O que é e como é feita a vasectomia?, por Dr. Glauco Guedes

BRASÍLIA, Brasil, 7 de maio de 2020 /PRNewswire/ -- A vasectomia é o fechamento dos canais deferentes no homem. Trata-se de uma cirurgia simples realizada com anestesia local, na qual é cortado o canal responsável por levar os espermatozoides do testículo até as glândulas que produzem o esperma. Assim, depois que o homem passa pela vasectomia, a ejaculação continua normal, mas não haverá nenhum espermatozoide no líquido expelido. Por se tratar de um procedimento simples, não é necessária a internação e o paciente volta para casa no mesmo dia.

Esse procedimento costuma é realizado no próprio consultório médico e o tempo é inferior a uma hora. A vasectomia é método contraceptivo indicado para homens com mais de 30 anos e que já possuem filhos.

"Existem muitos mitos que envolvem esse assunto. Muitos homens confundem, por exemplo, a vasectomia com a não produção de espermatozoides. No entanto, a produção dos espermatozoides continua. Outro mito que permeia essa mini cirurgia é a causa de impotência. A vasectomia não tem relação nenhuma com impotência sexual, não diminui a libido e não causa perda de sensibilidade do pênis", pontua Dr. Glauco Guedes, urologista.  

O médico Glauco Guedes ainda tira algumas dúvidas sobre o pós-operatório: "Nem sempre o pós-operatório é doloroso; mas se houver dor, ela é facilmente controlada com analgésicos. (...) É comum, por exemplo, pacientes sentirem um certo incômodo na área, especialmente na região dos testículos. Mas é importante destacar que o desconforto é passageiro. O paciente pode retomar as atividades normais após 2 ou 3 dias; já com relação à atividade sexual, o ideal é esperar pelo menos uma semana", fala o médico especialista.

Dr. Glauco Guedes - médico urologista - atende na cidade de Brasília, Distrito Federal. Quem quiser mais informações, ou tiver curiosidades sobre o trabalho dele, pode acompanhar o Instagram @guedes.glauco.

Clínica Evoluccy – Instituto de medicina:

Unidades Asa Sul – (61) 3532-5560

Unidades Asa Norte – (61) 32638100/ 3263-8051

Ele, também, atende nos Hospitais: Santa Lucia Norte, Santa Helena – Rede Dor e no Centro Médico Santa Helena.

Contato:

*Assessoria Trilha Cultural **|**Conteúdo e Cultura*

WhatsApp: + 1 940-390-9095/ + 55 11-98184-0571

FONTE Dr. Glauco Guedes

BRASÍLIA, Brasil, 7 de maio de 2020 /PRNewswire/ -- A vasectomia é o fechamento dos canais deferentes no homem. Trata-se de uma cirurgia simples realizada com anestesia local, na qual é cortado o canal responsável por levar os espermatozoides do testículo até as glândulas que produzem o esperma. Assim, depois que o homem passa pela vasectomia, a ejaculação continua normal, mas não haverá nenhum espermatozoide no líquido expelido. Por se tratar de um procedimento simples, não é necessária a internação e o paciente volta para casa no mesmo dia.

Esse procedimento costuma é realizado no próprio consultório médico e o tempo é inferior a uma hora. A vasectomia é método contraceptivo indicado para homens com mais de 30 anos e que já possuem filhos.

"Existem muitos mitos que envolvem esse assunto. Muitos homens confundem, por exemplo, a vasectomia com a não produção de espermatozoides. No entanto, a produção dos espermatozoides continua. Outro mito que permeia essa mini cirurgia é a causa de impotência. A vasectomia não tem relação nenhuma com impotência sexual, não diminui a libido e não causa perda de sensibilidade do pênis", pontua Dr. Glauco Guedes, urologista.  

O médico Glauco Guedes ainda tira algumas dúvidas sobre o pós-operatório: "Nem sempre o pós-operatório é doloroso; mas se houver dor, ela é facilmente controlada com analgésicos. (...) É comum, por exemplo, pacientes sentirem um certo incômodo na área, especialmente na região dos testículos. Mas é importante destacar que o desconforto é passageiro. O paciente pode retomar as atividades normais após 2 ou 3 dias; já com relação à atividade sexual, o ideal é esperar pelo menos uma semana", fala o médico especialista.

Dr. Glauco Guedes - médico urologista - atende na cidade de Brasília, Distrito Federal. Quem quiser mais informações, ou tiver curiosidades sobre o trabalho dele, pode acompanhar o Instagram @guedes.glauco.

Clínica Evoluccy – Instituto de medicina:

Unidades Asa Sul – (61) 3532-5560

Unidades Asa Norte – (61) 32638100/ 3263-8051

Ele, também, atende nos Hospitais: Santa Lucia Norte, Santa Helena – Rede Dor e no Centro Médico Santa Helena.

Contato:

*Assessoria Trilha Cultural **|**Conteúdo e Cultura*

WhatsApp: + 1 940-390-9095/ + 55 11-98184-0571

FONTE Dr. Glauco Guedes