Pharming anuncia dados positivos do estudo clínico de Leniolisibe de fase II/III apresentados na Reunião Anual da Sociedade de Imunologia Clínica de 2022

LEIDA, Países Baixos, 3 de abril de 2022 /PRNewswire/ -- Pharming Group N.V. ("Pharming" ou "a Empresa") (EURONEXT Amsterdam: PHARM/Nasdaq: PHAR) anuncia novos dados do estudo clínico pivotal do Leniolisibe de fase II/III para o tratamento de síndrome de fosfoinositídeo 3-quinase delta (PI3Kδ) ativa (APDS), uma imunodeficiência primária. O investigador principal V. Koneti Rao, M.D., médico da equipe na Clínica de Deficiência Imunológica Primária no Instituto Nacional de Saúde em Bethesda, Maryland, compartilhou os resultados em uma apresentação na Reunião Anual da Sociedade de Imunologia Clínica (CIS) de 2022.

Conforme anunciado em 2 de fevereiro de 2022, a parte multinacional, tripla-cega, controlada por placebo, randomizada, da fase III do estudo clínico conduzido pela Novartis, alcançou os seus desfechos coprimários, os quais serviram para avaliar a redução do tamanho do gânglio linfático e a correção da imunodeficiência. O encolhimento das lesões de linfadenopatia e o aumento da proporção de células B maduras são importantes nesse grupo, pois indicaram uma redução nos marcadores de doenças de APDS. Apresentado pela primeira vez na CIS, os desfechos coprimários no dia 85 após a linha de base demonstraram:

  • No índice de lesões de linfodenopatia, houve uma mudança média significativa, ajustada estatisticamente na soma de log10 transformada do produto de diâmetros (SPD) de -0,30 entre pacientes que receberam Leniolisibe em comparação com -0,06 entre pacientes que receberam placebo (CI 95%: -0,37, -0,11; p=0,0012).
  • A partir da linha de base de ˂48%, notou-se um aumento de 34,76% na proporção de células B independentes em pacientes que receberam Leniolisibe em comparação com a redução de -5,37% em pacientes que receberam placebo (CI 95%: 28,51, 51,75; P:0,0001).

O medicamento do estudo foi bem tolerado. Não houve eventos adversos que levassem à descontinuação do tratamento do estudo, não houve mortes, e a incidência de eventos adversos graves (EAGs) foi mais baixa no grupo de Leniolisibe do que no grupo de placebo. Nenhum dos EAGs apresentou suspeita de estar relacionado ao tratamento do estudo.

Charlotte Cunningham-Rundles, M.D., Ph.D., David S. Gottesman, professor de imunologia na Mount Sinai School of Medicine em Nova York, disse: 

"É uma ótima notícia que a Leniolisibe tenha alcançado resultados tão positivos neste estudo de Fase III de APDS. É extremamente animador ver que esse medicamento é capaz de atingir a causa dessa doença difícil, tanto melhorando o tratamento quanto reduzindo os sintomas dos pacientes. O progresso em direção a um tratamento feito sob medida para nossos pacientes com APDS é um marco aguardado há muito tempo." 

A Pharming planeja começar a encaminhar o pedido de registros regulatórios globais para a Leniolisibe no segundo trimestre de 2022 e, recebendo a aprovação, lançará o tratamento nos EUA no primeiro trimestre de 2023 e iniciará uma série de lançamentos europeus no segundo semestre de 2023.

Anurag Relan, diretor médico da Pharming, comentou: 

"A Pharming está muito satisfeita com o fato de o Leniolisibe ter alcançado significância em ambos desfechos coprimários e foi bem tolerado nesses pacientes com APDS, uma vez que a aprovação do produto suprirá uma necessidade ainda não atendida de pacientes com essa doença rara, que atualmente dependem de terapias de apoio como antibióticos e terapia de reposição de imunoglobulina. Além de trabalhar em estreita colaboração com as autoridades reguladoras em todo o mundo para disponibilizar o Leniolisibe para imunologistas, hematologistas, e seus pacientes, continuaremos a desenvolver esse tratamento por meio de nosso estudo clínico de extensão, aberto e dois estudos adicionais com a inscrição de crianças com menos de 12 anos, e também, potencialmente, estenderemos o alcance geográfico do produto." 

Sobre a Síndrome de Fosfoinositídeo 3-quinase δ ativa (APDS) 

A APDS é uma rara imunodeficiência primária que afeta aproximadamente uma a duas pessoas por milhão. Também conhecida como PASLI, é causada por variantes de qualquer um dos dois genes, PIK3CD ou PIK3R1, os quais regulam a maturação das células brancas do sangue. As variantes desses genes levam à hiperatividade do caminho de PI3Kδ (Fosfoinositídeo 3-quinase delta).1.2 A sinalização equilibrada no caminho do PI3Kδ é essencial para a função imunológica. Quando este caminho está hiperativo, as células imunológicas não amadurecem, nem funcionam corretamente, resultando em imunodeficiência e disregulação.1.3 A APDS é caracterizada por infecções sinopulmonares graves e recorrentes, linfoproliferação, autoimunidade e enteropatia.4.5 Como esses sintomas podem ser associados a uma variedade de condições, incluindo outras imunodeficiências primárias, as pessoas com APDS são frequentemente diagnosticadas incorretamente e sofrem um atraso de diagnóstico mediano de 7 anos.6 Como a APDS é uma doença progressiva, esse atraso pode levar à agregação de danos ao longo do tempo, incluindo danos pulmonares permanentes e linfoma.4-7 A única maneira de diagnosticar definitivamente essa doença é por meio de testes genéticos.

Sobre o Leniolisibe 

O Leniolisibe é um inibidor de pequenas moléculas da isoforma delta da subunidade catalítica 110 kDa da classe IA PI3K com atividades imunomoduladoras e potencialmente antineoplásticas. O Leniolisibe inibe a produção de fosfatidilinositol-3-4-5-trisfosfato (PIP3). A PIP3 atua como um importante mensageiro celular que ativa especificamente a AKT (via PDK1) e regula uma infinidade de funções celulares tais como proliferação, diferenciação, produção de citocinas, sobrevivência celular, angiogênese e metabolismo. Diferentemente de PI3Kα e PI3Kβ que são expressados de modo generalizado, o PI3Kẟ e o PI3Kγ são expressos principalmente em células de origem hematopoiética. O papel central do PI3Kẟ na regulagem de inúmeras funções celulares do sistema imunológico adaptativo (células B e, em menor medida, células T) bem como o sistema imunológico inato (neutrófilos, mastócitos e macrófagos) indica fortemente que o PI3Kẟ é um alvo terapêutico válido e potencialmente eficaz para várias doenças imunológicas.

Até o momento, o Leniolisibe foi bem tolerado durante o primeiro estudo de Fase I em indivíduos saudáveis e no estudo de capacitação de registro de Fase II/III.

Sobre a Pharming Group N.V. 

A Pharming Group N.V. é uma empresa biofarmacêutica em estágio comercial global que desenvolve terapias inovadoras de substituição de proteínas e medicina de precisão para o tratamento de doenças raras e necessidades médicas ainda não atendidas.

O carro-chefe do nosso portfólio é a franquia do inibidor de C1 esterase humana (rhC1INH). A C1INH é uma proteína que ocorre naturalmente que reduz o complemento e faz cascatas de contato para controlar a inflamação em tecidos afetados.

Nosso principal produto, o RUCONEST®, é a primeira e única terapia de reposição de proteína rhC1INH sem plasma. É aprovado para o tratamento de ataques agudos de angioedema hereditários (AEH). Estamos comercializando o RUCONEST® nos Estados Unidos, na União Europeia e no Reino Unido por meio de nossa própria organização de vendas e marketing e no restante do mundo por meio de nossa rede de distribuição.

Além disso, estamos investigando a eficácia clínica do rhC1INH no tratamento de outras indicações, incluindo pré-eclampsia, lesão renal aguda e pneumonia grave como resultado de infecções de COVID-19.

Estamos estudando também nossa medicina de precisão oral, Leniolisibe (um Fosfoinositídeo 3-quinase delta, ou PI3K delta, inibidor), para o tratamento da síndrome de PI3K delta ativa ou APDS. Os direitos mundiais da Leniolisibe foram licenciados pela Novartis AG em 2019. A Leniolisibe atendeu ambos os desfechos primários em um registro que permite o estudo de Fase II/III nos Estados Unidos e na Europa. Planeja-se que os registros regulatórios globais para o Leniolisibe sejam patenteados a partir do segundo trimestre de 2022.

Além disso, firmamos uma colaboração estratégica com a Orchard Therapeutics para pesquisar, desenvolver, fabricar e comercializar a OTL-105, uma terapia genética de células-tronco hematopoiéticas (HSC) autólogas ex-vivo recém-divulgada para o tratamento de AEH.

Além disso, estamos alavancando nossa tecnologia de fabricação transgênica para desenvolver terapias de substituição de proteínas de última geração, principalmente para a doença de Pompe, em desenvolvimento pré-clínico atualmente.

Declarações prospectivas 

Este comunicado à imprensa contém declarações prospectivas, incluindo em relação ao prazo e ao progresso dos estudos pré-clínicos da Pharming e estudos clínicos de seus candidatos a produtos, as perspectivas clínicas e comerciais da Pharming, a capacidade da Pharming de superar os desafios impostos pela pandemia da COVID-19 para a condução de seus negócios e para as expectativas da Pharming em relação às suas necessidades projetadas de capital de giro e recursos em dinheiro em espécie. Essas declarações estão sujeitas a uma série de riscos, incertezas e suposições, incluindo, mas não se limitando a, o escopo, o progresso e a expansão dos estudos clínicos e ramificações da Pharming para o custo do mesmo, e desenvolvimentos clínicos, científicos, regulatórios e técnicos. À luz desses riscos e incertezas, e outros riscos e incertezas descritos no relatório anual de 2020 da Pharming e do relatório anual do Formulário 20-F para o ano encerrado em 31 de dezembro de 2020 arquivado junto à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA, os eventos e circunstâncias discutidos nessas declarações prospectivas podem não ocorrer, e os resultados reais da Pharming podem diferir concretamente e adversamente daqueles antecipados ou implícitos por eles. Todas as declarações prospectivas são referentes à data deste comunicado à imprensa e são baseadas em informações disponíveis da Pharming na data deste comunicado. 

Referências: 

  • Lucas CL, et al. Nat Immunol. 2014;15:88-97.
  • Elkaim E, et al. J Allergy Clin Immunol. 2016;138(1):210-218.
  • Nunes-Santos C, Uzel G, Rosenzweig SD. J Allergy Clin Immunol. 2019;143(5):1676-1687.
  • Coulter TI, et al. J Allergy Clin Immunol. 2017;139(2):597-606.
  • Maccari ME, et al. Front Immunol. 2018;9:543.
  • Jamee M, et al. Clin Rev Allergy Immunol. 2019;May 21.
  • Condliffe AM, Chandra A. Front Immunol. 2018;9:338.
  • Para mais informações públicas, entre em contato com: 

    Pharming Group, Leiden, Países Baixos

    Sijmen de Vries, CEO: T: +31 71 524 7400

    Susanne Embleton, Gerente de relações com o investidor: T: +31 71 524 7400 E: investor@pharming.com

    FTI Consulting, Londres, Reino Unido

    Victoria Foster Mitchell/Alex Shaw

    T: +44 203 727 1000

    FTI Consulting, EUA

    Jim Polson

    T: +1 (312) 553-6730

    LifeSpring Life Sciences Communication, Amsterdã, Países Baixos

    Leon Melens

    T: +31 6 53 81 64 27

    E: pharming@lifespring.nl

    RP EUA:

    Emily VanLare

    E: Emily.VanLare@precisionvh.com 

    T: +1 (203) 985 5596

    RP UE:

    Dan Caley

    E: Dan.caley@aprilsix.com  

    T: +44 (0) 787 546 8942

    Logotipo - https://mma.prnewswire.com/media/1454235/Pharming_Group_NV_Logo.jpg

     

     

    FONTE Pharming Group N.V.

    LEIDA, Países Baixos, 3 de abril de 2022 /PRNewswire/ -- Pharming Group N.V. ("Pharming" ou "a Empresa") (EURONEXT Amsterdam: PHARM/Nasdaq: PHAR) anuncia novos dados do estudo clínico pivotal do Leniolisibe de fase II/III para o tratamento de síndrome de fosfoinositídeo 3-quinase delta (PI3Kδ) ativa (APDS), uma imunodeficiência primária. O investigador principal V. Koneti Rao, M.D., médico da equipe na Clínica de Deficiência Imunológica Primária no Instituto Nacional de Saúde em Bethesda, Maryland, compartilhou os resultados em uma apresentação na Reunião Anual da Sociedade de Imunologia Clínica (CIS) de 2022.

    Conforme anunciado em 2 de fevereiro de 2022, a parte multinacional, tripla-cega, controlada por placebo, randomizada, da fase III do estudo clínico conduzido pela Novartis, alcançou os seus desfechos coprimários, os quais serviram para avaliar a redução do tamanho do gânglio linfático e a correção da imunodeficiência. O encolhimento das lesões de linfadenopatia e o aumento da proporção de células B maduras são importantes nesse grupo, pois indicaram uma redução nos marcadores de doenças de APDS. Apresentado pela primeira vez na CIS, os desfechos coprimários no dia 85 após a linha de base demonstraram:

    • No índice de lesões de linfodenopatia, houve uma mudança média significativa, ajustada estatisticamente na soma de log10 transformada do produto de diâmetros (SPD) de -0,30 entre pacientes que receberam Leniolisibe em comparação com -0,06 entre pacientes que receberam placebo (CI 95%: -0,37, -0,11; p=0,0012).
    • A partir da linha de base de ˂48%, notou-se um aumento de 34,76% na proporção de células B independentes em pacientes que receberam Leniolisibe em comparação com a redução de -5,37% em pacientes que receberam placebo (CI 95%: 28,51, 51,75; P:0,0001).

    O medicamento do estudo foi bem tolerado. Não houve eventos adversos que levassem à descontinuação do tratamento do estudo, não houve mortes, e a incidência de eventos adversos graves (EAGs) foi mais baixa no grupo de Leniolisibe do que no grupo de placebo. Nenhum dos EAGs apresentou suspeita de estar relacionado ao tratamento do estudo.

    Charlotte Cunningham-Rundles, M.D., Ph.D., David S. Gottesman, professor de imunologia na Mount Sinai School of Medicine em Nova York, disse: 

    "É uma ótima notícia que a Leniolisibe tenha alcançado resultados tão positivos neste estudo de Fase III de APDS. É extremamente animador ver que esse medicamento é capaz de atingir a causa dessa doença difícil, tanto melhorando o tratamento quanto reduzindo os sintomas dos pacientes. O progresso em direção a um tratamento feito sob medida para nossos pacientes com APDS é um marco aguardado há muito tempo." 

    A Pharming planeja começar a encaminhar o pedido de registros regulatórios globais para a Leniolisibe no segundo trimestre de 2022 e, recebendo a aprovação, lançará o tratamento nos EUA no primeiro trimestre de 2023 e iniciará uma série de lançamentos europeus no segundo semestre de 2023.

    Anurag Relan, diretor médico da Pharming, comentou: 

    "A Pharming está muito satisfeita com o fato de o Leniolisibe ter alcançado significância em ambos desfechos coprimários e foi bem tolerado nesses pacientes com APDS, uma vez que a aprovação do produto suprirá uma necessidade ainda não atendida de pacientes com essa doença rara, que atualmente dependem de terapias de apoio como antibióticos e terapia de reposição de imunoglobulina. Além de trabalhar em estreita colaboração com as autoridades reguladoras em todo o mundo para disponibilizar o Leniolisibe para imunologistas, hematologistas, e seus pacientes, continuaremos a desenvolver esse tratamento por meio de nosso estudo clínico de extensão, aberto e dois estudos adicionais com a inscrição de crianças com menos de 12 anos, e também, potencialmente, estenderemos o alcance geográfico do produto." 

    Sobre a Síndrome de Fosfoinositídeo 3-quinase δ ativa (APDS) 

    A APDS é uma rara imunodeficiência primária que afeta aproximadamente uma a duas pessoas por milhão. Também conhecida como PASLI, é causada por variantes de qualquer um dos dois genes, PIK3CD ou PIK3R1, os quais regulam a maturação das células brancas do sangue. As variantes desses genes levam à hiperatividade do caminho de PI3Kδ (Fosfoinositídeo 3-quinase delta).1.2 A sinalização equilibrada no caminho do PI3Kδ é essencial para a função imunológica. Quando este caminho está hiperativo, as células imunológicas não amadurecem, nem funcionam corretamente, resultando em imunodeficiência e disregulação.1.3 A APDS é caracterizada por infecções sinopulmonares graves e recorrentes, linfoproliferação, autoimunidade e enteropatia.4.5 Como esses sintomas podem ser associados a uma variedade de condições, incluindo outras imunodeficiências primárias, as pessoas com APDS são frequentemente diagnosticadas incorretamente e sofrem um atraso de diagnóstico mediano de 7 anos.6 Como a APDS é uma doença progressiva, esse atraso pode levar à agregação de danos ao longo do tempo, incluindo danos pulmonares permanentes e linfoma.4-7 A única maneira de diagnosticar definitivamente essa doença é por meio de testes genéticos.

    Sobre o Leniolisibe 

    O Leniolisibe é um inibidor de pequenas moléculas da isoforma delta da subunidade catalítica 110 kDa da classe IA PI3K com atividades imunomoduladoras e potencialmente antineoplásticas. O Leniolisibe inibe a produção de fosfatidilinositol-3-4-5-trisfosfato (PIP3). A PIP3 atua como um importante mensageiro celular que ativa especificamente a AKT (via PDK1) e regula uma infinidade de funções celulares tais como proliferação, diferenciação, produção de citocinas, sobrevivência celular, angiogênese e metabolismo. Diferentemente de PI3Kα e PI3Kβ que são expressados de modo generalizado, o PI3Kẟ e o PI3Kγ são expressos principalmente em células de origem hematopoiética. O papel central do PI3Kẟ na regulagem de inúmeras funções celulares do sistema imunológico adaptativo (células B e, em menor medida, células T) bem como o sistema imunológico inato (neutrófilos, mastócitos e macrófagos) indica fortemente que o PI3Kẟ é um alvo terapêutico válido e potencialmente eficaz para várias doenças imunológicas.

    Até o momento, o Leniolisibe foi bem tolerado durante o primeiro estudo de Fase I em indivíduos saudáveis e no estudo de capacitação de registro de Fase II/III.

    Sobre a Pharming Group N.V. 

    A Pharming Group N.V. é uma empresa biofarmacêutica em estágio comercial global que desenvolve terapias inovadoras de substituição de proteínas e medicina de precisão para o tratamento de doenças raras e necessidades médicas ainda não atendidas.

    O carro-chefe do nosso portfólio é a franquia do inibidor de C1 esterase humana (rhC1INH). A C1INH é uma proteína que ocorre naturalmente que reduz o complemento e faz cascatas de contato para controlar a inflamação em tecidos afetados.

    Nosso principal produto, o RUCONEST®, é a primeira e única terapia de reposição de proteína rhC1INH sem plasma. É aprovado para o tratamento de ataques agudos de angioedema hereditários (AEH). Estamos comercializando o RUCONEST® nos Estados Unidos, na União Europeia e no Reino Unido por meio de nossa própria organização de vendas e marketing e no restante do mundo por meio de nossa rede de distribuição.

    Além disso, estamos investigando a eficácia clínica do rhC1INH no tratamento de outras indicações, incluindo pré-eclampsia, lesão renal aguda e pneumonia grave como resultado de infecções de COVID-19.

    Estamos estudando também nossa medicina de precisão oral, Leniolisibe (um Fosfoinositídeo 3-quinase delta, ou PI3K delta, inibidor), para o tratamento da síndrome de PI3K delta ativa ou APDS. Os direitos mundiais da Leniolisibe foram licenciados pela Novartis AG em 2019. A Leniolisibe atendeu ambos os desfechos primários em um registro que permite o estudo de Fase II/III nos Estados Unidos e na Europa. Planeja-se que os registros regulatórios globais para o Leniolisibe sejam patenteados a partir do segundo trimestre de 2022.

    Além disso, firmamos uma colaboração estratégica com a Orchard Therapeutics para pesquisar, desenvolver, fabricar e comercializar a OTL-105, uma terapia genética de células-tronco hematopoiéticas (HSC) autólogas ex-vivo recém-divulgada para o tratamento de AEH.

    Além disso, estamos alavancando nossa tecnologia de fabricação transgênica para desenvolver terapias de substituição de proteínas de última geração, principalmente para a doença de Pompe, em desenvolvimento pré-clínico atualmente.

    Declarações prospectivas 

    Este comunicado à imprensa contém declarações prospectivas, incluindo em relação ao prazo e ao progresso dos estudos pré-clínicos da Pharming e estudos clínicos de seus candidatos a produtos, as perspectivas clínicas e comerciais da Pharming, a capacidade da Pharming de superar os desafios impostos pela pandemia da COVID-19 para a condução de seus negócios e para as expectativas da Pharming em relação às suas necessidades projetadas de capital de giro e recursos em dinheiro em espécie. Essas declarações estão sujeitas a uma série de riscos, incertezas e suposições, incluindo, mas não se limitando a, o escopo, o progresso e a expansão dos estudos clínicos e ramificações da Pharming para o custo do mesmo, e desenvolvimentos clínicos, científicos, regulatórios e técnicos. À luz desses riscos e incertezas, e outros riscos e incertezas descritos no relatório anual de 2020 da Pharming e do relatório anual do Formulário 20-F para o ano encerrado em 31 de dezembro de 2020 arquivado junto à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA, os eventos e circunstâncias discutidos nessas declarações prospectivas podem não ocorrer, e os resultados reais da Pharming podem diferir concretamente e adversamente daqueles antecipados ou implícitos por eles. Todas as declarações prospectivas são referentes à data deste comunicado à imprensa e são baseadas em informações disponíveis da Pharming na data deste comunicado. 

    Referências: 

  • Lucas CL, et al. Nat Immunol. 2014;15:88-97.
  • Elkaim E, et al. J Allergy Clin Immunol. 2016;138(1):210-218.
  • Nunes-Santos C, Uzel G, Rosenzweig SD. J Allergy Clin Immunol. 2019;143(5):1676-1687.
  • Coulter TI, et al. J Allergy Clin Immunol. 2017;139(2):597-606.
  • Maccari ME, et al. Front Immunol. 2018;9:543.
  • Jamee M, et al. Clin Rev Allergy Immunol. 2019;May 21.
  • Condliffe AM, Chandra A. Front Immunol. 2018;9:338.
  • Para mais informações públicas, entre em contato com: 

    Pharming Group, Leiden, Países Baixos

    Sijmen de Vries, CEO: T: +31 71 524 7400

    Susanne Embleton, Gerente de relações com o investidor: T: +31 71 524 7400 E: investor@pharming.com

    FTI Consulting, Londres, Reino Unido

    Victoria Foster Mitchell/Alex Shaw

    T: +44 203 727 1000

    FTI Consulting, EUA

    Jim Polson

    T: +1 (312) 553-6730

    LifeSpring Life Sciences Communication, Amsterdã, Países Baixos

    Leon Melens

    T: +31 6 53 81 64 27

    E: pharming@lifespring.nl

    RP EUA:

    Emily VanLare

    E: Emily.VanLare@precisionvh.com 

    T: +1 (203) 985 5596

    RP UE:

    Dan Caley

    E: Dan.caley@aprilsix.com  

    T: +44 (0) 787 546 8942

    Logotipo - https://mma.prnewswire.com/media/1454235/Pharming_Group_NV_Logo.jpg

     

     

    FONTE Pharming Group N.V.

    Você acabou de ler:

    Pharming anuncia dados positivos do estudo clínico de Leniolisibe de fase II/III apresentados na Reunião Anual da Sociedade de Imunologia Clínica de 2022

    Compartilhe

    https://prnewswire.com.br/releases/pharming-anuncia-dados-positivos-do-estudo-clinico-de-leniolisibe-de-fase-ii-iii-apresentados-na-reuniao-anual-da-sociedade-de-imunologia-clinica-de-2022/