Oslo, Los Angeles, Cidade do México e Budapeste estão empenhados na construção limpa para levar a indústria da construção a um futuro sustentável

Quatro grandes presidentes de câmara são os primeiros signatários da C40's Clean Construction Declaration e estão empenhados em trabalhar com a indústria da construção para reduzir para metade as emissões de projectos de construção nas suas cidades até 2030.

A indústria da construção é responsável por 23% das emissões globais de gases com efeito de estufa.

LONDRES, 24 de novembro de 2020 /PRNewswire/ -- Os presidentes de câmara de Oslo, Los Angeles, Cidade do México e Budapeste, em colaboração com empresas líderes e grupos empresariais inovadores, comprometeram-se hoje a reduzir para metade as emissões de todas as actividades de construção nas suas cidades até 2030.

Na C40's Clean Construction Declaration os presidentes de câmara comprometem-se a revolucionar a indústria de construção global e a levá-la a um futuro mais sustentável para alcançar "uma vida próspera, resiliente e saudável para todos nas nossas cidades, especialmente nas comunidades mais vulneráveis".

A indústria da construção é actualmente responsável por mais de 23% das emissões globais de gases com efeito de estufa e 30% do consumo global de recursos. "Business as usual" significaria um perigoso aumento da temperatura global de 3°C.

A declaração estabelece objectivos ousados e ambiciosos para o desenvolvimento dos edifícios e infra-estruturas do futuro com emissões líquidas zero:

  • Reduzir as emissões em pelo menos 50% para todos os novos edifícios e renovações até 2030.
  • Redução das emissões em pelo menos 50% de todos os projectos de infra-estruturas até 2030
  • Aquisição e, se possível, utilização de maquinaria de construção exclusivamente livre de emissões a partir de 2025.

A obrigação de converter e modernizar os edifícios existentes tem um enorme potencial para criar novos empregos verdes, que são essenciais para uma recuperação equilibrada e amiga do ambiente a partir do Covid-19.

Os autarcas utilizarão o seu poder de compra para normalizar o equipamento de construção com emissões zero, exigir transparência e responsabilidade na cadeia de fornecimento, incorporar uma política de construção limpa nos procedimentos de concepção, aquisição e contratação e nos códigos de construção. Os Presidentes de Câmara comprometem-se a aprovar pelo menos um projecto de construção com emissões zero até 2025 e a apresentar um relatório anual sobre o progresso.

Comunicado de imprensa completo em: https://www.c40.org/press_releases/clean-construction-declaration-launch  

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1340789/C40_Cities_Oslo_Library.jpg

Contact details: 

Hannah Prime, Media and Editorial Manager  

hprime@c40.org 

+44 (0) 776 939 7801 

 

FONTE C40 Cities Climate Leadership Group

Quatro grandes presidentes de câmara são os primeiros signatários da C40's Clean Construction Declaration e estão empenhados em trabalhar com a indústria da construção para reduzir para metade as emissões de projectos de construção nas suas cidades até 2030.

A indústria da construção é responsável por 23% das emissões globais de gases com efeito de estufa.

LONDRES, 24 de novembro de 2020 /PRNewswire/ -- Os presidentes de câmara de Oslo, Los Angeles, Cidade do México e Budapeste, em colaboração com empresas líderes e grupos empresariais inovadores, comprometeram-se hoje a reduzir para metade as emissões de todas as actividades de construção nas suas cidades até 2030.

Na C40's Clean Construction Declaration os presidentes de câmara comprometem-se a revolucionar a indústria de construção global e a levá-la a um futuro mais sustentável para alcançar "uma vida próspera, resiliente e saudável para todos nas nossas cidades, especialmente nas comunidades mais vulneráveis".

A indústria da construção é actualmente responsável por mais de 23% das emissões globais de gases com efeito de estufa e 30% do consumo global de recursos. "Business as usual" significaria um perigoso aumento da temperatura global de 3°C.

A declaração estabelece objectivos ousados e ambiciosos para o desenvolvimento dos edifícios e infra-estruturas do futuro com emissões líquidas zero:

  • Reduzir as emissões em pelo menos 50% para todos os novos edifícios e renovações até 2030.
  • Redução das emissões em pelo menos 50% de todos os projectos de infra-estruturas até 2030
  • Aquisição e, se possível, utilização de maquinaria de construção exclusivamente livre de emissões a partir de 2025.

A obrigação de converter e modernizar os edifícios existentes tem um enorme potencial para criar novos empregos verdes, que são essenciais para uma recuperação equilibrada e amiga do ambiente a partir do Covid-19.

Os autarcas utilizarão o seu poder de compra para normalizar o equipamento de construção com emissões zero, exigir transparência e responsabilidade na cadeia de fornecimento, incorporar uma política de construção limpa nos procedimentos de concepção, aquisição e contratação e nos códigos de construção. Os Presidentes de Câmara comprometem-se a aprovar pelo menos um projecto de construção com emissões zero até 2025 e a apresentar um relatório anual sobre o progresso.

Comunicado de imprensa completo em: https://www.c40.org/press_releases/clean-construction-declaration-launch  

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1340789/C40_Cities_Oslo_Library.jpg

Contact details: 

Hannah Prime, Media and Editorial Manager  

hprime@c40.org 

+44 (0) 776 939 7801 

 

FONTE C40 Cities Climate Leadership Group

Você acabou de ler:

Oslo, Los Angeles, Cidade do México e Budapeste estão empenhados na construção limpa para levar a indústria da construção a um futuro sustentável

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/oslo-los-angeles-cidade-do-mexico-e-budapeste-estao-empenhados-na-construcao-limpa-para-levar-a-industria-da-construcao-a-um-futuro-sustentavel/