Pew apoia 10 cientistas latino-americanos com pesquisas na área de biomedicina

FILADÉLFIA, 14 de junho de 2022 /PRNewswire/ -- A Pew Charitable Trusts anunciou hoje os membros da turma de 2022 do Programa de Bolsas Pew em Ciências Biomédicas da América Latina.

Os 10 bolsistas de pós-doutorado de cinco países da América Latina (Chile, México, Argentina, Colômbia e Brasil) receberão apoio financeiro durante dois anos para conduzir suas pesquisas em laboratórios dos EUA. Os bolsistas trabalharão sob a orientação de pesquisadores eminentes em Ciências Biomédicas, incluindo ex-alunos do Programa de bolsistas da Pew de Ciências Biomédicas, do Programa de bolsistas da Pew-Stewart em pesquisa sobre câncer e do Programa de bolsistas da Pew para a América Latina.

"A pesquisa biomédica é um esforço global que requer uma comunidade criativa e diversificada de cientistas", disse Susan K. Urahn, presidente e CEO da Pew. "A Pew tem orgulho de receber um grupo tão inovador da América Latina, cujo trabalho explorará novos horizontes na saúde e na medicina."

Os bolsistas que optarem por retornar à América Latina para iniciar seus próprios laboratórios de pesquisa receberão fundos adicionais da Pew. Aproximadamente 70% dos participantes seguiram esse caminho, o que ajudou a apoiar uma comunidade de pesquisa biomédica mais robusta na América Latina.

Os cientistas da turma de 2022 explorarão diversos tópicos de pesquisa, incluindo como as bactérias formam resistência a antibióticos direcionados ao RNA, como certas reações químicas ajudam os bebês a reconhecer suas mães e como as alterações na manutenção do DNA podem ocasionar a leucemia mieloide aguda.

"A turma de 2022 conta com uma comunidade rica de jovens cientistas que são especialistas em suas áreas", comentou Eva Nogales, Ph.D., professora benemérita do Departamento de Bioquímica, Biofísica e Biologia Molecular da Universidade da California, Berkeley e presidente do comitê consultivo nacional do programa. "Ao realizar suas pesquisas nos principais laboratórios dos EUA, esses bolsistas desenvolverão as ferramentas necessárias para liderar a próxima geração de descobertas biomédicas nos EUA e na América Latina."

Estes são os bolsistas latino-americanos da Pew de 2022, com seus respectivos mentores nos Estados Unidos:

Anibal Arce, Ph.D.

Laboratório do Julius Lucks, Ph.D.

Universidade Northwestern

Anibal Arce, Ph.D., vai explorar o potencial dos RNAs chamados "riboswitches" como alvos de uma nova classe de antibióticos.

Noe Baruch Torres, Ph.D.

Laboratório da Y. Whitney Yin, M.D., Ph.D.

Ramo Médico da Universidade do Texas em Galveston

Noe Baruch Torres, Ph.D., vai estudar o replissoma mitocondrial humano, uma estrutura complexa de proteínas especializadas que as células utilizam para copiar o DNA encontrado em suas mitocôndrias.

Hector Cuello, Ph.D.

Laboratório do Ajit Varki, M.D.

Universidade da California, San Diego

Hector Cuello, Ph.D., vai investigar o papel que uma proteína receptora chamada Siglec-XII desempenha na progressão do câncer.

Mabel Gonzalez, Ph.D.

Laboratório da Lauren O'Connell, Ph.D., bolsista de biomedicina da Pew em 2020

Universidade de Stanford

Mabel Gonzalez, Ph.D., vai estudar as interações químicas que permitem que os bebês reconheçam suas mães.

Krystal Maya-Maldonado, Ph.D.

Laboratório da Nichole Broderick, Ph.D.

Universidade de Johns Hopkins

Krystal Maya-Maldonado, Ph.D., vai explorar como os pais podem transmitir uma "memória imunológica" de infecções passadas às gerações futuras.

Vinicius Miessler de Andrade Carvalho, Ph.D.

Laboratório do Nirao Shah, Ph.D.

Universidade de Stanford

Vinicius Miessler de Andrade Carvalho, Ph.D., vai analisar o circuito neural que permite o reconhecimento sexual em animais, informação que determina suas subsequentes interações sociais.

Francisco Saavedra Cantillana, Ph.D.

Laboratório da Thelma Escobar, Ph.D.

Universidade de Washington

Francisco Saavedra Cantillana, Ph.D., vai estudar as alterações no panorama da cromatina que levam à leucemia.

John James Tello Cajiao, Ph.D.

Laboratório do Jorge Henao-Mejia, M.D., Ph.D., bolsista de biomedicina da Pew em 2017

Universidade da Pennsylvania

John James Tello Cajiao, Ph.D., vai desenvolver ferramentas analíticas para avaliar como a organização espacial do DNA regula a atividade dos genes.

Sergio Heli Triana Sierra, Ph.D.

Laboratório do Alex Shalek, Ph.D., bolsista Pew-Stewart em 2018 e da Pardis Sabeti, M.D., Ph.D.

Instituto de Tecnologia de Massachusetts

Sergio Heli Triana Sierra, Ph.D., vai desenvolver ferramentas para estudar febres hemorrágicas virais em áreas onde essas doenças são endêmicas.

Maritere Urióstegui-Arcos, Ph.D.

Laboratório da Ana Fiszbein, Ph.D., bolsista latino-americana da Pew em 2017

Universidade de Boston

Maritere Urióstegui-Arcos, Ph.D., vai explorar como as sequências de DNA que controlam a atividade de um gene também influenciam quais variantes de RNA o gene irá produzir.

A Pew Charitable Trusts é impulsionada pelo uso do conhecimento na resolução dos problemas mais desafiadores da atualidade. Saiba mais em pewtrusts.org.

CONTATO: Erin Davis, 202-540-6677, edavis@pewtrusts.org

FONTE THE PEW CHARITABLE TRUSTS

FILADÉLFIA, 14 de junho de 2022 /PRNewswire/ -- A Pew Charitable Trusts anunciou hoje os membros da turma de 2022 do Programa de Bolsas Pew em Ciências Biomédicas da América Latina.

Os 10 bolsistas de pós-doutorado de cinco países da América Latina (Chile, México, Argentina, Colômbia e Brasil) receberão apoio financeiro durante dois anos para conduzir suas pesquisas em laboratórios dos EUA. Os bolsistas trabalharão sob a orientação de pesquisadores eminentes em Ciências Biomédicas, incluindo ex-alunos do Programa de bolsistas da Pew de Ciências Biomédicas, do Programa de bolsistas da Pew-Stewart em pesquisa sobre câncer e do Programa de bolsistas da Pew para a América Latina.

"A pesquisa biomédica é um esforço global que requer uma comunidade criativa e diversificada de cientistas", disse Susan K. Urahn, presidente e CEO da Pew. "A Pew tem orgulho de receber um grupo tão inovador da América Latina, cujo trabalho explorará novos horizontes na saúde e na medicina."

Os bolsistas que optarem por retornar à América Latina para iniciar seus próprios laboratórios de pesquisa receberão fundos adicionais da Pew. Aproximadamente 70% dos participantes seguiram esse caminho, o que ajudou a apoiar uma comunidade de pesquisa biomédica mais robusta na América Latina.

Os cientistas da turma de 2022 explorarão diversos tópicos de pesquisa, incluindo como as bactérias formam resistência a antibióticos direcionados ao RNA, como certas reações químicas ajudam os bebês a reconhecer suas mães e como as alterações na manutenção do DNA podem ocasionar a leucemia mieloide aguda.

"A turma de 2022 conta com uma comunidade rica de jovens cientistas que são especialistas em suas áreas", comentou Eva Nogales, Ph.D., professora benemérita do Departamento de Bioquímica, Biofísica e Biologia Molecular da Universidade da California, Berkeley e presidente do comitê consultivo nacional do programa. "Ao realizar suas pesquisas nos principais laboratórios dos EUA, esses bolsistas desenvolverão as ferramentas necessárias para liderar a próxima geração de descobertas biomédicas nos EUA e na América Latina."

Estes são os bolsistas latino-americanos da Pew de 2022, com seus respectivos mentores nos Estados Unidos:

Anibal Arce, Ph.D.

Laboratório do Julius Lucks, Ph.D.

Universidade Northwestern

Anibal Arce, Ph.D., vai explorar o potencial dos RNAs chamados "riboswitches" como alvos de uma nova classe de antibióticos.

Noe Baruch Torres, Ph.D.

Laboratório da Y. Whitney Yin, M.D., Ph.D.

Ramo Médico da Universidade do Texas em Galveston

Noe Baruch Torres, Ph.D., vai estudar o replissoma mitocondrial humano, uma estrutura complexa de proteínas especializadas que as células utilizam para copiar o DNA encontrado em suas mitocôndrias.

Hector Cuello, Ph.D.

Laboratório do Ajit Varki, M.D.

Universidade da California, San Diego

Hector Cuello, Ph.D., vai investigar o papel que uma proteína receptora chamada Siglec-XII desempenha na progressão do câncer.

Mabel Gonzalez, Ph.D.

Laboratório da Lauren O'Connell, Ph.D., bolsista de biomedicina da Pew em 2020

Universidade de Stanford

Mabel Gonzalez, Ph.D., vai estudar as interações químicas que permitem que os bebês reconheçam suas mães.

Krystal Maya-Maldonado, Ph.D.

Laboratório da Nichole Broderick, Ph.D.

Universidade de Johns Hopkins

Krystal Maya-Maldonado, Ph.D., vai explorar como os pais podem transmitir uma "memória imunológica" de infecções passadas às gerações futuras.

Vinicius Miessler de Andrade Carvalho, Ph.D.

Laboratório do Nirao Shah, Ph.D.

Universidade de Stanford

Vinicius Miessler de Andrade Carvalho, Ph.D., vai analisar o circuito neural que permite o reconhecimento sexual em animais, informação que determina suas subsequentes interações sociais.

Francisco Saavedra Cantillana, Ph.D.

Laboratório da Thelma Escobar, Ph.D.

Universidade de Washington

Francisco Saavedra Cantillana, Ph.D., vai estudar as alterações no panorama da cromatina que levam à leucemia.

John James Tello Cajiao, Ph.D.

Laboratório do Jorge Henao-Mejia, M.D., Ph.D., bolsista de biomedicina da Pew em 2017

Universidade da Pennsylvania

John James Tello Cajiao, Ph.D., vai desenvolver ferramentas analíticas para avaliar como a organização espacial do DNA regula a atividade dos genes.

Sergio Heli Triana Sierra, Ph.D.

Laboratório do Alex Shalek, Ph.D., bolsista Pew-Stewart em 2018 e da Pardis Sabeti, M.D., Ph.D.

Instituto de Tecnologia de Massachusetts

Sergio Heli Triana Sierra, Ph.D., vai desenvolver ferramentas para estudar febres hemorrágicas virais em áreas onde essas doenças são endêmicas.

Maritere Urióstegui-Arcos, Ph.D.

Laboratório da Ana Fiszbein, Ph.D., bolsista latino-americana da Pew em 2017

Universidade de Boston

Maritere Urióstegui-Arcos, Ph.D., vai explorar como as sequências de DNA que controlam a atividade de um gene também influenciam quais variantes de RNA o gene irá produzir.

A Pew Charitable Trusts é impulsionada pelo uso do conhecimento na resolução dos problemas mais desafiadores da atualidade. Saiba mais em pewtrusts.org.

CONTATO: Erin Davis, 202-540-6677, edavis@pewtrusts.org

FONTE THE PEW CHARITABLE TRUSTS

Você acabou de ler:

Pew apoia 10 cientistas latino-americanos com pesquisas na área de biomedicina

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/pew-apoia-10-cientistas-latino-americanos-com-pesquisas-na-area-de-biomedicina/