Os membros da OGCI visam zero emissões de metano das operações de petróleo e gás até 2030

HOUSTON, 9 de março de 2022 /PRNewswire/ -- A Oil and Gas Climate Initiative (iniciativa de clima de petróleo e gás - OGCI) lançou hoje a Aiming for Zero Methane Emissions Initiative, que solicita uma abordagem completa que trate as emissões de petróleo e gás metano tão a sério quanto o setor de petróleo e gás já trata a segurança: visando zero e se esforçando para fazer o que é necessário para chegar lá.

Reconhecemos que eliminar as emissões de metano do setor de petróleo e gás a montante representa uma das melhores oportunidades de curto prazo para contribuir para a mitigação das mudanças climáticas e para o avanço dos objetivos do Acordo de Paris.

A iniciativa já é apoiada pelos CEOs da Aramco, bp, Chevron, CNPC, Eni, Equinor, ExxonMobil, Occidental,  Petrobras, Repsol, Shell e TotalEnergies. A OGCI incentiva todas as empresas de petróleo e gás a se unirem a ela nesta abordagem.

Os signatários da Aiming for Zero Methane Emissions Initiative acreditam que praticamente todas as emissões de metano do setor podem e devem ser evitadas, com base no seguinte:

  • Nos esforçaremos para que as emissões de metano provenientes de nossos ativos de petróleo e gás operados fiquem próximas de zero até 2030, e incentivaremos nossos parceiros a alcançarem resultados semelhantes.
  • Implementaremos todos os meios razoáveis para evitar ventilação e queima de metano e a reparar os vazamentos detectados, preservando a segurança das pessoas e a integridade das operações.
  • Os signatários farão relatórios anuais e de forma transparente sobre as suas emissões de metano.
  • À medida que a tecnologia evoluir, complementaremos as estimativas de emissões de metano com mais tecnologias de monitoramento e medição e introduziremos novas soluções para evitar as emissões de metano. Damos as boas-vindas à melhoria contínua dos mecanismos de medição, relatórios e verificação (MRV).
  • Apoiamos a implementação de regulamentações sólidas para lidar com as emissões de metano e incentivamos os governos a incluírem as metas de redução das emissões de metano como parte de suas estratégias climáticas.
  • Esta iniciativa de liderança complementa iniciativas importantes de várias partes interessadas, como os Methane Guiding Principles, a Oil and Gas Methane Partnership 2.0 e a Global Methane Alliance.

    A OGCI já adotou medidas significativas para reduzir as emissões de metano, estabelecer metas, desenvolver e implementar tecnologias e participar de iniciativas de várias partes interessadas para aumentar a conscientização e melhorar as práticas. As empresas membros relataram progresso coletivo no metano desde 2017 e reduziram suas emissões agregadas de metano absoluto em mais de 30% nos últimos cinco anos.

    A OGCI continua comprometida com sua meta de intensidade de metano bem abaixo de 0,20% até 2025 e analisará suas metas compartilhadas a partir de 2025, para levar em conta esta nova iniciativa e sua nova estratégia lançada em setembro de 2021.

    "Reconhecemos que a eliminação das emissões de metano do setor de petróleo e gás a montante representa uma das melhores oportunidades de curto prazo para contribuir para a mitigação das mudanças climáticas e para o avanço dos objetivos do Acordo de Paris", disse Bob Dudley, presidente da OGCI. "Chegou a hora de irmos mais longe, e acreditamos que a indústria de petróleo e gás pode e deve liderar esse esforço."

    Bjorn Otto Sverdrup, presidente do Comitê Executivo da OGCI, disse: "Com esta iniciativa de liderança, estamos pedindo uma abordagem completa que trate as emissões de metano tão a sério quanto o setor de petróleo e gás já trata a segurança: pretendemos zero e nos esforçaremos para fazer o que for necessário para chegar lá. Estamos incentivando todas as empresas de petróleo e gás a se unirem a nós nesta abordagem."

    A Oil and Gas Climate Initiative

    A Oil and Gas Climate Initiative (OGCI) foi fundada em 2014 e hoje compreende 12 importantes empresas globais de petróleo e gás que representam cerca de 30% da produção total de petróleo e gás do mundo.

    A missão abrangente da OGCI é usar seus recursos coletivos para acelerar ações que mitiguem as emissões de gases de efeito estufa das operações do setor de petróleo e gás e do uso de seus produtos, ao mesmo tempo em que atendem às necessidades mundiais de energia.

    Todas as empresas membros da OGCI têm como objetivo atingir zero emissões líquidas das operações sob seu controle, bem como alavancar sua influência para obter o mesmo em ativos não operados, dentro do prazo definido pelo Acordo de Paris. As empresas membros da OGCI se comprometeram a manter-se orientadas para a ação, a emitir relatórios de forma transparente e atualizar as ambições do consórcio à medida que o progresso em direção ao carbono zero líquido é alcançado.

     

    FONTE Oil and Gas Climate Initiative (OGCI)

    HOUSTON, 9 de março de 2022 /PRNewswire/ -- A Oil and Gas Climate Initiative (iniciativa de clima de petróleo e gás - OGCI) lançou hoje a Aiming for Zero Methane Emissions Initiative, que solicita uma abordagem completa que trate as emissões de petróleo e gás metano tão a sério quanto o setor de petróleo e gás já trata a segurança: visando zero e se esforçando para fazer o que é necessário para chegar lá.

    Reconhecemos que eliminar as emissões de metano do setor de petróleo e gás a montante representa uma das melhores oportunidades de curto prazo para contribuir para a mitigação das mudanças climáticas e para o avanço dos objetivos do Acordo de Paris.

    A iniciativa já é apoiada pelos CEOs da Aramco, bp, Chevron, CNPC, Eni, Equinor, ExxonMobil, Occidental,  Petrobras, Repsol, Shell e TotalEnergies. A OGCI incentiva todas as empresas de petróleo e gás a se unirem a ela nesta abordagem.

    Os signatários da Aiming for Zero Methane Emissions Initiative acreditam que praticamente todas as emissões de metano do setor podem e devem ser evitadas, com base no seguinte:

  • Nos esforçaremos para que as emissões de metano provenientes de nossos ativos de petróleo e gás operados fiquem próximas de zero até 2030, e incentivaremos nossos parceiros a alcançarem resultados semelhantes.
  • Implementaremos todos os meios razoáveis para evitar ventilação e queima de metano e a reparar os vazamentos detectados, preservando a segurança das pessoas e a integridade das operações.
  • Os signatários farão relatórios anuais e de forma transparente sobre as suas emissões de metano.
  • À medida que a tecnologia evoluir, complementaremos as estimativas de emissões de metano com mais tecnologias de monitoramento e medição e introduziremos novas soluções para evitar as emissões de metano. Damos as boas-vindas à melhoria contínua dos mecanismos de medição, relatórios e verificação (MRV).
  • Apoiamos a implementação de regulamentações sólidas para lidar com as emissões de metano e incentivamos os governos a incluírem as metas de redução das emissões de metano como parte de suas estratégias climáticas.
  • Esta iniciativa de liderança complementa iniciativas importantes de várias partes interessadas, como os Methane Guiding Principles, a Oil and Gas Methane Partnership 2.0 e a Global Methane Alliance.

    A OGCI já adotou medidas significativas para reduzir as emissões de metano, estabelecer metas, desenvolver e implementar tecnologias e participar de iniciativas de várias partes interessadas para aumentar a conscientização e melhorar as práticas. As empresas membros relataram progresso coletivo no metano desde 2017 e reduziram suas emissões agregadas de metano absoluto em mais de 30% nos últimos cinco anos.

    A OGCI continua comprometida com sua meta de intensidade de metano bem abaixo de 0,20% até 2025 e analisará suas metas compartilhadas a partir de 2025, para levar em conta esta nova iniciativa e sua nova estratégia lançada em setembro de 2021.

    "Reconhecemos que a eliminação das emissões de metano do setor de petróleo e gás a montante representa uma das melhores oportunidades de curto prazo para contribuir para a mitigação das mudanças climáticas e para o avanço dos objetivos do Acordo de Paris", disse Bob Dudley, presidente da OGCI. "Chegou a hora de irmos mais longe, e acreditamos que a indústria de petróleo e gás pode e deve liderar esse esforço."

    Bjorn Otto Sverdrup, presidente do Comitê Executivo da OGCI, disse: "Com esta iniciativa de liderança, estamos pedindo uma abordagem completa que trate as emissões de metano tão a sério quanto o setor de petróleo e gás já trata a segurança: pretendemos zero e nos esforçaremos para fazer o que for necessário para chegar lá. Estamos incentivando todas as empresas de petróleo e gás a se unirem a nós nesta abordagem."

    A Oil and Gas Climate Initiative

    A Oil and Gas Climate Initiative (OGCI) foi fundada em 2014 e hoje compreende 12 importantes empresas globais de petróleo e gás que representam cerca de 30% da produção total de petróleo e gás do mundo.

    A missão abrangente da OGCI é usar seus recursos coletivos para acelerar ações que mitiguem as emissões de gases de efeito estufa das operações do setor de petróleo e gás e do uso de seus produtos, ao mesmo tempo em que atendem às necessidades mundiais de energia.

    Todas as empresas membros da OGCI têm como objetivo atingir zero emissões líquidas das operações sob seu controle, bem como alavancar sua influência para obter o mesmo em ativos não operados, dentro do prazo definido pelo Acordo de Paris. As empresas membros da OGCI se comprometeram a manter-se orientadas para a ação, a emitir relatórios de forma transparente e atualizar as ambições do consórcio à medida que o progresso em direção ao carbono zero líquido é alcançado.

     

    FONTE Oil and Gas Climate Initiative (OGCI)

    Você acabou de ler:

    Os membros da OGCI visam zero emissões de metano das operações de petróleo e gás até 2030

    Compartilhe

    https://prnewswire.com.br/releases/os-membros-da-ogci-visam-zero-emissoes-de-metano-das-operacoes-de-petroleo-e-gas-ate-2030/