O som da amizade de GBA: concerto on-line de Zhuhai para comemorar o 50º aniversário das relações entre China e Holanda

ZHUHAI, China, 24 de maio de 2022 /PRNewswire/ -- Em 23 de maio, um concerto on-line com o tema "melodias sobre mares e montanhas" foi realizado em conjunto na Ópera de Zhuhai e na Royal Concertgebouw, para comemorar o 50º aniversário das relações diplomáticas entre a China e a Holanda. Conforme a música atravessava continentes e oceanos, Zhuhai e Amsterdã se conectavam cada vez mais, celebrando uma amizade profunda e almejando um futuro melhor construído e compartilhado mutuamente, de acordo com o Departamento de Informações do Governo Popular Municipal de Zhuhai.

Foram 13 apresentações incluindo jazz, piano solo, música de vento, coral, fusion music e muitas outras. O concerto contou com músicos e artistas de classe mundial dos dois países, como o Nederlands Blazers Ensemble, a Sinfonia Rotterdam, a Zhuhai Golden Jazz Orchestra, a cantora chinesa Liu Yutong, os ganhadores do prêmio chinês Plum Blossom de dramaturgia Ou Kaiming e Qiong Xia, entre outros. O organizador o chamou de "uma conversa musical com as características locais mais acentuadas que transcenderam o tempo e o espaço".

"Muitos elementos da cultura Lingnan e da cidade de Zhuhai receberam destaque no concerto", disse Yan Jihong, diretor-chefe do concerto. "Nos empenhamos para apresentar Zhuhai, uma cidade de juventude e vitalidade para o mundo."

O banquete noturno para os ouvidos começou com Petals Falling from Sky, uma canção clássica cantonesa. Muitas músicas originais compostas por músicos de Zhuhai também foram apresentadas, revelando o charme da zona econômica especial, que é moderna, litorânea e internacional.

A Sinfonia Rotterdam interpretou My Motherland, uma canção patriótica famosa na China. A Zhuhai Golden Jazz Orchestra começou uma cooperação aprofundada com a Sinfonia Rotterdam para promover jovens talentos da música na China. É importante mencionar que essa seria a primeira tentativa do grupo Nederlands Blazers Ensemble, que tem reputação mundial, de ampliar sua educação de alta qualidade além da fronteira da Holanda.

Há 400 anos, a China e a Holanda já haviam iniciado intercâmbios econômicos, comerciais e culturais pela Rota Marítima da Seda. Os dois países estabeleceram relações diplomáticas no nível charge d'affaires (encarregado de negócios) em novembro de 1954, que foi elevado para o nível de embaixador em maio de 1972. Nos últimos 50 anos, a estreita relação - sob estruturas e sistemas multilaterais como as Nações Unidas - rendeu frutos abundantes na promoção da cooperação econômica, ciência e tecnologia, desenvolvimento sustentável e paz mundial.

Os laços cada vez mais próximos de Zhuhai com Utrecht, a quarta maior cidade da Holanda, com um vasto patrimônio histórico e cultural, são uma demonstração da crescente amizade entre a China e a Holanda. Como uma ponte vital para a China se conectar com o resto do mundo, Zhuhai iniciou os intercâmbios amigáveis com Utrecht em novembro de 2013. Nos anos seguintes, as duas cidades aprofundaram a colaboração em investimentos, comércio, ciência e tecnologia, cultura, turismo, educação, saúde etc. A Ninestar Corporation de Zhuhai estabeleceu seu centro de vendas europeu em Utrecht. Em 2019, a exposição fotográfica "O Charme de Zhuhai" foi realizada na cidade holandesa, convidando os moradores a apreciar as qualidades, a cultura e a história únicas da cidade.

Estatísticas revelam que o volume de comércio e investimentos bilaterais entre a China e a Holanda aumentou nos últimos anos. Pode-se concluir que a Holanda é a porta de entrada da China para a cooperação com a Europa. Quanto ao futuro, Zhuhai e Utrecht estão prontas para conseguir, juntas, uma nota mais alta em sua música de amizade. Por meio de intercâmbios culturais e interpessoais, os corações conectados das pessoas nos dois países se tornarão a água viva de nossas relações bilaterais, o que fará maiores contribuições para o desenvolvimento das relações entre a China e a UE e entre a China e a Holanda.

 

FONTE Information Office of Zhuhai Municipal People's Government

ZHUHAI, China, 24 de maio de 2022 /PRNewswire/ -- Em 23 de maio, um concerto on-line com o tema "melodias sobre mares e montanhas" foi realizado em conjunto na Ópera de Zhuhai e na Royal Concertgebouw, para comemorar o 50º aniversário das relações diplomáticas entre a China e a Holanda. Conforme a música atravessava continentes e oceanos, Zhuhai e Amsterdã se conectavam cada vez mais, celebrando uma amizade profunda e almejando um futuro melhor construído e compartilhado mutuamente, de acordo com o Departamento de Informações do Governo Popular Municipal de Zhuhai.

Foram 13 apresentações incluindo jazz, piano solo, música de vento, coral, fusion music e muitas outras. O concerto contou com músicos e artistas de classe mundial dos dois países, como o Nederlands Blazers Ensemble, a Sinfonia Rotterdam, a Zhuhai Golden Jazz Orchestra, a cantora chinesa Liu Yutong, os ganhadores do prêmio chinês Plum Blossom de dramaturgia Ou Kaiming e Qiong Xia, entre outros. O organizador o chamou de "uma conversa musical com as características locais mais acentuadas que transcenderam o tempo e o espaço".

"Muitos elementos da cultura Lingnan e da cidade de Zhuhai receberam destaque no concerto", disse Yan Jihong, diretor-chefe do concerto. "Nos empenhamos para apresentar Zhuhai, uma cidade de juventude e vitalidade para o mundo."

O banquete noturno para os ouvidos começou com Petals Falling from Sky, uma canção clássica cantonesa. Muitas músicas originais compostas por músicos de Zhuhai também foram apresentadas, revelando o charme da zona econômica especial, que é moderna, litorânea e internacional.

A Sinfonia Rotterdam interpretou My Motherland, uma canção patriótica famosa na China. A Zhuhai Golden Jazz Orchestra começou uma cooperação aprofundada com a Sinfonia Rotterdam para promover jovens talentos da música na China. É importante mencionar que essa seria a primeira tentativa do grupo Nederlands Blazers Ensemble, que tem reputação mundial, de ampliar sua educação de alta qualidade além da fronteira da Holanda.

Há 400 anos, a China e a Holanda já haviam iniciado intercâmbios econômicos, comerciais e culturais pela Rota Marítima da Seda. Os dois países estabeleceram relações diplomáticas no nível charge d'affaires (encarregado de negócios) em novembro de 1954, que foi elevado para o nível de embaixador em maio de 1972. Nos últimos 50 anos, a estreita relação - sob estruturas e sistemas multilaterais como as Nações Unidas - rendeu frutos abundantes na promoção da cooperação econômica, ciência e tecnologia, desenvolvimento sustentável e paz mundial.

Os laços cada vez mais próximos de Zhuhai com Utrecht, a quarta maior cidade da Holanda, com um vasto patrimônio histórico e cultural, são uma demonstração da crescente amizade entre a China e a Holanda. Como uma ponte vital para a China se conectar com o resto do mundo, Zhuhai iniciou os intercâmbios amigáveis com Utrecht em novembro de 2013. Nos anos seguintes, as duas cidades aprofundaram a colaboração em investimentos, comércio, ciência e tecnologia, cultura, turismo, educação, saúde etc. A Ninestar Corporation de Zhuhai estabeleceu seu centro de vendas europeu em Utrecht. Em 2019, a exposição fotográfica "O Charme de Zhuhai" foi realizada na cidade holandesa, convidando os moradores a apreciar as qualidades, a cultura e a história únicas da cidade.

Estatísticas revelam que o volume de comércio e investimentos bilaterais entre a China e a Holanda aumentou nos últimos anos. Pode-se concluir que a Holanda é a porta de entrada da China para a cooperação com a Europa. Quanto ao futuro, Zhuhai e Utrecht estão prontas para conseguir, juntas, uma nota mais alta em sua música de amizade. Por meio de intercâmbios culturais e interpessoais, os corações conectados das pessoas nos dois países se tornarão a água viva de nossas relações bilaterais, o que fará maiores contribuições para o desenvolvimento das relações entre a China e a UE e entre a China e a Holanda.

 

FONTE Information Office of Zhuhai Municipal People's Government