Os líderes precisam assumir responsabilidade e agir em relação a práticas responsáveis de inteligência artificial - PwC

DALIAN, China, 4 de julho de 2019 /PRNewswire/ -- O potencial econômico estimado em US$ 15,7 trilhões de inteligência artificial (IA)[1] apenas será percebido se a integração das práticas responsáveis de IA ocorrer entre as organizações e for considerada antes que qualquer desenvolvimento aconteça, de acordo com um novo artigo da PwC.

Combater a abordagem fragmentada ao desenvolvimento e à integração da IA, que está expondo as organizações a potenciais riscos, exige que elas incorporem compreensão, desenvolvimento e integração de ponta a ponta de práticas responsáveis de IA, de acordo com um novo kit de ferramentas publicado esta semana pela PwC.

A PwC identificou cinco dimensões em que as organizações precisam se concentrar e personalizar para sua estratégia, projeto, desenvolvimento e implantação específicos de IA: governança, ética e regulamentação, interpretação e explicação, robustez e segurança, além de propensão e justiça.

As dimensões se concentram na incorporação do planejamento estratégico e da governança no desenvolvimento da IA, combatendo a crescente preocupação do público com a justiça, a confiança e a responsabilidade.

No início deste ano, 85% dos diretores executivos disseram que a IA mudaria significativamente a maneira de fazer negócios nos próximos cinco anos, e 84% admitiram que as decisões baseadas na IA precisam ser explicáveis para serem confiáveis[2].

Falando esta semana no Fórum Econômico Mundial, em Dalian, Anand Rao, líder global de IA da PwC EUA, disse:

"As questões de ética e responsabilidade na IA são claramente preocupantes para a maioria dos líderes de negócios. A diretoria executiva precisa ativamente se motivar e se engajar na integração completa de uma estratégia responsável e eticamente voltada para o desenvolvimento da IA, a fim de equilibrar os potenciais ganhos econômicos com a transformação única que pode ter sobre os negócios e a sociedade. Um sem o outro representa riscos reputacionais, operacionais e financeiros fundamentais".

Como parte do kit de ferramentas de IA responsável da PwC, uma pesquisa de diagnóstico permite que as organizações avaliem sua compreensão e uso de práticas de IA responsáveis e éticas. Em maio e junho de 2019, cerca de 250 entrevistados envolvidos no desenvolvimento e na implantação da IA concluíram a avaliação.

Os resultados demonstram imaturidade e incoerência no entendimento e na aplicação de práticas de IA responsáveis e éticas:

  • apenas 25% dos entrevistados disseram que priorizariam considerar as implicações éticas de uma solução de IA antes de implementá-la;
  • um em cada cinco (20%) tem processos claramente definidos para identificar os riscos associados à IA; mais de 60% dependem de desenvolvedores, processos informais ou não têm procedimentos documentados;
  • estruturas ou considerações sobre IA ética existiam, mas a fiscalização não era constante;
  • 56% disseram que achariam difícil articular a causa, se a IA de sua organização fizesse algo errado;
  • mais da metade dos entrevistados não formalizou sua abordagem para avaliar a IA quanto à parcialidade, alegando falta de conhecimento, ferramentas e avaliações ad hoc;
  • 39% dos entrevistados com IA usada em escala estavam ligeiramente "certos" de saber como interromper a IA se algo desse errado.

Anand Rao, líder global de IA da PwC EUA, disse:

"A IA traz oportunidades, mas também desafios inerentes à confiança e responsabilidade. Para ganhar o prêmio de produtividade da IA, o sucesso requer estratégias e planejamento integrados da organização e da força de trabalho. Existe uma clara necessidade de que os membros da diretoria executiva revejam as práticas atuais e futuras de IA em suas organizações, fazendo perguntas para não apenas lidar com riscos potenciais, como também identificar se estratégias, controles e processos adequados estão em vigor.

"As decisões da IA não são diferentes daquelas tomadas por humanos. Em todo caso, é necessário ser capaz de explicar suas escolhas e entender os custos e impactos associados a elas. Não se trata apenas de soluções tecnológicas para identificação de parcialidade, correção, explicação e construção de sistemas seguros e protegidos, o que requer novo nível de liderança holística, que considere as dimensões éticas e responsáveis do impacto da tecnologia sobre os negócios, começando no primeiro dia".

Também no lançamento desta semana no Fórum Econômico Mundial em Dalian, Wilson Chow, líder global de tecnologia, mídia e telecomunicações da PwC China, acrescentou:

"A base da IA responsável é a governança corporativa de ponta a ponta. A capacidade das organizações de responder perguntas sobre responsabilidade, alinhamento e controles será um fator determinante para alcançar a ambiciosa estratégia de crescimento da IA da China".

O kit de ferramentas de IA responsável da PwC consiste em um conjunto flexível e escalonável de recursos globais e foi desenvolvido para permitir e apoiar a avaliação e o desenvolvimento da IA em toda a organização, adaptado aos seus requisitos de negócios exclusivos e ao nível de maturidade da IA.

Notas aos editores: 

  • Cerca de 250 executivos seniores concluíram a pesquisa de diagnóstico de IA responsável da PwC, em maio e junho de 2019, avaliando o desenvolvimento, a implementação e o gerenciamento contínuo de suas soluções em relação a cinco dimensões críticas da IA responsável: governança, ética e regulamentação, interpretação e explicação, robustez e segurança, além de parcialidade e justiça. Saiba mais sobre o kit de ferramentas de IA responsável da PwC no site www.pwc.com/rai.
  • Entre os principais fatores identificados para o investimento em IA estavam os ganhos de eficiência, apoiando a tomada de decisão sustentável (AI for Good), aumentando a receita, a inovação e a mitigação de riscos.
  • Em 2017, a PwC estimou que o PIB global será 14% maior em 2030, como resultado da IA, o equivalente a US$ 15,7 trilhões adicionais. Para obter mais informações, visite: https://www.pwc.com/gx/en/issues/data-and-analytics/publications/artificial-intelligence-study.html.
  • Para saber mais sobre o envolvimento da PwC na Reunião Anual do Fórum Econômico Mundial dos Novos Campeões, visite o site www.pwc.com/amnc.
  • Sobre a PwC 

    O objetivo da PwC é construir confiança na sociedade e resolver problemas importantes. Trata-se de uma rede de empresas, em 158 países, com mais de 250.000 pessoas comprometidas com a prestação de serviços de garantia de qualidade, consultoria e tributários. Saiba mais e conte o que é importante para você, visitando a empresa no site www.pwc.com.

    PwC refere-se à rede PwC e/ou a uma ou mais de suas empresas integrantes, cada uma constituindo sua própria entidade jurídica. Consulte www.pwc.com/structure para obter mais detalhes.

    © 2019 PwC. Todos os direitos reservados.

    [1] PwC's Global Artificial Intelligence study, Sizing the Prize   

    [2] PwC's 22nd Global CEO Survey

    Siga @PwC

     

    FONTE PwC

    DALIAN, China, 4 de julho de 2019 /PRNewswire/ -- O potencial econômico estimado em US$ 15,7 trilhões de inteligência artificial (IA)[1] apenas será percebido se a integração das práticas responsáveis de IA ocorrer entre as organizações e for considerada antes que qualquer desenvolvimento aconteça, de acordo com um novo artigo da PwC.

    Combater a abordagem fragmentada ao desenvolvimento e à integração da IA, que está expondo as organizações a potenciais riscos, exige que elas incorporem compreensão, desenvolvimento e integração de ponta a ponta de práticas responsáveis de IA, de acordo com um novo kit de ferramentas publicado esta semana pela PwC.

    A PwC identificou cinco dimensões em que as organizações precisam se concentrar e personalizar para sua estratégia, projeto, desenvolvimento e implantação específicos de IA: governança, ética e regulamentação, interpretação e explicação, robustez e segurança, além de propensão e justiça.

    As dimensões se concentram na incorporação do planejamento estratégico e da governança no desenvolvimento da IA, combatendo a crescente preocupação do público com a justiça, a confiança e a responsabilidade.

    No início deste ano, 85% dos diretores executivos disseram que a IA mudaria significativamente a maneira de fazer negócios nos próximos cinco anos, e 84% admitiram que as decisões baseadas na IA precisam ser explicáveis para serem confiáveis[2].

    Falando esta semana no Fórum Econômico Mundial, em Dalian, Anand Rao, líder global de IA da PwC EUA, disse:

    "As questões de ética e responsabilidade na IA são claramente preocupantes para a maioria dos líderes de negócios. A diretoria executiva precisa ativamente se motivar e se engajar na integração completa de uma estratégia responsável e eticamente voltada para o desenvolvimento da IA, a fim de equilibrar os potenciais ganhos econômicos com a transformação única que pode ter sobre os negócios e a sociedade. Um sem o outro representa riscos reputacionais, operacionais e financeiros fundamentais".

    Como parte do kit de ferramentas de IA responsável da PwC, uma pesquisa de diagnóstico permite que as organizações avaliem sua compreensão e uso de práticas de IA responsáveis e éticas. Em maio e junho de 2019, cerca de 250 entrevistados envolvidos no desenvolvimento e na implantação da IA concluíram a avaliação.

    Os resultados demonstram imaturidade e incoerência no entendimento e na aplicação de práticas de IA responsáveis e éticas:

    • apenas 25% dos entrevistados disseram que priorizariam considerar as implicações éticas de uma solução de IA antes de implementá-la;
    • um em cada cinco (20%) tem processos claramente definidos para identificar os riscos associados à IA; mais de 60% dependem de desenvolvedores, processos informais ou não têm procedimentos documentados;
    • estruturas ou considerações sobre IA ética existiam, mas a fiscalização não era constante;
    • 56% disseram que achariam difícil articular a causa, se a IA de sua organização fizesse algo errado;
    • mais da metade dos entrevistados não formalizou sua abordagem para avaliar a IA quanto à parcialidade, alegando falta de conhecimento, ferramentas e avaliações ad hoc;
    • 39% dos entrevistados com IA usada em escala estavam ligeiramente "certos" de saber como interromper a IA se algo desse errado.

    Anand Rao, líder global de IA da PwC EUA, disse:

    "A IA traz oportunidades, mas também desafios inerentes à confiança e responsabilidade. Para ganhar o prêmio de produtividade da IA, o sucesso requer estratégias e planejamento integrados da organização e da força de trabalho. Existe uma clara necessidade de que os membros da diretoria executiva revejam as práticas atuais e futuras de IA em suas organizações, fazendo perguntas para não apenas lidar com riscos potenciais, como também identificar se estratégias, controles e processos adequados estão em vigor.

    "As decisões da IA não são diferentes daquelas tomadas por humanos. Em todo caso, é necessário ser capaz de explicar suas escolhas e entender os custos e impactos associados a elas. Não se trata apenas de soluções tecnológicas para identificação de parcialidade, correção, explicação e construção de sistemas seguros e protegidos, o que requer novo nível de liderança holística, que considere as dimensões éticas e responsáveis do impacto da tecnologia sobre os negócios, começando no primeiro dia".

    Também no lançamento desta semana no Fórum Econômico Mundial em Dalian, Wilson Chow, líder global de tecnologia, mídia e telecomunicações da PwC China, acrescentou:

    "A base da IA responsável é a governança corporativa de ponta a ponta. A capacidade das organizações de responder perguntas sobre responsabilidade, alinhamento e controles será um fator determinante para alcançar a ambiciosa estratégia de crescimento da IA da China".

    O kit de ferramentas de IA responsável da PwC consiste em um conjunto flexível e escalonável de recursos globais e foi desenvolvido para permitir e apoiar a avaliação e o desenvolvimento da IA em toda a organização, adaptado aos seus requisitos de negócios exclusivos e ao nível de maturidade da IA.

    Notas aos editores: 

  • Cerca de 250 executivos seniores concluíram a pesquisa de diagnóstico de IA responsável da PwC, em maio e junho de 2019, avaliando o desenvolvimento, a implementação e o gerenciamento contínuo de suas soluções em relação a cinco dimensões críticas da IA responsável: governança, ética e regulamentação, interpretação e explicação, robustez e segurança, além de parcialidade e justiça. Saiba mais sobre o kit de ferramentas de IA responsável da PwC no site www.pwc.com/rai.
  • Entre os principais fatores identificados para o investimento em IA estavam os ganhos de eficiência, apoiando a tomada de decisão sustentável (AI for Good), aumentando a receita, a inovação e a mitigação de riscos.
  • Em 2017, a PwC estimou que o PIB global será 14% maior em 2030, como resultado da IA, o equivalente a US$ 15,7 trilhões adicionais. Para obter mais informações, visite: https://www.pwc.com/gx/en/issues/data-and-analytics/publications/artificial-intelligence-study.html.
  • Para saber mais sobre o envolvimento da PwC na Reunião Anual do Fórum Econômico Mundial dos Novos Campeões, visite o site www.pwc.com/amnc.
  • Sobre a PwC 

    O objetivo da PwC é construir confiança na sociedade e resolver problemas importantes. Trata-se de uma rede de empresas, em 158 países, com mais de 250.000 pessoas comprometidas com a prestação de serviços de garantia de qualidade, consultoria e tributários. Saiba mais e conte o que é importante para você, visitando a empresa no site www.pwc.com.

    PwC refere-se à rede PwC e/ou a uma ou mais de suas empresas integrantes, cada uma constituindo sua própria entidade jurídica. Consulte www.pwc.com/structure para obter mais detalhes.

    © 2019 PwC. Todos os direitos reservados.

    [1] PwC's Global Artificial Intelligence study, Sizing the Prize   

    [2] PwC's 22nd Global CEO Survey

    Siga @PwC

     

    FONTE PwC

    Você acabou de ler:

    Os líderes precisam assumir responsabilidade e agir em relação a práticas responsáveis de inteligência artificial - PwC

    Compartilhe

    https://prnewswire.com.br/releases/os-lideres-precisam-assumir-responsabilidade-e-agir-em-relacao-a-praticas-responsaveis-de-inteligencia-artificial-pwc/