O primeiro Fórum Internacional de Negócios de Mídia e Grupo de Reflexão de Huangpu foi realizado para atrair a sabedoria global

GUANGZHOU, China, 3 de novembro de 2018 /PRNewswire/ -- O primeiro Fórum Internacional de Negócios de Mídia e Grupo de Reflexão de Huangpu foi realizado na cidade de Guangzhou, no sul da China, em 2 de novembro, como um prelúdio da Feira Internacional de Importações da China (CIIE - China International Import Expo), a primeira exibição de nível nacional com o tema da exportação que será realizada em Xangai.

O Fórum, organizado pelo Departamento de Publicidade do Comitê Municipal do Partido Comunista da China de Guangzhou, concentrado em promover reforma e abertura e compartilhar o desenvolvimento econômico, atraiu centenas de participantes convidados das comunidades da política, mídia, academia e negócios. Reunidos no Distrito de Huangpu em Guangzhou / Distrito de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico de Guangzhou (GETDD - Guangzhou Economic and Technological Development District), os participantes apreciaram a exclusiva e promissora proposta de reforma e abertura e comprovaram o profundo envolvimento de Guangzhou na economia global, bem como seus esforços e realizações para transformar uma cidade de comércio em uma cidade reconhecida pela inovação.

"Guangzhou, que combina tradição e modernidade, se tornou uma das cidades mais atraentes e dinâmicas da China. Este evento, que coincide com o 40o. aniversário da política de reforma e abertura da China, demonstra Guangdong e Guangzhou como o melhor exemplo", observou o ex-primeiro-ministro francês Dominique de Villepin, acrescentando que "A China tem várias propostas excelentes, incluindo a Iniciativa Cinturão e Rota, que demonstram a vontade de se comunicar e de fazer conexões".

Guangzhou é a fronteira da abertura e das conexões globais, e Huangpu ostenta o maior número de multinacionais e é o principal destino para o seu investimento na China. "Huangpu passou de um deserto com algumas bananeiras para um distrito vibrante e inovador, onde indústrias de alta tecnologia se agrupam e a verdadeira economia desfruta de um desenvolvimento robusto", disse Zhou Yawei, secretário do Partido em Huangpu.

O milenar Porto de Huangpu era usado para promover o Sistema de Cantão (ou literalmente, o único sistema de comércio via porto da China) durante um século. Em 1984, Guangzhou foi nomeada como uma das primeiras cidades costeiras abertas, o que levou à criação do GETDD, como o primeiro lote de zonas de desenvolvimento nacionais. Atualmente, ele se tornou o principal local para Guangzhou desenvolver sua verdadeira economia e indústrias estratégicas emergentes e é a base da inovação da Área da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau.

O Distrito de Huangpu abriga 176 projetos de investimento de empresa da Fortune Global 500. Seu capital oriundo do exterior, aplicado ou sob contrato, responde por um terço do total da cidade. Desde o ano passado, uma série de grandes projetos que variam de uma fábrica de painéis OLED da geração 8.5 da LG, da BeiGene, uma empresa global de produtos biofarmacêuticos até o campus de biologia da GE foram instalados em Huangpu.

A China está comprometida em expandir suas parcerias com outros países, desde mercados tradicionais como a América, Europa e Japão até mercados emergentes, incluindo a América Latina, África e Ásia. Guangzhou, com seu desenvolvimento impulsionado pela inovação, se tornou a primeira e a principal janela para a comunidade internacional observar a abertura e a cooperação global da China.

Guangzhou, que compartilha os dividendos do desenvolvimento da China com a comunidade global, intensifica firmemente seus esforços para tornar-se global e atrair grandes recursos do exterior. Atualmente, Guangzhou abriga 34.000 empresas financiadas por recursos estrangeiros, de mais de 130 países e regiões, com o capital estrangeiro em uso efetivo de mais de US$ 92,3 bilhões.

A partir de seu 40o. aniversário, Guangzhou adotará mais medidas para impulsionar a reforma e a abertura e injetar mais incentivos à inovação, disse Zhou.

Indústrias estratégicas emergentes tais como inteligência artificial, biomedicina, energia nova e novos materiais têm impulsionado Guangzhou para aprofundar a cooperação internacional. "Em uma nova rodada de reforma e abertura, deveremos promover o desenvolvimento através da reforma e gerar vitalidade através da abertura. Com isso, pretendemos ser uma empresa da Fortune Global 500 até 2020", disse Li Chuyuan, presidente da Guangzhou Pharmaceuticals Corporation, cuja receita anual excedeu 100 bilhões de yuans (US$ 14,5 milhões).

Um alto nível de abertura está sendo vigorosamente realizado por toda a China, incluindo Guangzhou.

A 124a. edição da Feira de Cantão será encerrada em 4 de novembro, apenas um dia antes da abertura da CIIE em Xangai, a qual, para o mundo, é um incessante esforço da China para adotar a nova rodada de abertura.

"A China promove sua abertura para os mercados globais e está agora mais orientada pela qualidade. Tal tendência criará uma força interna que impulsionará a China para desfrutar de desenvolvimento sustentável e avançar mais na globalização econômica", disse Zhen Bijian, Chefe do Instituto para Inovação e Estratégia de Desenvolvimento da China.

Depois das profundas trocas durante o fórum, os participantes concordaram que a reforma e a abertura não somente transformaram a China, mas tiveram um efeito em todo o mundo. "Nos últimos 40 anos, o crescimento econômico da China alcançou mais de 80 vezes. Em uma era onde diferentes grupos de pessoas compartilham os benefícios da globalização econômica, o mundo espera poder formar parcerias com a China", disse Michael Brunt, Executivo-Chefe de Operações da revista The Economist.

FONTE The Publicity Department of the CPC Guangzhou Municipal Committee

GUANGZHOU, China, 3 de novembro de 2018 /PRNewswire/ -- O primeiro Fórum Internacional de Negócios de Mídia e Grupo de Reflexão de Huangpu foi realizado na cidade de Guangzhou, no sul da China, em 2 de novembro, como um prelúdio da Feira Internacional de Importações da China (CIIE - China International Import Expo), a primeira exibição de nível nacional com o tema da exportação que será realizada em Xangai.

O Fórum, organizado pelo Departamento de Publicidade do Comitê Municipal do Partido Comunista da China de Guangzhou, concentrado em promover reforma e abertura e compartilhar o desenvolvimento econômico, atraiu centenas de participantes convidados das comunidades da política, mídia, academia e negócios. Reunidos no Distrito de Huangpu em Guangzhou / Distrito de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico de Guangzhou (GETDD - Guangzhou Economic and Technological Development District), os participantes apreciaram a exclusiva e promissora proposta de reforma e abertura e comprovaram o profundo envolvimento de Guangzhou na economia global, bem como seus esforços e realizações para transformar uma cidade de comércio em uma cidade reconhecida pela inovação.

"Guangzhou, que combina tradição e modernidade, se tornou uma das cidades mais atraentes e dinâmicas da China. Este evento, que coincide com o 40o. aniversário da política de reforma e abertura da China, demonstra Guangdong e Guangzhou como o melhor exemplo", observou o ex-primeiro-ministro francês Dominique de Villepin, acrescentando que "A China tem várias propostas excelentes, incluindo a Iniciativa Cinturão e Rota, que demonstram a vontade de se comunicar e de fazer conexões".

Guangzhou é a fronteira da abertura e das conexões globais, e Huangpu ostenta o maior número de multinacionais e é o principal destino para o seu investimento na China. "Huangpu passou de um deserto com algumas bananeiras para um distrito vibrante e inovador, onde indústrias de alta tecnologia se agrupam e a verdadeira economia desfruta de um desenvolvimento robusto", disse Zhou Yawei, secretário do Partido em Huangpu.

O milenar Porto de Huangpu era usado para promover o Sistema de Cantão (ou literalmente, o único sistema de comércio via porto da China) durante um século. Em 1984, Guangzhou foi nomeada como uma das primeiras cidades costeiras abertas, o que levou à criação do GETDD, como o primeiro lote de zonas de desenvolvimento nacionais. Atualmente, ele se tornou o principal local para Guangzhou desenvolver sua verdadeira economia e indústrias estratégicas emergentes e é a base da inovação da Área da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau.

O Distrito de Huangpu abriga 176 projetos de investimento de empresa da Fortune Global 500. Seu capital oriundo do exterior, aplicado ou sob contrato, responde por um terço do total da cidade. Desde o ano passado, uma série de grandes projetos que variam de uma fábrica de painéis OLED da geração 8.5 da LG, da BeiGene, uma empresa global de produtos biofarmacêuticos até o campus de biologia da GE foram instalados em Huangpu.

A China está comprometida em expandir suas parcerias com outros países, desde mercados tradicionais como a América, Europa e Japão até mercados emergentes, incluindo a América Latina, África e Ásia. Guangzhou, com seu desenvolvimento impulsionado pela inovação, se tornou a primeira e a principal janela para a comunidade internacional observar a abertura e a cooperação global da China.

Guangzhou, que compartilha os dividendos do desenvolvimento da China com a comunidade global, intensifica firmemente seus esforços para tornar-se global e atrair grandes recursos do exterior. Atualmente, Guangzhou abriga 34.000 empresas financiadas por recursos estrangeiros, de mais de 130 países e regiões, com o capital estrangeiro em uso efetivo de mais de US$ 92,3 bilhões.

A partir de seu 40o. aniversário, Guangzhou adotará mais medidas para impulsionar a reforma e a abertura e injetar mais incentivos à inovação, disse Zhou.

Indústrias estratégicas emergentes tais como inteligência artificial, biomedicina, energia nova e novos materiais têm impulsionado Guangzhou para aprofundar a cooperação internacional. "Em uma nova rodada de reforma e abertura, deveremos promover o desenvolvimento através da reforma e gerar vitalidade através da abertura. Com isso, pretendemos ser uma empresa da Fortune Global 500 até 2020", disse Li Chuyuan, presidente da Guangzhou Pharmaceuticals Corporation, cuja receita anual excedeu 100 bilhões de yuans (US$ 14,5 milhões).

Um alto nível de abertura está sendo vigorosamente realizado por toda a China, incluindo Guangzhou.

A 124a. edição da Feira de Cantão será encerrada em 4 de novembro, apenas um dia antes da abertura da CIIE em Xangai, a qual, para o mundo, é um incessante esforço da China para adotar a nova rodada de abertura.

"A China promove sua abertura para os mercados globais e está agora mais orientada pela qualidade. Tal tendência criará uma força interna que impulsionará a China para desfrutar de desenvolvimento sustentável e avançar mais na globalização econômica", disse Zhen Bijian, Chefe do Instituto para Inovação e Estratégia de Desenvolvimento da China.

Depois das profundas trocas durante o fórum, os participantes concordaram que a reforma e a abertura não somente transformaram a China, mas tiveram um efeito em todo o mundo. "Nos últimos 40 anos, o crescimento econômico da China alcançou mais de 80 vezes. Em uma era onde diferentes grupos de pessoas compartilham os benefícios da globalização econômica, o mundo espera poder formar parcerias com a China", disse Michael Brunt, Executivo-Chefe de Operações da revista The Economist.

FONTE The Publicity Department of the CPC Guangzhou Municipal Committee