Prêmio Sunhak da Paz de 2019 concedido a Waris Dirie e ao Dr. Akinwumi Ayodeji Adesina

CIDADE DO CABO, África do Sul, 22 de novembro de 2018 /PRNewswire/ -- O Comitê do Prêmio Sunhak da Paz anunciou os laureados com o Prêmio Sunhak da Paz (Sunhak Peace Prize) de 2019: Waris Dirie e Dr. Akinwumi Ayodeji Adesina.

Waris Dirie, militante dos direitos humanos e supermodelo, é amplamente aclamada por promover a conscientização mundial sobre a mutilação genital feminina (MGF). O Dr. Akinwumi Adesina, economista agrícola, vem promovendo a Boa Governança na África através da inovação agrícola por mais de 30 anos e contribuindo significativamente para a segurança alimentar na África.

Warisi Dirie nasceu em uma família nômade é foi submetida à mutilação genital feminina aos 5 anos de idade. Em 1997, ela contou sua experiência ao mundo e foi nomeada Embaixadora Especial da ONU para a Eliminação da MGF.

Em 2002, ela criou a Fundação Flor do Deserto (Desert Flower Foundation). Em 2003, sua campanha contra a MGF levou 15 países membros da União Africana a ratificar o Protocolo de Maputo, que promove a erradicação da MGF. Em 2012, a ONU passou, por unanimidade, uma resolução que baniu a prática da MGF. E a ONU fixou a meta de eliminar a MGF até 2030.

Outro laureado, o Dr. Akinwumi Adesina foi precursor da expansão da produção de arroz, aumentando a disponibilidade de crédito para pequenos agricultores, atraindo investimentos privados para o setor agrícola, eliminando elementos corruptos no setor de fertilizantes e estabelecendo políticas agrícolas significativas.

Na Cúpula de Fertilizantes da África de 2006, ele foi fundamental para o desenvolvimento da Declaração de Abuja sobre Fertilizantes para a Revolução Verde Africana, propondo a erradicação da fome na África até 2030.

Atualmente, o Dr. Akinwumi Adesina é presidente do Grupo Banco de Desenvolvimento Africano, que promove a "Estratégia High 5", que está melhorando as vidas de milhões de pessoas em toda a África.

O presidente do conselho do Comitê Sunhak, Dr. Il Sik Hong, declarou: "O Prêmio Sunhak da Paz foi criado com base na visão de 'Uma família sob a proteção de Deus' ('One Family Under God'). E o Prêmio Sunhak da Paz de 2019 dá atenção especial aos direitos humanos e ao desenvolvimento humano na África".

O Prêmio Sunhak da Paz homenageia indivíduos e organizações que deram contribuições significativas para a paz e o bem-estar social das futuras gerações. O Prêmio Sunhak da Paz inclui um prêmio em dinheiro no valor total de US$ 1 milhão. A cerimônia de premiação será realizada em 11 de fevereiro de 2019 em Seul, Coréia do Sul.

Foto: https://mma.prnewswire.com/media/786119/Waris_Dirie.jpg

Foto: https://mma.prnewswire.com/media/786120/Dr_Akinwumi_Adesina.jpg

FONTE The Sunhak Peace Prize Committee

CIDADE DO CABO, África do Sul, 22 de novembro de 2018 /PRNewswire/ -- O Comitê do Prêmio Sunhak da Paz anunciou os laureados com o Prêmio Sunhak da Paz (Sunhak Peace Prize) de 2019: Waris Dirie e Dr. Akinwumi Ayodeji Adesina.

Waris Dirie, militante dos direitos humanos e supermodelo, é amplamente aclamada por promover a conscientização mundial sobre a mutilação genital feminina (MGF). O Dr. Akinwumi Adesina, economista agrícola, vem promovendo a Boa Governança na África através da inovação agrícola por mais de 30 anos e contribuindo significativamente para a segurança alimentar na África.

Warisi Dirie nasceu em uma família nômade é foi submetida à mutilação genital feminina aos 5 anos de idade. Em 1997, ela contou sua experiência ao mundo e foi nomeada Embaixadora Especial da ONU para a Eliminação da MGF.

Em 2002, ela criou a Fundação Flor do Deserto (Desert Flower Foundation). Em 2003, sua campanha contra a MGF levou 15 países membros da União Africana a ratificar o Protocolo de Maputo, que promove a erradicação da MGF. Em 2012, a ONU passou, por unanimidade, uma resolução que baniu a prática da MGF. E a ONU fixou a meta de eliminar a MGF até 2030.

Outro laureado, o Dr. Akinwumi Adesina foi precursor da expansão da produção de arroz, aumentando a disponibilidade de crédito para pequenos agricultores, atraindo investimentos privados para o setor agrícola, eliminando elementos corruptos no setor de fertilizantes e estabelecendo políticas agrícolas significativas.

Na Cúpula de Fertilizantes da África de 2006, ele foi fundamental para o desenvolvimento da Declaração de Abuja sobre Fertilizantes para a Revolução Verde Africana, propondo a erradicação da fome na África até 2030.

Atualmente, o Dr. Akinwumi Adesina é presidente do Grupo Banco de Desenvolvimento Africano, que promove a "Estratégia High 5", que está melhorando as vidas de milhões de pessoas em toda a África.

O presidente do conselho do Comitê Sunhak, Dr. Il Sik Hong, declarou: "O Prêmio Sunhak da Paz foi criado com base na visão de 'Uma família sob a proteção de Deus' ('One Family Under God'). E o Prêmio Sunhak da Paz de 2019 dá atenção especial aos direitos humanos e ao desenvolvimento humano na África".

O Prêmio Sunhak da Paz homenageia indivíduos e organizações que deram contribuições significativas para a paz e o bem-estar social das futuras gerações. O Prêmio Sunhak da Paz inclui um prêmio em dinheiro no valor total de US$ 1 milhão. A cerimônia de premiação será realizada em 11 de fevereiro de 2019 em Seul, Coréia do Sul.

Foto: https://mma.prnewswire.com/media/786119/Waris_Dirie.jpg

Foto: https://mma.prnewswire.com/media/786120/Dr_Akinwumi_Adesina.jpg

FONTE The Sunhak Peace Prize Committee

Você acabou de ler:

Prêmio Sunhak da Paz de 2019 concedido a Waris Dirie e ao Dr. Akinwumi Ayodeji Adesina

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/premio-sunhak-da-paz-de-2019-concedido-a-waris-dirie-e-ao-dr-akinwumi-ayodeji-adesina/