PharmaMar anuncia que a agência espanhola de medicamentos autorizou o ensaio clínico APLICOV-PC com Aplidin® (plitidepsina) para o tratamento de pacientes com COVID-19

- O objetivo do ensaio é avaliar a eficácia e a segurança da plitidepsina em pacientes com COVID-19 que necessitam de internamento hospitalar - A plitidepsina obteve recentemente resultados positivos em estudos in vitro sobre o coronavírus humano HCoV-229E, realizados no Centro Nacional de Biotecnologia do Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC)

MADRI, 28 de abril de 2020 /PRNewswire/ -- A PharmaMar (MSE: PHM) anunciou o início do ensaio clínico APLICOV-PC com Aplidin® (plitidepsina), para o tratamento de pacientes com COVID-19, o qual foi autorizado pela Agência Espanhola de Medicamentos e Produtos Saúde (AEMPS).

Trata-se de um estudo multicêntrico, randomizado, paralelo e aberto para avaliar o perfil de segurança e a eficácia de três doses de plitidepsina em pacientes com COVID-19 que necessitam de internamento hospitalar.

Três hospitais de Madri (Espanha) participarão do estudo. Serão incluídos no estudo três grupos de pacientes com três níveis diferentes de dose para avaliar a eficácia e segurança da plitidepsina em cada nível de dose administrada em pacientes com COVID-19 internados em hospitais.

Durante esta primeira fase serão recrutados 27 pacientes, aos quais serão administradas três doses. A carga viral dos pacientes será medida antes e depois do tratamento, bem como uma série de outros parâmetros de evolução clínica. Se os resultados forem positivos nesta fase inicial, o ensaio continuará com uma dose ideal após discussão com o regulador, com um maior grupo de pacientes.

Em 13 de março, a empresa anunciou os resultados dos estudos in vitro da plitidepsina no coronavírus humano HCoV-229E, que tem um mecanismo de multiplicação e propagação muito semelhante ao do SARS-CoV-2, uma vez que ambos utilizam a proteína eEF1A para sua reprodução. Os estudos foram realizados no Centro Nacional de Biotecnologia do Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC) da Espanha (veja o comunicado de imprensa).

A plidepsina atua bloqueando a proteína eEF1A, presente nas células humanas, que é utilizada pelo SRA-CoV-2 para reproduzir e infectar outras células. Através desta inibição, a expectativa é que a reprodução do vírus dentro da célula seja impedida, inviabilizando esta propagação para o resto das células.

Aviso legal 

O presente comunicado de imprensa não constitui uma oferta de venda ou uma solicitação de uma oferta de compra de títulos e não constitui uma oferta, solicitação ou venda em qualquer jurisdição em que essa oferta, solicitação ou venda seja ilegal antes do registro ou qualificação de acordo com a legislação sobre títulos da jurisdição.

Sobre a PharmaMar

Com sede em Madri, a PharmaMar é uma empresa biofarmacêutica com foco em oncologia e está empenhada em pesquisas e desenvolvimentos que se inspiram no mar para descobrir moléculas com atividade antitumoral. É uma empresa que procura produtos inovadores para fornecer aos profissionais de saúde novos recursos para o tratamento do câncer. Seu compromisso com pacientes e com pesquisas tornou-a uma das líderes mundiais na descoberta de medicamentos antitumorais de origem marinha.

A PharmaMar tem um canal de candidatos a medicamentos e um sólido programa de pesquisa e desenvolvimento em oncologia. A empresa desenvolve e comercializa o Yondelis® na Europa e tem outros programas de fase clínica em desenvolvimento para vários tipos fortes de câncer: lurbinectina (PM1183), PM184 e PM14. Possui filiais na Alemanha, Itália, França, Suíça, Bélgica, Áustria e nos Estados Unidos. A PharmaMar detém a totalidade de outras empresas: GENOMICA, uma empresa de diagnóstico molecular; Sylentis, dedicada à pesquisa sobre o uso terapêutico de silenciamento gênico (RNAi). Para saber mais sobre a PharmaMar, acesse www.pharmamar.com.

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/1160908/PharmaMar_Logo.jpg

 

FONTE PharmaMar

- O objetivo do ensaio é avaliar a eficácia e a segurança da plitidepsina em pacientes com COVID-19 que necessitam de internamento hospitalar - A plitidepsina obteve recentemente resultados positivos em estudos in vitro sobre o coronavírus humano HCoV-229E, realizados no Centro Nacional de Biotecnologia do Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC)

MADRI, 28 de abril de 2020 /PRNewswire/ -- A PharmaMar (MSE: PHM) anunciou o início do ensaio clínico APLICOV-PC com Aplidin® (plitidepsina), para o tratamento de pacientes com COVID-19, o qual foi autorizado pela Agência Espanhola de Medicamentos e Produtos Saúde (AEMPS).

Trata-se de um estudo multicêntrico, randomizado, paralelo e aberto para avaliar o perfil de segurança e a eficácia de três doses de plitidepsina em pacientes com COVID-19 que necessitam de internamento hospitalar.

Três hospitais de Madri (Espanha) participarão do estudo. Serão incluídos no estudo três grupos de pacientes com três níveis diferentes de dose para avaliar a eficácia e segurança da plitidepsina em cada nível de dose administrada em pacientes com COVID-19 internados em hospitais.

Durante esta primeira fase serão recrutados 27 pacientes, aos quais serão administradas três doses. A carga viral dos pacientes será medida antes e depois do tratamento, bem como uma série de outros parâmetros de evolução clínica. Se os resultados forem positivos nesta fase inicial, o ensaio continuará com uma dose ideal após discussão com o regulador, com um maior grupo de pacientes.

Em 13 de março, a empresa anunciou os resultados dos estudos in vitro da plitidepsina no coronavírus humano HCoV-229E, que tem um mecanismo de multiplicação e propagação muito semelhante ao do SARS-CoV-2, uma vez que ambos utilizam a proteína eEF1A para sua reprodução. Os estudos foram realizados no Centro Nacional de Biotecnologia do Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC) da Espanha (veja o comunicado de imprensa).

A plidepsina atua bloqueando a proteína eEF1A, presente nas células humanas, que é utilizada pelo SRA-CoV-2 para reproduzir e infectar outras células. Através desta inibição, a expectativa é que a reprodução do vírus dentro da célula seja impedida, inviabilizando esta propagação para o resto das células.

Aviso legal 

O presente comunicado de imprensa não constitui uma oferta de venda ou uma solicitação de uma oferta de compra de títulos e não constitui uma oferta, solicitação ou venda em qualquer jurisdição em que essa oferta, solicitação ou venda seja ilegal antes do registro ou qualificação de acordo com a legislação sobre títulos da jurisdição.

Sobre a PharmaMar

Com sede em Madri, a PharmaMar é uma empresa biofarmacêutica com foco em oncologia e está empenhada em pesquisas e desenvolvimentos que se inspiram no mar para descobrir moléculas com atividade antitumoral. É uma empresa que procura produtos inovadores para fornecer aos profissionais de saúde novos recursos para o tratamento do câncer. Seu compromisso com pacientes e com pesquisas tornou-a uma das líderes mundiais na descoberta de medicamentos antitumorais de origem marinha.

A PharmaMar tem um canal de candidatos a medicamentos e um sólido programa de pesquisa e desenvolvimento em oncologia. A empresa desenvolve e comercializa o Yondelis® na Europa e tem outros programas de fase clínica em desenvolvimento para vários tipos fortes de câncer: lurbinectina (PM1183), PM184 e PM14. Possui filiais na Alemanha, Itália, França, Suíça, Bélgica, Áustria e nos Estados Unidos. A PharmaMar detém a totalidade de outras empresas: GENOMICA, uma empresa de diagnóstico molecular; Sylentis, dedicada à pesquisa sobre o uso terapêutico de silenciamento gênico (RNAi). Para saber mais sobre a PharmaMar, acesse www.pharmamar.com.

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/1160908/PharmaMar_Logo.jpg

 

FONTE PharmaMar

Você acabou de ler:

PharmaMar anuncia que a agência espanhola de medicamentos autorizou o ensaio clínico APLICOV-PC com Aplidin® (plitidepsina) para o tratamento de pacientes com COVID-19

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/pharmamar-anuncia-que-a-agencia-espanhola-de-medicamentos-autorizou-o-ensaio-clinico-aplicov-pc-com-aplidin-plitidepsina-para-o-tratamento-de-pacientes-com-covid-19/