Pesquisa da Universidade de Maastricht descobre que a proteína da larva da farinha é tão benéfica quanto a proteína do leite

Proteínas de insetos oferecem o melhor dos dois mundos: proteínas extremamente sustentáveis e de grande qualidade

PARIS, 1 de junho de 2021 /PRNewswire/ -- Uma pesquisa da Universidade de Maastricht provou pela primeira vez que a proteína de inseto é tão benéfica quanto a proteína do leite "padrão ouro"; ambas têm o mesmo desempenho em termos de digestão, absorção e capacidade de estimular o desenvolvimento dos músculos. Este resultado, publicado em 21 de maio no "The American Journal of Clinical Nutrition"[1], confirma a proteína derivada de larva da farinha como um ingrediente premium. A Protifarm, empresa holandesa líder da AgriTech, parte do grupo líder mundial em proteína natural de insetos, a Ÿnsect, forneceu sua larva da farinha de Buffalo para esta pesquisa científica única.

A proteína do leite (80% caseína, 20% soro do leite) é frequentemente vista como o padrão ouro. Esta pesquisa mostra que a larva da farinha também contém os nove aminoácidos essenciais e é digerida com eficiência pelo corpo humano. Por outro lado, as proteínas de origem vegetal geralmente apresentam um perfil incompleto de aminoácidos com baixos níveis de aminoácidos essenciais.

"Utilizamos uma abordagem única de rotulagem de isótopos para comprovar a digestão rápida e o estímulo eficaz da síntese proteica muscular após a ingestão da larva da farinha de Buffalo. A resposta observada não diferiu da ingestão de uma quantidade similar de proteína do leite", explicou o Prof. Dr.Luc van Loon, pesquisador-chefe.

A proteína da larva da farinha é a única disponível no mercado capaz de combinar desempenho e saúde, mas também naturalidade e sustentabilidade.

"Os insetos serão certamente a próxima fonte sustentável de proteínas que corresponda à qualidade dos derivados do leite e à sustentabilidade de muitas alternativas de origem vegetal", comentou Tom Mohrmann, CEO da Protifarm.

"Este estudo demonstra mais uma vez as qualidades excepcionais da larva da farinha. Depois de demonstrar os efeitos da proteína sobre a redução do colesterol, agora podemos provar seus efeitos sobre a performance, comparando nossa proteína de insetos à proteína do leite", acrescentou Antoine Hubert, CEO e cofundador da Ÿnsect.

À luz dos resultados positivos do estudo da Universidade de Maastricht, o objetivo do Ÿnsect Group é continuar a pavimentar o caminho na produção de proteínas de insetos e ajudar o desenvolvimento do setor a atender aos desafios cruciais do futuro.

Sobre a Ÿnsect & Protifarm 

A Ÿnsect é líder mundial na produção de proteínas naturais de insetos e fertilizantes. Fundada em 2011 em Paris, a Ÿnsect transforma insetos em ingredientes de alta qualidade para animais de estimação, peixes, plantas e seres humanos. A partir de suas fazendas de última geração, a Ÿnsect utiliza tecnologia exclusiva pioneira protegida por cerca de 300 patentes no mundo todo para produzir larva da farinha deMolitor e Buffalo em fazendas verticais. www.ynsect.com 

Fundada em 2015, a Protifarm é a filial de alimentos holandesa da Ÿnsect. A Protifarm desenvolveu a AdalbaPro, a primeira linha de ingredientes alimentares funcionais do mundo derivados de insetos. www.protifarm.com 

[1] "Insetos são uma fonte de proteína viável para o consumo humano: da digestão de proteína de insetos à síntese proteica muscular pós-prandial in vivo em seres humanos: um estudo randomizado duplo-cego"; Wesley J H Hermans, Joan M Senden, Tyler A Churchward-Venne, Kevin J M Paulussen, Cas J Fuchs, Joey S J Smeets, Joop J A van Loon, Lex B Verdijk, Luc J C van Loon. The American Journal of Clinical Nutrition, nqab115, https://doi.org/10.1093/ajcn/nqab115

 

 

FONTE Ÿnsect

Proteínas de insetos oferecem o melhor dos dois mundos: proteínas extremamente sustentáveis e de grande qualidade

PARIS, 1 de junho de 2021 /PRNewswire/ -- Uma pesquisa da Universidade de Maastricht provou pela primeira vez que a proteína de inseto é tão benéfica quanto a proteína do leite "padrão ouro"; ambas têm o mesmo desempenho em termos de digestão, absorção e capacidade de estimular o desenvolvimento dos músculos. Este resultado, publicado em 21 de maio no "The American Journal of Clinical Nutrition"[1], confirma a proteína derivada de larva da farinha como um ingrediente premium. A Protifarm, empresa holandesa líder da AgriTech, parte do grupo líder mundial em proteína natural de insetos, a Ÿnsect, forneceu sua larva da farinha de Buffalo para esta pesquisa científica única.

A proteína do leite (80% caseína, 20% soro do leite) é frequentemente vista como o padrão ouro. Esta pesquisa mostra que a larva da farinha também contém os nove aminoácidos essenciais e é digerida com eficiência pelo corpo humano. Por outro lado, as proteínas de origem vegetal geralmente apresentam um perfil incompleto de aminoácidos com baixos níveis de aminoácidos essenciais.

"Utilizamos uma abordagem única de rotulagem de isótopos para comprovar a digestão rápida e o estímulo eficaz da síntese proteica muscular após a ingestão da larva da farinha de Buffalo. A resposta observada não diferiu da ingestão de uma quantidade similar de proteína do leite", explicou o Prof. Dr.Luc van Loon, pesquisador-chefe.

A proteína da larva da farinha é a única disponível no mercado capaz de combinar desempenho e saúde, mas também naturalidade e sustentabilidade.

"Os insetos serão certamente a próxima fonte sustentável de proteínas que corresponda à qualidade dos derivados do leite e à sustentabilidade de muitas alternativas de origem vegetal", comentou Tom Mohrmann, CEO da Protifarm.

"Este estudo demonstra mais uma vez as qualidades excepcionais da larva da farinha. Depois de demonstrar os efeitos da proteína sobre a redução do colesterol, agora podemos provar seus efeitos sobre a performance, comparando nossa proteína de insetos à proteína do leite", acrescentou Antoine Hubert, CEO e cofundador da Ÿnsect.

À luz dos resultados positivos do estudo da Universidade de Maastricht, o objetivo do Ÿnsect Group é continuar a pavimentar o caminho na produção de proteínas de insetos e ajudar o desenvolvimento do setor a atender aos desafios cruciais do futuro.

Sobre a Ÿnsect & Protifarm 

A Ÿnsect é líder mundial na produção de proteínas naturais de insetos e fertilizantes. Fundada em 2011 em Paris, a Ÿnsect transforma insetos em ingredientes de alta qualidade para animais de estimação, peixes, plantas e seres humanos. A partir de suas fazendas de última geração, a Ÿnsect utiliza tecnologia exclusiva pioneira protegida por cerca de 300 patentes no mundo todo para produzir larva da farinha deMolitor e Buffalo em fazendas verticais. www.ynsect.com 

Fundada em 2015, a Protifarm é a filial de alimentos holandesa da Ÿnsect. A Protifarm desenvolveu a AdalbaPro, a primeira linha de ingredientes alimentares funcionais do mundo derivados de insetos. www.protifarm.com 

[1] "Insetos são uma fonte de proteína viável para o consumo humano: da digestão de proteína de insetos à síntese proteica muscular pós-prandial in vivo em seres humanos: um estudo randomizado duplo-cego"; Wesley J H Hermans, Joan M Senden, Tyler A Churchward-Venne, Kevin J M Paulussen, Cas J Fuchs, Joey S J Smeets, Joop J A van Loon, Lex B Verdijk, Luc J C van Loon. The American Journal of Clinical Nutrition, nqab115, https://doi.org/10.1093/ajcn/nqab115

 

 

FONTE Ÿnsect

Você acabou de ler:

Pesquisa da Universidade de Maastricht descobre que a proteína da larva da farinha é tão benéfica quanto a proteína do leite

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/pesquisa-da-universidade-de-maastricht-descobre-que-a-proteina-da-larva-da-farinha-e-tao-benefica-quanto-a-proteina-do-leite/