PGNiG e Venture Global LNG contratam nova compra de 1,5 MTPA de GNL

WASHINGTON, 12 de junho de 2019 /PRNewswire/ -- Durante a visita de estado do presidente da Polônia, Andrzej Duda, a Washington D.C., a Polish Oil and Gas Company (PGNiG) assinou, no edifício Eisenhower do Gabinete Executivo da Casa Branca, um contrato com a Venture Global LNG, para comprar um volume adicional de 1,5 milhão de toneladas por ano (MTPA) de gás natural liquefeito (GNL). O secretário de Energia dos Estados Unidos, Rick Perry, e o secretário de Estado para Infraestrutura Estratégica de Energia da Polônia, Piotr Naimski, participaram da cerimônia de assinatura do contrato.

De acordo com o contrato, o volume de GNL do terminal de Plaquemines irá aumentar de 1,0 milhão para 2,5 milhões de toneladas por ano (de 1,35 para 3,38 bmc de gás natural após a regaseificação). As entregas irão começar na data da operação comercial, atualmente prevista para 2023. Essa nova emenda aumenta o compromisso total da PGNiG com os projetos da Venture Global LNG para 3,5 MTPA (4,73 bmc), originários de Calcasieu Pass (1 MTPA) e Plaquemines LNG (2.5 MTPA).

O secretário de Energia dos Estados Unidos, Rick Perry, disse: "A Polônia e os Estados Unidos mantêm aliança estratégica e amizade fortes, que são fortalecidas por um compromisso compartilhado com a segurança energética e o entendimento de que a verdadeira segurança energética é conseguida através da diversidade da energia. O anúncio de hoje da expansão significativa da atual parceria de GNL entre a Venture Global e a PGNiG solidifica ainda mais esse objetivo. Sob a liderança do presidente Trump, nossas duas nações lançaram o Diálogo Estratégico de Energia EUA-Polônia, que promove e apoia parcerias como esta. Esperamos que aconteça ainda mais nos meses e anos à frente".

"Estamos aumentando nosso portfólio de GNL em termos de volumes, que iremos receber dos EUA depois de 2022, isto é, após a expiração do contrato de Yamal. Graças às boas relações com nossas parceiras americanas e negociações eficientes, conseguimos um suprimento de GNL altamente competitivo do terminal de Plaquemines", disse o presidente do Conselho de Administração da PGNiG, Piotr Woźniak.

"A partir de 2022 e 2023, iremos receber um total de 3,5 milhões de toneladas de GNL por ano das unidades de exportação de GNL da Venture Global (ambas no estado de Louisiana), que equivalem aproximadamente a 4,73 bmc de gás natural por ano, após a regaseificação. O GNL americano está se tornando mais competitivo, o que é confirmado por trimestres consecutivos de maiores importações pela Europa", acrescentou o vice-presidente do Conselho de Administração para Comércio da PGNiG, Maciej Woźniak.

Os copresidentes da Venture Global LNG, Mike Sabel e Bob Pender, anunciaram conjuntamente: "Estamos muito satisfeitos por expandir nossa atual parceria estratégica com a Polônia e a PGNiG, uma das empresas internacionais de petróleo e gás mais importantes da Europa. Com a unidade de Calcasieu Pass já em construção e progredindo conforme programado, esse contrato demonstra ainda mais nossa capacidade de oferecer GNL de baixo custo de nosso projeto de Plaquemines a nossas parceiras internacionais. O GNL de Plaquemines usa o mesmo sistema altamente eficiente e confiável de processamento de Calcasieu Pass, fornecido pela Baker Hughes, uma empresa da GE (BHGE). Mike Sabel e Bob Pender acrescentaram: "Estamos muito satisfeitos com o fato de que as turbinas a vapor do projeto e os geradores para essas turbinas serão fabricadas na Polônia, um centro global de excelência em manufatura".

A Comissão Federal de Reguladora da Energia (FERC – Federal Energy Regulatory Commission) emitiu recentemente (em 3 de maio de 2019) uma Declaração Final sobre o Impacto Ambiental para a unidade de GNL de Plaquemines e para o Gator Express Pipeline associado.

Os contratos com os projetos da Venture Global LNG foram fechados para 20 anos, com base na fórmula posto a bordo (FOB – Free-on-Board). Isso significa que a partir do momento do carregamento na unidade de liquefação, a empresa compradora, no caso a PGNiG, assume o controle do GNL a bordo, podendo inclusive decidir o destino da carga.

Sobre a PGNiG 

A Polish Oil and Gas Company (PGNiG) é a líder do mercado de gás natural na Polônia. Listada na Bolsa de Valores de Varsóvia, as atividades principais da empresa incluem exploração e produção de gás natural e de petróleo bruto. Suas principais subsidiárias importam, armazenam, vendem e distribuem combustíveis gasosos e líquidos. Elas também geram aquecimento e eletricidade. A PGNiG tem interesses em cerca de 30 empresas, incluindo entidades que fornecem serviços profissionais de geofísica, perfuração e manutenção. A PGNiG detém licenças de exploração e produção na plataforma continental da Noruega e no Paquistão. A atividade de exploração e produção na Noruega está a cargo da PGNiG Upstream Norway. A PGNiG Supply & Trading, sediada em Munique, está envolvida com a comercialização de gás na Europa Ocidental e opera um escritório de comercialização de GNL em Londres. Mais informações podem ser obtidas em www.pgnig.pl.

Sobre a Venture Global LNG 

A Venture Global LNG é uma fornecedora de GNL de baixo custo, de longo prazo, originário das bacias de gás natural norte-americanas, ricas em recursos. O sistema de processamento de liquefação da Venture Global LNG emprega uma suíte de produtos altamente eficientes e confiáveis, fornecidos pela BHGE. A Venture Global LNG começou a construção da unidade de 10 MTPA da Venture Global Calcasieu Pass na interseção do Calcasieu Ship Channel com o Golfo do México e está desenvolvendo a unidade de 20 MTPA da Venture Global Plaquemines LNG a 50 km ao sul de Nova Orleans, no Rio Mississippi, e a unidade de 20 MTPA da Venture Global Delta LNG, também no Rio Mississippi, ao sul de Nova Orleans. A Venture Global levantou aproximadamente US$ 2,2 bilhões em capital até hoje para apoiar o desenvolvimento de seus projetos. Mais informações podem ser obtidas em www.venturegloballng.com.

FONTE Venture Global LNG

WASHINGTON, 12 de junho de 2019 /PRNewswire/ -- Durante a visita de estado do presidente da Polônia, Andrzej Duda, a Washington D.C., a Polish Oil and Gas Company (PGNiG) assinou, no edifício Eisenhower do Gabinete Executivo da Casa Branca, um contrato com a Venture Global LNG, para comprar um volume adicional de 1,5 milhão de toneladas por ano (MTPA) de gás natural liquefeito (GNL). O secretário de Energia dos Estados Unidos, Rick Perry, e o secretário de Estado para Infraestrutura Estratégica de Energia da Polônia, Piotr Naimski, participaram da cerimônia de assinatura do contrato.

De acordo com o contrato, o volume de GNL do terminal de Plaquemines irá aumentar de 1,0 milhão para 2,5 milhões de toneladas por ano (de 1,35 para 3,38 bmc de gás natural após a regaseificação). As entregas irão começar na data da operação comercial, atualmente prevista para 2023. Essa nova emenda aumenta o compromisso total da PGNiG com os projetos da Venture Global LNG para 3,5 MTPA (4,73 bmc), originários de Calcasieu Pass (1 MTPA) e Plaquemines LNG (2.5 MTPA).

O secretário de Energia dos Estados Unidos, Rick Perry, disse: "A Polônia e os Estados Unidos mantêm aliança estratégica e amizade fortes, que são fortalecidas por um compromisso compartilhado com a segurança energética e o entendimento de que a verdadeira segurança energética é conseguida através da diversidade da energia. O anúncio de hoje da expansão significativa da atual parceria de GNL entre a Venture Global e a PGNiG solidifica ainda mais esse objetivo. Sob a liderança do presidente Trump, nossas duas nações lançaram o Diálogo Estratégico de Energia EUA-Polônia, que promove e apoia parcerias como esta. Esperamos que aconteça ainda mais nos meses e anos à frente".

"Estamos aumentando nosso portfólio de GNL em termos de volumes, que iremos receber dos EUA depois de 2022, isto é, após a expiração do contrato de Yamal. Graças às boas relações com nossas parceiras americanas e negociações eficientes, conseguimos um suprimento de GNL altamente competitivo do terminal de Plaquemines", disse o presidente do Conselho de Administração da PGNiG, Piotr Woźniak.

"A partir de 2022 e 2023, iremos receber um total de 3,5 milhões de toneladas de GNL por ano das unidades de exportação de GNL da Venture Global (ambas no estado de Louisiana), que equivalem aproximadamente a 4,73 bmc de gás natural por ano, após a regaseificação. O GNL americano está se tornando mais competitivo, o que é confirmado por trimestres consecutivos de maiores importações pela Europa", acrescentou o vice-presidente do Conselho de Administração para Comércio da PGNiG, Maciej Woźniak.

Os copresidentes da Venture Global LNG, Mike Sabel e Bob Pender, anunciaram conjuntamente: "Estamos muito satisfeitos por expandir nossa atual parceria estratégica com a Polônia e a PGNiG, uma das empresas internacionais de petróleo e gás mais importantes da Europa. Com a unidade de Calcasieu Pass já em construção e progredindo conforme programado, esse contrato demonstra ainda mais nossa capacidade de oferecer GNL de baixo custo de nosso projeto de Plaquemines a nossas parceiras internacionais. O GNL de Plaquemines usa o mesmo sistema altamente eficiente e confiável de processamento de Calcasieu Pass, fornecido pela Baker Hughes, uma empresa da GE (BHGE). Mike Sabel e Bob Pender acrescentaram: "Estamos muito satisfeitos com o fato de que as turbinas a vapor do projeto e os geradores para essas turbinas serão fabricadas na Polônia, um centro global de excelência em manufatura".

A Comissão Federal de Reguladora da Energia (FERC – Federal Energy Regulatory Commission) emitiu recentemente (em 3 de maio de 2019) uma Declaração Final sobre o Impacto Ambiental para a unidade de GNL de Plaquemines e para o Gator Express Pipeline associado.

Os contratos com os projetos da Venture Global LNG foram fechados para 20 anos, com base na fórmula posto a bordo (FOB – Free-on-Board). Isso significa que a partir do momento do carregamento na unidade de liquefação, a empresa compradora, no caso a PGNiG, assume o controle do GNL a bordo, podendo inclusive decidir o destino da carga.

Sobre a PGNiG 

A Polish Oil and Gas Company (PGNiG) é a líder do mercado de gás natural na Polônia. Listada na Bolsa de Valores de Varsóvia, as atividades principais da empresa incluem exploração e produção de gás natural e de petróleo bruto. Suas principais subsidiárias importam, armazenam, vendem e distribuem combustíveis gasosos e líquidos. Elas também geram aquecimento e eletricidade. A PGNiG tem interesses em cerca de 30 empresas, incluindo entidades que fornecem serviços profissionais de geofísica, perfuração e manutenção. A PGNiG detém licenças de exploração e produção na plataforma continental da Noruega e no Paquistão. A atividade de exploração e produção na Noruega está a cargo da PGNiG Upstream Norway. A PGNiG Supply & Trading, sediada em Munique, está envolvida com a comercialização de gás na Europa Ocidental e opera um escritório de comercialização de GNL em Londres. Mais informações podem ser obtidas em www.pgnig.pl.

Sobre a Venture Global LNG 

A Venture Global LNG é uma fornecedora de GNL de baixo custo, de longo prazo, originário das bacias de gás natural norte-americanas, ricas em recursos. O sistema de processamento de liquefação da Venture Global LNG emprega uma suíte de produtos altamente eficientes e confiáveis, fornecidos pela BHGE. A Venture Global LNG começou a construção da unidade de 10 MTPA da Venture Global Calcasieu Pass na interseção do Calcasieu Ship Channel com o Golfo do México e está desenvolvendo a unidade de 20 MTPA da Venture Global Plaquemines LNG a 50 km ao sul de Nova Orleans, no Rio Mississippi, e a unidade de 20 MTPA da Venture Global Delta LNG, também no Rio Mississippi, ao sul de Nova Orleans. A Venture Global levantou aproximadamente US$ 2,2 bilhões em capital até hoje para apoiar o desenvolvimento de seus projetos. Mais informações podem ser obtidas em www.venturegloballng.com.

FONTE Venture Global LNG

Você acabou de ler:

PGNiG e Venture Global LNG contratam nova compra de 1,5 MTPA de GNL

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/pgnig-e-venture-global-lng-contratam-nova-compra-de-15-mtpa-de-gnl/