Polyplastics desenvolve novo método de teste para identificar formação de gases durante moldagem por injeção

TÓQUIO, 18 de julho de 2021 /PRNewswire/ -- A Polyplastics Co., Ltd., fornecedora líder global de termoplásticos de engenharia, desenvolveu um método de teste que identifica a formação de gases durante o processo de moldagem por injeção e ajuda a reduzir depósitos no molde. O método de investigação de gases da empresa em moldagem por injeção (GIMIM) facilita a moldagem contínua e melhora a eficiência de produção.

Imagem1: https://kyodonewsprwire.jp/prwfile/release/M100475/202107077399/_prw_PI1fl_Pl0lrF18.jpg

Durante o processo de moldagem por injeção, condições adversas (alta temperatura, alta velocidade) e deterioração de aditivos plásticos podem liberar altos volumes de gases de decomposição. Depósitos no molde, queimas de gás e disparos curtos causadas pelo gás de pirólise podem causar problemas de qualidade, incluindo efeitos indesejáveis nas dimensões e aparência dos produtos, resultando em uma taxa de falhas mais alta. Manter operações de produção altamente eficientes é importante, uma vez que os fabricantes trabalham para atender às aplicações altamente desafiadoras de hoje em dia, como eletrificação e automação automotivas.

O método de propriedade da Polyplastics captura e avalia os gases formados durante a moldagem e identifica o mecanismo pelo qual o gás de pirólise é formado durante a moldagem por injeção. O método proprietário inovador captura gases de acordo com métodos à base de moldes, utiliza cromatografia gasosa acoplada a espectrômetro de massa (GC/MS) para analisar qualitativa e quantitativamente sua composição, identifica os gases que são formados e faz melhorias fundamentais às fontes de sua formação.

Essa configuração simples do sistema é dividida em três estágios de plastificação, dosagem e injeção, e cada unidade é equipada com armadilhas de gases para isolar os gases que se formam dentro de cada parte do processo. O GIMIM pode reproduzir as circunstâncias reais durante a moldagem, prendendo e analisando diretamente os gases formados durante a moldagem.

O GIMIM permite medir substâncias de alto peso molecular que podem causar deposições no molde. Como esse método analisa diretamente os gases que são formados dentro do molde durante o preenchimento, a empresa acredita que ele gera resultados mais próximos das condições do mundo real. Em pesquisas adicionais, a Polyplastics planeja examinar outros problemas causados pelo gás de pirólise, como disparos curtos e defeitos de queima de gás, além de depósitos no molde.

Para mais informações, acesse: https://www.polyplastics.com/en/support/mold/gas_md/index.html

Sobre a Polyplastics: https://kyodonewsprwire.jp/attach/202107077399-O1-jJN6E3ZH.pdf

FONTE Polyplastics Co., Ltd.

TÓQUIO, 18 de julho de 2021 /PRNewswire/ -- A Polyplastics Co., Ltd., fornecedora líder global de termoplásticos de engenharia, desenvolveu um método de teste que identifica a formação de gases durante o processo de moldagem por injeção e ajuda a reduzir depósitos no molde. O método de investigação de gases da empresa em moldagem por injeção (GIMIM) facilita a moldagem contínua e melhora a eficiência de produção.

Imagem1: https://kyodonewsprwire.jp/prwfile/release/M100475/202107077399/_prw_PI1fl_Pl0lrF18.jpg

Durante o processo de moldagem por injeção, condições adversas (alta temperatura, alta velocidade) e deterioração de aditivos plásticos podem liberar altos volumes de gases de decomposição. Depósitos no molde, queimas de gás e disparos curtos causadas pelo gás de pirólise podem causar problemas de qualidade, incluindo efeitos indesejáveis nas dimensões e aparência dos produtos, resultando em uma taxa de falhas mais alta. Manter operações de produção altamente eficientes é importante, uma vez que os fabricantes trabalham para atender às aplicações altamente desafiadoras de hoje em dia, como eletrificação e automação automotivas.

O método de propriedade da Polyplastics captura e avalia os gases formados durante a moldagem e identifica o mecanismo pelo qual o gás de pirólise é formado durante a moldagem por injeção. O método proprietário inovador captura gases de acordo com métodos à base de moldes, utiliza cromatografia gasosa acoplada a espectrômetro de massa (GC/MS) para analisar qualitativa e quantitativamente sua composição, identifica os gases que são formados e faz melhorias fundamentais às fontes de sua formação.

Essa configuração simples do sistema é dividida em três estágios de plastificação, dosagem e injeção, e cada unidade é equipada com armadilhas de gases para isolar os gases que se formam dentro de cada parte do processo. O GIMIM pode reproduzir as circunstâncias reais durante a moldagem, prendendo e analisando diretamente os gases formados durante a moldagem.

O GIMIM permite medir substâncias de alto peso molecular que podem causar deposições no molde. Como esse método analisa diretamente os gases que são formados dentro do molde durante o preenchimento, a empresa acredita que ele gera resultados mais próximos das condições do mundo real. Em pesquisas adicionais, a Polyplastics planeja examinar outros problemas causados pelo gás de pirólise, como disparos curtos e defeitos de queima de gás, além de depósitos no molde.

Para mais informações, acesse: https://www.polyplastics.com/en/support/mold/gas_md/index.html

Sobre a Polyplastics: https://kyodonewsprwire.jp/attach/202107077399-O1-jJN6E3ZH.pdf

FONTE Polyplastics Co., Ltd.

Você acabou de ler:

Polyplastics desenvolve novo método de teste para identificar formação de gases durante moldagem por injeção

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/polyplastics-desenvolve-novo-metodo-de-teste-para-identificar-formacao-de-gases-durante-moldagem-por-injecao/