Pesquisa da XJTLU avança mapeamento de modificação no RNA

SUZHOU, China, 21 de março de 2019 /PRNewswire/ -- Pesquisadores da Universidade Xi'an Jiaotong-Liverpool concluíram uma previsão de alta resolução do transcriptoma total da modificação m6A no RNA, criando com sucesso o mais preciso mapa do epitranscriptoma da m6A do mundo.  

Conduzida pelo Dr Jia Meng do Departamento de Ciências Biológicas, a pesquisa foi recentemente publicada na Nucleic Acids Research.

O Dr. Meng diz que os resultados podem ter consequências promissoras para uma série de doenças.

"É difícil prever que doenças se beneficiarão da pesquisa sobre a metilação m6A no RNA, mas os estudos indicam que as enzimas da metilação da m6A no RNA desempenham um papel importante na leucemia, câncer de pulmão e câncer de mama", ele diz.

"Como uma camada fundamental da regulação dos genes, eu não ficaria surpreso de ver regulação de epitranscriptoma através da metilação reversível da m6A no RNA desempenhando um papel importante em muitas doenças".

"O câncer está provando ser uma direção promissora a ser mais explorada".

O Dr. Meng diz que RNA – conhecido como o 'primo' do DNA – significa ácido ribonucleico e que a modificação m6A no RNA é um tipo de modificação bioquímica das moléculas do RNA que pode alterar suas propriedades biológicas e regular a expressão dos genes sem mudar suas sequências.  

"Antigamente, a precisão da previsão do local da modificação m6A no RNA só poderia chegar a cerca de 80% com o uso de informações da sequência convencional", ele diz.

"O que nós achamos é que, ao acrescentar 35 características genômicas adicionais, poderemos aumentar a precisão para 90%, o que é um grande passo à frente".

O Dr. Meng diz que é um assunto de grande importância para a ciência biológica de hoje em dia, já que há mais de 100 diferentes tipos de modificação no RNA e suas funções são amplamente desconhecidas.

De acordo com Dr. Meng, a m6A é a mais abundante e provavelmente a mais valiosa a se estudar.  

A equipe de pesquisa usou uma abordagem de aprendizado na máquina quando rascunhou o mapa do epitranscriptoma da m6A, estabelecendo um modelo preditivo com base nas características da sequência convencional e das novas características genômicas para prever a localização precisa dos genes que podem estar relacionados com as modificações no RNA.

Kunqi Chen, aluno do doutorado (PhD), diz que previsões mais precisas e um melhor entendimento do local das modificações no RNA permitem que cientistas mais facilmente identifiquem que enzimas estão envolvidas no processo.

"Nosso trabalho contribui para o estudo das funções e traços genéticos, e da relação entre os genes e algumas doenças humanas", ele diz.

FONTE Xi'an Jiaotong-Liverpool University

SUZHOU, China, 21 de março de 2019 /PRNewswire/ -- Pesquisadores da Universidade Xi'an Jiaotong-Liverpool concluíram uma previsão de alta resolução do transcriptoma total da modificação m6A no RNA, criando com sucesso o mais preciso mapa do epitranscriptoma da m6A do mundo.  

Conduzida pelo Dr Jia Meng do Departamento de Ciências Biológicas, a pesquisa foi recentemente publicada na Nucleic Acids Research.

O Dr. Meng diz que os resultados podem ter consequências promissoras para uma série de doenças.

"É difícil prever que doenças se beneficiarão da pesquisa sobre a metilação m6A no RNA, mas os estudos indicam que as enzimas da metilação da m6A no RNA desempenham um papel importante na leucemia, câncer de pulmão e câncer de mama", ele diz.

"Como uma camada fundamental da regulação dos genes, eu não ficaria surpreso de ver regulação de epitranscriptoma através da metilação reversível da m6A no RNA desempenhando um papel importante em muitas doenças".

"O câncer está provando ser uma direção promissora a ser mais explorada".

O Dr. Meng diz que RNA – conhecido como o 'primo' do DNA – significa ácido ribonucleico e que a modificação m6A no RNA é um tipo de modificação bioquímica das moléculas do RNA que pode alterar suas propriedades biológicas e regular a expressão dos genes sem mudar suas sequências.  

"Antigamente, a precisão da previsão do local da modificação m6A no RNA só poderia chegar a cerca de 80% com o uso de informações da sequência convencional", ele diz.

"O que nós achamos é que, ao acrescentar 35 características genômicas adicionais, poderemos aumentar a precisão para 90%, o que é um grande passo à frente".

O Dr. Meng diz que é um assunto de grande importância para a ciência biológica de hoje em dia, já que há mais de 100 diferentes tipos de modificação no RNA e suas funções são amplamente desconhecidas.

De acordo com Dr. Meng, a m6A é a mais abundante e provavelmente a mais valiosa a se estudar.  

A equipe de pesquisa usou uma abordagem de aprendizado na máquina quando rascunhou o mapa do epitranscriptoma da m6A, estabelecendo um modelo preditivo com base nas características da sequência convencional e das novas características genômicas para prever a localização precisa dos genes que podem estar relacionados com as modificações no RNA.

Kunqi Chen, aluno do doutorado (PhD), diz que previsões mais precisas e um melhor entendimento do local das modificações no RNA permitem que cientistas mais facilmente identifiquem que enzimas estão envolvidas no processo.

"Nosso trabalho contribui para o estudo das funções e traços genéticos, e da relação entre os genes e algumas doenças humanas", ele diz.

FONTE Xi'an Jiaotong-Liverpool University

Você acabou de ler:

Pesquisa da XJTLU avança mapeamento de modificação no RNA

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/pesquisa-da-xjtlu-avanca-mapeamento-de-modificacao-no-rna/