O próximo chip vestível de inteligência artificial, o Huangshan-2, da Huami, foi programado para fabricação em massa no quarto trimestre de 2020, com economia de 50% de energia e detecção mais rápida de fibrilação atrial

Ramesh Jain, o pai da computação multimídia, foi nomeado conselheiro técnico chefe do Huami AI Research Institute, anunciado na 1ª Conferência de Inovação da Huami intitulada "IA para decodificar o futuro"

SHENZHEN, China, 17 de junho de 2020 /PRNewswire/ -- Uma das 5 principais marcas globais vestíveis[1], empresa-mãe da Amazfit, a Huami (NYSE: HMI), tornou público o seu segundo chip vestível de inteligência artificial, o Huangshan-2, em sua primeira conferência de inovação, a "IA para decodificar o futuro". Além disso, foram anunciados vários hardwares e uma série de soluções de big data e IA relacionadas à assistência médica. Ramesh Jain, conhecido no setor como pai da computação multimídia, foi anunciado como consultor técnico chefe do Huami AI Research Institute.

Lançado o chip vestível, com tecnologia de IA, Huangshan-2 (MHS002).

Por ser integrante platina do RISC-V, a Huami tem ampla variedade de tecnologias e investimentos na área de semicondutores. Em 2018, a Huami lançou o primeiro[2] processador vestível de conjunto de instruções de código aberto RISC-V, o Huangshan nº 1 (MHS001), com quatro mecanismos principais de inteligência artificial: mecanismo de biometria cardíaca, ECG, ECG Pro e o mecanismo de monitoramento de anormalidades do ritmo cardíaco.

Após 450 dias, a Huami lança sua próxima geração de chips de IA, o Huangshan-2 (MHS002). Baseado na arquitetura RISC-V, o Huangshan-2 (MHS002) tem alta eficiência computacional e baixo consumo de energia. Ele detecta fibrilação atrial 7 vezes mais rápido do que o Huangshan-1 e 26 vezes mais rápido que algoritmos semelhantes. O Huangshan-2 também tem o modo de sensor Always On (AON) (sempre ligado), com consumo de energia extremamente baixo, devido à NPU (unidade de processamento de rede neural) e ao coprocessador C2. Teoricamente, ele é capaz de reduzir o consumo geral de energia do Huangshan 2 em 50%, aumentando a vida útil da bateria dos produtos.

O Huangshan-2 (MHS002) foi programado para fabricação em massa no quarto trimestre de 2020. Espera-se que novos dispositivos vestíveis equipados com o Huangshan-2 estejam disponíveis nos produtos da Huami no primeiro semestre de 2021.

BioTracker™ 2, o sensor óptico de rastreamento biológico PPG de segunda geração da Huami

A Huami vem desenvolvendo seu próprio sensor óptico de rastreamento biológico PPG nos últimos anos, conhecido por sua alta precisão. Comparado com o antecessor, o recém-lançado BioTracker™ 2 é compatível com cinco mecanismos de dados biológicos (RealBeats™, OxygenBeats™, SomnusCare™, ExerSense™ e o huami-PAI™), fazendo dele o biosensor mais versátil e preciso já desenvolvido pela Huami.

Cinco principais mecanismos de dados[3] contribuem para a plataforma de gerenciamento de saúde com tecnologia de IA da Huami

Para permitir que os humanos busquem todos os direitos à saúde, a plataforma sistemática de gerenciamento de saúde com tecnologia de IA da Huami incorpora o chip de IA, Huangshan-2 (MHS002), o novo sensor PPG BioTracker™ 2 e também cinco principais mecanismos de indexação e dados:

  • RealBeats™ 2, o avançado mecanismo de dados biológicos de IA para monitoramento da frequência cardíaca, que elimina a interferência do ruído nos sinais da frequência cardíaca durante a atividade física e é capaz de monitorar a fibrilação atrial 1,87 vezes à noite, como a última geração, e 6,64 vezes durante o dia. Chegou à detecção automática de AVRT baseada em IA e PVC frequente por meio de um modelo de big data de saúde cardíaca.
  • OxygenBeats™, mecanismo de IA de dados de oxigênio desenvolvido pela Huami. A taxa de êxito é de 100%, em contraste com menos de 90% observada em produtos similares. Em comparação com os resultados dos analisadores profissionais de oxigênio, a média de erro é de apenas 1,67%, refletindo precisão superior à dos dispositivos de pulso mais vestíveis para detecção de oxigênio no sangue. O OxygenBeats™ se candidatou às visitas de acompanhamento de pacientes recuperados da COVID-19, conduzidos pela equipe médica de Nanshan Zhong. Espera-se que os relógios inteligentes equipados com o OxygenBeatsTM estejam disponíveis no terceiro trimestre deste ano (2020).
  • SomnusCare™, um mecanismo de dados biológicos acionado por IA. A precisão da detecção de dados do sono é superior a 80% e é possível detectar cochilos de mais de 25 minutos com quase 100% de precisão. Além disso, o OxygenBeatsTM, por meio da análise do estado do sono e da detecção da saturação de oxigênio no sangue, reconhece a síndrome da apneia do sono (SAS), um "assassino invisível" da saúde humana, e alerta o usuário para tomar medidas imediatas.
  • ExerSense™, um mecanismo de reconhecimento de padrões de movimento baseado em big data esportivo com tecnologia de IA. Esse mecanismo pode corresponder aos modelos de movimento em tempo real, detectando dados com o sensor de movimento e o sensor de frequência cardíaca nos dispositivos vestíveis da Huami e, em seguida, determinar de forma inteligente o modo de exercício de um usuário. No momento, o ExerSense™ pode detectar automaticamente 19 modos de exercício, entre eles, caminhada, corrida, ciclismo e natação, abrangendo 95% dos cenários diários de exercícios dos usuários. Os usuários não precisam executar operações manuais cansativas, mas podem desfrutar, de forma inconsciente, de uma seleção de modos de exercício inteligentes.
  • huami-PAI™, uma pontuação explícita do PAI que reflete os dados da frequência cardíaca do usuário, além do tempo de movimento diário e outros dados de saúde, permitindo que os usuários monitorem seu status saudável de treino e batimentos cardíacos. O huami-PAI pode orientar os usuários a criar sistemas de avaliação de saúde altamente personalizados, usando dados biológicos privados, como idade, sexo e frequência cardíaca em repouso. O huami-PAI™ baseia-se no estudo de condições físicas HUNT, que ajuda a reduzir a taxa de mortalidade cardiovascular e melhorar a expectativa de vida. O estudo, liderado pelo professor Ulrik Wisloff, da Faculdade de Medicina da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia, levou 35 anos com mais de 230.000 participantes.

Ramesh Jain foi nomeado conselheiro técnico chefe do Huami AI Research Institute

Wang Huang, presidente e diretor executivo da empresa, anunciou a criação do Huami AI Research Institute. Ramesh Jain, um renomado especialista em IA, pai de computação multimídia, professor da Universidade da Califórnia, em Irvine, e fundador do UCI Institute for Future Health, foi nomeado consultor técnico-chefe do Huami AI Research Institute.

No primeiro semestre de 2020, a Huami montou três laboratórios conjuntos: o laboratório conjunto de dispositivos inteligentes vestíveis de pulso com a equipe de Zhong Nanshan; o laboratório conjunto de atletismo com a associação chinesa de atletismo; e o laboratório conjunto de inteligência cérebro-computador, com o Instituto de Tecnologia Avançada da Universidade de Ciência e Tecnologia da China.

[1] A Huami ficou entre uma das 5 principais em remessas globais de relógios e participação de mercado, de acordo com dados do rastreador trimestral mundial de dispositivos vestíveis da International Data Corporation (IDC)

[2] https://riscv.org/membership/6144/huami/

[3] Este não é um dispositivo médico e não se destina ao uso em diagnósticos ou monitoramento de nenhuma doença

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1192345/Wearable_Device_Chip.jpg

FONTE Huami

Ramesh Jain, o pai da computação multimídia, foi nomeado conselheiro técnico chefe do Huami AI Research Institute, anunciado na 1ª Conferência de Inovação da Huami intitulada "IA para decodificar o futuro"

SHENZHEN, China, 17 de junho de 2020 /PRNewswire/ -- Uma das 5 principais marcas globais vestíveis[1], empresa-mãe da Amazfit, a Huami (NYSE: HMI), tornou público o seu segundo chip vestível de inteligência artificial, o Huangshan-2, em sua primeira conferência de inovação, a "IA para decodificar o futuro". Além disso, foram anunciados vários hardwares e uma série de soluções de big data e IA relacionadas à assistência médica. Ramesh Jain, conhecido no setor como pai da computação multimídia, foi anunciado como consultor técnico chefe do Huami AI Research Institute.

Lançado o chip vestível, com tecnologia de IA, Huangshan-2 (MHS002).

Por ser integrante platina do RISC-V, a Huami tem ampla variedade de tecnologias e investimentos na área de semicondutores. Em 2018, a Huami lançou o primeiro[2] processador vestível de conjunto de instruções de código aberto RISC-V, o Huangshan nº 1 (MHS001), com quatro mecanismos principais de inteligência artificial: mecanismo de biometria cardíaca, ECG, ECG Pro e o mecanismo de monitoramento de anormalidades do ritmo cardíaco.

Após 450 dias, a Huami lança sua próxima geração de chips de IA, o Huangshan-2 (MHS002). Baseado na arquitetura RISC-V, o Huangshan-2 (MHS002) tem alta eficiência computacional e baixo consumo de energia. Ele detecta fibrilação atrial 7 vezes mais rápido do que o Huangshan-1 e 26 vezes mais rápido que algoritmos semelhantes. O Huangshan-2 também tem o modo de sensor Always On (AON) (sempre ligado), com consumo de energia extremamente baixo, devido à NPU (unidade de processamento de rede neural) e ao coprocessador C2. Teoricamente, ele é capaz de reduzir o consumo geral de energia do Huangshan 2 em 50%, aumentando a vida útil da bateria dos produtos.

O Huangshan-2 (MHS002) foi programado para fabricação em massa no quarto trimestre de 2020. Espera-se que novos dispositivos vestíveis equipados com o Huangshan-2 estejam disponíveis nos produtos da Huami no primeiro semestre de 2021.

BioTracker™ 2, o sensor óptico de rastreamento biológico PPG de segunda geração da Huami

A Huami vem desenvolvendo seu próprio sensor óptico de rastreamento biológico PPG nos últimos anos, conhecido por sua alta precisão. Comparado com o antecessor, o recém-lançado BioTracker™ 2 é compatível com cinco mecanismos de dados biológicos (RealBeats™, OxygenBeats™, SomnusCare™, ExerSense™ e o huami-PAI™), fazendo dele o biosensor mais versátil e preciso já desenvolvido pela Huami.

Cinco principais mecanismos de dados[3] contribuem para a plataforma de gerenciamento de saúde com tecnologia de IA da Huami

Para permitir que os humanos busquem todos os direitos à saúde, a plataforma sistemática de gerenciamento de saúde com tecnologia de IA da Huami incorpora o chip de IA, Huangshan-2 (MHS002), o novo sensor PPG BioTracker™ 2 e também cinco principais mecanismos de indexação e dados:

  • RealBeats™ 2, o avançado mecanismo de dados biológicos de IA para monitoramento da frequência cardíaca, que elimina a interferência do ruído nos sinais da frequência cardíaca durante a atividade física e é capaz de monitorar a fibrilação atrial 1,87 vezes à noite, como a última geração, e 6,64 vezes durante o dia. Chegou à detecção automática de AVRT baseada em IA e PVC frequente por meio de um modelo de big data de saúde cardíaca.
  • OxygenBeats™, mecanismo de IA de dados de oxigênio desenvolvido pela Huami. A taxa de êxito é de 100%, em contraste com menos de 90% observada em produtos similares. Em comparação com os resultados dos analisadores profissionais de oxigênio, a média de erro é de apenas 1,67%, refletindo precisão superior à dos dispositivos de pulso mais vestíveis para detecção de oxigênio no sangue. O OxygenBeats™ se candidatou às visitas de acompanhamento de pacientes recuperados da COVID-19, conduzidos pela equipe médica de Nanshan Zhong. Espera-se que os relógios inteligentes equipados com o OxygenBeatsTM estejam disponíveis no terceiro trimestre deste ano (2020).
  • SomnusCare™, um mecanismo de dados biológicos acionado por IA. A precisão da detecção de dados do sono é superior a 80% e é possível detectar cochilos de mais de 25 minutos com quase 100% de precisão. Além disso, o OxygenBeatsTM, por meio da análise do estado do sono e da detecção da saturação de oxigênio no sangue, reconhece a síndrome da apneia do sono (SAS), um "assassino invisível" da saúde humana, e alerta o usuário para tomar medidas imediatas.
  • ExerSense™, um mecanismo de reconhecimento de padrões de movimento baseado em big data esportivo com tecnologia de IA. Esse mecanismo pode corresponder aos modelos de movimento em tempo real, detectando dados com o sensor de movimento e o sensor de frequência cardíaca nos dispositivos vestíveis da Huami e, em seguida, determinar de forma inteligente o modo de exercício de um usuário. No momento, o ExerSense™ pode detectar automaticamente 19 modos de exercício, entre eles, caminhada, corrida, ciclismo e natação, abrangendo 95% dos cenários diários de exercícios dos usuários. Os usuários não precisam executar operações manuais cansativas, mas podem desfrutar, de forma inconsciente, de uma seleção de modos de exercício inteligentes.
  • huami-PAI™, uma pontuação explícita do PAI que reflete os dados da frequência cardíaca do usuário, além do tempo de movimento diário e outros dados de saúde, permitindo que os usuários monitorem seu status saudável de treino e batimentos cardíacos. O huami-PAI pode orientar os usuários a criar sistemas de avaliação de saúde altamente personalizados, usando dados biológicos privados, como idade, sexo e frequência cardíaca em repouso. O huami-PAI™ baseia-se no estudo de condições físicas HUNT, que ajuda a reduzir a taxa de mortalidade cardiovascular e melhorar a expectativa de vida. O estudo, liderado pelo professor Ulrik Wisloff, da Faculdade de Medicina da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia, levou 35 anos com mais de 230.000 participantes.

Ramesh Jain foi nomeado conselheiro técnico chefe do Huami AI Research Institute

Wang Huang, presidente e diretor executivo da empresa, anunciou a criação do Huami AI Research Institute. Ramesh Jain, um renomado especialista em IA, pai de computação multimídia, professor da Universidade da Califórnia, em Irvine, e fundador do UCI Institute for Future Health, foi nomeado consultor técnico-chefe do Huami AI Research Institute.

No primeiro semestre de 2020, a Huami montou três laboratórios conjuntos: o laboratório conjunto de dispositivos inteligentes vestíveis de pulso com a equipe de Zhong Nanshan; o laboratório conjunto de atletismo com a associação chinesa de atletismo; e o laboratório conjunto de inteligência cérebro-computador, com o Instituto de Tecnologia Avançada da Universidade de Ciência e Tecnologia da China.

[1] A Huami ficou entre uma das 5 principais em remessas globais de relógios e participação de mercado, de acordo com dados do rastreador trimestral mundial de dispositivos vestíveis da International Data Corporation (IDC)

[2] https://riscv.org/membership/6144/huami/

[3] Este não é um dispositivo médico e não se destina ao uso em diagnósticos ou monitoramento de nenhuma doença

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1192345/Wearable_Device_Chip.jpg

FONTE Huami

Você acabou de ler:

O próximo chip vestível de inteligência artificial, o Huangshan-2, da Huami, foi programado para fabricação em massa no quarto trimestre de 2020, com economia de 50% de energia e detecção mais rápida de fibrilação atrial

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/o-proximo-chip-vestivel-de-inteligencia-artificial-o-huangshan-2-da-huami-foi-programado-para-fabricacao-em-massa-no-quarto-trimestre-de-2020-com-economia-de-50-de-energia-e-deteccao-mais-rapida-d/