O primeiro projeto Starlink de Hong Kong: satélites Golden Bauhinia que visam a construção de uma cidade inteligente do futuro

HONG KONG, 19 de abril de 2020 /PRNewswire/ -- A cidade inteligente da era 5G não é mais um sonho distante: um dos pioneiros no segmento de satélites, o Hong Kong Aerospace Technology Group, Ltd. (HKATG), lançou seu primeiro projeto Starlink, a constelação de satélites da Área da Grande Baía de Guangdong-Hong Kong-Macau. O projeto também é o primeiro projeto Starlink de satélites em Hong Kong e tem por objetivo a construção de cidades inteligentes no futuro. O projeto deve cobrir a Área da Grande Baía, envolve a aglomeração de cidades em rápido desenvolvimento e pretende alcançar uma integração dinâmica e profunda de informatização urbana, refinamento, "inteligentização", desenvolvimento sustentável voltado para as pessoas e inovação, com o propósito de alavancar a economia de Hong Kong.

A constelação de satélites Golden Bauhinia é uma constelação de órbita baixa de alta frequência e o seu tamanho é capaz de obter todos os dados do ciclo de vida ecológico de todo o centro urbano. Além disso, a constelação Golden Bauhinia tem uma resolução especial de três metros para observação terrestre, com uma área espectro entre 400 nm e 1.000 nm. A órbita da constelação pode cobrir toda a área da Grande Baía a cada dois dias, um total de cerca de 56.000 km².

Para áreas mais direcionadas de observação, a constelação de satélites pode retornar a cada 30 minutos para obter informações atualizadas. Em conjunto com uma câmera com sensor CMOS de alta resolução no solo de 2 m a 500 km, a largura do solo da imagem única é superior a 54km.

Além disso, os lançamentos de satélites não são mais um privilégio apenas de países e indústrias e são cada vez mais factíveis as aplicações comerciais dos satélites. Segundo as estatísticas, a economia especial mundial movimentou, em 2018, cerca de 360 bilhões de dólares e a indústria de satélites representa 77% desse montante. Com custos de lançamento cada vez menores e limites cada vez mais baixos para a fabricação dos satélites, o segmento de lançamento de satélites espaciais comerciais passará a ser um dos mais importantes.

Falando sobre o desenvolvimento futuro do setor aeroespacial, Sun FengQuan, Presidente do Conselho do HKATG, comentou que a constelação de satélites e a economia do mercado terão uma relação cada vez mais próxima para permitir que indústria espacial comercial entre rapidamente na corrida. Com isso, ele acredita que o HKATG, a primeira empresa a desenvolver um projeto Starlink em Hong Kong, estará no mesmo nível dos padrões mais elevados do mundo, trazendo benefícios para a Área da Grande Baía e para as empresas asiáticas, estimulando sua competitividade e ajudando a construir a cidade inteligente do futuro.

Site: www.hkatg.com

Contato de Imprensa:

Mr. Kwok

Tel: 852-25725008

FONTE Hong Kong Aerospace Technology Group

HONG KONG, 19 de abril de 2020 /PRNewswire/ -- A cidade inteligente da era 5G não é mais um sonho distante: um dos pioneiros no segmento de satélites, o Hong Kong Aerospace Technology Group, Ltd. (HKATG), lançou seu primeiro projeto Starlink, a constelação de satélites da Área da Grande Baía de Guangdong-Hong Kong-Macau. O projeto também é o primeiro projeto Starlink de satélites em Hong Kong e tem por objetivo a construção de cidades inteligentes no futuro. O projeto deve cobrir a Área da Grande Baía, envolve a aglomeração de cidades em rápido desenvolvimento e pretende alcançar uma integração dinâmica e profunda de informatização urbana, refinamento, "inteligentização", desenvolvimento sustentável voltado para as pessoas e inovação, com o propósito de alavancar a economia de Hong Kong.

A constelação de satélites Golden Bauhinia é uma constelação de órbita baixa de alta frequência e o seu tamanho é capaz de obter todos os dados do ciclo de vida ecológico de todo o centro urbano. Além disso, a constelação Golden Bauhinia tem uma resolução especial de três metros para observação terrestre, com uma área espectro entre 400 nm e 1.000 nm. A órbita da constelação pode cobrir toda a área da Grande Baía a cada dois dias, um total de cerca de 56.000 km².

Para áreas mais direcionadas de observação, a constelação de satélites pode retornar a cada 30 minutos para obter informações atualizadas. Em conjunto com uma câmera com sensor CMOS de alta resolução no solo de 2 m a 500 km, a largura do solo da imagem única é superior a 54km.

Além disso, os lançamentos de satélites não são mais um privilégio apenas de países e indústrias e são cada vez mais factíveis as aplicações comerciais dos satélites. Segundo as estatísticas, a economia especial mundial movimentou, em 2018, cerca de 360 bilhões de dólares e a indústria de satélites representa 77% desse montante. Com custos de lançamento cada vez menores e limites cada vez mais baixos para a fabricação dos satélites, o segmento de lançamento de satélites espaciais comerciais passará a ser um dos mais importantes.

Falando sobre o desenvolvimento futuro do setor aeroespacial, Sun FengQuan, Presidente do Conselho do HKATG, comentou que a constelação de satélites e a economia do mercado terão uma relação cada vez mais próxima para permitir que indústria espacial comercial entre rapidamente na corrida. Com isso, ele acredita que o HKATG, a primeira empresa a desenvolver um projeto Starlink em Hong Kong, estará no mesmo nível dos padrões mais elevados do mundo, trazendo benefícios para a Área da Grande Baía e para as empresas asiáticas, estimulando sua competitividade e ajudando a construir a cidade inteligente do futuro.

Site: www.hkatg.com

Contato de Imprensa:

Mr. Kwok

Tel: 852-25725008

FONTE Hong Kong Aerospace Technology Group

Você acabou de ler:

O primeiro projeto Starlink de Hong Kong: satélites Golden Bauhinia que visam a construção de uma cidade inteligente do futuro

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/o-primeiro-projeto-starlink-de-hong-kong-satelites-golden-bauhinia-que-visam-a-construcao-de-uma-cidade-inteligente-do-futuro/