o ambiente e calcular, automaticamente, a melhor forma de maximizar a geração de eletricidade. Ao otimizar a combinação de módulo solar bifacial, o sistema de rastreamento e o inversor inteligente, o TrinaPro pode aumentar em até 30% a produção de energia", disse Jifan Gao. "Não usamos mais módulos simples de geração de energia, mas aproveitando o poder dos dados e o design otimizado de todo o sistema, aumentamos ainda mais a eficiência geral. Ao trazer mais valor para os clientes, a Trina Solar pode se transformar, de um fornecedor de produtos a um fornecedor de valor agregado aos clientes".

Jifan Gao acredita que o desenvolvimento dos negócios da Trina Solar está progredindo bem, em parte, graças ao TrinaPro e a outros sistemas inteligentes de geração de energia. "Esta é a principal razão para o crescimento da Trina Solar no primeiro semestre deste ano", adicionou ele.

FONTE Trina Solar Limited

CHANGZHOU, China, 22 de agosto de 2018 /PRNewswire/ -- A Trina Solar está sob os holofotes desde março de 2017, quando a empresa saiu da bolsa de valores dos EUA e se tornou uma empresa privada. Embora a maioria dos participantes do setor fotovoltaico tenha recentemente enfrentado obstáculos, o presidente da Trina Solar, Jifan Gao, disse recentemente em uma entrevista que o caixa da empresa permanece em nível elevado. A empresa vendeu mais de 4 GW em volume de vendas, dentre eles, módulos e usinas solares, no primeiro semestre de 2018, gerando mais de 2,04 bilhões de dólares em receita, mais de 13% a mais em comparação com o mesmo período do ano anterior. Para o ano de 2018, é bem provável que a receita total de vendas da empresa exceda os valores registrados em 2017.

Uma estratégia de globalização sensata reduz riscos

Atualmente, a Trina Solar está presente em 103 países e regiões, com escritórios em cerca de 40 países e funcionários de 38 países. As estatísticas mostram que a empresa vendeu mais de 9 GW em cobertura global. Jifan Gao acredita que estabelecer um sistema empresarial globalizado reforça a capacidade da Trina Solar de suportar a volatilidade do mercado. Quando ocorre volatilidade em um mercado, os demais podem fornecer equilíbrio.

"Mesmo quando o mercado está no seu melhor, tanto na China como no exterior, ainda conseguimos garantir o fornecimento no exterior. Em 2017, as vendas internacionais da Trina Solar ultrapassaram as vendas na China. Do ponto de vista da oferta, o mercado externo contribuiu com mais de 55%. Por esse motivo a Trina Solar permanece inalterada pelas flutuações do mercado e também forma a base para a confiança em alcançar crescimento anual em relação às perspectivas de mercado", disse Jifan Gao.

A Trina Solar tem 6 grandes centros de gerenciamento na China, no Japão, em Cingapura, nos EUA, na Europa e América Latina. O objetivo é não apenas alcançar a globalização, mas, gradualmente, também alcançar a localização. Além dos mercados maduros, como os EUA, a Europa e o Japão, a Trina Solar começou a explorar mercados emergentes desde 2016, incluindo aqueles onde a empresa cresceu rapidamente, como a Ucrânia, o Oriente Médio, o Vietnã, a Tailândia, as Filipinas e a Malásia. A Trina Solar atingiu mais de 60% de participação de mercado em alguns países emergentes e, pelo menos, 20% a 30% de participação de mercado em outros países.

Como manter-se em curso com fluxo de caixa saudável

Jifan Gao revela que, no primeiro semestre do ano, a Trina Solar vendeu algumas usinas solares. A capacidade total delas era de cerca de 900 MW. Isso ajudou a Trina Solar a levantar muito dinheiro e reduzir efetivamente o índice de endividamento da empresa. "Além disso, continuaremos a fornecer serviços de gerenciamento de médio e longo prazos, para ajudar a operar essas usinas solares".

A proporção da dívida da Trina Solar foi reduzida para 62%, a partir de meados do ano, em comparação com 67,5% no início do ano. As reservas de caixa da empresa também foram mantidas em nível relativamente saudável. No final do ano passado, as reservas de caixa eram de 643 milhões de dólares e, em 30 de junho de 2018, haviam crescido para 687 milhões de dólares.

Ao mesmo tempo, o limite total de crédito da Trina Solar ultrapassou os 2,9 bilhões de dólares. A empresa ainda tem saldo de 1 bilhão de dólares. Diante de alguns ajustes no setor, a Trina Solar ainda pode crescer com facilidade.

Sob a sólida gestão de Jifan Gao, a empresa estabeleceu, há muito tempo, um comitê de gestão de risco. "Avaliamos os principais riscos previstos e os gerenciamos cuidadosamente", disse Jifan Gao.

Como manter-se firme com atualizações de capacidade e iterações

O aumento das barreiras comerciais internacionais está acontecendo em total contradição com a tendência de globalização do desenvolvimento de negócios. Há alguns anos, a Trina Solar, fabricante de energia fotovoltaica, levou os dois em consideração, quando começou a esboçar planos para a globalização de sua capacidade. Depois de colocar 1 GW de capacidade de célula e 1 GW de capacidade de módulo em produção na Tailândia, a fábrica de células de 1 GW da Trina Solar, no Vietnã, e a fábrica de módulos de 700 MW, na Malásia, recentemente se tornaram operacionais. A empresa também tem parceiros de fabricação de módulos na Turquia. Combinado com a capacidade doméstica, a capacidade global do módulo e da célula da empresa alcançaram aproximadamente 8,5 GW e 8,5 GW, respectivamente.

"Em termos de capacidade, decidimos ter um portfólio de produção estruturalmente significativo, em vez de simplesmente buscar escala, já que precisamos manter a competitividade e a liderança da nossa própria capacidade", disse Jifan Gao. A colaboração, em termos de capacidade com parceiros externos, deve estar sempre em estrita conformidade com o sistema de qualidade da Trina Solar, incluindo os requisitos para materiais e fornecedores, a fim de reduzir a nossa lacuna de capacidade e, ao mesmo tempo, manter a qualidade do produto.

Enquanto planejava o portfólio estrutural, a Trina Solar manteve o foco nas iterações de capacidade. Este ano, após uma análise geral da capacidade de oferta do mercado e do roteiro de tecnologia, a Trina Solar elevou e transformou sua capacidade. Atualmente, a capacidade de 2 GW está passando por uma conversão para o processo MCCE de alta eficiência policristalino. A empresa concluirá a conversão para PERC e PERT de, aproximadamente, 3,5 GW de capacidade até o final do ano, seguida por 3 GW adicionais, em meados de 2019, elevando a capacidade total de PERC e PERT para 6,5 GW.

Além disso, a Trina Solar também está buscando expandir ainda mais a capacidade, enquanto reduz a mão de obra, por meio da automação e modernização inteligente. Em 2010, a Trina Solar tinha 16.000 funcionários, gerenciando 1,5 GW de capacidade. A força de trabalho da empresa foi reduzida para 15.000 funcionários, enquanto a capacidade está sendo repetidamente aumentada para mais de 8,5 GW. A empresa também está envolvida em soluções fotovoltaicas inteligentes e integradas e na internet de energia, dentre outras novas áreas de desenvolvimento.

A maneira de enfrentar os desafios é por meio da transformação do negócio em grande escala

Ao enfrentar os desafios da era digital, a Trina Solar está experimentando profunda inovação e revolução, tanto no âmbito da gestão interna quanto externamente, no âmbito do produto. A empresa passou do modelo de gerente profissional anterior para um modelo semelhante a uma parceria de negócios. Desde 2017, a Trina Solar decidiu conduzir de forma agressiva as unidades de negócios e plataformas, incluindo os setores de produção, vendas e, também, cobrir as soluções de módulo solar downstream e os aspectos da internet da energia.

Do ponto de vista externo, outro exemplo que melhor demonstra o direcionamento das reformas da Trina Solar, além dos sistemas de gerenciamento supramencionados, é o lançamento, em março de 2018, das soluções fotovoltaicas inteligentes "TrinaPro".

Jifan Gao afirma que o TrinaPro é um sistema solar inteligente "multifuncional", que inclui componentes premium, integração otimizada de sistemas e interconexão inteligente de peças originais. "O sistema TrinaPro pode detectar todo o ambiente e calcular, automaticamente, a melhor forma de maximizar a geração de eletricidade. Ao otimizar a combinação de módulo solar bifacial, o sistema de rastreamento e o inversor inteligente, o TrinaPro pode aumentar em até 30% a produção de energia", disse Jifan Gao. "Não usamos mais módulos simples de geração de energia, mas aproveitando o poder dos dados e o design otimizado de todo o sistema, aumentamos ainda mais a eficiência geral. Ao trazer mais valor para os clientes, a Trina Solar pode se transformar, de um fornecedor de produtos a um fornecedor de valor agregado aos clientes".

Jifan Gao acredita que o desenvolvimento dos negócios da Trina Solar está progredindo bem, em parte, graças ao TrinaPro e a outros sistemas inteligentes de geração de energia. "Esta é a principal razão para o crescimento da Trina Solar no primeiro semestre deste ano", adicionou ele.

FONTE Trina Solar Limited

Você acabou de ler:

O presidente da Trina Solar, Jifan Gao, fala sobre o contínuo crescimento estável da fabricante de energia fotovoltaica em 2018

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/o-presidente-da-trina-solar-jifan-gao-fala-sobre-o-continuo-crescimento-estavel-da-fabricante-de-energia-fotovoltaica-em-2018/