Presidente chinês discursa na cúpula global da saúde

PEQUIM, 24 de maio de 2021 /PRNewswire/ -- O presidente chinês Xi Jinping participou da Cúpula Global da Saúde e fez um discurso por meio de um vídeo na sexta-feira, em Pequim.

A cúpula foi co-organizada pela Itália, que detém a presidência rotativa do G20 este ano e pela Comissão Europeia.

Em seu discurso, Xi aconselhou a comunidade internacional a colocar a vida das pessoas em primeiro lugar e demonstrar um grande senso de responsabilidade política e coragem, e dar respostas extraordinárias a um desafio extraordinário.

Nenhum esforço deve ser medido para atender todos os casos, salvar todos os pacientes e respeitar realmente o valor e a dignidade de cada vida humana, e também é importante minimizar o impacto potencial na vida das pessoas e manter a ordem geral em nossa sociedade, disse Xi.

Os membros do G20 devem adotar políticas macroeconômicas responsáveis para garantir a operação segura e sem problemas da cadeia industrial global e da cadeia de fornecimento, ao mesmo tempo em que continuam a apoiar os países em desenvolvimento, disse ele.

Observando que a pandemia é mais um lembrete de que a humanidade cresce e cai junto com um futuro compartilhado, Xi disse que a manipulação política não atenderia à resposta da COVID-19, e só interromperia a cooperação internacional contra o vírus e causaria maiores danos às pessoas em todo o mundo.

Clamando para que os países se abstenham do nacionalismo da vacina, Xi pediu a promoção da distribuição justa de vacinas e a acessibilidade e disponibilidade dos produtos nos países em desenvolvimento. Os principais países que desenvolvem e produzem vacinas precisam assumir a responsabilidade de fornecer mais vacinas para países em desenvolvimento com necessidades urgentes.

É importante fortalecer e alavancar o papel da ONU e da OMS e manter o espírito de ampla consulta, contribuição conjunta e benefícios compartilhados, disse Xi.

"A China fornecerá mais US$ 3 bilhões em ajuda internacional nos próximos três anos como suporte à resposta da COVID-19 e à recuperação econômica e social em outros países em desenvolvimento", anunciou Xi.

A China ainda oferecerá mais vacinas com o melhor da sua capacidade, disse ele.

A China oferece suporte às empresas de vacinas no que diz respeito à transferência de tecnologias para outros países em desenvolvimento e à realização de produção conjunta com eles, afirmou o presidente.

"Vamos dar as mãos e ficar lado a lado uns com os outros para promover firmemente a cooperação internacional contra a COVID-19, construir uma comunidade global de saúde para todos e trabalhar para um futuro mais saudável e mais brilhante para a humanidade!" disse Xi.

Link: https://m.youtube.com/watch?v=qf_v-f-kKF0

Vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=qf_v-f-kKF0

 

FONTE CCTV+

PEQUIM, 24 de maio de 2021 /PRNewswire/ -- O presidente chinês Xi Jinping participou da Cúpula Global da Saúde e fez um discurso por meio de um vídeo na sexta-feira, em Pequim.

A cúpula foi co-organizada pela Itália, que detém a presidência rotativa do G20 este ano e pela Comissão Europeia.

Em seu discurso, Xi aconselhou a comunidade internacional a colocar a vida das pessoas em primeiro lugar e demonstrar um grande senso de responsabilidade política e coragem, e dar respostas extraordinárias a um desafio extraordinário.

Nenhum esforço deve ser medido para atender todos os casos, salvar todos os pacientes e respeitar realmente o valor e a dignidade de cada vida humana, e também é importante minimizar o impacto potencial na vida das pessoas e manter a ordem geral em nossa sociedade, disse Xi.

Os membros do G20 devem adotar políticas macroeconômicas responsáveis para garantir a operação segura e sem problemas da cadeia industrial global e da cadeia de fornecimento, ao mesmo tempo em que continuam a apoiar os países em desenvolvimento, disse ele.

Observando que a pandemia é mais um lembrete de que a humanidade cresce e cai junto com um futuro compartilhado, Xi disse que a manipulação política não atenderia à resposta da COVID-19, e só interromperia a cooperação internacional contra o vírus e causaria maiores danos às pessoas em todo o mundo.

Clamando para que os países se abstenham do nacionalismo da vacina, Xi pediu a promoção da distribuição justa de vacinas e a acessibilidade e disponibilidade dos produtos nos países em desenvolvimento. Os principais países que desenvolvem e produzem vacinas precisam assumir a responsabilidade de fornecer mais vacinas para países em desenvolvimento com necessidades urgentes.

É importante fortalecer e alavancar o papel da ONU e da OMS e manter o espírito de ampla consulta, contribuição conjunta e benefícios compartilhados, disse Xi.

"A China fornecerá mais US$ 3 bilhões em ajuda internacional nos próximos três anos como suporte à resposta da COVID-19 e à recuperação econômica e social em outros países em desenvolvimento", anunciou Xi.

A China ainda oferecerá mais vacinas com o melhor da sua capacidade, disse ele.

A China oferece suporte às empresas de vacinas no que diz respeito à transferência de tecnologias para outros países em desenvolvimento e à realização de produção conjunta com eles, afirmou o presidente.

"Vamos dar as mãos e ficar lado a lado uns com os outros para promover firmemente a cooperação internacional contra a COVID-19, construir uma comunidade global de saúde para todos e trabalhar para um futuro mais saudável e mais brilhante para a humanidade!" disse Xi.

Link: https://m.youtube.com/watch?v=qf_v-f-kKF0

Vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=qf_v-f-kKF0

 

FONTE CCTV+

Você acabou de ler:

Presidente chinês discursa na cúpula global da saúde

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/presidente-chines-discursa-na-cupula-global-da-saude/