Pedir ajuda é o primeiro passo

RIO DE JANEIRO, 5 de julho de 2021 /PRNewswire/ -- A Clínica de Psiquiatria do Desenvolvimento da Infância e Adolescência anunciou hoje o lançamento da "Pedir ajuda é o primeiro passo", uma campanha de conscientização sobre saúde mental sem fins lucrativos focada em apoiar crianças que sofrem de transtornos mentais, além de ajudar a eliminar o estigma sobre o transtorno mental. A campanha, apresenta relatos de crianças e adolescentes falando abertamente sobre suas experiências pessoais de luta e resiliência.

Depois de mais de um ano de pandemia de coronavírus afetando profundamente a vida das famílias, as crianças e jovens continuam apresentando alta prevalência de condições como depressão, ansiedade e distúrbios de aprendizagem. Sabe-se que, atualmente, um em cada cinco jovens tem problemas de saúde mental e hoje quatro em cada cinco jovens enfrentam maior ansiedade, medo e incerteza por causa da pandemia. Metade dos transtornos mentais começam antes dos 14 anos e 75% antes dos 24 anos. Quase dois terços das crianças com transtorno mental não são identificados ou não são tratados adequadamente. Os transtornos mentais não tratados aumentam o risco de fracasso escolar, abuso de drogas e suicídio. O estigma costuma ser a principal razão pela qual as crianças não recebem ajuda. A campanha de conscientização "Pedir ajuda é o primeiro passo" visa mudar isso.

Os depoimentos das crianças e adolescentes destacam como podemos nos recuperar de um evento traumático ou um desafio de saúde mental, proporcionando esperança e compartilhando a importante mensagem de que buscar ajuda é o primeiro passo.

"Nossos filhos continuam a enfrentar grandes desafios após um ano de grandes perdas e transtornos causados pela pandemia", diz a Dra. Laiana Quagliato, coordenadora da Clínica de Psiquiatria do Desenvolvimento da Infância e Adolescência, "As mensagens dessas crianças corajosas ajudam a oferecer esperança, encorajamento e inspiração. Sabemos que a base da saúde mental começa na infância e atua no bem-estar ao longo da vida. É por isso que campanhas como a "Pedir ajuda é o primeiro passo" são importantes. Trata-se de uma abordagem dinâmica para ajudar a reduzir o estigma e fazer mais pessoas falarem sobre a saúde mental das crianças e jovens."

Sobre a Clínica de Psiquiatria do Desenvolvimento da Infância e Adolescência

A Clínica de Psiquiatria do Desenvolvimento da Infância e Adolescência se dedica a transformar a vida de crianças e famílias que lutam contra distúrbios da saúde mental, oferecendo-lhes a ajuda de que precisam e fornecendo cuidados de saúde baseados em evidências. Saiba mais em www.pdia.com.br

 

FONTE Clínica de Psiquiatria do Desenvolvimento da Infância e Adolescência

RIO DE JANEIRO, 5 de julho de 2021 /PRNewswire/ -- A Clínica de Psiquiatria do Desenvolvimento da Infância e Adolescência anunciou hoje o lançamento da "Pedir ajuda é o primeiro passo", uma campanha de conscientização sobre saúde mental sem fins lucrativos focada em apoiar crianças que sofrem de transtornos mentais, além de ajudar a eliminar o estigma sobre o transtorno mental. A campanha, apresenta relatos de crianças e adolescentes falando abertamente sobre suas experiências pessoais de luta e resiliência.

Depois de mais de um ano de pandemia de coronavírus afetando profundamente a vida das famílias, as crianças e jovens continuam apresentando alta prevalência de condições como depressão, ansiedade e distúrbios de aprendizagem. Sabe-se que, atualmente, um em cada cinco jovens tem problemas de saúde mental e hoje quatro em cada cinco jovens enfrentam maior ansiedade, medo e incerteza por causa da pandemia. Metade dos transtornos mentais começam antes dos 14 anos e 75% antes dos 24 anos. Quase dois terços das crianças com transtorno mental não são identificados ou não são tratados adequadamente. Os transtornos mentais não tratados aumentam o risco de fracasso escolar, abuso de drogas e suicídio. O estigma costuma ser a principal razão pela qual as crianças não recebem ajuda. A campanha de conscientização "Pedir ajuda é o primeiro passo" visa mudar isso.

Os depoimentos das crianças e adolescentes destacam como podemos nos recuperar de um evento traumático ou um desafio de saúde mental, proporcionando esperança e compartilhando a importante mensagem de que buscar ajuda é o primeiro passo.

"Nossos filhos continuam a enfrentar grandes desafios após um ano de grandes perdas e transtornos causados pela pandemia", diz a Dra. Laiana Quagliato, coordenadora da Clínica de Psiquiatria do Desenvolvimento da Infância e Adolescência, "As mensagens dessas crianças corajosas ajudam a oferecer esperança, encorajamento e inspiração. Sabemos que a base da saúde mental começa na infância e atua no bem-estar ao longo da vida. É por isso que campanhas como a "Pedir ajuda é o primeiro passo" são importantes. Trata-se de uma abordagem dinâmica para ajudar a reduzir o estigma e fazer mais pessoas falarem sobre a saúde mental das crianças e jovens."

Sobre a Clínica de Psiquiatria do Desenvolvimento da Infância e Adolescência

A Clínica de Psiquiatria do Desenvolvimento da Infância e Adolescência se dedica a transformar a vida de crianças e famílias que lutam contra distúrbios da saúde mental, oferecendo-lhes a ajuda de que precisam e fornecendo cuidados de saúde baseados em evidências. Saiba mais em www.pdia.com.br

 

FONTE Clínica de Psiquiatria do Desenvolvimento da Infância e Adolescência

Você acabou de ler:

Pedir ajuda é o primeiro passo

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/pedir-ajuda-e-o-primeiro-passo/