PowerChina ajuda a construir um futuro melhor para as Américas

BEIJING, 22 de novembro de 2021 /PRNewswire/ -- Uma reportagem da CRIOnline:

Houve, recentemente, um progresso significativo na construção da importante rodovia com quatro pistas El Sillar da Bolívia, com mais de 67% das obras concluídas. Realizado pela Power Construction Corporation of China (PowerChina), o projeto é o maior investimento da administração rodoviária da Bolívia entre suas várias rodovias atualmente em construção.

O projeto envolve a construção de dois túneis, 28 pontes e várias paredes de retenção para a prevenção de deslizamentos de terra. Devido às condições geológicas complexas e instáveis da região, o projeto, que atravessa as montanhas andinas, é desafiador. Em comparação com as estradas existentes fechadas devido a deslizamentos de terra, as novas estradas proporcionarão uma conexão mais confiável.

A construção da rodovia melhorará imensamente a rede rodoviária boliviana, além de facilitar a ligação de transportes com os países vizinhos Brasil, Chile e Peru. O que é mais notável é que essa estrada levará diretamente às instalações portuárias nos três países vizinhos, todas elas vitais para a Bolívia, um país sem litoral

A PowerChina, uma empresa de propriedade estatal administrada centralmente pela China com a missão de atender aos setores globais de energia e infraestrutura, está ajudando um número crescente de países sul-americanos a garantir a segurança do trânsito e o fluxo de tráfego tranquilo, construindo estradas como parte de seus esforços para cumprir os objetivos da iniciativa Cinturão e Rota, além de desenvolver energia limpa para facilitar o crescimento sustentável do setor.

A Cauchari, usina fotovoltaica de 315 MW na província de Jujuy, na Argentina, construída pela PowerChina (que atua como empreiteira de engenharia, compras e construção da usina), está conectada à rede elétrica desde setembro de 2020, acabando com o longo histórico de compra de eletricidade de fora da província e ajudando-a a alcançar a autossuficiência energética. A província fornece a energia solar excedente da unidade para outras partes do país. Como resultado, o projeto conquistou a reputação de ser o maior "girassol" da iniciativa Cinturão e Rota na América do Sul. A instalação é a maior desse tipo na Argentina.

"Não havia usinas fotovoltaicas na Argentina antes, já que nenhum país do mundo estava realmente disposto a ajudar a promover o desenvolvimento econômico dos outros, exceto a China, o que tornou essa colaboração com o país verdadeiramente diferenciada", disse um consultor do Senado Nacional da Argentina, que disse se chamar Guarda. "Sem o investimento da China, a província de Jujuy nunca poderia ter concluído o projeto Cauchari por conta própria."

 

FONTE CRIOnline

BEIJING, 22 de novembro de 2021 /PRNewswire/ -- Uma reportagem da CRIOnline:

Houve, recentemente, um progresso significativo na construção da importante rodovia com quatro pistas El Sillar da Bolívia, com mais de 67% das obras concluídas. Realizado pela Power Construction Corporation of China (PowerChina), o projeto é o maior investimento da administração rodoviária da Bolívia entre suas várias rodovias atualmente em construção.

O projeto envolve a construção de dois túneis, 28 pontes e várias paredes de retenção para a prevenção de deslizamentos de terra. Devido às condições geológicas complexas e instáveis da região, o projeto, que atravessa as montanhas andinas, é desafiador. Em comparação com as estradas existentes fechadas devido a deslizamentos de terra, as novas estradas proporcionarão uma conexão mais confiável.

A construção da rodovia melhorará imensamente a rede rodoviária boliviana, além de facilitar a ligação de transportes com os países vizinhos Brasil, Chile e Peru. O que é mais notável é que essa estrada levará diretamente às instalações portuárias nos três países vizinhos, todas elas vitais para a Bolívia, um país sem litoral

A PowerChina, uma empresa de propriedade estatal administrada centralmente pela China com a missão de atender aos setores globais de energia e infraestrutura, está ajudando um número crescente de países sul-americanos a garantir a segurança do trânsito e o fluxo de tráfego tranquilo, construindo estradas como parte de seus esforços para cumprir os objetivos da iniciativa Cinturão e Rota, além de desenvolver energia limpa para facilitar o crescimento sustentável do setor.

A Cauchari, usina fotovoltaica de 315 MW na província de Jujuy, na Argentina, construída pela PowerChina (que atua como empreiteira de engenharia, compras e construção da usina), está conectada à rede elétrica desde setembro de 2020, acabando com o longo histórico de compra de eletricidade de fora da província e ajudando-a a alcançar a autossuficiência energética. A província fornece a energia solar excedente da unidade para outras partes do país. Como resultado, o projeto conquistou a reputação de ser o maior "girassol" da iniciativa Cinturão e Rota na América do Sul. A instalação é a maior desse tipo na Argentina.

"Não havia usinas fotovoltaicas na Argentina antes, já que nenhum país do mundo estava realmente disposto a ajudar a promover o desenvolvimento econômico dos outros, exceto a China, o que tornou essa colaboração com o país verdadeiramente diferenciada", disse um consultor do Senado Nacional da Argentina, que disse se chamar Guarda. "Sem o investimento da China, a província de Jujuy nunca poderia ter concluído o projeto Cauchari por conta própria."

 

FONTE CRIOnline

Você acabou de ler:

PowerChina ajuda a construir um futuro melhor para as Américas

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/powerchina-ajuda-a-construir-um-futuro-melhor-para-as-americas/