Oficina dos Inventores: Depois do Slow Food agora é a vez do Low Tech

RIO DE JANEIRO, 19 de julho de 2018 /PRNewswire/ -- Em um mundo acelerado, com novas tecnologias surgindo a cada instante, passamos a experimentar o mundo através das telas eletrônicas, brincamos com realidade aumentada e distorcemos nossas feições para ter olhos e bocas bem grandes na tela, mas que não fazem nada para melhorar nossa percepção ou paladar.

A diferença do High Tech para o Low Tech é como tentar descrever uma árvore, se uma pintura vale mais do que mil palavras, uma árvore vale mais do que mil pinturas, por que além da imagem tem seu cheiro, seu tato, sua sombra, suas flores, seus frutos, os animais que moram nela, sua energia, seu histórico, além do vinculo afetivo com aquela árvore que você plantou, abraçou, ou escreveu o nome do seu amor.

Às vezes precisamos ser relembrados de que os fenômenos naturais são ainda mais espetaculares que qualquer tecnologia de ultima geração.

A Oficina dos Inventores é uma empresa que acredita na importância do Low Tech como ferramenta fundamental para a base do desenvolvimento humano. Fundada por Vanessa Miranda formada nos Estados Unidos, foi a primeira e única Brasileira a fazer o curso de aprendizado investigativo no Exploratorium Museum em San Francisco CA. A Oficina dos Inventores nasceu em 2016 é a única empresa no Brasil com a metodologia em aprendizado investigativo  e especializada em educação infantil e ensino fundamental. O objetivo é proporcionar as ferramentas necessárias para que a criança possa investigar o mundo, e tirar suas próprias conclusões, fortalecendo autonomia e estimulando o pensamento crítico.

Contação de histórias, atividades mão na massa e instalações interativas são algumas estratégias que a Oficina dos Inventores utiliza para incentivar as práticas científicas de observar, gerar hipótese, planejar uma investigação, investigar, analisar e comunicar. Habilidades socioemocionais também são trabalhadas ao incentivar o trabalho em equipe e a comunicação dos diferentes pontos de vista.

Ciência não precisa de equipamento de ultima geração para ser divertido. Para investigar causa e efeito é só usar uma rampa com diferentes objetos para investigar o que acontece quando os objetos se chocam, para entender mais sobre escala e proporção podemos fazer uma montanha russa de bolinha de gude ou entrar em uma bolha de sabão gigante, para descobrir mais sobre força e movimento criamos um protótipo e testamos a aerodinâmica em um tubo de vento.

A Oficina dos Inventores já atua oferecendo aulas semanais em excelentes escolas do Rio de Janeiro como a Escola Eleva, Creche Criativa, Creche Casa na Árvore e Creche Interativa e participou de eventos no Planetário do Rio, Mini Maker Fair e Hack Puc. As crianças também podem pedir para seus pais para uma festa de aniversário diferente e a Oficina dos Inventores leva o caleidoscópio gigante, a sombra colorida, parede magnética e muitos outros experimentos divertidos para livre exploração, é só entrar em contato www.oficinadosinventores.org.

Contato: (21) -3172.2108

 

 

(Foto: http://www2.prnewswire.com.br/imgs/pub/2018-07-19/original/4385.jpg)

(Foto: http://www2.prnewswire.com.br/imgs/pub/2018-07-19/original/4386.jpg)

FONTE Oficina dos Inventores

RIO DE JANEIRO, 19 de julho de 2018 /PRNewswire/ -- Em um mundo acelerado, com novas tecnologias surgindo a cada instante, passamos a experimentar o mundo através das telas eletrônicas, brincamos com realidade aumentada e distorcemos nossas feições para ter olhos e bocas bem grandes na tela, mas que não fazem nada para melhorar nossa percepção ou paladar.

A diferença do High Tech para o Low Tech é como tentar descrever uma árvore, se uma pintura vale mais do que mil palavras, uma árvore vale mais do que mil pinturas, por que além da imagem tem seu cheiro, seu tato, sua sombra, suas flores, seus frutos, os animais que moram nela, sua energia, seu histórico, além do vinculo afetivo com aquela árvore que você plantou, abraçou, ou escreveu o nome do seu amor.

Às vezes precisamos ser relembrados de que os fenômenos naturais são ainda mais espetaculares que qualquer tecnologia de ultima geração.

A Oficina dos Inventores é uma empresa que acredita na importância do Low Tech como ferramenta fundamental para a base do desenvolvimento humano. Fundada por Vanessa Miranda formada nos Estados Unidos, foi a primeira e única Brasileira a fazer o curso de aprendizado investigativo no Exploratorium Museum em San Francisco CA. A Oficina dos Inventores nasceu em 2016 é a única empresa no Brasil com a metodologia em aprendizado investigativo  e especializada em educação infantil e ensino fundamental. O objetivo é proporcionar as ferramentas necessárias para que a criança possa investigar o mundo, e tirar suas próprias conclusões, fortalecendo autonomia e estimulando o pensamento crítico.

Contação de histórias, atividades mão na massa e instalações interativas são algumas estratégias que a Oficina dos Inventores utiliza para incentivar as práticas científicas de observar, gerar hipótese, planejar uma investigação, investigar, analisar e comunicar. Habilidades socioemocionais também são trabalhadas ao incentivar o trabalho em equipe e a comunicação dos diferentes pontos de vista.

Ciência não precisa de equipamento de ultima geração para ser divertido. Para investigar causa e efeito é só usar uma rampa com diferentes objetos para investigar o que acontece quando os objetos se chocam, para entender mais sobre escala e proporção podemos fazer uma montanha russa de bolinha de gude ou entrar em uma bolha de sabão gigante, para descobrir mais sobre força e movimento criamos um protótipo e testamos a aerodinâmica em um tubo de vento.

A Oficina dos Inventores já atua oferecendo aulas semanais em excelentes escolas do Rio de Janeiro como a Escola Eleva, Creche Criativa, Creche Casa na Árvore e Creche Interativa e participou de eventos no Planetário do Rio, Mini Maker Fair e Hack Puc. As crianças também podem pedir para seus pais para uma festa de aniversário diferente e a Oficina dos Inventores leva o caleidoscópio gigante, a sombra colorida, parede magnética e muitos outros experimentos divertidos para livre exploração, é só entrar em contato www.oficinadosinventores.org.

Contato: (21) -3172.2108

 

 

(Foto: http://www2.prnewswire.com.br/imgs/pub/2018-07-19/original/4385.jpg)

(Foto: http://www2.prnewswire.com.br/imgs/pub/2018-07-19/original/4386.jpg)

FONTE Oficina dos Inventores

Você acabou de ler:

Oficina dos Inventores: Depois do Slow Food agora é a vez do Low Tech

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/oficina-dos-inventores-depois-do-slow-food-agora-e-a-vez-do-low-tech/